História Século XIX - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Luna2456

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Delfina, Gaston, Jazmin, Jim, Luna Valente, Matteo, Nico, Nina, Personagens Originais, Ramiro, Simón, Yam
Tags Gastina, Lutteo, Simbar
Visualizações 37
Palavras 637
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Acho que to apaixonada


Luna veste a roupa, senta na frente do "menino lobo".

-qual seu nome?-pergunta.

-m-a-t-t-e-o. Fala atrapalhado.

-matteo? 

-sim.

Luna o observa melhor, usava uma regata preta, mostrando um corte, seus cabelos todo bagunçado, seus olhos nao eram mais vermelhos, agoram erao onix, usava uma calça preta rasgada.

-pq sua calça esta rasgada? Pergunta vendo ele olhar a calça.

-nada, nao.

-ta, pra comprimentar uma pessoas vc fala? Perguntou, vendo ele pensativo.

-ãh? E... aquela...palavra. falou atrapalhado.

-rsrsrs, vc falo oi ou ola, repete.

-oi! Ola! Repetiu.

-isso!!! Quando vc vai embora? Perguntou.

-ah!! Ja sei, vai embora!! Falou com um sorriso, mostrando suas presas, luna se arrepiou com aquilo.

-nao, nao, vc fala tchau ou adeus!! O reprendeu.

-tchau, adeus!! Falou virando a cara para o lado.

-oque foi? Perguntou vendo ele sumir em um arbusto.

Passou uns minutos e voltou com um coelho na boca, as presas no pequeno animal.

-meu deus oque vc fez? Perguntou tentando tirar o coelho que se debatia na boca dele.

-pra vc falou colocando o pequeno no chao, que correu pra colo de luna.

-nao pode matar os animais.-falou fazendo carinho no pelo branquinho- ja vou indo- se levantou pegando as coisas- tchau matteo 

-tchau luna-falou lambendo a buchecha dela.

Luna andou ate sua casa, pensando em matteo.

"Acho que to apaixonada!"

-oque tanto pensa?-falou rey chegando perto de luna

-na-nao re-rey por-por fav-favor-falou caindo no chao.

-por culpa de seu amiguinho, nao tivemos tempo de brincar-falou agachando na altura dela, agarrando seus cabelos.

-n-nao, vo-vou con-contar pra ma-mae-falou com lagrimas nos olhos.

-Luna!!!!-ambos olharam pra onde via a voz, rey nao teve tempo de fazer nada, foi jogado em uma arvore-ora seu desgraçado, vou arrancar todos seus orgas, por ter relado nela-rosnou alto- luna feche os olhos-falou virando pra ela, seus olhos voltaram a ser vermelhos, suas unhas, estavam como garras-fecha as porras dos olhos luna!!-falou quase num grito.

Luna com medo fechou, ouviu um grito, com medo fechou os ouvidos com força.

Passou alguns minutos passou, abriu os olhos vendo a figura cheia de sangue. Viu andar ate ela, devagar, com medo andou pra tras.

"Ceus!! Sera que vou morrer?!"

Matteo agachou ate sua altura, vendo o medo estampado no belo rosto.

-esta bem?-pergutou, vendo ela corar.

-s-sim-falou nervosa-temos que cuidar de vc, esta cheio de sangue, vamos pra casa- afastou-o se levantando sendo seguida por ele.

No caminho varias pessoas olhavam pra eles, eles nao, ele. Mulheres com sorrio malicioso, homens com invenja.

-luna!! Me querida onde andava?-perguntou seu avo, alfredo.

-vou bem vovô-falou com um sorriso.

-quem e esse sujeito?-perguntou olhando pra matteo.

-vovô esse e o matteo, vou cuidar dele, ja vou indo, mande beijos pars rosa-rosa era sua vó.

Andaram devolta, ao campo, chegaram na casa de luna, que colocou matteo sentado em sua cama, e foi procurar caixinha de primeiros socorros.

Matteo olhava o quarto de luna, era simplea, mais com bom gosto, viu o guarda roupa da jovem e abriu, varias roupas, sandalias lindas, colores e pulseiras lindissimas, abriu a gaveta com sutias e calcinhas da jovem, pegou uma calcinha na mao cherando, um cheiro doce, olhou um sutia preto com rendas, com aquilo ficou excitado, guardou a calcinha no bolso da calça.

"Onde ela esta?!!" 

Pensou com raiva.

Matteo nao era de ter paciencia, so ajudou ela, pensando que ela daria seu corpo em troca. Sentou na cama ja impaciente, viu a porta ser aberta, revelando a morena, com um vestido um pouco mais curto, agora estava descalço, em maos a caixinha.

-volte!! Demorei?-perguntou sentando na cama, abrindo a caixinha.

-um seculo!!-falou tirando a camisa, vendo ela corar, amava ver ela corada- vc fica linda corada- pensou alto.

-que?!! Tonto-falou dando um tapa leve em seu ombro, cuidou de cada machucado dele.

Ja matteo ficou mais excitado quando ela passou a mao com gel em seu peitoral, pensou aquelas, maos delicadas o masturbando, se continuar assim acabara gozando sem fazer nada.

Quando terminou, matteo correu pra floresta entrando em uma toca com outros lobos, e começou a se masturbar, com certeza aquela baixinha tinha mechido com ele.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...