História Secrets and lies(imagine Jungkook) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7, Monsta X
Visualizações 37
Palavras 1.391
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite xuxuzinhos.
Boa leitura ♥

Capítulo 10 - Capítulo 10


          *Jungkook on*

Assim que s/n falou que iria ao shopping, Jin mandou que eu fosse ficar de olho nela, eu que não sou burro arrastei o casal vulgo Lisa e Hoseok pra irem comigo. 

Hoseok e eu fomos o caminho todo reclamando sobre ela sair com ele e nos termos que tomar conta dela, chegamos primeiro que s/n então ficamos esperando. Cerca de dez minutos depois ela apareceu com ele indo em direção ao cinema, ela parecia tão feliz, ela estava tão sorridente e saltitante. Eu sentia tanto ciúmes dela, ve-lo tocando sua cintura era uma tortura pra mim, como eu queria estar no lugar dele.

Mas eu me mantinha calmo, afinal, não iria surtar no meio do shopping. Vimos Chanyeol se afastar de s/n e entrar na sala, Lisa rapidamente falou com s/n e nos arrastou pra dentro da sala de cinema. Depois que o filme começou, eu me levantei e olhei rapidamente as poltronas a procura de s/n e nada, ela não estava naquela sala.

Jk- Lisa, ela não ta aqui.- Falei meio angustiado. Como ela não ta aqui? Onde ela ta?

L- Calma Jeon, ela ainda não deve ter entrado. - Como ela conseguia ficar tão calma?

H- Você parece que não conhece, ela sempre demora pra fazer tudo. - realmente, mas eu sentia que algo ia acontecer hoje.

O filme estava passando e eu continuava apreensivo, o casal começou a se agarrar ao meu lado, eu já não segurava mais a vela, eu já era a vela todinha. Me levantei deixando os dois lá e comecei a entrar em diferentes salas a procura de s/n e nada, ela não estava em nenhuma sessão. Respirei fundo e liguei pro Jin.

            **ligação on**

J- Oi Jeon.

Jk- Jin, ela não está no cinema, já entrei em todas as sessões e ela não está em nenhuma

J- Já ligou pra ela?- ele acha que sou burro? Foi o que eu mais fiz.

Jk- Lógico, ela não atendeu, já liguei milhares de vezes.

J- Cadê a Lisa e o Hoseok? Procurem ela aí, se ela não aparecer até as onze da noite, eu vou atrás deles

Jk- Ok, vou procura-los e depois te ligo.

               **ligação off**

Entrei na sala e falei que não a achava, Hoseok se levantou juntamente a Lisa e saímos pra procurar a s/n e o outro lá

                         [...]

Ela simplesmente tinha sumido do shopping, não estava em lugar nenhum, parecia que ela tinha evaporado. Eu já estava puto, cansado e exausto, mas eu tinha de procura-la. Andamos de novo o shopping todo e adivinha? Nada. Então resolvemos ir de volta pra casa.

Lindo, como se não bastasse ter que caçar a s/n e não encontra-la, ainda estava um trânsito infernal, não tinha saída alguma, estava tudo parado devido a um acidente.

                   [...]

Assim que chegamos no apartamento de s/n, ela estava simplesmente arrebentando a cara de um homem, cheguei correndo e arrancando de cima do rapaz, então pude ver quen era, um dos capangas de Chanyeol. Mas o que ele queria aqui?

Ela se debatia enquanto eu a segurava, ela parecia doida, suas mãos estavam inchadas e roxas, meu deus o que foi que essa menina fez?

Assim que a acalmei, lisa a arrastou pra cuidar de suas mãos e meu celular tocou. Era o pai da s/n (sr. Kim) mas porque ele não ligou pro Jin?

         **ligação on**

SK- Jeon, achou a s/n, ela está bem? Soube da movimentação dos capangas do Park aí perto do prédio que ela mora. Não a deixe sozinha, já estou falando com os outros meninos, mas quero que se revezem pra ficar de olho nela, agora ela corre mais perigo então a proteja. Ainda não descobriram sobre nosso parentesco, mas você sabe que todo cuidado é pouco. Estou confiando a vida da minha herdeira a vocês.

Jk- Não se preocupe senhor Kim, vamos cuidar dela.

SK- assim espero.

              **ligação off**

As pessoas que ligaram para os outros, disseram que teríamos de levar Kyungsoo aos galpões, e eu particularmente odiava ir lá. A doida queria ir junto, mas ela não aguentaria ver o que eles iriam fazer com o menino, então Jin a proibiu depois que ela o tirou do sério. Ela foi pro canto empurrada e eu fui limpar o sangue do rapaz que ela tinha espancado.

