História Secret love - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~Food_biasedS2

Postado
Categorias NCT Dream
Personagens Chenle, Haechan, Jaemin, Jeno, Jisung, Mark, RenJun
Tags Amor Secreto, Colegial, Drama, Nct Dream, Romance
Exibições 94
Palavras 1.625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


(Esse capítulo vai ser tipo um especial de casais)

Annyeonghaseyooo \o/ Olá serumaninhos! Sem mais delongas, borá pro capítulo... Boa leitura!! (Espero que gostem)

Capítulo 5 - Encontrinhos...


Fanfic / Fanfiction Secret love - Capítulo 5 - Encontrinhos...


''Eu te amo e é você quem eu quero. O que eu sinto por você é mais que sincero.'' 

                                                                                                                   Kim                                                                                                                                                                
A semana havia passado voando. Isso só ajudou a nos conhecer melhor... Sinceramente, neste pouco tempo só fiquei cada vez mais apaixonada pelo Jeno. Seo e Jaemin ficam se babando, mas não oficializam nada. Yang e Jisung são tímidos ao ponto de nem terem coragem de chamar um aos outros nas mensagens. Marquei com Jeno de sairmos hoje, diz ele que vai ser surpresa... Por isso ainda não sei onde vamos. Neste exato momento eu estava me arrumando para pegar o táxi, já que ele vai estar me esperando no local. Ele me deu o endereço, eu conhecia Busan como a palma da minha mão mas esse lugar eu nunca ouvi ninguém falar dele. Terminei de me arrumar e desci para me despedir dos meus pais(que por sinal estavam em casa, que milagre), e parti para o ponto de táxi. Chegando lá, logo vejo um estacionado.. Entro dentro do mesmo, dando o endereço para o motorista. 

[No tal lugar] 

O lugar era lindo. O tempo estava nublado, o que fazia o lugar ficar mais romântico. Pétalas de ipês rosas faziam um caminho sei lá para onde... Logo vejo post-its grudados nas árvores que rodeavam o tal local. Me direciono ao primeiro que vejo. ''Siga a trilha de pétalas'', dizia o primeiro bilhete. Sigo em frente, e mais post-its, dessa vez dizia: ''Vá em frente, estou te esperando em frente ao lago''. 
Começo a sorrir à toa, caminhando por aquela linda trilha. Eu caminhava em pequenos passos, observando a beleza do lugar... As árvores estavam decoradas com pisca-pisca rosas, combinando com as folhas das mesmas. Avisto o lago e logo Jeno de terno, com um buque de flores na mão, me esperando com um sorriso enorme, sentado em uma toalha de picnic com várias coisinhas de comer. Se eu soubesse que seria um lugar lindo desses, eu não teria vindo de saia. Aigo, esse é o ruim de surpresas... Estava até tocando uma música super calma bem baixinho.

Jeno: Está gostando? — Me recebeu com seu sorrisinho gostoso.

Kim: Não! — Revirei os olhos.— ESTOU AMANDO! — Corri para seus braços e abraçando-o forte.

Jeno: Pensei que não iria agradar você...— Sorriu.— Enfim, vamos ao principal motivo dessa surpresa.— Se ajoelhou e retirou uma caixinha de dentro do buquê.— K-kim...— Corou.-— V-você, q-quer namorar comigo? — Me entregou o buquê e abriu a caixinha que dentro continha dois anéis de compromisso.

Kim: M-meu deus! — Balancei as mãos em frente aos meus olhos para não borrar a maquiagem.— Claro que eu quero! — Sorri e dei um selinho nele pegando o buquê. 

Jeno: Não acabou ainda.— Sussurrou colocando o anel em meu dedo.

Kim: Tem mais? — Olhei-o espantada e fazendo o mesmo que ele.

Jeno: Isso não é o suficiente para a minha princesa.— Entrelaçou nossos dedos e saiu andando comigo.

Kim: E a comida? — Olhei para trás e fiz bico.

Jeno: Depois que terminarmos nós voltamos! 

Kim: Ah..— Fiz bico.— Okay... Fez tudo isso sozinho? — Encostei minha cabeça em seu ombro.

Jeno: Não né! — Rimos.— Obtive ajuda de alguns amigos.— Acariciou meus cabelos.— Chegamos! 

