História Secrets Desires - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Aiden, Alan Deaton, Allison Argent, Bobby Finstock, Chris Argent, Danny Mahealani, Erica Reyes, Ethan, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Kira Yukimura, Lydia Martin, Malia Tate, Matt Daehler, Melissa McCall, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Vernon Boyd
Tags Bromance, Gay, Scisaac, Scottxisaac, Teen Wolf
Exibições 86
Palavras 5.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente. Mais uma madrugada que eu trago mais um capítulo pra vocês.
No capítulo de hoje tem um jogo de lacrosse e participações especiais.
Espero que gostem.

Capítulo 16 - Capítulo 15 - Você está comigo?


O dia do primeiro jogo do campeonato de lacrosse finalmente tinha chegado. Todos os rapazes do time da Beacon Hills High School estavam nervosos, principalmente os que estavam no último ano, como Scott e Isaac. Queriam terminar o ensino médio com um troféu. Só teria aula pela parte da manhã e após o almoço, os jogadores estariam livres para o treino final antes do jogo. Scott, como um bom capitão tinha acordado cedo naquela segunda-feira e preparado um café da manhã reforçado para ele. O moreno ainda estava evitando falar com Isaac, que para dar espaço para Scott, decidiu passar o final de semana na casa de Boyd.

— Não ache que vai escapar mais cedo do castigo com essas bajulações. — Melissa falou entrando na cozinha. Ela colocou a chave da moto de Scott na mesa perto do garoto e falou: — Eu to te dando a chave pra você ir para a escola, mas você deve voltar assim que o jogo terminar, você me entendeu?

— Sim senhora. — Scott falou.

— Troquei de turno no hospital hoje pra poder assistir ao jogo. — Melissa falou sentando de frente para Scott.

— Legal. Eu quero muito mesmo que a senhora vá. — O garoto falou

A refeição seguiu em silêncio por alguns minutos até que Melissa perguntou uma coisa que estava lhe deixando intrigada.

— O Isaac vem pra casa hoje?

— Eu não sei.

Scott pensou em como as vezes parecia que Melissa se preocupava mais com Isaac do que com ele, seu próprio filho. No entanto, ele não sentia ciúmes disso. Scott sabia que todo esse cuidado a mais que Melissa tinha com Lahey era devido ao fato de ele ter perdido a mãe cedo e ter tido um péssimo pai.

— Acho que ele já passou tempo de mais na casa do Boyd. Eles tão tendo alguma coisa? Como vocês falam hoje? Crush?

— É mãe, por aí. — Scott falou sorrindo. — O Boyd é hétero e tem namorada.

— Ele comenta sobre garotos com você? — Melissa indagou curiosa.

— Ele sabe que pode falar sobre isso comigo, mas acho que ele ainda não se interessou por ninguém. Ele ainda pensa no cara da França.

— O Jackson. Isaac me falou sobre ele. — Melissa falou. — E você, filho? Quer conversar sobre a Kira.

— Não tava mais dando certo, mãe. — Scott falou olhando para a mesa. — Eu terminei com ela e agora ela ta magoada. E eu vou ter que encarar ela no colégio. E eu não sei como fazer isso, ainda mais depois de... — O garoto quase falou sobre o que aconteceu entre ele e Isaac, porém se interrompeu antes que falasse de mais. No entanto aquilo deixou Melissa curiosa.

— O que? — A mulher perguntou.

— Não é nada.

— Scott, se você sabia que não tava mais funcionando, você fez bem em terminar. — Melissa falou levantando a cabeça de Scott. — Uma atitude muito madura que eu espero de você. Foi melhor assim. Agora levante a cabeça e continue sendo o garoto maduro que eu sei que você é. E termine seu café da manhã senão você vai se atrasar.

Scott fez como Melissa disse e terminou de comer rapidamente. Em seguida subiu para se arrumar e saiu de casa. Não demorou muito para que McCall chegasse ao colégio e ao estacionar sua moto, ele avistou Isaac e Boyd perto do carro do negro, mas logo seguiu para onde alguns rapazes do time estavam amontoados. Eles também viram Scott na moto e Boyd percebeu o clima estranho entre seus amigos.

