História Secrets of Konoha - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Inojin Yamanaka, Sarada Uchiha, Shikadai Nara
Tags Boruhina, Boruto, Drama, Drogas, Hanabi, Hinata, Incesto, Ino, Inoijin, Inosara, Mitsuki, Naruto, Sai, Sakura, Sarada, Sasuke, Sexo, Shikadai, Shikahana, Shikamaru, Traição
Visualizações 130
Palavras 1.440
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo, minna ♥
FINALMENTE VOLTEI COM SOK! QUEM É VIVO SEMPRE APARECE, NÉ?
Desculpa a demora, sério! Digamos que eu não conseguia me agradar com os resultados desse capítulo.... até agora.
NÃO DESISTAM DE MIM!!!!
Espero que gostem *-*
Boa leitura a todos!!!!!

Capítulo 4 - 03. Inojin: Paixão


Fanfic / Fanfiction Secrets of Konoha - Capítulo 4 - 03. Inojin: Paixão

Sarada. Sarada. Sarada. Sarada. Sarada.

Droga! Esse maldito nome não sai da minha cabeça ultimamente e tudo porque descobri sobre o envolvimento dela com o idiota do Mitsuki.

— Sério, Uchiha? Preferiu aquele ser estranho ao invés de mim? — Faço uma careta de desgosto, enquanto fito o teto branco do meu quarto. Suspiro, fechando os olhos azuis. — Dane-se, não preciso de você mesmo.

É, não preciso!

Tudo bem que flertamos algumas vezes, mas ainda sim preferiu aquela cobra de cabelo azul. Simplesmente o único cara que consegue ser tão insensível quanto eu. Já não gostava muito do Mitsuki, agora então...

Humpf!

Merda!

Vou dar a volta por cima, Uchiha Sarada não é a única garota bonita em Konoha, no fim das contas. Tem a Sumire, Chouc... ham, não! Elas já tem namorados também. Enfim, posso encontrar outra, até porque existem várias no meu pé diariamente.

A filha da Sakura não é especial. Tudo bem que tem aquele rosto lindo, o cheiro gostoso de morango, a pele macia e quente, um sorriso de lado desconcertante, os olhos ônix que hipnotizam-me por completo, aquele cabelo escuro como a noite que vai até um pouco acimado do ombro, a maneira engraçada que muda de humor de um segundo para o outro. Sem contar na determinação, afirmando com todas as letras que se tornará Hokage no futuro. 

 Enfim...

Posso esquece-la, ou melhor, vou esquecer!

Levanto num pulo da cama, ficar em casa não adiantaria nada, afinal. Sem treinos, sem missões, também não estou a fim de passar o dia inteiro na Floricultura com a mamãe... O jeito é procurar algum dos garotos para espairecer com alguma brincadeira sem sentido e tirar Sarada da minha cabeça por um tempo.

Rapidamente tiro as peças do pijama e visto minha roupa preta de sempre. Amarro o cabelo no tradicional estilo rabo-de-cavalo e finalmente rumo para fora do quarto.

 

I&S

Eu pretendia passar primeiro na casa do Uzumaki, no entanto, dei de cara com Shikadai no meio do caminho. A cara desanimada, passos vagarosos, ombros relaxados... Nada de novo. Mas estava usando sua roupa shinobi também, além de ter uma pasta branca embaixo do braço esquerdo e isso significa que pegou alguma missão.

— É tão surpreendente te ver acordado tão cedo. — Ironizo. — Não se passaram das 11:00 ainda.

— Que saco... — Estralou a boca. — Falando assim até parece que sou preguiçoso. 

 — Imagina se não fosse. — Sorrio de lado.

— Tsc. — Bufou, ao mesmo tempo que revirava os olhos verdes escuro. — Já tomou café da manhã?

— Não. — Sou sincero. 

— Eu também. Até tive a oportunidade, porém dispensei. — Explicou, sem entusiasmo algum. — Mas agora estou com fome. O que acha de irmos na lanchonete de sempre?

— Hm. — Fico pensativo por algum tempo. Não seria uma má ideia, até porque o hambúrger de lá é muito gostoso, acompanhado do refrigerante então... Sinto até o gosto só de lembrar. — Você paga, não tenho dinheiro aqui.

Realmente não trouxe, senão compraria o meu próprio.

— Ah, cara... — Resmungou, coçando o topo da cabeça.

Aquela é a forma de dizer "Tudo bem" dele.

Em cinco minutos chegamos na lanchonete, fizemos o percurso inteiro silenciosamente. Não sou o tipo de pessoa que puxa conversa e o Nara se encaixa nesse quesito também, pois só fala quando realmente existe necessidade. Nosso convívio seria sempre tranquilo, se não fosse uma coisa...

Uzumaki Boruto!

— Ei, ei, pessoal! Aqui! — O grito estridente do loiro ecoou por todo lugar quando passamos pela porta. As pessoas pararam de comer e ficaram nos encarando por segundos. — Venham, juntem-se a mim. Rápido, rápido.

Que filho da puta mais escandaloso!

Fomos até a mesa e nos sentamos de frente para o filho do Nanadaime. O idiota sorria abertamente. Sempre me pergunto se esses sorrisos são realmente verdadeiros, não consigo acreditar que alguém seja feliz todos os dias, como Boruto aparenta.

— Acabei de chegar também! — Comento, todo animado. —  Que coincidência engraçada, não acham? 

— Não. — Respondo com rapidez. — Essa é a melhor lanchonete da Vila e sempre viemos aqui, ou seja, não é uma coincidência.

— Para de ser estraga prazeres, Inojin. — Repreendeu-me.

— Apenas respondi seu questionamento. — Semicerrei os olhos.

