História Secret of the Zodiac - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Aiolia de Leão, Aioros de Sagitário, Aldebaran de Touro, Camus de Aquário, Dohko de Libra, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Kanon de Gêmeos, Marin de Águia, Mascára da Morte de Câncer, Miro de Escorpião, Mitsumasa Kido, Mu de Áries, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shaina de Cobra, Shaka de Virgem, Shion de Áries, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda, Shura de Capricórnio
Exibições 88
Palavras 1.420
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Suspense, Universo Alternativo, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heeeey!!! Espero que vocês estejam curtindo feriado porque eu estou revisando os capitulos das minhas fanfic's....
Bom sem enrolações ai está mais um cap! Espero que gostem

Capítulo 2 - Pupilo


-Você! – exclamou Seiya ao ver o homem de mais cedo.

-O garoto sem educação que derruba os outros no chão!  -exclamou Aiolia irritado.

-Eu não te derrubei porque eu queria! – exclamou Seiya na defensiva.

-Podia ter pedido desculpas. - Disse Aiolia.

-E você devia olhar por onde anda. - Disse Seiya.

-Com quem você pensa que está falando pirralho. - Falou Aiolia irritado.

-Não me chama de pirralho. –rebateu Seiya.

-Oh o menino de mais cedo. Olá. - Disse Milo aparecendo na porta

-Olá. – falou Seiya sorrindo.

-Você fala com ele nessa tranqüilidade Milo?  - perguntou Aiolia irritado para o loiro.

-Ele não fez nada comigo porque eu o trataria mal? – Perguntou Milo e continuou. - Na verdade ele não vez nada pra você também.

-Isso é verdade. Você deveria ser mais simpático e educado como o seu amigo. - Disse Seiya normalmente.

-Quem você pensa que é pra falar assim- disse Aiolia irritado.

-Já chega. – Disse uma voz profunda. - Aiolia deixe o Seiya entrar eu e ele temos assuntos pendentes.

Seiya engoliu em seco.

Merda. Pensou Seiya.

Seiya entrou calado no luxuoso apartamento e foi direto para a mesa depositou a mochila na cadeira, pegou o caderno e os livros.

-Porque o atraso Seiya? – perguntou Aiolos.

-O professor liberou a turma mais tarde e eu me esqueci da aula de hoje e fiquei conversando com os meninos. - Disse Seiya.

-Saiba que vou passar vinte questões extras. – disse Aiolos.

-Okay. – disse Seiya cabisbaixo.

-Toma, essa é uma lista de noventa exercícios. Quarenta e cinco de física e quarenta e cinco de química. - Falou Aiolos entregando um conjunto de folhas para Seiya.

-Pra que tanto exercícios nem estou em semana de provas. - Falou Seiya.

Seiya podia ter dezoito anos, mas ainda era uma criança quando se tratava de exercícios escolares.

-Acostume-se em semana de prova vai ser noventa questões. - Disse Aiolos.

-Aiolos! Assim você vai fritar meu cérebro- exclamou Seiya indignado.

-Pare de reclamar e faça seus exercícios. Já sabe como funciona certo? –perguntou Aiolos normalmente.

-Sim. – disse Seiya emburrado.

Aiolia olhava perplexo a diferença de comportamento de Seiya e Aiolos. Seiya de menino birrento e briguento agora estava mais serio e mais maduro. Seu irmão geralmente gentil, estava autoritário.

-Vou sair e já volto. - Disse Aiolos avisando a Seiya e a Aiolia.

Os dois concordaram com o balançar da cabeça.

Aiolos pegou carteira e a chave do carro e saiu.

Aiolia e Milo continuavam a ver o filme na sala e Seiya fazia as questões de física.

Matéria maldita pensou Seiya. Se ele estivesse com Hyoga resolver isso seria moleza.

Seiya tinha acabado de terminar a questão numero quinze depois de trinta minutos e seu celular tocou.

Seiya se espreguiçou e foi pegar o telefone. Aiolia viu e disse:

-Você devia fazer seus exercícios em vez de atender o celular.

-Aiolos diz que a cada matéria de lista eu completando um terço do total de questões posso fazer uma pausa de cinco minutos. Quando ele chegar pode perguntar pra ele. - Respondeu Seiya que atendeu o telefone 

-Alô. – O castanho disse.

-Aiolia para de pegar no pé do menino – disse Milo sorrindo.

Aiolia ignorou Milo.

-Ah, oi Camus. -  Disse Seiya.

Ao ouvir esse nome Milo e Aiolia olharam para o garoto surpreso. Milo olhava o garoto com outros olhos. Será que esse Camus era o seu Camus? Não era possível, porque Camus ligaria para uma criança.

Ao pensar isso relaxou um pouco.

-Não, não sei do Hyoga, estou no meu tutor. – respondeu Seiya.

Ao ouvir Hyoga, Milo teve a certeza de que era seu Camus. Sentiu o roto queimar de raiva. Camus e ele brigaram a uma semana e estavam sem se falar. E ele ligava para uma criança!

Aiolia via tudo divertido. Sabia o que passava na cabeça de Milo.

-Tudo bem Camus se ele estiver na minha casa eu aviso. E por favor não brigue com ele caso ele chegue. – Disse Seiya.

