História Secret - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Girls' Generation
Personagens Baekhyun, Chanyeol, J-hope, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Taeyeon, Tiffany, V, Yoona
Tags Chanbaek, Drama, Yaoi
Visualizações 40
Palavras 849
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiiiiee Pessoas!!!!!!!!❤
Aqui estou eu mais uma vez para felicidade de vocês(ou infelicidade).
Bom, tomara que vocês gostem do capítulo de hoje.

Capítulo 4 - Park Chanyeol!


Mais um a vez na frente daquele portão. O dia já  havia começado mau a primeira coisa que vi assim que cheguei na escola foi Park Chanyeol.

Assim que me viu, apenas sorriu e voltou sua atenção para sua amiga Sunny.

O sinal tocou e todos foram para a suas salas. Kyungsoo não havia ido naquele dia porque ficou doente.

Cheguei em minha sala, fui recebido como sempre. Sentei em minha carteira,  e esperei os professores chegar.

Algumas horas depois... 

Na aula de biologia, a professora explicou um pouco mais sobre o trabalho. Disse que deveríamos começar logo, e que todos deveriam conseguir mudar alguem até a última semana de aula, o que não era fácil pois só faltavam 3 semanas.

Era agora que eu teria que enfrentar aquele que tanto me incomodava.

 ♥♥♥

O sinal havia acabado de tocar. Todos os alunos comecaram a sair da sala, e ir à procura do seu par para o trabalho.

Cheguei no banheiro e esperei. Depois de 10 minutos um menino orelhudo aparece e começa a sorrir para mim.

-Olha se não é o nerd- ele disse sorrindo de um jeito que deveria ser censurado.

Me surpreendi quando percebi que era o Park, ele estava sem aquela touca. E por isso, era capaz de ver seus cabelos castanhos escuros e suas enormes orelhas. Ele tinha uma beleza irresistível.

-Bom dia pra você também!-disse irônico- Vim aqui para falar sobre o trabalho.

- Ah.

-No você acha que EU possa te ajudar?-perguntei.

-Bom, que tal começando a tirar essa roupa essa roupa pra eu te foder aqui mesmo- ele disse se aproximando.

Senti meu rosto esquentar. Quando já estava perto de mim, coloquei a mão em seu peito e o empurrei.

-F-fica longe- disse 

-Ué, foi você que perguntou!- disse rindo.

- Eu falei que iria te ajudar a melhorar no ambiente escolar. Sua vida sexual, você resolve com alguma puta por ai- falei.

-Nossa, feriu meu coração inocente- colocou a mão no peito se fazendo de indignado- Pensei que você era bonzinho mais me enganei, você é mau!.

Então ele se aproximou mais e disse:

-Fica mais interessante- disse cada a vez mais próximo.

Ele se aproximou tanto, que acabei ficando entre ele e a parede sem conseguir me mover.

-Sabe Baekhyun acho que eu vou adorar ter você como meu professor- ele sorriu e selou seus lábios com os meus.

Não conseguia me mexer, pois ele me prensava com muita força contra a parede. Ele começou a intensificar o beijo, ele beijava muito bem, mais eu tinha que para aquilo.

Mordi com força seu lábio inferior. O que fez ele gemer de dor, e me soltar.

-Porra, porque você fez isso?- ele perguntou.

-E-eu que pergunto!-disse com as bochechas coradas.

Aquele havia sido meu primeiro beijo.

-Mudando de assunto. Tenho um trabalho de português para mais tarde, você poderia me ajudar?- perguntou rindo.

-C-claro- eu disse

-Então vamos para a minha sala- pegou em minha é me guiou até sua sala.

Quem ele pensava que é, pra pegar na minha mão e me beijar?.

♥♥♥

Depois de  mais algumas horas no colégio, já estáva a caminho da minha casa. Enquanto andava pensava no Park.

Descobri que ele não era um mal aluno, ele só conversava demais e não prestava atenção nas aulas.

Estava tão concentrado em meus pensamentos, que nem percebi que que o Kyungsoo estava me chamando.

- Baekhyun!- ele chamou.

- Oi Kyung, já melhorou?- perguntei.

- Estou melhorando- ele disse.

- Que bom!- disse sorrindo

Então começamos uma conversa um pouco longa demais. Depois de uma hora conversando decidimos ir pra casa.

Cheguei em casa, andei em direção a cozinha, e percebi que minha mãe não havia deixado nada para mim comer.

-Affs, vou ter que fazer o almoço!- disse com raiva.

Andei até os armários, peguei os ingredientes e comecei a cozinhar. Depois de 30 minutos cozinhando finalmente sentei e comi.

Depois de comer lavei a louça e arrumei a casa. Estava tão cansado, que assim que terminei subi para meu quarto, comecei a me despir e fui tomar banho.

Já de banho tomado liguei a tela do meu iPhone que marcava as 15:00 e decidi ir dormir.

♥♥♥

Eu estava correndo feito um louco pelo colégio, pois havia um louco atrás de mim. Corria o mais rápido que eu podia, mais ele sempre conseguia se aproximar. Estava completamente desesperado não conseguia ver seu rosto.

De repente alguém me puxa e me prença no chão.

- Onde vai Byun?- disse enquanto me espremia no chão com o seu peso.

E pela voz do meu perseguidor percebi que era Park Chanyeol.

- O-oque você quer de mim?- perguntei assustado e confuso.

-Eu quero você!- disse abrindo um sorriso assustador- Hahahaha.

Aquilo me fez ficar nervoso, não conseguia me mexer e nem agir. Então ele me puxou e me arrastou para o banheiro.

Chegando no banheiro ele me jogou no chão e começou a rasgar as minhas roupas. E foi aí que eu vi que era a hora de agir, comecei a espernear e gritar socorro.

De repente acordo com o berreiro de minha mãe. Foi aí que percebi que era só um sonho.

-BAEKHYUN!- ela gritou

-Awh - levantei assustado e levei um belo tapa na cabeça.

- Não me assusta desse jeito moleque!-ela disse me dando outro tapa- Achei que estivesse sendo morto ou estuprado.

Bom, no sonho meio que foi assim.

- Desculpa mãe.









Notas Finais


Pessoal me desculpa pela demora, tive muitos problemas com esse capítulo!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...