História Secrets - Vkook/Taekook - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Taekook, Vkook, Yoonseokmin
Exibições 346
Palavras 777
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura babys ^^
Capítulo narrado pelo Jungkook sedução :")

Capítulo 9 - Cloudy


Fanfic / Fanfiction Secrets - Vkook/Taekook - Capítulo 9 - Cloudy

° Alguns dias depois °
      
September 17th

[...]

O dia estava nublado.

As nuvens escuras que cobriam o céu deixava tudo cada vez mais triste e a vontade de chorar era inevitável.

Como todo típico velório, todos trajavam uma roupa preta. Alguns familiares mais velhos trajavam uma roupa mais formal, com seus ternos e os tão famosos "sapatos de velhinho". Já os demais, usavam roupas mais informais, como o Tae, que estava lindo naquele blazer preto e um converse da mesma cor nos pés.

Suspirei pesado, observando tudo e todos de longe. Eu me segurava para não chorar ali mesmo, mas, eu precisava me manter firme.

Pelo menos por enquanto.

Umideci meus lábios com a língua, passando a mão pelos fios de meu cabelo - que também estavam pretos - começando a caminhar com passos lentos e reservados até onde meu irmão mais velho, vulgo Taehyung, estava.

- Kookie - Disse, assim que me viu aproximar, me puxando para um abraço de lado, pousando sua mão em minha cintura.

Sorri fraco para o casal a nossa frente, franzindo o cenho para tentar reconhecer o mais baixo deles, recebendo como resposta uma risada fraquinha do mesmo.

- Oi Jeonggukie - Ele falou, aquela voz. Eu a reconheceria em qualquer lugar.

- Baekhyun! - Falei um tanto entusiasmado, mas mesmo assim, com o tom de voz triste.

- Como você cresceu! Veja só, a criança está maior do que eu! - Alternou o olhar entre eu e Tae, sorrindo fraco.

- Qualquer um é maior do que você Bacon! - O menino - até então desconhecido por mim - ao lado dele falou num tom de brincadeira, recebendo um pequeno bico nos lábios do platinado e um leve tapa no ombro - Aii... É brincadeira amor! - Deu um beijo na cabeça do outro e eu sorri com o ato.

- Vocês formam um belo casal! - Tae comentou, apertando um pouco mais o abraço e eu tentei ao máximo não arfar quando o mesmo apertou minha cintura com os dedos.

- Obrigada! - Baek respondeu, olhando para mim com um sorriso travesso nos lábios.

O fato é, quando Byun vinha me visitar nas férias de verão, nós dois saia-mos para brincar perto das árvores atrás de casa, ele sempre me dizia que Taehyung e eu formava-mos um belo casal e sempre ficava bravo quando eu dizia para ele parar de falar bobeiras por que querendo o não, Taehyung ainda era meu irmão.

"Ah, mas eu li na internet que isso não é problema, quer dizer, já vi vários relatos de irmãos que namoravam e depois chegaram até a se casar!" Ele dizia quase sempre, com um sorriso aberto de orelha a orelha e os olhos brilhantes e minha resposta era quase a mesma; "É, só que eu não vou ser mais um desses relatos! Agora para de falar idiotices e vamos brincar!"

- Byun Baekhyun, não começa! - Ele apenas deu de ombros, olhando pro mais alto ao seu lado e dando um beijo em sua bochecha.

- Só acho que precisamos conversar mais tarde Kookie, sabe, colocar as novidades em dia - Revirei os olhos e assenti de leve.

Eu sabia que era impossível negar algo à Baekhyun, por que além de insistente, ele era extremamente fofo.

[...]

A chuva que caia molhava todo meu corpo, mas eu não me importava com isso.

Ja estava ali à algum tempo, falando palavras vazias ao vento enquanto as lágrimas que escorriam por meu rosto se mesclavam com as gotas de chuva que o molhava.

Eu me sentia sozinho e sem um rumo à seguir mas, eu não queria me sentir assim.

Senti um par de braços me envolver pelas costas e só pelo perfume, só pelo aquele perfume amadeirado eu sabia que era Taehyung.

- Kookie - Sussurou contra meu ouvido com a voz embargada. Suas mãos tremiam um pouco, provavelmente por conta do frio.

- Sim...?

- Lembra quando à alguns dias, na praça, você disse a mim que eu era importante pra você? - Apenas assenti, deixando as lágrimas escorrerem cada vez mais e sentindo o abraço ser mais apertado. Pousei minhas mãos sobre a suas, encostando minha cabeça em seu ombro - Então, você também é importante para mim e... Eu sempre, sempre vou estar aqui por você! Pro que der e vier!

- Eu te amo Taehyung

- Eu também Te amo Jeongguk!

     
"Eu estou apenas andando e andando, no meio dessa escuridão
Meus tempos felizes me perguntaram (isso)
Você, está realmente bem, eles me perguntaram
Oh, não
Eu respondi, não, eu estou com tanto medo" (Awake - Jin - BangTan Boys)
   


Notas Finais


Rerou

Então então, o que acharam?
Eu particularmente prefiro não comentar o quanto eu fiquei na bad por conta disso mas, achei fofo :')

Coloquei ali meus Chanbaek por que né, eles são tão amorzinhos

Enfim, é isso mesmo \o/
Até o próximo capítulo e eu amo vocês < 333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...