Seiya escutou por mais alguns minutos e depois desligou o telefone. Deu um suspiro derrotado.

-Hyoga tá ferrado. – disse sorrindo.

-Ei Seiya com quem estava falando? – perguntou Milo não conseguindo segurar a curiosidade.

-Com Camus irmão mais velho do meu amigo. Estava procurando pelo irmão. - Respondeu Seiya sorrindo.

Seiya foi até a cozinha e pegou um copo d’água.

Voltou e se sentou. Voltou a fazer os exercícios. Demorou mais meia hora e fez trinta questões. Faltava mais quinze de física e os quarenta e cinco de química.

A porta se abriu. Aiolos entrou com duas caixas e pizza e um refrigerante de sacola.

-Vamos comer. - disse Aiolos animado.

-Aiolos, por que não me chamou para ajudar? – perguntou Aiolia indo ajudar o irmão com as coisas.

-Seiya retire suas coisas da mesa e a arrume para comer. – disse Aiolos normalmente.

-Ainda faltava sessenta questões. –disse Seiya.

-Termina amanhã antes de vir para cá. –disse Aiolos.

Seiya sorriu e guardou o material.

-Se souber que teve ajuda dos meninos você vai ter mais quarenta e cinco questões. –disse Aiolos sério.

-Okay. – Disse Seiya normalmente.

Seiya arrumou a mesa para quatro pessoas.

Enquanto pegavam um pedaço de pizza Aiolos percebeu que Milo parecia um pouco aborrecido. Aiolia olhava para o amigo com cara de deboche e Seiya estava com uma cara de preocupado, suspeitava que a reação dos três tinha algo em comum. Decidiu falar com o pupilo.

-O que foi Seiya? – perguntou Aiolos.

Seiya foi pego de surpresa e disse:

-Nada de mais. – falou Seiya.

-Se fosse nada demais você não estaria com essa cara triste. – disse Aiolos.

-Hyoga não chegou em casa ainda. Camus já ligou pra mim e para os outros meninos, mas ninguém sabe onde ele está. Eu tentei tranqüilizar ele dizendo que talvez Hyoga esteja lá em casa, mas acho que foi falho essa minha tentativa. – disse Seiya com um sorriso fraco no rosto.

Agora Aiolos estava a par de tudo. Milo estava emburrado por causa da ligação de Camus para Seiya e Aiolia estava rindo do loiro.

-Ele deve estar bem, mas tem que ter a responsabilidade ligar para o irmão mais velho para avisar que vai chegar tarde. - Disse Aiolos aproveitando e mandando indireta para seu irmão mais novo.

Aiolia percebeu que aquela frase era para si e deu um gole no refrigerante e desviou o olhar para o seu prato.

-Espero que ele esteja lá em casa pelo menos. – disse Seiya.

-Como ele vai estar na sua casa? - Perguntou Milo.

-Hyoga, Shiryu e Shun tem a cópia da minha cave. Assim como eu tenho a cópia da casa deles. – disse Seiya dando de ombros.

Milo sorriu ao ouvir que Seiya tinha a copia da chave de Camus. Poderia ser útil era só...

-Camus nem pense em usar meu pupilo para invadir a casa do seu namorado. – cortou Aiolos

-E-eu não tava pensando nisso –disse Milo rapidamente.

-Namorado? –perguntou Seiya então ligou o nome do loiro e logo voltou a falar -AAAAH! Você é o namorado infantil e ciumento do Camus!

-Como assim infantil e ciumento? – perguntou Milo irritado.

Aiolia ria da cara de Milo, estava começando a gostar do pupilo do seu irmão.

-Vocês brigaram certo? – perguntou Seiya.

-Como você sabe! O Camus te contou alguma coisa?- Perguntou Milo.

-Não, ele estava com uma voz mais fria que o normal, isso só acontece quando Hyoga tira nota baixa em física por que Camus fica muito irritado já que ele está cursando física na faculdade ou quando ele briga com você. E já que ainda não fizemos a prova de física só aponta que vocês brigaram de novo. - Disse Seiya.

Milo estava mais branco que o normal.

-Milo lembre-se que você tem que respirar. - Disse Aiolia rindo.

Eles terminaram de comer e Aiolia limpou a mesa e a louça.

-Seiya vamos, vou te deixar em casa e vou trabalhar. – disse Aiolos

-Certo. - Disse Seiya pegando a mochila.

Aiolia e Milo voltaram para a sala de estar. Seiya estava na porta pronto para ir embora. Quando disse:

-Milo, amanhã Camus deve almoçar perto do colégio, já que ele provavelmente vai atrás do Hyoga tentar conversar com ele. – disse Seiya

-E porque você ta me falando isso? - perguntou Milo.

-Porque ele na hora do almoço deve ta mais calmo depois de resolver tudo e quem sabe vocês não se resolvem também. –disse Seiya piscando um dos olhos e sorrindo

Milo sorriu ao entender a ideia.

-Obrigado Seiya. – disse Milo.

-De nada. - Disse Seiya sorrindo e saiu do apartamento.


Notas Finais


Então o que acharam? Gostaram???
Sei que esse começo tá meio lento, mas prometo que os cap's seguintes vai bombar!!
Bye bye!
Beijinho de Luz!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...