— Ta legal, o que ta rolando entre vocês? — Boyd perguntou preocupado. — Vocês brigaram de novo?

— Nós transamos. — Isaac respondeu sem hesitar. — E agora o Scott não tem coragem de falar comigo.

— Não ta falando sério. — Boyd falou com os olhos arregalados não conseguindo acreditar no que tinha acabado de ouvir.

Isaac então começou a gargalhar.

— Tinha que ver sua cara. — O loiro falou para que o amigo achasse que fosse apenas uma brincadeira.

— Cara, não brinca com isso. Eu quase acreditei. — Boyd falou começando a andar para onde os outros garotos do time estavam. — Seja o que for, não pode atrapalhar o jogo hoje.

— Não vai. Eu espero. — Isaac falou a ultima parte sussurrando para ele mesmo. — O que é aquilo ali? — Ele perguntou a apontando para o amontoado de jogadores.

Um som e puro desdém saiu da boca de Boyd, sua expressão facial não era nada amigável. Isaac então viu um pouco além dos jogadores, um ônibus escolar estacionado.

— Devonford, eles chegaram.

— Mas já? — Isaac indagou curioso. — Achei que eles só viessem a noite.

— Eles vão usar o nosso campo pra treinar agora.

Os garotos seguiram para perto dos outros. Isaac ficou ao lado de Danny, que estava mais perto do ônibus. Do outro lado dele estava Stiles e Scott ao lado dele. Os jogadores de Devonford começaram a descer do ônibus vestindo calças verdes e as camisas do uniforme também verdes, os dois que estavam na frente dos outros eram gêmeos idênticos. Eles se aproximaram dos jogadores de Beacon Hills e um deles olhou para Danny como se quisesse levá-lo pra cama, mordendo os lábios. Scott se colocou entre o seu time e os gêmeos.

— Aiden, Ethan. — McCall falou estendendo a mão. — Boa sorte.

Os gêmeos começaram a sorrir com deboche sendo acompanhados pelos seus companheiros de time.

— Sorte? — Um dos gêmeos perguntou com ironia.

— Vocês que vão precisar de sorte quando acabarmos com vocês. — O outro falou. 

— Vamos esmagar vocês. — O gêmeo número um completou começando a andar.

Os jogadores de Beacon Hills abriram espaço para que o time rival passasse. O gêmeo número dois se aproximou de Danny e aproximou sua boca do ouvido do garoto.

— Espero que esteja pronto, porque vou querer comemorar minha vitória mais tarde. — O gêmeo sussurrou sensualmente causando um arrepio no garoto. Em seguida ele um tapa em na bunda de Danny e seguiu seu irmão deixando seu namorado constrangido pra trás com seus companheiros de time.

— Danny, seu namorado é um babaca. — Stiles falou observando o time rival.

— O que? — Isaac indagou surpreso. — Você ta namorando o gêmeo do mal? — Ele olhou para o gêmeo, que já estava um pouco distante. — Eu não te culpo. Ele é gostoso. Sabe se o irmão dele também é gay?

— Não, ele é hétero. — Danny falou baixo ainda envergonhado com tudo aquilo.

— Que pena. — Isaac falou.

O sinal para o inicio das aulas tocou e Scott foi o primeiro a seguir para dentro do colégio. Ele não gostou do que Isaac falara e odiava não conseguir falar com o loiro.

***

Isaac estava um pouco nervoso, sua primeira aula seria de biologia. Ele já se encontrava sentado no seu lugar esperando a senhora Finch. Ele tinha estudado os nomes dos ossos dos membros inferiores do corpo humano, mas tinha medo de esquecer algum. O loiro pensou no dia que Scott o ajudou, no dia em que eles se beijaram pela primeira vez e em tudo que aconteceu desde aquele dia e como as coisas estavam estranhas agora.

— Sei que muitos estão animados com o primeiro jogo de lacrosse hoje, mas espero que tenham estudado pessoal. — A professora de biologia falou entrando na sala tirando Isaac de seus devaneios. — Isaac Lahey. — Ela chamou e o loiro se levantou. — Qual o nome do osso que se localiza na área do joelho?

