História Seduction, Love Or Death - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), TWICE
Personagens Dahyun, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Nayeon, Personagens Originais, Rap Monster, Sana, Suga, Tzuyu, V
Tags Ação, Bangtan Boys, Jungkook, Twice
Exibições 298
Palavras 782
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Annyeonghaseyo pessoas!
Trouxe mais uma fanfic para vocês, espero que gostem >.<

Capítulo 1 - O Começo


Jeon Jungkook POV

16/03/2005

   - Não vai doer nadinha, vai ficar tudo tranquilo! - Apertei minhas mãos ao redor do pescoço daquele homem que estava começando a ficar sem ar. Ele quase me dedurou para a polícia de Busan, se isso tivesse acontecido, eu já estaria na cadeia ou então cumprindo pena de morte. Mas quem liga, não é mesmo?

   - J-Jungkook... você vai pagar por seus pecados... Você irá direto para o inferno! - Soltei uma risada diabólica, para quê este escândalo?

   - Encontrarei você lá, meu velho. - O homem deu seu último suspiro, caindo no chão em seguida. Ótimo, meu trabalho está quase terminado, daqui a pouco pegarei meu dinheiro e darei o fora de Busan.

      {...}

   - Acelera essa droga, Namjoon! - Estávamos sendo perseguidos pela polícia. Namjoon fez oque eu havia mandado, pisando fundo no acelerador, entrando na floresta.

   - Acho que despistamos. - Falei sorrindo de lado. Queria muito ter matado esses idiotas, mais não, Namjoon não é de acordo com minhas atitudes, por isso tenta no mínimo evitar confusão com a polícia. Estávamos sendo perseguidos pelo seguinte motivo: Namjoon atropelou 2 pedestres. Aish, aquela mulher poderia me servir para bastante coisa, mais deixa pra lá.

   - Chegamos. - Fui tirado de meus pensamentos quando Namjoon parou em frente a minha enorme mansão, que ficava localizada na floresta.

   - Até que enfim. - Resmunguei. Saí do carro, fechando a porta. Logo Namjoon fez o mesmo.

   - O que faremos com o corpo? - Ahh, me lembrei. Peguei a chave das mãos de Namjoon, abrindo o porta-malas. Ali estava o corpo sem vida daquele cafajeste que tentou me desafiar. Dei um sorriso um tanto sádico, retirando o corpo dali de dentro.

   - Ajude-me, seu imprestável. - Falei para Namjoon, que se mantinha nas nuvens. Se alguém quisesse o matar, não duvido que já teriam o feito.

   - Pegue e o leve para o galpão. - Namjoon pegou o corpo, começando a arrasta-lo para o galpão. Fechei o porta-malas, o trancando em seguida.

   - Logo darei o fora daqui. - Entrei dentro do galpão, fechando a porta em seguida. Senti um cheiro podre adentrar por minhas narinas, me fazendo balançar a cabeça negativamente.

   - Já está tudo pronto, quer que eu saía? - Namjoon perguntou assim que me viu, assenti, sorrindo de lado. A minha sessão de tortura começaria agora.

   {...}

   - Vamos nos divertir. - Soltei uma risada um tanto quanto sádica. Logo colocando minhas luvas, teria que pôr un fim nesse corpo depois que isso acabasse. Não poderia deixar minhas impressões digitais ali.

   - Hm, o que eu escolho? - Analisei por mínimos segundos as ferramentas que ali estavam. Alicate, Bisturi, Pinça, tesoura, entre vários outros.

   - Vamos lá. - Peguei um alicate, logo me aproximando da mesa que aquele homem estava. Rindo mais uma vez, peguei sua mão, a admirando por um segundo, vendo o verdadeiro estrago que eu faria ali. Enfincando o alicate na unha daquele ser, olhei para seu rosto, vendo que não havia mais nenhum resquício de vida nele. Puxei com toda a força o alicate para cima, trazendo consigo a unha do homem, voltando a rir de um modo um tanto quanto psicótico.

   - Tão vermelho, Já deve estar queimando no inferno. - Fiz o mesmo processo com o restante de suas unhas, as arrancando uma por uma. Era prazeroso fazer isso, nunca tinha feito isso com uma pessoa viva, até porque elas não aguentavam.

   - É ótimo te ver assim, neste estado deplorável. - Falei enquanto encarava o rosto do homem, segurei de leve uma de suas pálpebras, a levantando para cima, assim pude ver seus olhos verdes sem vida.

   - Está quase na hora de ir, irei terminar logo com isso. - Retirei da mesinha ao meu lado uma pinça, e ainda segurando a pálpebra daquele ser, enfiquei a pinça vagarosamente no olho verde dele, enquanto jorrava sangue, sujando minhas luvas.

   - Aish... - Fiz um movimento circular com a pinça, este ato fez com que mais sangue saísse de seu olho, mordi o lábio inferior, ficando cada vez mais maravilhado com a cena.

   - Isso. - Fiz o mesmo processo com seu outro olho. Largando a pinça sobre a mesinha, retirei minhas luvas, as jogando no lixo. Retirei meu celular do bolso de minha calça, disquei o número de Namjoon. Ele atendeu depois de 2 toques.

   - Tudo feito? - Perguntei apreensivo, se ele não tivesse conseguido as passagens de avião, iríamos praticamente morrer.

   - Sim, tudo feito. Estou indo te buscar. - Dito isso, ele desligou. Suspirei e guardei novamente o celular no bolso, olhando para a minha obra de arte, sorri.

   - Nos veremos no inferno.


Notas Finais


E ai? Apago ou continuo?
Bye bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...