História Secrets of Harley - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Esquadrão Suicida
Personagens Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Personagens Originais
Tags Esquadrão Suicida, Loucura, Romance
Exibições 29
Palavras 888
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Neste capítulo, nós teremos altas #Revelações

Capítulo 10 - Dra. Quinzel ou Arlequina?- parte 3


Fanfic / Fanfiction Secrets of Harley - Capítulo 10 - Dra. Quinzel ou Arlequina?- parte 3

No dia seguinte, desci até a cozinha ( já arrumada, óbvio) para tomar café:
- Bom dia.
- Oi doutora querida da Mami's. Dormiu bem, filhota?
- Sim. Cadê a Maddie?
- Ainda está dormindo, por incrível que pareça.
- Bom dia, Charlie.
- Bom dia, Harley. Nossa, está de bom humor hoje? 
- Digamos que sim. O que tem hoje para o café?
- Filha,  Charlie fez panquecas de chocolate com chantilly e capuccino ao leite, bem cremoso! 
- Hum...deve estar muito bom mas, hoje vou querer só uma panqueca e um café puro. 
- Okay filhota. Charlie, faz o café da Harley...e é café puro!
- Okay, dona Estefênia.- Disse Charlie se referindo a minha mãe. Comi uma panqueca de chocolate, e quando olhei para o relógio vi que já eram 08:20h:
- Hum, eu to muito atrasada!- falei de boca cheia- Tchau mãe, tchau Charlie! Beijos.
- Harley, seu café!
- Obrigada Charlie. Tchau!
- Tchau!- Disse minha mãe e Charlie enquanto eu saia pela porta. Eddie já estava me esperando.
- Bom dia, Eddie.
- Bom dia, Harley.
- Mesmo local de ontem, e rápido!
- Pode deixar comigo.
- Obrigada, Eddie- Disse eu, saindo do táxi ás pressas.
- Tenha um bom dia, Harley.
- Igualmente!
...

Passei pela recepção e fui direto para a sala de terapia:
- Bom dia, Sr. Napier.
- Bom dia, doutora! 
- Como está se sentindo?
- Depois de ontem, ótimo como nunca.
- Que bom, rsrsr. Então, vamos começar a terapia?
- Sim mas, antes de começarmos, eu queria te perguntar algumas coisas, posso?
- Claro que pode.
- Harley...você me ama? Quero que seja bem sincera comigo.- Parei para pensar e refletir sobre essa pergunta. Ele, sinceramente, me pegou de surpresa! Mas, acho que já estava na hora de abrir o jogo:
-...Amo!
- Que bom por que, eu também te amo! 
- Sério?- Perguntei confusa e chocada com essa revelação.
- Sim. Acha que é possível um paciente e uma doutora se amarem?
- Bom...é improvável mas, não impossível! 
- Tudo bem então...já que você me ama de verdade, você faria algo para mim?
- Depende do que seja...o que é?
- Preciso de uma metralhadora
- Uma metralhadora? Para que você quer uma metralhadora?
- Não importa, preciso dela para hoje a noite.
- Ai, não sei não...
- Ué, você não me ama?
- Amo e muito mas, algo me diz que isso não vai ser nada bom.
- Se você me ama, vai trazer aquela metralhadora para mim.
- Ai...eu te amo...vou trazer a metralhadora. Já volto! 
- Okay, te espero minha rainha!- Disse ele enquanto eu saia da sala.- Ai ai Harley, você será muito útil...HA HA HA HA HA
- Oi Courtney.
- Oi Dra. Quinzel, o que deseja?- Tinha que inventar uma desculpa boa.
- Hã... é que eu esqueci meu Iphone em casa, e eu queria saber se eu poderia usar o telefone daqui para ligar para...minha tia!
- Sua tia?
- Sim, minha tia...é que ela está muito, muito doente e eu queria saber se eu poderia ligar para ela?! Dá um aperto aqui no meu coração ver ela doente e não poder ligar para ela.
- Tudo bem, doutora. Pode ligar para ela e diz que eu mandei um beijo para ela melhorar.
- Okay.- Peguei o telefone e liguei para minha vizinha Withney que atendeu bem rápido.
- Alô?
- Withney? Oi aqui é a Harley, sua vizinha!
- Oi Harley, em que posso ajudá-la vizinha? 
- Bom, você ainda tem aquela metralhadora que ganhou de aniversário do seu pai?
- Sim, tenho. Porquê?
- É que eu preciso muito dela, pode me emprestar?
- Claro. Onde você está?
- Estou no Asilo Arkham. Quando chegar aqui, diga para a recepcionista Courtney que você está trazendo um presente da minha tia muito doente, okay?
- Pode deixar comigo! 
- Muito Obrigada, Withney.
- De nada, já estou chegando! 
- Okay, tchau!- E desliguei.
- E aí, ligou para sua tia?
- Liguei e conversei com os médicos dela e...- Fingi que estava chorando- eles disseram que, hoje é o último dia dela aqui na terra. Uma enfermeira está vindo aqui trazer um presente para mim. Quando ela chegar, você leva ele até a sala de terapia para mim? 
- Sim, claro! 
- Obrigada. Vou indo lá
- Okay- Fui até a sala de terapia. Coringa ainda estava lá me esperando.
- Voltei!
- Que bom...e a metralhadora?
- Já está a caminho. Uma vizinha minha está trazendo.
- Ótimo! HA HA HA HA HA hoje vai ser um grande dia! Hoje, minha pequena Arlequina, vai ser o dia em que eu vou sair desse inferno e nós dois, iremos ficar juntos para sempre!- ARLEQUINA??? Desde quando meu nome era Arlequina??? É...agora, não sou mais a Dra. Quinzel. Sou a Arlequina! 
- Coringa, você não está pensando em matar todos e sair ileso, né?
- Bem...você me deu um ótima ideia: Vou matar todos os guardas e as recepcionistas, vou chamar meus capangas para me ajudarem, e depois sairemos daqui, e eu te levarei a um lugar MUITO especial...HA HA HA HA HA

                                                                        Continua...

Frase Final: Nunca faça coisas erradas por causa de um amor por que, quando você menos esperar, você vai estar sozinha! 

 


Notas Finais


Não percam o capítulo 11, meus pudins! Beijinhos da Harley ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...