História Secret Love - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Andromeda Tonks, Angelina Johnson, Argo Filch, Arthur Weasley, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Cho Chang, Colin Creevey, Dino Thomas, Draco Malfoy, Duda Dursley, Godric Gryffindor, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Lino Jordan, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Personagens Originais, Pomona Sprout, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Salazar Slytherin, Sibila Trelawney, Theodore Nott
Tags Blase Zabine, Draco Malfoy, Gina Wesley, Harry Potter, Hermione Granger, Luna Lovegood, Neville Longbottom, Pansy Parckson, Ronald Wesley, Theodore Nott, Yaoi
Visualizações 95
Palavras 1.943
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olhaaaa euuuu, em plena meia noite e quarenta em cinco ( 01:45 no horario de verao ) aqui postando capituluzinho novo e no dia certinhoooo, ai vocês me perguntam, como assim autora-chan você esta postando cap uma hora dessas? Para saberem como eu explico nas notas finais, por enquanto aproveitem o cap s2

Capítulo 6 - Quero ficar com Draco?


- Harry’s Pov-

"E-eu eeeh… como isso é possível" - falei chocado –

 "O que é possível Harry?" – ele disse preocupado –

“E que se eu te contar acho que você não vai acreditar em mim Draco” – eu disse ainda espantado –

“Fala Harry está me assustando” – disse o loiro entre curioso e preocupado –

“É que eu tive o mesmo sonho que você, só que foi antes de nos encontrarmos na Torre de Astronomia ontem” – eu disse pensativo – “ Isso não faz o menor sentido”

“Você só pode estar brincando não e testa-rachada?”– ele disse rindo – “ Não tem como duas pessoas sonharem a mesma coisa “ – ele disse com deboche –

“Eu te juro Draco, o meu sonho foi igual ao seu, só que diferente do seu eu sonhei com olhos azuis acinzentados” – eu disse corando –

“Você ta falando serio Harry?"  – ele disse parando de rir –

“Por que eu brincaria com isso Draco? E a mais pura verdade” – eu disse suspirando –

“Tudo bem entendi, mas como e possível que nos dois tenhamos sonhado a mesma coisa?” – ele disse confuso –

“Foi o que eu disse, eu não acho que seja possível, mas eu sei de alguém que pode nos dizer se isso e possível ou não” – eu disse já pensando em certa castanha sabe tudo –

“Você não esta falando da sangue- “- olhei pra ele bravo- “Granger não é?”

“Sim e claro que estou falando da Hermione Draco, ela e muito inteligente e se eu contar pra ela o que aconteceu conosco ela encontra uma resposta rapidinho” – eu disse convencido e rindo da cara de desgosto do loiro –

“Mas espera Harry, pra ela nos ajudar temos que contar pra ela tudo?” – ele disse preocupado - 

“E claro Draco, como ela vai ajudar se não souber de toda a historia?” – eu disse ainda não entendendo onde ele queria chegar -

“Eu não quero que ela saiba da minha vida oras” – ele disse raivoso – “ Ela já e enxerida por natureza, imagina se a gente da corda pra ela? Não quero uma grifinória enxerida atrás de mim” – e girou os olhos –

“Draco!” – o repreendi – “Se vamos ser amigos e continuar com o nosso plano você tem que parar de ter esse tipo de preconceito, e não chame Mione de enxerida, ela só e bastante curiosa”

“Tudo bem Harry, mas eu ainda vou ter que me acostumar com a ‘curiosidade grifinória’ “ – ele disse entre aspas e eu ri –

“Bem, já esta bem tarde” – eu disse conjurando um Tempus e vendo que já era mais de meia-noite – “Melhor irmos pra cama”

“Concordo” – ele disse bocejando –

“Amanhã conversamos com a Mione e vamos ver o que ela descobre” – eu disse e desci as escadas da Torre –

“Bem, então até amanhã Potty” – ele disse se virando pra ir embora –

“Até amanhã Draco” – eu disse e como na noite anterior, o observei ate que ele tinha sumido no corredor e voltei para o dormitório –

                                           **********************************

Acordei como de costume com Ron me gritando que estávamos atrasados, Hermione tem razão não tomamos jeito, ri com o pensamento. Levantei-me e me arrumei rapidamente seguindo o ruivo rumo ao Salão Principal.  Como no dia anterior olhei para mesa da Sonserina e vi que certo loiro me observava discretamente, sorri pequeno para que só ele não percebesse e me sentei ao lado de Ron e Mione. Tomei o meu café tranquilamente me preparando para a próxima aula, estávamos indo em direção a sala de DCAT quando me lembrei da conversa de ontem e que teria que pedir ajuda à castanha. Parei abruptamente o que fez os dois amigos que andavam a frente pararem também ao perceber a sua parada.

