História Secret of The Walking Dead - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Andrea, Beth Greene, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Glenn Rhee, Hershel Greene, Lori Grimes, Maggie Greene, Michonne, Rick Grimes
Tags Carbela, Jobela, Jobeth
Visualizações 40
Palavras 1.996
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem amores <3


Boa Leitura ... <3

Capítulo 8 - Você quer.... ?


Fanfic / Fanfiction Secret of The Walking Dead - Capítulo 8 - Você quer.... ?


João: Eu sinto muito - Disse ainda sem graça
Eu: Eu não sei o que dizer, eu... - Quando eu ia terminar a frase eu escuto Beth gritando meu nome e me viro assustada o mais rapido possivel
Beth: Isa... Isa - Gritou desesperada
Eu: Pode falar Beth - Falei tentando acalma-la
Beth: O Carl.... - Falou sem folego e eu não deixei ela terminar
Eu: O que aconteceu com ele ? - Falei apavorada - Por favor Beth me fala, cade ele ? - Perguntei olhando rapidamente para todos os lados
Beth: Isa, ele viu vc e o João se baijando e saiu com uma arma para fora, falou que ia ver se achava suprimentos, mas dava pra ver que ele tava furioso, Rick não sabe, só eu vi ele saindo, alguem precisa ir atrás dele - Disse e eu sai correndo até que alguem me segurou
João: Isa vc não pode ir, se aquele irresponsavel foi sozinho eu não vou deixar vc se arriscar por ele, ele não vale a pena - Falou e eu arranquei meu braço com tudo 
Eu: Ele não é um irresponsavel João, ele só está nervoso, se eu quiser me arriscar por ele eu vou, vc não manda em mim, eu não preciso de ninguém pra cuidar da minha vida, e se eu realmente precisa-se esse alguem seria o Carl, que já salvou minha vida varias vezes, diferente de vc, ele vale mais do que vc sim, e eu não vou ficar aqui escutando vc falar mal dele, sendo que ele só está lá fora por causa da sua atitude estupida de me beijar - Disse sem medir as consequencias de minhas palavras e corri atras do Carl sem ligar para nada que pudesse acontecer. 
Fui em direção da floresta só que não conseguia encontrar ninguem, até que acabei esbarrando em alguma coisa. 
Eu: Carl ? - Na hora que me virei era um zumbi que veio com tudo pra cima de mim, levei um susto e quando o zumbi foi me atacar a cabeça dele explodiu com um tiro, me virei para ver quem havia atirado e me surpreendi
Carl: Isa vc ta bem ? - Perguntou vindo até mim 
Eu: Carl - Gritei e corri para abraça-lo - Me desculpe, foi o João que me beijou, eu não queria, eu.. eu - Falei deixando uma lagrima escorrer pelo meu rosto
Carl: Isa ta tudo bem - Disse enxugando essa lagrima com seus dedos que passavam levemente acariciando meu rosto - Eu realmente fiquei mal quando vi aquela cena, mas eu tenho que entender que vc não é minha namorada, eu não posso impedir que outros meninos se aproximem de vc - Disse meio triste
Eu: Carl eu.. eu te amo - Disse e escondi meu rosto entre minhas mãos, foi então que ele pegou meu rosto levemente e levou até o dele me dando um beijo, diferente do beijo do João esse eu não queria me afastar, ele era tão bom, tão suave, eu sentia que não existia mais nada, só nós dois, infelizmente nos afastamos bruscamente quando ouvimos zumbis se aproximando por causa do barulho dos tiros, corremos em direção a uma arvore e subimos nela.
Carl: Você primeiro - Falou me ajudando a subir, quando nós dois já estavamos lá em cima fora da vista dos zumbis, eu olhei pra ele e perguntei
Eu: Carl - Falei meio sem jeito e ele olhou pra mim - Eu falei que te amo, mais e vc ? - Perguntei o encarrando, ele abaixou a cabeça mais rapidamente olhou pra mim de volta
