História Secretaria - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Avenged Sevenfold, Linkin Park
Personagens Brad Delson, Chester Bennington, Dave Farrell, Joe Hahn, Mike Shinoda, Rob Bourdon, Synyster Gates, Zacky Vengeance
Tags Chester Bennington, Linkin Park, Mike Shinoda
Visualizações 23
Palavras 1.737
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Capitulo 5: Plenos poderes


Fanfic / Fanfiction Secretaria - Capítulo 6 - Capitulo 5: Plenos poderes

Paramos no hall, e vejo uma moça morena que aparenta ter uns 30 e poucos anos, morena olhos castanhos na recepção

 

 

 

-Bom dia Sr. Shinoda

 

 

 

-Bom dia Helena, essa é Srta. Juliana minha secretaria.

 

 

 

-Bom dia Srta. Juliana.

 

 

 

-Bom dia Helena pode me chamar de Juli - ela sorri pra mim e Sr. Shinoda olha para mim e sorri.

 

 

 

-Então bom dia Juli - eu sorrio e ele retribui

 

 

 

-Bom dia Helena.

 

 

 

Estamos de frente ao elevador, e vejo pela minha visão periférica que o Deus japa  me olha e sorri, eu olho para ele e sorrio ele cora ,ai papai, meu coração fugiu do meu peito e não quer mais voltar, respiro fundo para conter, meu desejo.

 

 

 

As portas se abrem e entramos, ele é um perfeito cavaleiro e segura a porta para eu entrar e entra em seguida.

 

 

 

-Algum problema Sr. Shinoda?

 

 

 

-Posso te chamar de Juli também? - hum então era isso.

 

 

 

-Sim pode - olho para ele e sorrio.

 

 

 

-Juli, apelido simples mais muito bonito - ele sorri meu Deus cadê meu coração que fugiu e ainda não voltou.

 

 

 

 

 

 

-Por favor Juli me chame apenas de Mike.

 

 

 

-Sr. Shinoda, eu que peço por favor, Helena mesmo o chama de Sr.Shinoda.

 

 

 

-Tudo bem então.

 

 

 

Ele aperta o botão do decimo sétimo andar, e com ele já não tenho mais medo de elevadores, ficamos em silencio por algum tempo e ele diz algo que me faz sorri:

 

 

 

-Desculpa havia me esquecido, temos que conversar para que eu possa te distrair.

 

 

 

-Não é preciso, graças ao senhor eu perdi o medo - eu sorrio e ele fica sem jeito.

 

 

 

-Que bom - ele

 

sorri ainda sem jeito.

 

 

 

-Verdade - as portas se abrem e ele, mas uma vez da passagem para mim.

 

 

 

-Obrigada - saímos dos elevadores e passamos por várias portas ate chegarmos a outro hall de entrada desse andar - e avisto uma morena de cachos negros lindos

 

 

 

-Bom dia Anna, todos já estão ai?

 

 

 

-Bom dia Sr. Shinoda, só falta o Sr. Joe Hahn.

 

 

 

-Ok obrigado, essa e a Juli, minha secretaria - ela me olha com cara de poucos amigos.

 

 

 

-Olá Juli

 

 

 

-Olá Anna. É impressão minha ou essa mulher é louca por ele também?

 

 

 

-Vamos - Sr. Shinoda pede.

 

 

 

-Sim vamos.

 

 

 

Entramos na sala de reuniões, e já tinha alguns senhores, Sr. Shinoda puxa a cadeira pra mim e ele senta na cadeira principal.

 

 

 

Depois de alguns minutos chega, mas um homem que deve ser o Sr. Joe Hahn. Um homem que não sabia se era japonês como o Sr Shinoda ou se era coreano. Mais que de longe já se percebia sua fofura em forma de bolinha fofa (N\A Ta me desculpem mais é ASSIM que vejo o Joe)

 

 

-Bom dia a todos, e desculpe o atraso - ele se senta ao meu lado.

 

 

 

-Bom dia a todos podemos iniciar?

 

 

 

-E essa quem é? - o Sr. Hahn pergunta.

 

 

 

-Essa é a Juli minha secretaria.