— Patela. — Isaac respondeu depois de pensar por um momento.

— E o que se localiza na canela?

— Tíbia? — O loiro falou um pouco sem confiança.

— Está perguntando ou respondendo?

— Respondendo. — Isaac respondeu mais confiante.

— Muito bem. E qual o nome do osso localizado na cocha?

— Fêmur. É o maior do corpo humano. — Isaac falou lembrando-se das palavras de Scott.

— Muito bem senhor Lahey. Se responder assim na prova, com certeza tirará um A. Sydney Stewart

Isaac se sentou com um sorriso no rosto enquanto a garota de cabelo castanho se levantou. A aula seguiu normalmente. Alguns dos alunos responderam as perguntas corretamente, outros nem tanto. Quando a aula acabou, Isaac saiu da sala e ao ver Scott no seu armário foi até ele sorrindo.

— Adivinha. — Isaac falou animado. — Eu mandei bem na aula de biologia. Acertei todas as perguntas graças a você.

— Legal. — Scott falou simplesmente.

McCall se virou para Isaac e viu Kira passando por eles. A garota fuzilou o ex-namorado com o olhar e continuou andando até seu armário. Isaac percebeu o clima pesado que se formou no local e se sentiu um pouco mal. Scott então começou a andar para a sala da sua próxima aula.

— Scott? — Isaac o chamou.

— O que você quer Isaac? — O moreno perguntou se virando para o amigo. — Tenho que ir pra aula.

— Só queria que as coisas voltassem ao normal.

Scott olhou para Isaac, ele queria a mesma coisa. Porém ele achava aquilo impossível naquele momento. Ainda mais quando olhava para Kira. Ele não falou nada e foi para sua sala. Isaac ficou mais alguns segundos parado e também foi para a sua. Ao chegar ao seu armário, Kira o abriu e pegou o livro para sua próxima aula. Malia abriu o armário ao lado do seu e também pegou um livro.

— O Scott terminou comigo. E o pior de tudo é que eu tenho que olhar pra ele todos os dias. — Kira falou para a amiga.

— Que chato. — Malia falou com sarcasmo não querendo prolongar a conversa. Isso não passou despercebido por Kira.

— Será que você podia ser uma boa amiga e me ouvir? — Kira perguntou frustrada.

Malia fechou seu armário com força e se virou para Kira.

— Meus pais são assassinos. Eu cresci em lares adotivos até meus cinco anos quando finalmente fui adotada por uma boa família. Mas isso não durou porque minha mãe e minha irmã morreram num acidente de carro que eu acabei sobrevivendo. Então meu pai adotivo me internou numa clinica psiquiátrica porque eu tinha pesadelos e ele não sabia o que fazer comigo. As pessoas sempre vão me olhar como se eu fosse uma garota estranha, mas eu não ligo. — Malia falou de uma vez pra Kira. — Desculpa se eu não dou a mínima pra seu draminha romântico e eu sinto muito mesmo se eu não posso ser uma boa amiga no momento. Acontece que eu não quero ouvir da garota que eu to apaixonada o quão triste ela ta porque o capitão do time de lacrosse terminou com ela. — Malia falou surpreendendo Kira. Ela se arrependeu logo em seguida, no entanto já estava feito.  — Nós nem conversamos sobre o que aconteceu no halloween, ou quase aconteceu. E tudo que você faz é tentar me arrumar encontros com garotos. Então Kira, me desculpa se eu não to sendo uma boa amiga.

Malia rumou para sua sala de aula pisando forte no chão deixando Kira atordoada para trás. A nipo americana então colocou seu livro de volta no armário e saiu do colégio.

***

As aulas da manhã passaram rápido e logo os rapazes do time de Beacon Hills se dirigiam ao campo de lacrosse. Eles teriam um ultimo treino, antes do jogo, que seria a noite, onde o treinador Finstock falaria quem seriam os jogadores titulares. Scott caminhava sozinho. Ele avistou Isaac conversando com Boyd mais a frente um pouco distante dele. O moreno queria ir até eles e conversar com Isaac, porém ele ainda não estava pronto pra isso. Ele estava tão distraído que não notou que Stiles estava ao seu lado.

