História Secrets - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Harry Styles, One Direction, Romance, Sexo
Exibições 26
Palavras 2.989
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Boa leitura, leiam as notas ♥

Capítulo 15 - Chapter XV


Frances Housten

  Saí do chuveiro e fiquei apenas de roupas intimas. Enquanto escovava os dentes, e mantinha meu olhar fixo no espelho a minha frente, meus pensamentos corriam para a maneira que Harry havia falado comigo, com a maneira que Harry olhava para mim, como a maneira que ele me ignorava. Fechei os olhos por breves segundos e voltei a abri-los, respirei fundo antes de sair do banheiro e abri a porta.

O quarto estava um breu. Nenhuma luz acesa e só foi iluminado pela pouca luz que vinha do banheiro. Apaguei a mesma e fui andando pelo escuro do quarto até chegara cama, dei a volta na mesma e me deitei no meu lugar. Harry estava tão distante de mim na cama. Mordi os lábios e levei minhas mãos as suas costas, sentindo-o se afastar mais de mim após eu ter feito isso.

_Não me toca_  sua voz fria me atingiu em cheio. Senti meu coração se apertar no peito e forcei os dentes um pouco mais nos meus lábios, não querendo sentir a dor que aquelas palavras estavam me causando.

_Harry_ Sussurrei, tendo noção de que ele ouvia tudo_ Por favor, fala comigo.

O silêncio que se seguiu me quebrou ainda mais. Droga! Quando se tratava dele eu não sabia como agir, não sabia o que fazer. Antes de tentar novamente o colchão abaixo de mim se mexeu, e logo Harry estava de frente para mim, eu sabia apesar de não poder enxergá-lo no escuro. Continuei quieta, sabendo que ele tinha algo a me falar.

_Por que você não me falou?_ Sua voz continuava fria, ele soava direto e reto enquanto não parava de me fazer perguntas_ Me responde!

_Harry eu-eu não sabia o que te falar_ sussurrei, ainda me mantendo com a voz calma com medo de ter outra briga daquelas com ele._ Fiquei com medo da sua reação. Você sabe que depois que eu e el-

_Por que você não me falou?_ Sua voz se elevou um pouco, mostrando-me o seu nível de nervosismo. 

_Harry, eu não sabia qual seria sua reação! Vocês dois saíram no soco naquele dia e o que você queria que eu te falasse?_ Me sentei na cama, tentando mais dificuldade em respirar e sentindo minhas mãos levemente tremerem. 

_Isso é uma desculpa qualquer, Frances! Você deveria ter me falado de qualquer forma.

_Mas eu não falei Harry, me desculpa_ Tentei me acalmar, com medo de acabar gritando ainda mais com ele e chamar a atenção de um de nossos país. Ele se moveu ao meu lado e ele logo se sentou também, se aproximando ainda mais de mim.

_E o que você tem com ele? Vocês dois ainda estão juntos, não estão? Eu sabia!_ Seu aperto se firmou em meu braço, me fazendo arregalar os olhos por sua reação_ Todas essas vezes que você demora para chegar, que você fica enrolando dizendo que perdeu o tempo você estava com ele não é? Me fala a verdade, porra!

_Harry você está me machucando.

_Housten, me responde! Me fala que você estava com ele todas essas vezes_ Sua respiração batia pesada em meu rosto e o ar parecia ter se tornado rarefeito. Me esforcei a respirar normalmente e tentar manter a calma, ainda sentindo seu aperto em meus braços_É, eu devia estar esperando isso de você mesmo. O que eu imaginava da garota que mal ficou comigo e já estava caindo em cima do meu melhor ami-

_Não fala assim de mim!_ O empurrei fortemente, com uma força que nem eu imaginava ter. Harry, por poucos, não caiu da cama. Ele se segurou com as mãos e ficou em silêncio, provavelmente me fitando no escuro do quarto. Minha respiração estava acelerada e pesada, eu tentava me acalmar mas era praticamente impossível. Harry me deixava louca!_ Eu não tenho nada com ele, droga! Vocês dois quase se mataram naquele dia e o que eu ia te falar?"Ah, Harry,agora eu trabalho com o seu ex-melhor amigo"_ forcei uma voz afetada, revirando os olhos, sentindo ele se ajeitar na cama_ Pra acontecer outra briga entre vocês de novo, Styles? Não né, não ia te falar. E outra ele é meu chefe, como eu vou ter alguma coisa com ele onde várias pessoas trabalham com a gente, você também não pen-

_Desculpa_ Engoli minhas palavras,e minhas mentiras, ao ouvi-lo falar aquilo. Harry se desculpando? O quarto estava escuro demais para que eu pudesse vê-lo, mas tinha certeza que ele estava sendo tão sincero quanto qualquer dia já fora comigo._E-eu sinto ciúmes de você, Fran, fiquei louco quando soube disso e depois que eu vi vocês dois naquele dia eu me sinto.. _Ele gaguejava, demorando mais do o normal para voltar a falar_ Me desculpa pelas coisas que eu te falei,ok?