Era um cantinho meio ''isolado'' do local, que estava com vários pacotes embrulhados em papeis de presente. Sentamos na grama e fomos abrindo um por um. 

Jeno: Pode trazer! — Disse quando terminamos de abrir todos os presentes.

Era um daqueles ursinhos enormes, sabem? Meu sonho era ter um daqueles... Sério, eu realmente fiquei boquiaberta, só soube encher ele de beijos e abraçar aquela coisa mais gostosa(o urso, não que Jeno não seja... Mas vocês entenderam). 

Kim: Obrigada, amor! — Pulei em seu colo e enchi ele de beijos.

Jeno: De nada, amor! — Sorriu.— Calma, tem mais! — Me colocou sentada na grama e foi buscar o último presente.— Aqui! — Me deu um gatinho pequeninho em meus braços.

Kim: AAAAAAAAAAAIN, QUE CUTEEE! — Peguei-o no colo e fiz carinho no mesmo.

Jeno: Sabia que ia gostar! — Sorriu.— Cuide bem dele! — Balançou o indicador pra mim, sério.

Kim: Pode deixar, mor! — Abracei o gatinho.

Jeno: Mais pra frente... Vai ter outra surpresa, mas por enquanto que não assumimos nada para nossos pais, sem essa surpresa.

Kim: O que é? — Perguntei ansiosa.

Jeno: Não posso dizer! — Sorriu e se deitou nas minhas pernas.

Kim: Levanta, preguiçoso! — Mexi em seus cabelinhos dando o gatinho em seus braços.— Vamos comer, acha que esqueci? — Tentei levantar ele no colo, péssima ideia quase esmagamos o gatinho.

Jeno: Acho que seria melhor assim..— Me deu o gatinho nos braços me pegando no colo.

[Narrador: Seo] 

Final de semana, graças a Deus! Não que, seria bom... Porque eu não veria Jaemin por dois dias, aish eu sei... Sou muito grudenta! O importante é que estamos quase namorando, mas nada oficializado ainda... Eu estava deitada no sofá, pulando os canais da TV a procura de um programa ''interessante'', quando acho um passando um programa chamado ''Weekly Idol''... Um tal de um grupo chamado BTS estava fazendo participação no programa hoje.

[Programa on]

Apresentadora: Hoje teremos a participação da banda BangTan Boys, que debutaram essa semana. Se apresente, meninos.— Sorriu docemente.

??: Me chamo Jin. Sou praticamente a mãe de todas essas crianças... Aquele é o Suga.— Apontou para um garoto de cabelos castanho escuro com um sorrisinho de se apaixonar.— J-Hope.— Um garoto de cabelos castanho escuro, bem bonito por sinal.— Rap Monster..— Cora ao momento que aponta para um garoto de cabelos loiros, com covinhas lindas.— Jimin.— Outro de cabelo escuro, nada mal.— Jungkoook.— Um menino que aparenta ter 8 anos, com um sorriso encantador.— E por fim, Taehyung! — Dessa vez, o diferentão de cabelos ruivos...

Apresentadora: Muito obrigada, meninos.— Sorriu para eles.— Se quiser saber mais sobre BangTan Boys, continue assistindo após os comerciais.

[Programa off]

Seo: Gente, quem são esses pelo amor de Deus? — Me abanei quando ouço o som da campainha.— JÁ VAAAAI! — Me arrastei até a porta.

Jaemin: Oiii! — Pulou em cima de mim me enchendo de beijos(na bochecha gente).— Que saudade! — Me abraçou.

Seo: Jaemin, nos vimos ontem...— Fiz uma pose engraçada fazendo o mesmo gargalhar.— Está sem fazer nada assim como eu? — Me joguei novamente no sofá desviando meu olhar para ele.

Jaemin: É...— Fez cara de taxo.

Seo: Entendi...— Voltei a procurar outro canal empolgante.(Autora.: Bem loko...) 

Jaemin: Então, tá afim de sair não? — Se sentou no sofá me encarando.

Seo: Deixa pra outro dia...— Me sentei encarando ele.— Vamos fazer alguma coisa aqui em casa mesmo, Kim e Jeno saíram.(Autora: FAZER O QUE? SAFADENHOS)

Jaemin: Beleza então! — Sorriu malicioso e se levantou deitando encima de mim no sofá.— Já disse o quão seu corpo me provoca? — Inicia um beijo quente.