— Você ta focado ne? — Stiles perguntou chamando a atenção de Scott. — Sem Kira, sem Isaac. Apenas lacrosse. Certo, irmão?

— O Isaac te falou alguma coisa? — Scott indagou nervoso.

— Não. Por quê? — Stiles perguntou. — Tem alguma coisa pra falar?

— Não.

— Ótimo, então vamos nos concentrar no jogo. — Os meninos continuaram seu caminho e quando chegaram ao campo, Stiles viu uma cena um tanto estranha. Perto da arquibancada Lydia estava conversando com um dos gêmeos de Devonford. — O que está acontecendo ali? — Stiles questionou e andou rapidamente até sua namorada deixando Scott pra trás.

— Eu já disse que tenho namorado. — A ruiva falou com convicção.

— É mesmo? E onde ele está? — O gêmeo falou com um tom de voz debochado. — Acho que você inventou um namorado. — Ele falou se aproximando tentando dar um beijo em Lydia.

— O que está acontecendo aqui? — Stiles perguntou se colocando ao lado de Lydia fazendo com que o gêmeo recuasse.

— Oi amor. — A garota falou. Em seguida ela deu um beijo apaixonado em Stiles, o que deixou o outro garoto furioso. — Eu só tava falando para o Aiden que o nosso time é melhor e que vamos acabar com eles. — Lydia falou após romper o beijo.

Aiden fuzilou Stiles com os olhos e se afastou do casal com passos pesados.

— Ele tava dando em cima de você? — Stiles perguntou um pouco irritado. — Eu vou quebrar a cara dele.

Stiles tentou ir atrás de Aiden, entretanto Lydia segurou a sua mão.

— Relaxa Stiles, eu já resolvi. — Lydia falou apertando a mão do namorado. — Além do mais, não quero que se machuque.

— Como é? Acha que eu não tenho chance? — Stiles questionou indignado.

— Eu te amo. — A ruiva falou e deu um selinho no garoto. — Mas você viu o tamanho dele? E você não é o tipo de garoto que se mete em brigas, então deixa pra lá.

— Eu devia frequentar mais vezes academia então? — Stiles perguntou flexionando seus bíceps.

— Você é perfeito do jeito que é. — Lydia falou e em seguida deu mais um beijo em Stiles.

— Stilinski, para de namorar e venha até aqui. — Eles escutaram o treinador gritando.

— Vai lá. — Lydia falou.

Stiles correu até onde os outros jogadores estavam fazendo um circulo em volta do treinador e ficou ao lado de Scott.

— Rapazes, eu estou com a lista dos titulares aqui. — Finstock falou mostrando um papel amarelo para os jogadores. — Lembrando pra quem vai pro banco que isso não significa que não vocês não irão jogar, entendido? — O treinador continuou e os jogadores falaram ao mesmo tempo concordando. — Danny, você está no gol.

— Como sempre. — Um dos garotos falou.

Danny comemorou e alguns dos seus colegas deram tapas leves nos seus ombros.

— McCall, Lahey e Boyd estão no ataque. — O treinador continuou.

Scott olhou para Isaac e Boyd e viu que eles fizeram um high five em comemoração. O moreno ficou nervoso, esperava que sua situação complicada com Isaac não atrapalhasse o jogo. O treinador continuou falando os nomes dos jogadores e ao final Matt estava na defesa junto a outros dois jogadores e Stiles estava no banco com os outros. Após isso, o treinador liberou os jogadores para fazer o que quiserem, alegando que não iriam treinar para guardar energia para o jogo a noite. Scott agradeceu mentalmente por não precisar lidar com todo o turbilhão de sentimentos que a presença de Isaac causava nele naquele momento e foi embora.

Os outros jogadores decidiram ir embora também. Menos Boyd, que chamou Isaac pra treinar passes de bola com o taco. Quando Boyd passou a bola pra Isaac pela quinta vez, Stiles se aproximou do loiro fazendo com que os dois parassem.

— Aí cara, você e o Scott estão bem? — Stiles questionou.