Continuei em silêncio. Apenas absorvendo suas palavras. Um aperto no meu peito quase me deixou sem ar, eu sabia oque era aquilo, certamente sabia. Culpa! Eu sentia culpa.Culpa por mentir para ele, culpa por não saber o que eu queria para mim, culpa por estar com ele. Culpa por estar com Zayn. Eu só conseguia sentir isso, culpa, culpa, culpa.

Voltei a realidade quando senti sua respiração bater no meu rosto, se aproximando cada vez mais e mais até encostar seus lábios nos meus. Continuei com os olhos arregalados ao sentir sua língua adentrar minha boca, dançando de forma sincronizada coma minha e, em alguns segundos, consegui me entregar ao momento e apenas esquecer a minha culpa.

Harry levou suas mãos a minha cintura e me deitou na cama, ficando por cima de mim sem cortar o nosso beijo. Eu sentia meu corpo começar a ascender, cada lugar em que ele me tocava parecia formigar. Mordi seus lábios, com pouca força, puxando-os para mim em seguida, continuando com o beijo. Enrosquei minhas pernas em sua cintura, prendendo-o a mim e senti seu volume começar a endurecer, ficando cada vez mais duro.

Alguns gemidos saíam de minha boca enquanto ele se esfregava em mim, me fazendo delirar sem ao menos me penetrar. O ajudei a tirar suas roupas e logo tirei a minha, só querendo por um fim naquele calor que eu tinha. Suas mãos desciam e subiam pelo meu corpo, me apertando, me instigando, me fazendo querer mais. A Muito mais.

E Harry percebeu. Seus lábios largaram meus seios e subiram novamente, deixando mordidas pelo meu pescoço, me fazendo arrepiar. Suas mãos desceram novamente, parando justamente lá. Respirei fundo ao sentir um de seus dedos me adentrar, me fazer arfar pela surpresa. Os movimentos, lentos no começo, começava a me arrancar suspiros e assim que senti que o segundo foi introduzido em mim, apertei mais meus olhos. Comecei a rebolar em seus dedos, querendo sentir cada vez mais fundo dentro de mim, e os movimentos de Harry aumentaram cada vez mais. Meus gemidos agora já estavam um pouco mais altos e mais frequentes. Seus dedos saíram de mim, abri os olhos na hora, procurando pelos seus e sendo banhada pela escuridão do quarto. Harry se ajeitou em cima de mim e abriu mais minhas pernas com suas mãos, senti ele pressionar a cabecinha de seu pau na minha entrada, arrastando para cima e para baixo me fazer arfar. Prendi a minha respiração ao senti-lo me adentrar quase por inteiro, mas logo fazendo movimentos lentos até estar todo dentro de mim. 

Levei minhas mãos a suas costas, deixando que minhas unhas desenhassem suas costas com arranhões fortes enquanto sentia sua velocidade aumentar. Mordi seu ombro, abafando meus gemidos altos para que nossos país não acordassem e sua respiração pesada, batendo no meu ouvido, me deixava ainda mais excitada. 

_Rebola vai_ Ele sussurrou baixinho e imediatamente obedeci sua ordem,começando a me movimentar cada vez mais e mais. Meus gemidos se tornaram mais frequentes assim como os seus. Apertei mais minhas pernas nele e dei um ultimo gemido, sentindo meu orgasmo chegar. Amoleci no colchão da cama e logo em seguida ele continuou estocando profundamente e rápido,gozando em mim logo em seguida.

Harry parou em cima de mim, segurando todo o seu peso, e encostou sua testa a minha, nos acalmando aos poucos. Me deitei em seu peito assim que ele se deitou e suas mãos automaticamente foram parar em meus cabelos, num carinho gostoso. O silêncio entre nós dois não era nada ruim, muito pelo contrário na verdade, era ótimo. Não me deixava nada desconfortável e tinha certeza que ele também se sentia bem. Após uma briga não tinha maneira melhor de nos resolvermos; na cama!

_Odeio brigar com você_ ele sussurrou em meus fios. Me ajeitei na cama e o abracei um pouco forte.

_Também odeio ter de brigar com você_ Eu sentia o sono me invadindo aos poucos,a medida que seus dedos continuavam com aquele carinho gostoso. Antes que eu caísse no sono, ouvi algo de seus lábios, mas não tinha certeza se já estava sonhando ouse ainda estava acordada. Mas tive certeza que em meus sonhos, era o sorriso dele que eu via.