“Algum problema Harry?” – perguntou Hermione estranhando a parada do garoto –

“Nenhum Mione, e só que eu lembrei que preciso falar com você sobre um assunto” – eu disse desconfortável pelo olhar interrogativo que o ruivo lançava sobre ele –

“Que assunto cara?” – perguntou Ron curioso –

“Desculpa Ron, mas por enquanto eu não posso te contar.” – eu disse meio sem jeito. Não queria mentir para o ruivo, mas se contasse pra ele o que estava acontecendo ele surtaria e diria que era tudo um plano de Draco contra eles –

 “Como assim não pode me contar? Eu sou seu melhor amigo, você pode me contar tudo cara.” – ele disse como se com isso me fizesse falar pra ele –

“Desculpa Ron, mas o assunto não envolve só a mim, envolve outra pessoa que no momento não quer que ninguém saiba sobre isso” – falei deixando claro que o assunto não era só meu e que eu não poderia contar –

“Por que eu não posso saber, mas a Hermione pode?” – ele perguntou ligeiramente chateado –

“Porque só ela pode ajudar esta pessoa e a mim” – eu disse não querendo soar rude, o que pela expressão do ruivo não havia funcionado –

“Certo Harry, já entendi, depois de tudo o que passamos você não confia em mim” – ele disse com magoa na voz, e saiu indo em direção a sala de DCAT –

“Ele ficou chateado.” – constatou Hermione –

“Eu sei, mas eu e o Draco estamos começando a confiar um no outro agora, e se eu contar o que aconteceu com a gente pra ele também o Draco não vai mais confiar em mim” – eu disse suspirando, não queria magoar o ruivo, mas não podia fazer nada por enquanto –

“Verdade, e do jeito que Ron odeia o Malfoy isso daria uma confusão horrível, mas que assunto e esse que você quer falar comigo? E o que tem haver Malfoy com isso?” – ela disse curiosa –

“Bem Mione se lembra daquele sonho que eu te disse”?”– ela confirmou com um balançar de cabeça – ”Então ontem o Draco...”

Eu fui contando para ela tudo o que aconteceu com Draco na Torre de Astronomia ontem, e Hermione logo se prontificou a ajudar dizendo que iria a biblioteca depois que acabasse as aulas pesquisar sobre o assunto. Chegamos à sala e Ron olhou pra gente com um olhar chateado voltando a conversar com Neville ao seu lado.

 Sentei-me com Hermione e logo foi se passando o dia, não tivemos nenhuma aula com a Sonserina hoje, eu queria ver Draco pra dizer que já havia falado para a castanha sobre o nosso problema e que a mesma iria pesquisar mais a fundo na biblioteca, mas só o vi na hora do almoço rapidamente, o loiro estava rindo junto com Zabine e Nott de algo que Parkinson havia dito, por alguma razão senti raiva pelo loiro rir daquela forma pra ela, mas deixei isso de lado e voltei a prestar atenção no que Mione falava ao meu lado.

Ron ficou me ignorando o dia todo, com o final das aulas Hermione foi à biblioteca pesquisar, então resolvi ir falar com o ruivo, o encontrei deitado em sua cama no dormitório parecia pensativo e chateado. Limpei a garganta o fazendo ele notar que eu estava ali. Ele me olhou e depois virou o rosto pro lado da parede.

“Ron” – o chamei – “Podemos conversar?”- eu disse meio tenso –

“Por que não vai procurar a Hermione? Aposto que ela e de mais confiança do que eu para ouvir o que você tem a dizer” – ele disse com ironia –

“Ron, por favor, se eu pudesse eu realmente te contava, mas não e um assunto que envolve só a mim como eu disse antes, essa pessoa e meio desconfiada e bem foi difícil a convencer a deixar Hermione ajudar, então não seria certo eu te contar entende? Não tem nada haver com confiança, você e a Mione são as duas pessoas que eu mais confio no mundo, principalmente depois de tudo – eu disse sinceramente –

Ele virou ficando de barriga pra cima e respirou profundamente, finalmente ele me olhou e começou a falar.