— Por quê? — Isaac perguntou com o cenho franzido. — O Scott te falou alguma coisa.

— Engraçado, o Scott me perguntou a mesma coisa. — Stiles falou levando sua mão ao queixo. — Ele não me contou nada. Ninguém me contou nada. Tem alguma coisa pra contar?

— Não. — Isaac mentiu. — Você sabe, tem o lance da Kira e o jogo. O Scott é o capitão. Ele deve estar mais nervoso que a gente. Relaxa Stiles, ta tudo bem com o Scott.

— Se você diz. Mas eu acho que tem alguma coisa muito séria preocupando o Scott. — Stiles falou e foi se encontrar com Lydia que o aguardava na arquibancada enquanto Boyd e Isaac voltaram a fazer o que faziam.

***

A arquibancada do campo estava lotada, grande parte das pessoas estava lá para torcer para o time da casa. Erica já estava sentada com algumas amigas aguardando o jogo começar. No meio de toda aquela gente, Melissa procurava um lugar para se sentar. Ela avistou um lugar vago e se dirigiu a ele, no entanto ela ouviu alguém chamar seu nome e quando olhou na direção, viu o xerife Noah acenando e Lydia sentada ao seu lado. Melissa viu que tinha um lugar vago ao lado do xerife e foi até ele.

— Eu me atrasei. — A mulher falou se sentando. — Quando já estava saindo do hospital, chegou uma mulher com um menino de dez anos que tinha sido atropelado.

— O jogo ainda não começou. — Noah falou. — Os rapazes ainda vão entrar em campo.

No campo, os jogadores de Beacon Hills já estavam devidamente vestidos com todo o equipamento. Eles faziam um circulo em volta do treinador. Enquanto que os jogadores de Devonford estavam do outro lado do campo também fazendo um circulo em volta do treinador deles.

— Vamos lá rapazes. — Finstock falou. — Não me decepcionem agora.

— Pessoal, nós treinamos muito. Então vamos com tudo pra cima deles, não peguem leve. Eles não vão pegar. — Scott falou motivando o time.

— Isso mesmo McCall. — O treinador falou dando socos no capacete de Scott. — Agora vão.

Os jogadores juntaram suas mãos no centro do circulo e fizeram um grito de guerra. Depois alguns deles foram se sentar no banco e os outros se dirigiram para suas posições no campo assim como os jogadores do time adversário. Scott e Aiden seguiram para o meio do campo e se posicionaram esperando o juiz soar o apito.

— Pronto pra perder McCall?

Mas Scott não teve tempo de responder. O arbitro colocou a bola entre Scott e Aiden, se afastou e soou o apito. Os dois competiram pela bola até que Aiden conseguiu a posse. O garoto correu sendo acompanhado por Scott. Aiden passou a bola para outro jogador de seu time, Matt tentou pegá-la, no entanto Ethan foi quem a pegou. Ele correu em direção ao gol com dois jogadores de Beacon Hills na sua cola. O gêmeo se aproximou do gol e lançou a bola. Danny tentou pegar, porém não conseguiu e a bola entrou no gol marcando ponto para Devonford.

Ethan olhou para Danny e apontou para ele dedicando o gol para o namorado. Não foi um ato de deboche, foi apenas um jogador dedicando o gol que ele fizera para o seu garoto, mesmo sendo de times rivais. A pequena torcida de Devonford comemorou assim como os jogadores. Eles se encaminharam novamente para suas posições e mais uma vez Aiden e Scott se dirigiram para o meio do campo.

— Eu sabia que acabar com vocês ia ser fácil, mas não sabia que seu time ia facilitar tanto pra gente. Aposto que seu goleiro deixou a bola passar só porque o meu irmão sabe como foder ele. — Aiden falou.

Scott ficou irritado, ele não gostou da forma que Aiden falou de Danny. Ele sabia que Danny não faria algo daquele tipo. Quando o árbitro soou o apito, Scott se adiantou e tomou posse da bola. Ele correu em direção ao gol e até um ponto em que ele teria que passar a bola. Scott viu Isaac e Boyd a sua frente sendo que o loiro estava mais perto dele.

— Passa pro Lahey. — O treinador gritou.