***

Bocejei novamente e tomei mais um gole de café, sentindo líquido quente descer rasgando pela minha garganta. Digitava no computador um relatório sobre como as coisas estavam no nosso andar. Amanda, a nossa querida supervisora só que não, havia faltado hoje. E aqui estou eu fazendo o seu trabalho novamente. Terminei o mais rápido que pude, sabendo que esse relatório devia ter sido entregue ontem e o imprimi assim que terminei.

_Bom dia_ Ergui meus olhos da impressora e vi Zayn parado a minha frente. Ele trajava um terno cinza claro e uma camiseta social por baixo. Ele ficava tão sexy daquela maneira._Está tudo bem? Estou te chamando já faz um tempo_ Ele riu baixinho, ainda me olhando de uma forma estranha, como se eu não fosse normal.

_Bom dia, Zayn_ Sorri para ele, e logo vi seu olhar sobre mim voltar ao normal_ Dormi tarde essa noite. Está bem?

_Melhor agora,se quer saber_ senti meu rosto queimar assim que sua voz me surpreendeu_ Fez aquele relatório? Eu preciso dar uma olhada nele antes de envia-lo ao meu pai.

Peguei o relatório recém impresso e organizei tudo pondo dentro de uma pasta transparente, deixando na mão de Zayn.

_Aqui está. Acabei de terminar, da uma olhadinha e me fala como ficou_ Dei uma piscadinha para ele, que abriu um lindo sorriso._ Te vejo no almoço, Malik.

_Estarei te aguardando, senhorita Housten_ Ele me deu uma piscadinha antes de se virar e ir andando para a sua sala. Ah, como ele era lindo. Senti meu rosto aquecer quando olhei para a frente e vi algumas garotas observando a cena e elas logo desviaram o olhar e voltaram ao trabalho delas. Ah, como eu odiava aquilo! Continuei por um longo tempo encostada a cadeira, sem ter muito o que fazer, apenas pensando na tal festa que Zayn me falou. Eu precisava de uma roupa, precisava de uma roupa urgente! Peguei o telefone e disquei um número já decorado por mim.

_Precisamos ir ao shopping hoje_ O riso de Savana automaticamente me fez relaxar mais, era impressionante como ela conseguia me acalmar.

_Calma, calma. Então eu passo na sua casa as 7 horas?

_Isso, essa hora mesmo. Vou estar te esperando, beijinhos, bom trampo.

_Igualmente, doida_  Coloquei o telefone no lugar, rindo um pouco do seu jeito acelerado, e comecei a organizar algumas coisas em cima da mesa. Não via a hora de ir ao shopping, fazia tanto tempo que eu não fazia isso.

***

_Harry, essa é Savana e Savana, esse é o Harry_ Os dois sorriram um para o outro, sem nada a falar, e eu logo peguei minha bolça em cima do sofá_ Se minha mãe perguntar, fala que eu saí com ela e que mais tarde estou em casa, ta?

_Ta bom. Cuidado, meninas_ Revirei os olhos para ele que deu uma piscadinha para mim, enquanto segurava o riso, e fui andando lado a lado com minha amiga até entrarmos em seu carro.

_Uau, aquele é seu irmão?_ A olhei espantada, quase não conseguindo responder a mesma. Era estranho ouvir alguém elogiar o Harry, elogiar o meu Harry. Mordi os lábios e me forcei a responde-lá, sabendo que e o silêncio no carro começava a ficar estranho.

_ Erm, não é bem irmão, ele é filho do meu padrasto.

_Ah sim, acho que me lembro de alguma matéria que eu vi no jornal falando sobre o casamento dos dois_ Sua expressão era de pensativa enquanto prestava atenção nas ruas a nossa frente._Ele é muito bonito.

 _Uhum, ele é_ Me forcei a responder, não gostando da direção á que aquela conversa estava indo. Pronto, só me faltava agora ela querer ir a todo o momento em minha casa dar em cima dele ou então começar a pedir minha ajuda para consegui-lo. Ah, Frances, não somos mais adolescentes. Nem e muito menos ela, que era um pouco mais velha do que eu. Tentei prestar atenção ao que ela falava e levemente arregalei meus olhos ao ouvi-lá.

_Pena que eu não gosto disso.

_Disso o que?_ Ela riu levemente antes de me responder, me olhando por alguns segundos antes de se concentrar novamente na estrada.

_Homens_ Tentei me recompor do meu susto e ao mesmo tempo tentava imagina-lá com outra mulher. Quero dizer, eu já a vi dando olhadinha para alguns homens. Eu já vi, eu sei que vi! E aquele cara conversando com ela um dia desses? Ninguém troca sorrisinhos apenas por trocar, não mesmo._ Eu já fiquei com alguns, e eu admito que as vezes eu acabo olhando ou outro_ Ela falava como se soubesse de meus pensamentos_ Mas fique tranquila, não vou te agarrar se é o que está pensando_ Ela riu, sem nem se importar com o rumo da conversa.