Carl: Achei que tivesse entendido - Falou e eu não entendi - É claro que eu te amo, eu estou apaixonado por vc desde o dia que nos conhecemos - Disse e eu sorri 
Eu: Mesmo ? - Perguntei envergonhada 
Carl: Claro que sim - Disse sorrindo - Isa - Falou
Eu: Pode falar - Falei o olhando nos olhos
Carl: Vc quer namorar comigo ? - Falou e eu fiquei em choque sem saber o que responder, alguns segundos depois eu voltei a mim e percebi que ele estava me olhando nervoso com minha resposta
Eu: Eu... - Falei e ele abaixou a cabeça - É claro que eu quero - Falei sorrindo e ele me beijou 
Carl: Temos que sair daqui - Disse tentando ver se os zumbis já haviam ido embora 
Eu: Temos mesmo ? - Falei desanimada, pois eu amava ficar sozinha com ele, ele deu uma risada e fez que sim com a cabeça - Haaa - Falei desanimada e ele riu
Carl: Podemos ficar a sós em lugares melhores - Falou com cara de malicioso e eu meti o tapa de leve na cabeça dele, o fazendo rir 
Eu: Já foram embora ? - Perguntei
Carl: Pelo que parece sim, espera que eu vou descer pra conferir e volto te pegar - Falou descendo 
Eu: Toma cuidade por favor - Disse com medo
Carl: Pode deixar - Disse piscando pra mim, ele desceu e eu ouvi um barulho, depois desse barulho eu não vi mais o Carl e fiquei apavorada, desci rapido da arvore e acabei virando o meu pé, comecei a procurar desesperada por ele, então ouvi um grunhido e alguem me agarrou por trás o que me fez soltar um grito.
Carl: Nossa, ta assustada em - Disse rindo
Eu: Seu palhaço, não teve graça - Disse com a mão no peito - Eu quase morri do coração, achei que tivesse te acontecido alguma coisa - Falei ainda tentando recuperar o folego
Carl: Eu to bem - Falou batendo a mão em sua blusa para tirar a terra - Vc não vai se livrar de mim tão facilmente mocinha - Falou sorrindo e me abraçou seguido de um beijo 
Eu: Que bom - Falei ainda seria, quando fui dar o primeiro passo após o susto lebrei que havia virado meu pé e resmunguei de dor
Carl: Ta tudo bem ? - Perguntou preocupado
Eu: Na hora que eu fui descer da arvore pra te procurar eu virei meu pé - Falei mechedo no meu pé
Carl: Vem - Falou me pegando no colo
Eu: Ei eu não sou uma criança, eu sei andar - Falei rindo 
Carl: Vc é minha namorada agora, deixa eu cuidar de vc - Falou sorrindo e eu fiz que sim com a cabeça, durante o curto caminho até a prisão fiquei dando risada da cara dele enquando andava, eu não estava tecnicamente no colo, e sim nas costas dele 
Quando chegamos a prisão todos estavam preocupados atrás de nós, e a primeira pessoa a nos ver foi Beth, que veio correndo em nossa direção seguida de João que viu seu agito
Beth: Vcs voltaram Graças a Deus - Falou sorrindo - O que aconteceu Isa ? - Perguntou se referindo ao pq de eu estar em cima das costas do Carl
Eu: Eu virei meu pé, mas não foi nada - Falei sorrindo 
João: Isa vc me deixou preocupado - Falou serio e eu o ignorei - Pode dar ela pra mim Carl, eu cuido dela - Falou se aproximando mais Carl logo falou
Carl: Pode deixar João, eu acho que posso cuidar da minha namorada - Falou deixando João e Beth de boca aberta
João: E será que a Isa sabe que é sua namorada ? - Perguntou com cara de sarcastico
Eu: Sei sim - Falei o encarando seria o que fez Beth dar um pulo de alegria com a minha resposta
Beth: Eu não acredito, finalmente vcs dois estão namorando - Falou sorrindo 
Carl: Demorou mas eu consegui - Falou rindo 
Beth: Eu sabia que conseguiria- Disse ainda sorrindo - Juizo vcs dois - Disse piscando pra mim e arrastou João para o outro lado, para falar para o pessoal que estavamos bem só que não haviamos achado nenhum suprimento.
Carl: Eu achei que vc ia negar - Falou me olhando
Eu: Pq eu faria isso ? eu te amo, e escondi isso por tempo de mais - Falei sorrindo e ele sorriu