Porém Scott não passou, ele lançou a bola para Boyd. Mas um dos jogadores de Devonford acabou pegando a bola e correu para o lado oposto do seu gol. Isaac correu até Scott claramente irritado.

— Por que não passou pra mim? — O loiro perguntou, entretanto Scott não respondeu. Ele deu as costas para Isaac e correu para sua área. — Scott?

Devonford estava com a bola, um dos jogadores correu para o gol e lançou a bola. Só que dessa vez Danny conseguiu pegar. O goleiro jogou a bola pra Matt e ele correu e lançou para outro jogador, porém Devonford acabou com a bola de novo. Aiden estava com a bola, ele correu até o gol e a lançou marcando o segundo ponto de Devonford.

O jogo seguiu. Boyd fez o primeiro ponto de Beacon Hills e depois disso eles conseguiram virar o placar levando Stiles, Melissa, Noah, Lydia, Erica, que soltava um “vamos babe” toda vez que Boyd pegava na bola e o resto da torcida ao delírio. No entanto Devonford conseguiu virar mais uma vez. Muitas vezes Scott optou por não passar a bola para Isaac, mesmo o Lahey estando mais próximo dele e isso acabou prejudicando o time. McCall não entendia o porquê, mas sempre travava na hora de lançar a bola para Isaac. Isso estava irritando muito o loiro e deixando o treinador e a torcida preocupados. Finstock pediu tempo e chamou Scott.

— McCall quando eu digo pra você passar a bola pra o Lahey, é pra você passar a bola pra o Lahey.

— Qual o problema do Scott? Muitas vezes ele deveria passar a bola para o número 14, mas não ta passando. — o xerife Stilinski comentou para Melissa que também achou estranho. Ainda mais porque o número 14 era Isaac.

O árbitro soou o apito mais uma vez naquela noite, os jogadores se posicionaram nas suas áreas e Scott e Aiden se dirigiram para o meio do campo novamente. Após o cara-a-cara Scott conseguiu a posse da bola e correu para em direção ao gol, no entanto quando chegou a hora de passar a bola para Isaac, mais uma vez ele travou e passou a bola para Boyd, que a perdeu para um dos jogadores de Devonford. E o time rival marcou mais um ponto garantindo uma vantagem de cinco pontos. O árbitro soou o apito que indicava a hora do intervalo.

— McCall, vem aqui. — O treinador Finstock gritou enraivecido.

Mas Scott não deu atenção. Ele olhou para Isaac que lançou um olhar indignado de volta. Ele não querendo lidar com a repreensão do treinador e de Isaac, largou seu taco e correu para fora do campo, ignorando os chamados do treinador, e seguiu para o vestiário. Todos ficaram confusos com a atitude de Scott. Stiles se levantou com a intenção de ir atrás do amigo, porém Isaac se aproximou dele e o impediu.

— Deixa que eu falo com ele. — O loiro falou entregando seu taco a Stiles e foi atrás de Scott.

O treinador se aproximou de Stiles.

— Stilinski, qual é o problema do McCall? — Ele perguntou.

— Sinceramente treinador, eu não faço ideia. — Stiles respondeu olhando na direção que Scott e Isaac correram.

— Se prepara, porque você vai entrar no campo daqui a pouco.

— Sério? — Stiles indagou ainda descrente. — Valeu treinador.

Ao chegar ao vestiário, Scott tirou seu capacete e suas luvas e todos os protetores do seu corpo e jogou tudo no chão. Em seguida ele tirou a camisa, a jogou junto com o equipamento e se dirigiu para um dos chuveiros. Scott ligou o chuveiro, apoiou suas mãos na parede e colocou apenas sua cabeça em baixo da água.

— Scott? — Isaac o chamou ao entrar no vestiário. O loiro viu o equipamento de Scott no chão e, foi até os chuveiros e quando viu o moreno, ele tirou seu capacete e questionou com raiva. — Qual é o seu problema?

Scott não se mexeu e ficou na mesma posição por alguns minutos. E após finalmente decidir encarar Isaac, o moreno respirou fundo, levantou a cabeça e se virou para o amigo.