_Estou tranquila, é tão normal isso_ De fato era. Mas eu nunca tinha tido uma amiga lésbica. Nunca. Fomos o caminho falando baboseiras e as vezes eu me pegava observando-á. Realmente, agora parecia tudo se encaixar. Ela não ligava tanto para a aparência e forçando mais um pouco minha memória, lembro-me de ela comentar sobre alguma mulher bonita da empresa. Ri sozinha com minha burrice de não ter percebido nada antes e saí do carro, a seguindo-á.

_Então quer dizer que o Zayn Malik a convidou para sair?

_Não é para sair. Eu já te expliquei, que é uma forma de eu conseguir um cargo melhor na empresa, não sei,algo do tipo.

_Eu ainda prefiro acreditar que ele te chamou para sair com ele_ Ela me puxou pelo braço para entrarmos em uma loja feminina, onde alguns vestidos estampavam a vitrine. Não gostei de nada de lá,assim como ela, e logo saímos do local ainda conversando sobre esse "convite" do meu chefe. Ele não me chamou para sair, claro que não, só me chamou para um evento da empresa. Normal, e apenas isso._Vamos naquela ali.

Savana saiu andando na minha frente, admirando algumas roupas da enorme loja. Andei um pouco e encontrei um vestido banco bonito que ia até as coxas. Peguei o meu tamanho e me virei para procura-lá.

_Esse_ Ela voltou com um vestido de cor bege, lindo, e veio em pulinhos em minha direção empurrando o vestido para minhas mãos._Experimenta esse, vai ficar ótimo.

Mal tive tempo para responde-lá já que a mesma já estava me empurrando para o provadores da loja. Coloquei o vestido branco primeiro e saí para mostrar a ela que estava sentada em um banquinho de frente para os provadores. Ela ergueu o olhar e fez uma careta voltando a mexer no celular sem me dar atenção. Revirei os olhos e voltei a me olhar, realmente, não tina ficado tão bom assim em mim.

Peguei o vestido bege e o coloquei no corpo. Me esforcei para fechar o zíper nas costas, vendo o quão justinho ele ficou em mim. Ainda um pouco aberto, me olhei atentamente pelo espelho, percebendo o quão bom ficou em mim. O vestido valorizava minhas curvas e não era tão curto assim. Era esse. Saí do provador e ela ergueu os olhos do aparelho eletrônico novamente, sorrindo ao me ver no vestido que ela escolheu.

_Ficou ótimo em você. Zayn vai pirar_ Ri da sua ousadia em falar algo como aquilo e voltei a entrar no provador, vendo que ela me observava através do espelho. Fechei a portinha e retirei o meu novo vestido, pondo minha roupa logo em seguida.

A noite se seguiu rápida, compramos alguns cremes e jantamos no shopping mesmo e logo a garota me deixou na porta de casa. Harry estava quase dormindo no quando cheguei. Tirei minhas roupas e fiquei apenas de roupas íntimas e me alinhei em seu peito, sentindo suas mãos alisarem minhas costas num carinho gostoso.

_Final de semana vai ter uma festa da empresa. Zayn me chamou para ir, vai ser bom para mim. A Amanda anda faltando ultimamente e deixando as outras garotas na mão lá no nosso andar. E eu estou tampando os buracos que ela faz, quase tudo sobra mim agora. Talvez o pai dele pode reconhecer meu esforço, não é? E me fazer subir de cago, seria bom pra mim._Suas mãos logo me largaram, me deixando confusa, largando-se de qualquer jeito na cama. Harry ficou em silêncio por um longo tempo e eu ergui o olhar para ele, vendo-o encarando o teto. Assim que percebeu meu olhar confuso ele logo tratou de sorrir, não me convencendo com suas palavras.

_Vai ser bom sim, claro que vai ser bom_ Ele tentou disfarçar dando um beijo rápido em meus lábios. Ele disfarçava tão mal.

_Não gostou da ideia, não é?

_Gostei, claro que gostei_ Rápido demais para quem estava gostando. Abaixei minha cabeça e ficamos em silêncio, o cansaço logo me vencia e eu sentia meu copo amolecer na cama. Estava cansada demais para discutir suas reações ao saber do convite de Zayn.

_Que bom_ Sussurrei, já fechando os olhos_ Sua opinião é muito importante para mim. 


Notas Finais


Bom dia, boa tarde e boa noite sz Desculpem os erros, sei que tem alguns por aí. Mas obrigada <3 beijos, comentem, isso me deixa muito feliz ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...