 

 

 

-Prazer, meu nome e Joseph Hahn mais pode me chamar só de Joe

 

 

 

 -Prazer Sr Joe - aperto sua mão e tenho a certeza de que ele é muito fofinho e charmoso. Não mis que Mike Shinoda, mis tem lá seus charmes, e enquanto isso sou apresentada a todos.

 

 

 

-Ate que enfim arranjou uma secretaria, mas educada e simpática Mike.

 

 

 

-Pois é a outra era muito mal-educada no primeiro mês foi uma ótima profissional, mas depois me deixava na mão, agora podemos começar e qual e o assunto da reunião - Sr. Shinoda encerra a conversa.

 

 

 

 Mike P.O.V

 

 

Com certeza a Juli e mais educada, e linda, meu Deus essa mulher me deixa insano, não canso de admirar sua fibra e inteligência.

 

 

 

liga o computador, pendura sua bolsa em sua cadeira e sua pasta no chão ao seu lado paro de observa-la para não da bandeira, mas e bem difícil, e começamos a reunião.

 

 

 

-Bom Mike as vendas da revistas Vogue e People estão caindo, a cada dia que passa.

 

 

 

-E o porquê disso Joe?

 

 

 

-Estamos pesquisando e o real motivo pode ser das matérias não sem tão interessantes como antes - mas sei que não é isso e logo me lembro do que a Juli me disse.

 

 

 

-Na Verdade não essas revistas, me desculpe o que vou dizer agora, mas as revistas são muito caras, jamais teria condições de fazer uma assinatura, mas a People e maravilhosa.

 

 

 

-Juli qual é a sua opinião? - Ela arregala os olhos para mim pigarreia e diz.

 

 

 

-Bom eu acho as revistas maravilhosas, não é porque trabalho na empresa, tanto a People ou a Vogue cada dia se renova mais, mas o preço em se, deixa a desejar que nem todos em Nova Iorque ou no mundo tem condições de compra, e por não conseguir manter as assinaturas por ser muito caras.

 

 

 

-Mas se abaixarmos os preços não teremos lucros, você sinceramente parece que não quer trabalhar na empresa, mal chegou na empresa já quer leva-la a falência – um outro senhor  há interrompe.

 

 

 

- Synyster  - eu o repreendo, mas Juli levanta a mão pra mim, pedindo licença para falar e eu concedo.

 

 

 

-Desculpe, a interrupção Sr.Shinoda.

 

 

 

-Tudo bem continue. - ela se vira para Synyster Gates, e estou cada vez mas admirado e com orgulho que jamais tive de um funcionário meu.

 

 

 

-Ai que o Sr. se engana Sr. Gates, eu comecei o meu trabalho hoje e estou amando trabalhar na empresa, e jamais

 

a empresa vai a falência por abaixar os preços, porque podemos mudar o material, da revista para um produto mas sustentável, ou seja, produtos recicláveis, já esse produto que vocês mesmo fazem a revista agridem a natureza.

 

 

 

-Mas isso e um absurdo o que essa garota esta dizendo, Mike onde encontrou essa garota?

 

 

 

-Não estou achando nenhum absurdo Syn, porque quantas vezes nos tivemos protesto aqui na porta da empresa, pelo material da revista - ele ficou quieto.

 

 

 

-Isso mesmo Gates a Juli tem razão, quem esta a favor de tornar a próxima edição com papel reciclável – Aquela bolinha fofa do Joe Hahn se pronuncia, todos ficaram de acordo.

 

 

 

-Vocês não gastaram, quase nada pela edição porque o papel reciclável e mais barato.

 

 

 

-E mais sujo né? - Todos olham para Synyster Gates.

 

 

 

-Olha agora quem está dizendo absurdo - eu digo

 

 

 

.-Bom podem fazer algumas edições promocionais, ou uma revista bônus em cada assinatura e bote essa pergunta em uma das páginas, o que acha da revista se tornar mas sustentável, ser de papel reciclável e não agredir a natureza, de sua opinião no site dê seu voto, para que possamos fazer uma revista melhor para você? - Nossa fiquei sem palavras com sua opinião.

 

 

 

-Nossa menina com essa sua visão vai longe – Phoenix um senhor ruivo muito charmoso diz e sorri para ela, que sorri de volta

 

 

 

-E se não vender, em uma semana pode me demitir - olho para ela, sem palavras e o tempo de sua experiência.

