História Secret Crush - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Sse23587680

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce, Castiel, Leah, Secret Crush
Exibições 31
Palavras 955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Luta, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá pessoas! Tudo bem/? Espero que gostem!

Capítulo 9 - Secret Crush - Capítulo 8


Amor Doce

A aula foi estranha. Era quase como se tivesse faltado uma parte essencial, algo que, imperceptivelmente houvesse sido retirado de lá. Mas os outros não pareceram reparar, bem, isto foi o que eu pensei, até perceber a cara de desespero de Alexy ao descobrir qual parte estava faltando. Leah. Era incrível, ela mal entrara na escola, e já ganhara espaço. Talvez até demais.

Eu já estava no portão, louco para correr para casa, quando senti uma mão segurando meu pulso.

- Hey, Cass... Castiel. – Iris soltou-me sorrindo. – Eu estava pensando. Sabe aquela quadra de basquete aqui perto da escola? – concordei com a cabeça. – Eu preciso, muito, de pontos em educação física, e o Sr.Boris me disse que eu devia treinar basquete, para ganhar uns pontos a mais, então... Você faz parte do clube... e....?

Dei risada, mas concordei com a cabeça.

- Me encontre amanhã, as seis da tarde na quadra. Se você se atrasar vou mandar o Dragon te atacar.

- Que medo! – Ela sorriu, indo para um lado, e eu para o outro.

~ *~

Eu estava me revirando na cama a um tempo, mas não conseguia dormir, o telefone ardia na minha mão.

- Ah que se foda.

Disquei o número e liguei, mas o que me recebeu fez meu sangue gelar.

- Alô? – A voz de choro era evidente.

- Leah? O que aconteceu? Sua voz esta péssima...

­- Nada, eu estou bem Castiel. O que você quer?

- Olha, faz um dia que te conheço mais parece que te conheço faz tempo então me conta logo, você está me devendo essa!- Sim, eu apelei para a divida.

- A dois anos atrás eu tinha um amigo na Inglaterra e esse meu amigo era apaixonado por mim e eu por ele , alguns dias antes de meu aniversário ele me pediu em namoro foi lindo durou um ano alguns dias antes do nosso aniversário de namoro eu peguei ele na cama com minha ex amiga eu sai correndo quando ia atravessar eu não vi o carro e o carro me atropelou eu fiquei uma semana em coma e quando acordei rolou várias coisas , mas um dia meu pai teve que viajar e eu estava sozinha em casa o meu pai foi embora passou um dia e a noite a campanhia tocou eu atendi era o meu ex ,ele me agarrou e disse que me queria só pra ele... Eu consegui me soltar dei um chute no pinto dele e um amigo meu chamado jade ele bateu e eu abrir eu abracei ele quando ele viu que eu estava só de roupas íntimas ele penguntou eu falei, nos chegamos no porão e ele ainda estava  se contorcendo de dor o jade falou para eu subir colocar uma roupa e ligar para a polícia eu fiz tudo ele foi preso e ele saiu da cadeia no dia que vim para orlando...

Eu estava tentando entender toda aquela história, toda aquela loucura. Como que...?

- Sabia todos reajem assim.

A garota simplesmente desligou. Ah droga. Essa idiota entendeu errado, e põe errado nisso.

Tentei ligar para ela, mas desisti, amanhã ela que me aguarde.

~*~

Eu estava escorado no portão, e a morena passou reto, da pra acreditar?

Agarrei-a pelo braço e a puxei.

- Porra que merda você tem nessa cabeça em sua arrogante? Eu só estava pensando você nem viu minhas mensagens! – berrei, de fato a havia enchido de mensagens hoje de manhã, e agora eu estava estourando de raiva.

Mas o silencio que se formou, e a forma como ela me olhou, eu pude sentir que entendia ela, e me acalmei, pois, entendi o quanta dor aquele olhar carregava. Antes, eu achava que a única coisa que ela era parecida comigo era o jeito explosivo, mas agora percebo que temos muito mais a ver.

- Você pode  contar comigo, o.k.?

Saiu, fácil demais.

- O.k. Acabou? – perguntou se soltando.

- Sim, sua nojenta.

- Tá, eu to indo para a sala.

Ela começou a andar e eu a alcancei.

- Me espera. Calma.  Eu hein. – apressada.

A garota deu risada, começando a correr, alcancei-a novamente.

- Você nunca vai correr mais do que eu.

- Você que pensa seu idiota. – ela voltou a correr, e eu fui atrás, entramos na sala, e Leah se apoiou em mim, senti vontade de passar a mão pela sua cintura, mas Alexy entrou, estragando meu prazer.

- - Nossa que casal lindo a minha Morena e o Cast...

O garoto não terminou de falar, encarando Kentin que entrava na sala. O resto, foi uma verdadeira novela mexicana, até a aula começar.

~*~

Durante a aula, tive a brilhante ideia de convidar Leah para o basquete, junto com Iris, porque, simplesmente, minha vontade de ficar sozinho com Iris havia acabado. Então, assim que o sinal bateu, chamei-a, mas ela me ignorou. FALA SÉRIO.

Segui para o pátio, e a cena fez meu sangue ferver, não sei porque, não fazia sentido, mas ver Leah abraçando Jade foi o cúmulo. Cheguei a pensar em não convida-la, seria bom estar sozinho com Iris, seria uma chance para que, após sei lá quanto tempo, com ela me jogando cantadas, nós pudéssemos ter um clima, talvez.

Porém, no momento em que Leah sentou no banco sozinha, eu não me aguentei.

A morena ia comigo. Sentei-me ao seu lado e retirei seu fone de ouvido, sentindo meus dedos roçarem na pele macia da garota.

- É mal educação não falar com as pessoas, sabia?

A garota me encarou irritada. Nunca retire o fone de alguém irritadinho.

- Corre. – ela mandou, um sorriso de canto pairando os lábios.

E eu obedeci, sai correndo com a garota logo atrás de mim.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...