História Seduce Me - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Hot, Romance, Sensual, Sexo
Exibições 14
Palavras 848
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Super Sentai
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Boa leitura!

Capítulo 4 - Business


Fanfic / Fanfiction Seduce Me - Capítulo 4 - Business

— Geme, cachorra, geme! Isso, gostosa... – gritava mais um de meus clientes, esse, um executivo de 30 e tantos anos que traía a mulher com prostitutas, quando dizia que eram apenas "jantar de negócios". Ele não mentia tanto assim, já que eu era o jantar. Ele não era nem de longe o pior dos caras com quem ja me deitei, era até genoroso por me dar uma quantia maior do que eu pedia. Já tive piores experiencias nesse ramo. 

Enquanto divago aqui, estou fingindo orgamos para um cara que certamente sabe que não gozei, mas não se importa e sem muita cerimônia, me deixa jogada na cama, nua e sozinha. Assisto-o se vestir e com carinha de cachorrinho pidão espero ansiosamente para saber quanto tenho essa noite. Quase sempre é o suficiente para um fim de semana ou 3 dias, mas logo tenho que voltar ao trabalho, já que macho nenhum sustenta puta.

Se despede com um simples "tchau" e vai embora, batendo a porta logo em seguida. Corro para olhar quanto me deixou dessa vez, e sorrio ao ver que me pagou 1000 dolares essa noite. Acho que fiz um ótimo serviço hoje já que nunca tinha me pago tanto. Já que ele deixou o pernoite pago, decido aproveitar para tomar um banho de banheira pra relaxar, e depois dormir.

�� Algumas horas depois  ��

São 8:30 agora e o pernoite acaba as 9h. Rapidamente me arrumo e desço para tomar café em alguma padaria próxima. Enquanto como, aproveito e chamo um taxi para me levar para casa. Espero que Lynn já tenha chegado, não curto ficar sozinha por muito tempo. Lynn ficou com um cara ontem a noite, não sei ao certo se rolou algo mas espero que sim, ela gosta do que faz.

Termino de comer e vejo que meu taxi já está me esperando, onde entro rapidamente. O motorista me pergunta para onde quer ir e digo o endereço, para onde ele segue em silêncio. Logo recebo uma mensagem de texto em meu celular, de um número desconhecido mas que penso ser de algum cliente que foi recomendado a mim.

Número desconhecido

Olá, Srta. Lola Winters, a Social Incorporation gostaria de convida-la a um coquetel que acontecerá em breve, com a presença de inúmeros famosos. Caso se interesse, confirme sua presença comigo. Atenciosamente, Jimmy.

A princípio estranho tal mensagem, mas, já que fui convidada, por quê não? Acho que pode sim ser uma boa ídeia. Normalmente nesses coqueteis são convidadas modelos book rosa e acompanhantes de luxo para que não seja monótono, então seria legal confirmar presença.

R: Olá Sr. Jimmy, me informe hora e local e estarei lá. :)

Fui muito direta? Espero que não, não é legal causar má impressão logo por mensagens... Rapidamente sinto meu celular vibrar com a resposta.

R: Fico feliz que tenha aceitado. O coquetel acontecerá no Exchange Nightclub, amanhã às 20hrs. Espero vê-la em breve, até lá

Até parece que não sou puta e que não vou transar com algum magnata, né? Adorei esse Jimmy, já quero. Quando percebo, o taxi já está parado em frente ao prédio onde moro, e o taxista aguarda o pagamento. Pago e desço logo, entrando pela portaria onde o porteiro me dá um bom dia malicioso. Só me interessa se tiver dinheiro, sorry baby. Chamo o elevador enquanto penso no que vestir amanhã, mesmo que o ato principal não precise de roupas. Estou morta de cansaço e já são 10hrs, espero que Lynn esteja em casa para me ajudar nisso ou será difícil achar algo bom até amanhã.

Ao entrar em casa me deparo com uma bagunça enorme e uma Louise bastante desgrenhada e aparentemente de ressaca no sofá. Ao questionar-lhe que furacão passou por alí, respondeu-me com um belíssimo dedo do meio. Preferi não questionar mais nada depois disso, mas é provável que não tenha rolado com o carinha que ela estava aos beijos ontem. Lynn é assim, quando não consegue o homem que quer fica frustrada e incrivelmente raivosa. 

Acho que é melhor eu descansar e tirar o dia para cuidar de mim, talvez fazer as unhas e ir ao salão. Melhor não incomodar Louise com meus problemas um tanto imaturos para escolher roupas, consigo me virar sozinha com isso, e sei que tenho peças que não farão feio no coquetel. Pensando em coquetel, recebo outra mensagem do tal Jimmy no meu celular. Hmm, parece que gostou hein?

Jimmy 

Lola? Espero que não se incomode se eu lhe pedir para levar alguma de suas amigas para o coquetel, já que uma de nossas modelos acabou de desmarcar o compromisso. Sei que conhece lindas garotas que podem nos ajudar, não é? Prometo recompensar-lhe depois. 

Ótima hora para ficar bravinha, hein Louise? Depois aviso ela desse tal coquetel, já que agora ela realmente não está para convites. Respondo com um simples "Ok" e jogo o celular na cama, fazendo um coque em meu cabelo logo em seguida, decidida em tomar um banho e ficar espetacular para amanhã. Ou melhor, apenas realçar essa beleza natural, né? 

Sou um poço de modéstia, hein.

����������

 


Notas Finais


Enton, pessoinhas? Talvez não esteja lá essas coisas, me digam o que acharam. E sim, vou usar um emoji de pinto, porque Lola ama pinto. (duplo sentido, amo)

Beijinhos e vejo vocês na próxima, bye.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...