— Nós transamos, Isaac. — Scott falou alto. — Nós transamos um dia depois de eu terminar com a Kira. Como acha que eu estou me sentindo?

E então Isaac percebeu que o problema não era ele e sim o próprio Scott que estava sentindo um turbilhão de sentimentos. E aquilo estava deixando o McCall muito confuso. Isaac soltou um suspiro e se aproximou hesitantemente de Scott.

— Eu sei como está se sentindo. — O loiro revelou. — Mas não é hora de pensar nisso, cara. Porque isso não está afetando apenas você, mas todo o time. Você é o capitão Scott, é o líder. Nós precisamos que você esteja com a gente, eu preciso que você esteja comigo. Você está comigo Scott?

Scott refletiu. Isaac estava certo, não era hora para dúvidas pessoais, para individualidades. Era a hora do time, da equipe. E Scott era o líder deles, não podia deixar seus colegas na mão.

— Eu to com você. — Scott falou com convicção.

— Ótimo. Agora se arruma e vamos calar a boca daqueles gêmeos idiotas.

Isaac saiu do vestiário e ficou esperando Scott. O moreno desligou o chuveiro, vestiu a camisa que ficou muito molhada devido ao fato dos cabelos de Scott ainda estarem pingando e colocou todo seu equipamento de volta. Scott colocou as luvas, pegou o capacete e saiu do vestiário encontrando Isaac. Os rapazes seguiram juntos para o campo e constataram que estavam um pouco atrasados.

— McCall, Lahey vão para os seus lugares. — O treinador gritou.

Scott e Isaac colocaram os capacetes e foram para suas posições. Scott pegou seu taco com Stiles e foi para o meio do campo, onde Aiden já o aguardava.

— Seu namorado precisou te chupar pra você relaxar e voltar pro jogo? — Aiden provocou.

O árbitro soou o apito e Aiden se apossou da bola. O garoto lançou a bola para o seu gêmeo que correu. Quando Ethan lançou a bola pra outro jogador, Stiles conseguiu pegá-la com seu taco.

— Esse é o meu garoto. — O xerife gritou na arquibancada.

— Vamos Stiles. — Lydia incentivou.

O Stilinski lançou a bola pra Matt, que lançou para Scott, que finalmente fez o lançamento correto e passou para Isaac.  O loiro por sua vez lançou a bola para Boyd e o negro marcou um gol. A torcida na arquibancada comemorou.

Beacon Hills conseguiu empatar e o jogo seguiu acirrado até os minutos finais do ultimo tempo. O placar estava empatado, quarenta pontos para cada time, faltavam três minutos para o jogo chegar ao fim. Scott conseguiu tomar a bola de Aiden no cara-a-cara, ele lançou a bola para Isaac, porém um dos jogadores de Devonford a pegou. O jogador de verde lançou a bola para Ethan, que quando tentou lançar para seu irmão, Matt conseguiu se apossar da bola.

O relógio estava correndo. Matt lançou a bola para Scott e o McCall lançou pra Isaac. Lahey correu e quando foi passar a bola para Boyd, ele viu que dois jogadores de Devonford estavam entre eles. Então Isaac tomou uma decisão, ele correu para o gol e lançou a bola com fé em si mesmo. O goleiro ainda tentou pegar, porém a bola entrou no gol dois segundos antes do relógio zerar. E quando zerou, o árbitro soou o apito anunciando o fim do jogo. Tanto os jogadores, quanto as pessoas na arquibancada e o treinador Finstock comemoraram.

Isaac ainda estava descrente quando sentiu os baços de Scott o envolvendo. O loiro sorriu e correspondeu ao abraço. Os outros jogadores correram para um abraço grupal com Scott e Isaac. Boyd e outros jogadores colocaram Isaac sorridente nos braços e o levantaram. Scott não conseguia conter o sorriso de orgulho. Depois de ofuscar Isaac o jogo quase todo, McCall observou seu amigo ter seu momento. Os gêmeos se aproximaram dos jogadores de Beacon Hills e Aiden se colocou na frente do irmão.

— McCall — O gêmeo chamou rudemente, entretanto ele estendeu a mão para Scott e falou. — Bom jogo.