Carl: Vamos falar com seu pai, ele deve estar tão preocupado quanto o meu - Disse e seguimos até lá 
Rick: Carl Grimes - Falou bravo 
Hershel: Isabela Greene - Falou no mesmo tom
Carl X Eu: Estamos ferrados - Falomos nos encarrando 
Rick: Que ideia irresponsavel foi essa de sairem sem nos avisar em ? - Falou serio 
Carl: Foi eu quem saiu, a Isa acabou me seguindo por que ficou preocupada, mais fomos apenas atrás de suprimentos pai, não fomos muito longe - Falou o mais calmo possivel
Eu: Não era perigoso, nós percebemos que não estamos com muitos suprimentos, e queriamos ajudar de alguma forma - Falei fazendo cara de inocente o que sempre fazia meu pai baixar a guarda, como eu previa dessa vez não foi diferente 
Hershel: Ta bom, mas da proxima vez que sairem, mesmo que seja por algo que possa nos ajudar, nos avisem por favor, ficamos preocupados com vcs dois - Falou serio e eu e Carl concordamos 
Rick: Outra coisa - Falou serio 
Carl: Pode falar pai - Falou com uma expresão confusa
Rick: Parabéns Isa, conseguil conquistar esse coração congelado aqui - Falou sorrindo e bagunçando o cabelo do Carl 
Eu: Como... Como vc sabe ? - Falei confusa
Hershel: Sua irmã nos contou - Falou rindo e me abraçando 
Eu: Cade essa fofoqueira ? - Falei procurando a Beth - Beth quando eu te achar eu te mato - Falei seria e todos riram 
Rick: Já tava mais que na hora disso acontecer - Falou sorrindo e se aproximando de mim - Vc é uma menina maravilhosa Isa, fico feliz de meu filho ter conseguido alguem como vc - Disse sorrindo
Eu: Obrigada - Falei sem graça
Rick: Então.. eu acho que - Falou meio perdido - Bem-vinda a familia Grimes Isa - Falou sorrindo e piscando pra mim e eu o abraçei
Eu: Obrigada de novo Rick - Falei sorrindo
Hershel: Acho melhor vc tomar conta da minha filha em Grimes - Falou encarando o Carl, o que fez Carl ficar meio que com medo, logo meu pai soltou uma risada e apertou sua mão
Carl: Pode deixar, eu vou cuidar da Isa - Disse me abraçando 
Gleen: Tudo pronto Rick, já podemos pegar um bloco de celas - Falou sorrindo
Rick: Otimo, vamos então pessoal - Disse e entramos na parte inteina da prisão - Podem escolher suas camas - Falou sorrindo
Todos estavam escolhendo suas camas, cada cela tinha 1 beliche, maggie foi com Gleen, quando fui ver uma pra mim coloquei minhas coisas lá com ajuda do Carl, quando Carl ia falar alguma coisa meu pai apareceu
Hershel: Já achou uma cela pra vc Carl ? - Falou o encarrando 
Carl: Ainda não - falou apreensivo 
Hershel: então acho melhor vc procurar antes de ficar sem nenhuma - Falou ainda o encarrando
Eu: Pai.. - Falei seria
Carl: Seu pai tem razão Isa, tenho que achar uma cela pra mim - Falou saindo da minha e eu encarrei meu pai 
Hershel: Carl - Falou o fazendo parar - Pode ficar aqui, mas eu vou ficar de olho em vcs dois em - falou serio 
Carl: Pode deixar, não vou tentar nada - Falou sorrindo
Hershel: Duvido muito - Disse nos fazendo rir - Só tomem cuidado - falou serio piscando pra mim 
Eu: Pai -falei indo atras dele 
Hershel: Fala filha - Falou sorrindo
Eu: Obrigada - falei o abraçando e ele me deu um beijo na testa 
Hershel: Eu confio em vc filha, eu sei que vc vai tomar as decisões certas, nos momentos certos - Disse sorrindo e saiu para falar com a Beth 
Beth acabou ficando com a mesma cela que papai, ela queria ficar com João só que ele queria ficar sozinho, e provavelmente papai não ia aprovar já que os dois não estão namorando
Carl: ......



Notas Finais


Espero que tenham gostado amores <3

Digam ai nos comentarios o que acham do casal novo ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...