— Esqueçam isso. — O moreno pediu, deixando a pasta ao seu lado e se debruçando na mesa. — Vamos fazer os nossos pedidos de uma vez. 

Sem perder mais tempo escolhemos. Os três a mesma coisa: Um hambúrger acompanhado do refrigerante. Não demorou muito para nossos pedidos serem entregues. Os olhos do outro loiro brilharam e ele passou a língua pelos lábios, foi uma cena cômica de se ver.

— É estranho te encontrar em um lugar desses a essa hora, Boruto. — Digo, tomando um gole da minha bebida.

— Por que diz isso? — Arqueou ambas as sobrancelhas, curioso.

— Normalmente estaria trancado em casa. — Expliquei, fleumático. — Nos últimos meses tem passado muito tempo lá, quando não está em missão. Ás vezes me pergunto o que tem de tão interessante na sua casa, sabia? Deve ser algo incrível, pois é capaz de te fazer esquecer os amigos.

O Uzumaki quase engasgou com pedaço de pão diante meu comentário.

— Não digo uma coisas dessas, Inojin. —  Abaixou a cabeça. — Jamais abandonaria vocês.

— Será mesmo? — Inquiri, duvidoso.

— Pode ter certeza! — Garantiu convicto, voltando a nos encarar. — Inclusive, andei pensando em algo essa madrugada.

— Antes ou depois de me acordar? — Shikadai zombou.

— Ainda está reclamando disso? — Relaxou os ombros, suspirando logo em seguida.

— Esqueça as reclamações dele. — Ordenei. — Apenas diga no que pensou.

Estou curioso, admito. Mas aposta que será algo idiota, vindo de Uzumaki Boruto.... sempre é.

— Bem, com o descobrimento do namoro entre Sarada e Mit... — Ele parou de repente. Foi rápido, mas percebi a forma repreendedora que o Nara lhe olhou. — Quero dizer... Já que estamos solteiros, acho que deveríamos sair para procurar algumas Kunoichis.

— Dispenso. — Shikadai foi logo tirando o seu da reta. — A poucos minutos recebi uma missão super importante, meu foco está totalmente nela agora. E acreditem, será um trabalho muito extenso. Não vou ter tempo para me envolver com alguém e nem quero, aliás.

Oh, como sempre colocando o trabalho acima da vida pessoal. Esse é o Nara Shikadai que conheço!

— Droga! — O outro xingou. — E você, Inojin, o que me diz?

— Não. — Nego, sorrindo falsamente. — Mas agradeço o convite. 

Encontrarei alguém, mas sozinho! A presença de Boruto me atrapalharia.

— Por que não? — Sorriu provocativamente, prosseguindo. — Vai me dizer que não consegue pegar ninguém e tem medo de passar vergonha na minha frente?

Hã?

Que porra esse garoto está falando?

— Só para constar, eu tenho oportunidades de ficar com várias kunoichis. — Vocifero, fuzilando com os olhos. — E acredite, não porque meu pai é Hokage.

É prazeroso cutucar Boruto, ainda mais usando a fama do Nanadaime pra isso.

— Está insinuando que só consigo ficar com as garotas por que o meu pai é Hokage? — Bateu na mesa fortemente, ao mesmo tempo em que se colocava de pé. — Vai se ferrar, Yamanaka!

Touché!

Alcancei meu objetivo: Tira-lo do sério.

— Parem com a discussão. — Shikadai chamou nossa atenção. — Todos estão olhando para nós agora, que saco.

 Estava prestes a dizer algo, contudo foram mais rápido.

— Boruto fazendo escândalo, por que não me surpreendo?

O quê?

Quando foi que ela chegou aqui? Fiquei tão distraído que não vi!

— Não enche, Sarada! — Praguejou, mostrando a língua para o companheira de equipe.

Puta que pariu!

Está linda.  A Uchiha veste uma camisa qipao vermelha sem mangas, um par de shorts de cor clara, longas meias roxas que sobem até coxa e sandálias shinobi, além de longos aquecedores de braço roxo. Na verdade, desde a acadêmia seus vestimentos são sempre parecidos.

— É apenas a verdade, Boruto. — Mitsuki abraçou a morena por trás e encostou o queixo no ombro direito dela. — Você é meio chamativo mesmo.

Certo, eles nunca demostraram tanta intimidade publicamente. Parece que finalmente resolveram assumir o que todos já sabiam.

Essa cena me dá nojo e raiva.

— Preciso ir. — Levanto-me, decidido a sair desse lugar.

— Mas já? — O olhar ônix sobre mim me deixava um pouco desconcertado. — Só porque acabamos de chegar...

É por isso que vou embora!

— Lembrei que tenho um assunto importante para resolver. — Mais uma vez sorri falsamente no dia. — Mas fiquem a vontade.

— Vou com você. — Nara avisou. Pegou a pasta em cima da mesa e me seguiu.

Nos despedimos dos três e saímos.

Porra!

Por que isso tinha que mexer tanto comigo?

— Precisa superar essa paixão, Inojin. — Tocou meu ombro.

— Está tão na cara assim? — Desvio o olhar.

— Sou seu amigo desde que me entendo por gente. — Riu, tentando me confortar talvez. — Sua falsidade não funciona comigo. Te conheço perfeitamente. 

Não espera menos do meu melhor amigo.

— Está mesmo certo. — Acenei positivo. — Vou superar minha paixão por Uchiha Sarada.

Assim espero, ao menos...

 


Notas Finais


E então, gostaram?
Não teve muito da Sarada, mas no próximo do Inojin terá u.u
Aliás, no próximo as coisas vão começar a esquentar ;-; Só vem BoruHina ♥
SEMANA QUE VEM TEM CAPÍTULO NOVO!!!!!!!
É isso...
PLUS ULTRAAAAAAAAAAAA!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...