História Secret Crime(Interativa) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Palhaço, Parque, Terror
Visualizações 2
Palavras 564
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Luta, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 14 - Heathens


Mabel foi movida para um hospital. Varvara foi junto, para retornar á prisão poucos dias depois. Jerome e Rebecca viraram foragidos. Em todo canto de Califórnia havia um panfleto pendurado em paredes e postes quase gritando as recompensa de quem denunciá-los. Jimin foi morar em um barco, e nesse momento ele está perambulando atrás de uma delegacia que o prenda. A culpa ainda pesando em suas costas, o que o impede de dormir e pensar. Ele não aguenta mais.

Mabel entrou em um relacionamento sério com Daniel. O amor de sua vida foi esquecido para sempre, o que receia que seja somente uma suposição invés de uma afirmação. 

- O que você acha desse aqui? - Daniel perguntou, apontando para mais um dos hotéis luxuosos das redondezas.

- Sabe o que que é? - Mabel disse, meio sem jeito. - Eu quero ir para um lugar mais divertido, sabe? Sem preocupações ou besteiras de rico. Sem querer ofender. - admitiu.

- Por que não falou nada antes? - disse com os olhos arregalados. - Eu também quero!

- Que bom! Eu já tenho um lugar para nos irmos esse verão! - ela abriu uma nova aba. - Aqui, - começou a digitar algo. - o parque que inauguraram agora a pouco, Fun&Happy.

- Apesar do nome esquisito, parece ser legal. - disse, tom de brincadeira misturado com o sotaque africano.

Estava combinado, eles iriam para o parque Fun$Happy.

Jimin revirou os olhos para um beco escuro e desabitado. No fim do percurso assombroso, havia uma grande e extensa delegacia aberta. Ele, sem enrolação, correu até o local. Parado em frente a delegacia, deu um longo e pesado suspiro.Jim não estava hesitando, mas sim aproveitando os últimos momentos de ar puro. Um toque em seu ombro o fez virar-se para trás. Ele ofuscou a luz radiante que esculpia a silhueta de uma mulher. A luz foi se apagando aos poucos, e então ele pôde ver que era Cameron. A mulher de sua vida. Ela estava nua e em prantos. Um grito chamou atenção do coreano, que se retorceu com medo para ver o que era. Sua mãe gritava vendo seu flho sendo levado por policiais abruptos. Depois disso, uma choradeira  chamou atenção. Era o enterro de Cameron. Todos estavam ali, até mesmo seu novo ex. Mesmo sem saber saber o paradeiro da ruiva, se ela está viva ou não, se ela precisa de ajuda, eles deram por conta que não vale mais criar falsas expectativas.

No outro lado, sua mãe estava morta. Ataque cardíaco. Seu pai se acabava de chorar enquanto exclamava pedindo á Deus que ela voltasse. Jim suprimiu a visão e apertou os olhos, a fim de tudo parar. O garoto saiu correndo quando percebeu que não funcionaria.

- Meu Deus me perdoe! Me perdoa, Cameron! Deus! - ele continuava a exclamar. 

- Aqui, vou te fazer uma promessa. - Cameron segurou a mão de Jimin, suavemente.

Eles dois, pequenos, por volta de 5, 6 anos de idade.

- Quando nós crescermos, iremos nos casar! - gritou a ruiva, abrindo um sorriso de orelha a orelha.

- Meu Deus! - gritou mais uma vez.

Sussurros fizeram o coreano se virar para trás.

- Deus está ausente... para você, Jimin.

Ele balançou a cabeça, negativo. Já em prantos, mais flashes inoportunos explodiram em sua mente. Dessa vez, mostrando a cena de sua morte: suicídio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...