História Secrets of a Forbidden Life - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Fantasia, Romance, Universo Alternativo
Visualizações 3
Palavras 919
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


O que será que aguarda carter dessa vez?

Capítulo 3 - Capítulo 3: Knowing The Work.


Fanfic / Fanfiction Secrets of a Forbidden Life - Capítulo 3 - Capítulo 3: Knowing The Work.

Depois do almoço subi para meu quarto e peguei o celular e disquei o número que havia no cartão que paul havia me dado.
- Paul?! 
- oi, quem está falando?! 
- sou eu, a Carter. 
- ah oi querida tudo bem? 
- tudo, eu estou ligando para falar que aceito o trabalho. 
- ótimo,quero que conheça o local, amanhã aguardo você as 07:30, na Madison street 257, fica próximo ao prédio que foi hoje. Tudo bem para você?
- sim claro, estarei lá. 
- te espero, não esqueça 
- pode deixar não vou. Tchau
-tchau 
Depois que desliguei o celular, fiquei pensando no que iria fazer confesso que estou ansiosa para amanhã. 

No dia seguinte 
Acordei com meu celular despertando, senti um frio na barriga, sim ansiedade levantei lavei meu rosto estava péssima, não dormi bem a noite, tomei um banho demorado e vesti minha roupa deixei meu cabelos loiros soltos é desci para tomar café.
-aonde vc vai querida? – disse meu pai 
- ah vou conhecer o trabalho.
- então eles te ligaram? – perguntou Daniel 
- óbvio neh, se eles não tivessem ligado eu não estaria indo lá, ou você acha que vou perder meu tempo? - respondi irônica 
- eu só fiz uma pergunta, não precisa me engolir. – Daniel disse enquanto comia seu pão. Olhei no relógio é eram 07:15.
- preciso ir, tenho que estar lá as 07:30.
- mas você não acabou de comer filha. Papai me olhou preocupado.
- tô indo, tchau. - disse sem mais nem menos, peguei as chaves do carro. Indo para o endereço onde paul havia me dito. 
Cheguei no endereço, entrei e falei com a moça da recepção que me passou o andar. Paul estava me esperando, no lugar tinha uma espécie de cenário branco e muitas câmeras estava tão distraída que paul me chamou a atenção.
- Terra chamando, carter - dizia enquanto fazia uma expressão estranha.
- ah desculpa, eu me distrai. 
- tudo bem, tá pronta pra conhecer o estúdio?
- sim, claro – disse meio tímida. 
Percebi que o cenário te chamou a atenção, bem é aqui que acontece às cenas, aqui nesse corredor termos os camarins, com as roupas e comidas.
- legal, mais é tudo muito simples só precisamos desse pouco de coisas se iremos gravar um filme? Perguntei, Paul me olhou e deu risada.
- é porque gravamos filmes adultos, não precisamos de muitas coisas, precisamos apenas de um cenário, um roteiro e os figurinos. Olhei Pasma para Paul.
- filmes adultos? Olhei com os olhos arregalados se sério? Gaguejei.
- sim. 
Antes de eu tentar pensar uma resposta um cara chegou, ele era alto, cabelos pretos com alguns grisalhos, barba é olhos azuis.
- essa era a garota que eu estava falando, que vai contracenar com você, vou deixar vocês conversando para pegarem química algo importante para a cena, qualquer dúvida me chame. Olhei na direção de Paul que sumiu rapidamente.
-oi, meu nome é Joaquim Phoenix é o seu? - ele me olhou receptivo e estendeu sua mão para me cumprimentar.
- Carter Kristine. - disse e peguei em sua mão.
Prazer, mais é o seu outro nome? Você não tem?
- outro nome?! Por que eu teria outro nome? – disse enquanto encarava seus olhos azuis.
- nós, atores pornôs, precisamos de um nome fictício sabe, para não revelar nossas verdadeiras identidades. – olhou para mim com um sorriso de canto 
- ah bem, eu não fazia ideia disso, foi tudo tão rápido, eu nunca fiz filme pornô, eu entrei agora sabe.
- sério ? – Joaquim me olhou de um jeito impressionado. Quer que eu te ajude a escolher seu nome?
- tudo bem. Então ele pegou um papel e uma caneta.
Com qual letra você vai querer?!
- gosto da letra S.
- porque?
- era a inicial do nome da minha mãe.
- ela sabe que você está aqui? – disse enquanto olhava para o papel, escrevendo o S.
- ela faleceu, faz pouco tempo. – falei com um tom triste. 
- olha tudo bem se não quiser falar, só quero te ajudar. 
- tudo bem, vamos continuar, o que você acha de Sux?! 
- é ótimo, e o sobrenome? - me olhou empolgado. 
- Rosie?! Perguntei com certa duvida. Ele escreveu no papel e disse: 
- então vai ser Sux Rosie?! 
- eu gostei, é você Joaquim o que faz da vida?! 
- bom eu era escritor, cheguei a lançar um livro, até que ficou famoso, mais eu deixei isso subir na cabeça e perdi minha esposa, nos divorciamos, mas por algum motivo não superei ainda comecei a beber para tentar esquecer, quando vi estava sem dinheiro, então conheci o Paul que me deu a oportunidade na indústria adulta que paga muito bem. Resumindo esqueci minha esposa e estou ganhando bem. É você?
- eu estou aqui pois estou cansada do meu pai e irmão me encherem o saco! – falei direta Joaquim me olhou com os olhos arregalados. 
- nossa, eles são tão más assim? 
- eles são religiosos e politicamente corretos, isso me irrita – revirei os olhos. Joaquim deu risada, de repente Paul aparece é diz: 
- Carter é Joaquim, vamos começar a gravar?! 
- Paul me chama de Sux, é um nome que o Joaquim me ajudou a escolher.
- Eu iria te perguntar sobre isso, que bom que escolheu, aliás esse nome combinou com você, bom vamos ao que interessa, me acompanha que eu vou te mostrar sua roupa.

Segui Paul até o camarim, o dia prometia.


Notas Finais


Comentem! quero saber se estão gostando!!! Xoxo Ash 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...