“Olha Harry, eu sei que eu ficar chateado por você não ter me contado e meio dramático da minha parte, mas eu fiquei triste e pensei que você não confiava em mim já que contou a Mione e a mim não” – ele suspirou –

“Desculpa amigo, mas realmente agora não da pra eu te contar, assim que eu puder eu te digo, tudo bem?”

“Claro cara, sem pressa, me desculpa por ter ficado chateado por essa bobeira?” – ele disse meio sem jeito –

“E claro” – eu disse com um sorriso por finalmente o ruivo ter entendido – “E que tal irmos jantar agora? Eu estou morto de fome” – falei rindo –

“Leu meus pensamentos cara.” – ele riu e descemos para o Salão Principal –

O Salão já estava cheio e a conversa estava alta, todos comiam e sorriam, realmente era muito boa essa paz que reinava depois de tanta tristeza e dor que a guerra havia trazido.

Já estávamos todos terminando quando a Diretora Minerva bateu um garfo na taça para chamar a atenção dos alunos, as conversas foram cessando ate que ficou tudo em silencio.

“Bom agora que todos nos já desfrutamos desse delicioso jantar eu tenho um aviso a dar para vocês” – ela começou e todos prestaram mais atenção – “Como eu disse no jantar de inicio de ano, eu criei um programa para que as casa sejam um pouco mais unidas, todos os alunos de cada casa, terá uma dupla em outra, essa dupla será completamente diferente de você, por isso não estranhem se vocês ficarem com uma pessoa a qual não se da muito bem, o objetivo básico e esse, que vocês possam dar a oportunidade de conhecer um ao outro antes de dizer que não gosta da outra pessoa” – ela disse, e alguns alunos ficaram olhando uns pros outros apreensivos – “Para que as duplas sejam escolhidas de forma imparcial, eu enfeiticei esses pergaminhos que vão aparecer na mesa vocês” – nessa hora um extenso pergaminho apareceu na ponta da mesa de cada casa junto com uma pena – “Agora peço que vocês escrevam seus nomes e o ano em que estão cursando.”

Logo os que estavam mais próximos do pergaminho foram escrevendo seus nomes e passando para o restante da mesa, quando chegou a sua vez ele escreveu Harry Tiago Potter, e seu ano, em letras um tanto quanto garranchosas na opinião de Hermione.

Quando todos pareceram já ter posto seus nomes a Diretora levantou da cadeira onde estava sentada e voltou a falar.

“Bem, agora que todos já colocaram seus nomes, eu vou explicar o porquê do ano. Sua dupla será do mesmo ano que você, para que assim a comunicação seja mais fácil já que terão a mesma idade, agora o pergaminho escolherá as duplas e o nome de cada dupla aparecera nesse pergaminho na minha mão, vamos começar pelo 1º ano...” – logo ela foi dizendo o nome das duplas, a maioria de Grifinórios-Sonserinos e Corvinos-Lufanos –

Logo ela estava chegando ao ultimo ano, ele tinha certeza que teria que ficar com um sonserino, e por alguma razão em seu intimo torcia para que fosse Draco, primeiro para que pudessem por o plano deles em ação e segundo  por outro motivo ao qual não pode identificar de inicio.

“Ronald Wesley e...” – ele sentiu o amigo ficar tenso do lado – “Theodore Nott”

Viu o rosto do ruivo ficar branco como papel, o que não acontecia por qualquer coisa, olhou para a mesa da sonserina e viu o loirinho apenas dar de ombros não ligando muito para a pessoa com quem ficará.

“Blase Zabine e...” – ela passou os olhos procurando a pessoa – “Hermione Granger”

A castanha estava entre chocada e envergonhada, e ele teve pena dela naquele momento.

“Neville Longbotton e...” – o moreno era outro que estava branco feito papel – “ Pansy Parkinson”

Ele ouviu o grito de protesto da sonserina do outro lado, e Neville que já estava branco ficou mais ainda, se é que isso era possível.

“Harry Potter e...”

Continua?


Notas Finais


Bem amorzinhos espero que tenham gostado, a minha explicação por ter postado a essa hora da madrugada hehe

Bem eu fui beber, mas infelizmente a música estava muito ruim, e eu estava me sentindo deprimida então como já era domingo eu pensei, por que não postar agora? Eu estou com dor de cabeça e sei que amanhã vai estar pior rsrs mas enfim foi isso o que aconteceu.

Espero que gostem do cap e desculpem qualquer erro ortográfico, eu só revisei apenas uma vez.

Até domingo que vem.
Kissus
Autora-chan


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...