 

 

 

-Boa gente há algo mais para ser discutido? - eu pergunto

 

 

 

-Não era só esse o problema, posso conversar com você em meu escritório Mike? - Gates diz e olha para Juli com cara de poucos amigos.

 

 

 

-Juli pode me espera aqui.

 

 

 

-Vou descer para comer algo, e espero o senhor na recepção.

 

 

 

-Tudo bem eu já estou indo.

 

 

 

-Lembre - se que as 10:00 tem uma reunião com a Sr Rob Bourdon pela revista People.

 

 

 

-Há sim eu não demoro.

 

 

 

-Tudo bem - saímos da sala de reuniões, e antes de entrar no escritório de Gates, vejo Juli esperar o elevador, e me lembro do que ela disse que graças a mim perdeu o medo de elevador sorrio com o pensamento, e entro no escritório.

 

 

 

-Quem essa garota pensa que é para ser insolente desse jeito, você tem que por ela em seu lugar Mike.

 

 

 

-Porque Synyster o que ela disse é o certo a fazer.

 

 

 

-Há já entendi, você há quer só para uma bela trepada né Mikezito, ela é gostosinha mesmo.

 

 

 

-Você ficou louco, tenha respeito pela Juli e onde está seu marido o Zacky ?.

 

 

 

-Há já vi tudo você já esta trepando com ela - pego ele pelo colarinho e do um murro nele.

 

 

 

-Eu já disse mas respeito com a Juli , não há compare com os putos que você tem como amantes ouviu bem - ele coloca as mãos no nariz que sangra, muito.

 

 

 

-Você ficou louco, ela não vale o esforço.

 

 

 

-Se voltar a mencionar ela eu te deixo em coma.

 

 

 

-Mike você está cego, essa garota já está te dominando.

 

 

 

-Cala essa boca, ou eu não respondo por mim e posso esquecer nossa amizade de anos Syn, e quer saber eu estou indo, pensa que eu não sei que Jade foi sua amante, que fez de tudo para ela ficar, agora quer falar mal da Juli para que a Jade volte, nunca se depender de mim, Jade nunca ira voltar, Juli fez coisas em um dia, o que Jade fez em um mês, uma incompetente, não conseguiu nada com o dono resolveu da em cima do vice e você agora está casado com o Zacky, nosso melhor amigo o respeite , ele te ama demais para você fazer canalhices com ele.

 

 

 

 ele me olha espantado e saio da sala, vou até os elevadores e aperto o botão e as portas se abrem, passa alguns minutos chego no hall, vejo Juli sentada entretida no celular, e chego perto, só ela mesmo para esquecer das atrocidades que Gates lhe  disse, ela olha para cima e me olha intrigada, mas sorri para mim, meu dia melhorou, que sorriso, me deixa louco, sorrio para ela de canto.

 

 

 

-Algum problema Sr. Shinoda?

 

 

 

-Não está tudo bem agora - olho para ela maliciosamente e ela cora.

 

 

 

-Que bom, podemos ir se não o Sr. chegará atrasado.

 

 

 

-Ok vamos.

 

 

 

Abro a porta do carro para ela, ela entra, e em seguida há fecho

 

 

 

-Juli temos que conversar - fecho a porta do carro para ninguém escutar.

 

 

 

-Pode ser depois da reunião chegaremos atrasados.

 

 

 

-Tudo bem - o que eu vou fazer ate lá, não sei mas se eu vou conseguir me conter, chego ao escritório e vou para sala de reuniões.

 

 

 

-Sr. Shinoda eu vou para minha mesa.

 

 

 

 

 

 

 

-O que, não você vai comigo, você me ajudou muito na outra reunião por favor me ajuda nessa também - ela olha pra mim e assente, e caminhamos para sala de reuniões.

 


Notas Finais


Bom meus queridos leitores esta ai mais capítulo, daqui a pouco tem mais, espero que gostem, votem e comentem, um bjo a todos e tenham uma ótima leitura.
So eu acho o Joe uma bolinha fofa que da vontade de morder e apertar ? aquele fofo. e eu tbm AMO de paixao esse cabelo mais grandinho do Mike estilo "BIEBER" segundo ele mesmo. kk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...