Ela ainda estava sentada como uma criança mimada, era tão fofo

Me aproximei, sentei ao seu lado e falei

Jk- Você as vezes parece uma criança sábia? Mas eu acho simplesmente encantador o seu jeito. - ela me olhou espantada, mas eu continuei a falar.- Você não tem noção do quanto me dói ver você com Park Chanyeol, eu queria tanto que você me visse de outra forma, eu queria poder cuidar de ti. Mas, você só dificulta as coisas pra mim.

Ela me olhava surpresa enquanto eu abaixava a cabeça e me arrependida do que eu falava. Tudo tinha sido meio que por impulso, eu sentia que aquela era a hora de me "declarar". Eu a amava demais, e antes que eu pudesse contar a ela, senti sua pequena mão ir a minha nuca e sua respiração quente bater em meu rosto. Fechei os olhos e senti seus lábios tocarem os meus, desci minhas mãos pra sua cintura segurando firme a puxando mais pro meu corpo, pedi passagem com a língua e ela cedeu. ELA CEDEU. Seu beijo era tão delicado, tão carinhoso.

Finalmente, depois de quatro anos, eu senti o seus lábios, era melhor do que eu esperava, era uma sensação maravilhosa. Eu me sentia um garotinho dando o primeiro beijo, eu me sentia a melhor pessoa do mundo. Seus lábios eram doces, era simplesmente viciante.

Ela cessou o beijo quando o ar nos faltou, abri meus olhos devagar, vendo ela me olhar com um sorriso tímido. Era tão linda, tão fofa. Desviei meus olhos dos seus e sorri tímido.

Jk- Me desculpa, não era pra isso acontecer.

S/n- Isso o que? - ela falava se sentando na minha frente e tombando a cabeça um pouco pro lado.

Jk- Isso, o beijo.- ela deu uma risadinha fofa e colocou sua mão em meu queixo fazendo com que eu olhasse em seus olhos.

S/n- Mas quem te beijou foi eu. - Essa menina era mesmo doida. Como ela conseguia mudar assim de uma hora pra outra? Ela bateu no menino e parecia uma louca, depois me beija e fica o ser humano mais calmo do mundo. Sua personalidade era estranha, isso era intrigante e só fazia com que eu me apaixonasse mais. Pode parecer que eu sou um louco obcecado ou coisa do tipo, mas é só amor.

                       [...]

Eu estava radiante até ver as pequenas marcas em seu pescoço, de certo ela é Chanyeol tinham transado. Fiquei encarando seu pescoço até que ela colocou a mão sobre o mesmo tampado as marcas e olhando pra baixo.

S/n- eu me sinto tão culpada de ter cedido aos meus desejos carnais... - ela olhava pra baixo como uma cara triste. - Jin ficou tão chateado comigo, eu não devia ter mentido e ido pra casa do Chanyeol, nem devia ter te beijado. Acho que Kyungsoo tem razão, eu sou mesmo uma puta. - ouvir ela dizer isso partiu meu coração. -  Sabe o que é pior? No começo eu só fiquei com Chanyeol pra chamar atenção, coisa que não adiantou muito, mas, depois eu continuei com ele porque eu sentia falta de ter a presença de vocês, não querendo comparar vocês com ele, isso nunca, mas sabe, eu sempre fui acostumada a ter um dos meninos perto de mim, acho que isso me tornou carente... - ela deu uma risadinha e  balançou cabeça.

Meu coração batia rápido ao ouvir o que ela dizia, tudo o que eu queria era que ela parasse de falar tanta besteira e me beijasse de novo. S/n tinha um jeito de dominar tudo, parecia que ela queria mexer comigo e conseguiu.

Ela colocou seu cabeça em meu ombro e fechou os olhos, ficamos em silêncio um tempo até que o seu celular toca, ela se levantou e foi atender

S/n- Alô? ... hum? ... uhum... Quer que eu faça oque?... Não Yoongi, nem vem ... Vocês vêm dormir aqui porque eu não vou sair daqui... YOONGI MANDA O JIN CALAR A BOCA E IR A MERDA... Ta ta ta, vou me trocar... tchau


Jk- o que foi?

S/n- Jin mandou a gente sair daqui o mais rápido possível, tem gente do Chanyeol cercando o prédio e estão atrás de mim...


Notas Finais


Dêem sua opiniões please ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...