História Secret Love - Larry Stylinson - Capítulo 29


Escrita por: ~

Exibições 86
Palavras 1.003
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie! Gente, pelo amor de Deus né desculpem pela demora e dessa vez não tem desculpa. O erro foi meu.

Capítulo 29 - Home...


Fanfic / Fanfiction Secret Love - Larry Stylinson - Capítulo 29 - Home...

No Dia Seguinte...

Harry acordou com as leves cócegas que Louis fazia em sua barriga.

E lá estava ele, alojado nos braços fortes de seu cacheado. Durante todo esse tempo, Louis não saiu de perto de Harry.

- Bom dia meu amor

- Bom dia Hazzie. Pensei que não ia acordar, sua comida vai esfriar

- Por que não me acordou?

- Você precisa descansar, amor... Com fome?

- Sim

Louis se levantou devagar e pegou o café da manhã que a enfermeira havia deixado há algum tempo.

- O que é isso?- Harry se referiu ao potinho que Louis tinha em mãos

- Comida de hospital. Ninguém sabe o que é, acredito que nem a cozinheira- Riram

- Então, é tipo sua comida?

- Ei- Louis deu um soquinho em seu braço

- Aí!

- Oh, meu Deus o que eu fiz?

- Eu estou brincando trouxa

- Idiota

O de olhos azuis ofereceu a primeira colherada do que quer que seja que estava naquele pote.

Harry, hesitante comeu.

- E, então? O que é isso?

- Que nojo, parece que eu estou comendo cebo

- Tudo bem, talvez gelatina?

- Não parece ser tão ruim

Louis pegou o outro potinho, abriu e ofereceu uma colherada. Harry comeu com gosto.

- Gostou desse?

- Sim, é de cereja

- Coma mais- O pequeno deu-lhe, outra colherada

- Está parecendo minha mãe, Lou

- A gente nunca fala sobre ela né? O que aconteceu?

Harry pensou um pouco e disse.

- Bom, nós estávamos voltando de uma viagem em família... A estrada estava deserta. Um motoqueiro nos parou e pediu tudo o que tínhamos, mas não tínhamos nada. Por isso, ele atirou nela...

- Poxa meu amor, que triste... Qual era o nome dela?

- Anne... Mas, e seu pai?

- Não conheci. Minha mãe diz que ele se chama Troy, e também diz que ele foi um covarde. Nos deixou antes mesmo de eu nascer

- Tenho certeza que se ele soubesse a pessoa maravilhosa que estava deixando, não teria deixado

- Mas, ele não se importou em descobrir, Hazza

- ...

- Mas, tudo isso já passou. E, agora, eu quero te perguntar algo

- O que quiser

- Quem é Taylor Swift?- Harry engasgou com a gelatina

- Não quero falar sobre isso

- Por que não?

- Porque não!

- Confia em mim

- Não é falta de confiança, amor

- Então fala. Prometo não ficar bravo

- Promete?

- Prometo!

- Tá... Ela estava trabalhando no set do seu filme. Filha da maquiadora, acho. E, ela me perseguia

- Ela tentou alguma coisa?

- Sim

- Puta que pariu, o quê?

- Ela tentou me beijar...

- Eu mato essa vadia

- Calma, essa parte é até engraçada... Eu fingi um desmaio

- Você fez o quê?- Louis riu

- Taylor tentou me beijar, quando estava se aproximando, eu fingi uma tontura e me joguei no chão. Ela começou a gritar e saiu correndo atrás de ajuda. Eu levantei, fui embora e o melhor é que ela pagou uma de louca no set

- Esse é meu garoto... Só eu posso te beijar, te tocar e fazer outras coisas também...

- E, que tal me beijar agora?

- Ótima ideia, Styles

Louis se aproximou e juntou seus lábios, num beijo intenso e urgente. O gosto de menta dos lábios de Harry, deu lugar a um gostinho doce de cereja.

- Mas, será que nem no hospital esses dois deixam de safadesas?

Ariana entrou no quarto acompanhada de Zayn, Liam, Jade, Perrie, Justin, Eleanor e Danielle.

- Justin?- Harry se remexeu inquieto na maca

- Calma, Harry- Justin se aproximou devagar- Não vou machuca-lo

- Bom mesmo, até por que, se encostar um dedo nele, você morre- Louis disse protetor

- Relaxa Louis, eu quero acertar as coisas com vocês

- E com os outros?- Harry perguntou sem encara-lo- Você também fez coisas horríveis com eles

- Eu sei, mas já pedi desculpas... Agora que estou namorando a Ariana....

- Espera aí, você o quê?- Louis perguntou

- Estou namorado a Ariana

- Esse mundo está um caus

- Cala essa boca Tomlinson!- Ariana gritou

- Eu vim aqui pedir desculpas...

Harry continuou sem encara-lo e Louis ainda estava desconfiado.

- Ei...- Justin segurou seu queixo, fazendo com que ele o encarasse

- "Ei" o cacete, só eu posso toca-lo dessa forma

- Tudo bem Tomlinson, eu já entendi, não sou bem vindo aqui- Virou as costas e foi embora, seguido de Ariana

A enfermeira entrou logo depois e expulsou todos por conta da baderna.

- Lou...

- Desculpa Harry, mas é que eu não confio em alguém que faz você sofrer e depois bem pedir desculpas como se nada tivesse acontecido

- Eu entendo...- Diz Harry quase sem voz- Eu ia te agradecer... Não estou me sentindo bem...

- Quer que eu chame alguém?

- O Dr. Montes, por favor

Louis beijou as mãos de Harry e foi embora. O cacheado estava tão pálido e um pouco quente.

O Dr. Montes foi acionado. Louis dessa fez não pode ficar do lado de Harry. Estava sentado numa das cadeiras da recepção.

O médico chegou e Louis se levantou num pulo.

- Como ele está?

- Bem, foi só uma febre. Nada grave

- Ainda bem

- E, se tudo correr bem, ele pode voltar pra casa amanhã

- Jura? Obrigado, Dr.

Louis correu até o quarto de Harry e o abraçou.

- Que susto seu maluco

- Você recebe alta amanhã

- Eu o quê?

- Você recebe alta amanhã, Leãozinho!

- Isso é ótimo

- Eu sei

- Não está cansado? Vai pra casa, Lou

- Você é minha casa, Harry

- Você também é a minha, Louis

Beijaram-se e conversavam até Harry pegar no sono.

E está tudo bem

Chamar por alguém para te abraçar esta noite

Quando você estiver perdido, você vai encontrar um caminho

Eu serei sua luz

Você nunca se sentirá sozinho

Eu te farei se sentir em casa


Notas Finais


Eai, gostaram? Até mais... Beijos de Larry😘💙💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...