Scott apertou a mão de Aiden e o gêmeo se afastou depois. Seu irmão ainda ficou parado onde estava. Ele olhou para Danny, sorriu para o namorado, deu de ombros e depois foi atrás do seu irmão. Os jogadores continuaram comemorando por mais um tempo.

***

Scott, Isaac e os outros jogadores foram para o vestiário tomar um merecido banho após a vitória.

— Boa jogada Lahey. — Um dos jogadores que tinha ficado no banco falou.

— Valeu.

— Você foi incrível hoje. — Matt falou. — Mesmo quando o McCall tentou te ferrar. — Ele sussurrou essa parte no ouvido de Isaac.

— Eu e o Scott já nos entendemos.

— Aí Lahey. — Boyd falou abraçando seu amigo. — Ve se não fica se achando só porque fez o ponto da vitória.

— O que eu posso fazer se eu sou muito bom? — Isaac debochou.

— Seu otário. — Boyd falou empurrando levemente o ombro de Isaac. — Vai comemorar sozinho com o Scott?

— Cala a boca.

Os jogadores foram saindo do vestiário um a um até que sobrou apenas Scott e Isaac. O moreno estava sentado em um dos bancos amarrando o sapato enquanto Isaac terminava de se vestir. Isaac se aproximou de Scott e o observou por um tempo.

— Conseguimos. — Isaac falou finalmente quebrando o silêncio.

— É conseguimos. — Scott concordou. — Você conseguiu. Se você quisesse meu lugar de capitão, eu com certeza teria problemas.

— Cara, claro que não. — Isaac falou se aproximando um pouco mais de Scott. — Eu tenho histórico de fugir dos meus problemas, lembra?

— Você não fugiu hoje. — Scott falou com orgulho. Entretanto no momento seguinte ele ficou envergonhado e abaixou a cabeça. — Eu fugi.

— Todos têm seus momentos de fuga pelo menos uma vez na vida. Isso te torna humano, Scott. — Isaac falou colocando a mão no ombro de Scott.

Scott ficou um pouco nervoso com o toque de Isaac.

— Isaac? — Scott começou um pouco receoso. — Sobre aquilo?

— Não precisamos falar sobre isso Scott. — Isaac falou estendendo a mão. — Só vamos dar o fora daqui. Porque eu to muito a fim de comemorar nossa vitória.

— Vamos lá, ponto da vitória. — Scott falou sorrindo. Ele pegou a mão do loiro e se levantou. Scott passou o braço pelos ombros de Isaac e os dois saíram do vestiário.


Notas Finais


Então gente, eu não sou muito ligado em esportes. Na verdade eu não entendo nada de esportes com bolas, só lembro o básico das aulas de educação física. E eu nem sei se existe lacrosse aqui no Brasil, então eu definitivamente não entendo nada de lacrosse. Mas eu pesquisei bastante pra ficar no mínimo autêntico. Espero que não tenha ficado chato pra vocês.
Sobre o capitulo de hoje: Além de todas as dúvidas que o Scott tem sobre ele mesmo, o coitado também sente culpa por ter ficado com Isaac logo depois de ter terminado com Kira. Originalmente eles ficariam enquanto Scott ainda estava namorando com ela, mas isso não é legal, não é? E não é uma atitude que o Scott teria, então eu mudei um pouco as coisas. Os gêmeos apareceram e eles foram meio idiotas, mas só porque queriam muito ganhar. Que pena, não foi dessa vez. Eu não sei se os dois vão voltar a aparecer, mas um deles com certeza vai voltar. Será que é o Aiden pra causar problemas pra Stydia ou será que é o Ethan? Aparentemente Scott e Isaac estão bem de novo, mas eles ainda precisam conversar sobre o que aconteceu. Por falar em Isaac, ele não podia deixar de brilhar no final. E ainda teve mais um pouco de fanservice pra minha amiga que shippa Malia e Kira.
Por enquanto é isso pessoal, espero que tenham gostado. Um ótimo feriado pra vocês (duas sextas consecutivas com feriado é umas das melhores coisas que existem). Até mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...