Seria meu sonho? Claro! Ficamos nos beijando até o viado do ar sentir ciúme e sair despercebido. Paramos, recuperamos o ar e continuamos. 

Seo: Sofá não é o lugar mais apropriado para isso.— Descolei nossos lábios encarando Jae.

Jaemin: Tem razão.— Se levantou e me pegou no colo.— Vamos pra cama.— Sorriu malicioso.

[Narrador: Yang] 

Aqui estava eu, sentada na grama do quintal esperando Jisung mandar mensagem ou tomar coragem para mandar mensagem... Não nos vimos faz apenas horas, mas mesmo assim estou sentindo muita saudade dele. Normalmente eu costumo não sentir saudade de ninguém, incrível... Já que Kim dava os melhores conselhos, liguei para ela. Mesma coisa de nada, ninguém atendeu. Aonde essa puta se meteu? Bufei e entrei para dentro de casa revirando os olhos entediada.

Mãe: Filha, vou fazer compras com o seu pai! — Sorriu.— Quer ir junto? 

Yang: Não tô afim, mãe. Vou ficar em casa mesmo.— Sorri sínica e subi as escadas indo em direção ao meu quarto.

Mãe: Vou trazer seu danoninho! — Fechou a porta.

Me joguei na minha cama e fui dar uma olhada no Whatsapp. Sem mensagens de Seo, Kim, Jisung... Coloquei o mesmo encima da mesinha que havia ao lado da minha cama e fecho os olhos. Acordo com meu celular tocando... Já não basta não ter nada pra fazer, não pode nem mais dormir agora? Logo meus pensamentos mudam quando vejo que é o número de Jisung. Atendo rapidamente e recebo um bom dia de uma voz tão doce.

Jisung: Bom dia! 

Yang: Pensei que não ia ligar! — Ri.— Bom dia! — Disse com a voz rouca um pouco sexy.(Autora.: -q)

Jisung: Desculpa... Eu, tava... Dormindo! 

Yang: Sei... Então, como você está? — Pergunto ansiosa.

Geralmente estou pouco me fodendo para como as pessoas estão, mas com Jisung parecia ser tudo diferente.

Jisung: Melhor agora... E você?

Yang: Estou um pouco entediada.— Revirei os olhos.

Jisung: Está sozinha?

Yang: Sim.— Fiz cara de safada pro nada.— Quer vir me visitar? — Sorri sozinha.

Jisung: Quero sim! Chego aí em 10 minutos.— Desligou.

Dei um grito tão alto que acho que a rua inteira me ouviu. Corri para o banheiro e fiz uma make básica, vesti uma roupa bem gótica e desci para fazer um lanche. Exatamente dez minutos depois Jisung chega.

Yang: Oii! — Cumprimentei com um beijo.

Jisung: O-oi! — Corou e me cumprimentou da mesma forma.

Yang: Por que fica um tomatinho quando me vê? — Fecho a porta colocando ele para dentro.

Jisung: É que você é muito bonita.— Sorriu. 

Yang: Awnt! Obrigada...— Me sentei no sofá da sala com ele.— Tá com fome? — Sorri.

Jisung: De você sim...— Falou baixinho.

Yang: Oi? — Coro.

Jisung: Oi? Oiii! — Sorriu.— Tô sim.— Assentiu com a cabeça.

Yang: Então vem cá que fiz um lanchinho pra nós dois! — Puxei o braço dele.

Nos sentamos na cadeira da cozinha e nos servimos.

Jisung: Hum, tá gostoso.— Falou com a boca cheia.

Logo não me aguento e dou um selinho em sua boca.

Yang: É-é, escorreu ketchup! — Sorri amarelo e olhei para frente tomando um pouco de toddynho.

~Continua~


Notas Finais


Entom, eu sei que não tá grande o suficiente;-; Talvez amanhã eu não poste, por isso estou tentando ''recompensar'' com esse ''especial'' ; -; Espero que tenham gostadoo \o/ Fiquem com Deus, e um beju na bundinha de todas(os) vocês :'3 Até o próximo capítulo \;u;/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...