História See The Light - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 16
Palavras 1.065
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente, esse é o primeiro capítulo dessa fic, espero que vocês gostem. Me contem nos comentários a sua opinião.

xoxo,
jo

Capítulo 1 - Like a Dream


Fanfic / Fanfiction See The Light - Capítulo 1 - Like a Dream

-Não acredito que estamos mesmo indo conhecer a nossa futura universidade, nossa nova casa. É um sonho, vamos morar juntas, vocês não estão ansiosas com isso? Meu Deus, eu tô pirando – disse Elena dando alguns pulinhos no aeroporto, olhando para mim e para Sofia.

Eram cerca de 14:00 , eu, Sofi e Lena tínhamos feito uma prova para entrar na Universidade Nacional de Seul, uma universidade que fica na Coréia do Sul. Sempre fomos melhores amigas e quando chegou a hora de darmos um rumo nas nossas vidas decidimos fazer isso juntas, assim como sempre fizemos. Sofia é uma menina alta, de cabelos negros e pele branca, seus olhos são azuis e seu rosto é enfeitado com várias sardas, tem uma personalidade muito forte, parece dispersa, mas na verdade está sempre atenta a tudo, principalmente quando isso envolve sentimentos, Sofia sempre sabe quando estamos mal, mesmo que a gente tente esconder, ela simplesmente sabe. Lena é baixinha, tem mais o menos 1,58, às vezes ela se confunde com isso, mas tudo bem. Ela tem o cabelo castanho, liso na raiz e com alguns cachos nas pontas, seus olhos são de um tom de marrom mel e em seu rosto sempre está um sorriso que geralmente faz até os dias mais nublados parecerem ensolarados. Elena é a pessoa mais positiva que eu conheço, independente do que aconteça ela vai tentar ver o lado positivo da situação ou das pessoas, mesmo que não haja um lado bom. E por fim, eu, meu nome é Jade, ariana de ascendente em áries e sol também. Não sou a pessoa mais fácil de lidar, mas defendo com unhas e dentes quem eu amo e as coisas em que eu acredito. Não sou alta, minha pele é morena, meus olhos são verdes, meu cabelo é castanho e ondulado.

- É claro que estamos felizes. Mas essa animação toda não é só por causa disso, eu bem sei que tem uns coreanos nessa história. Você realmente acha que a gente vai se encontrar com aquela banda lá, né? – disse Sofi olhando para mim, rimos juntas.

- Primeiramente “aquela banda” chama B T S e em segundo lugar, eu sinto isso. Vocês não entendem, eu sou muito fã deles, os garotos são diferentes dos outros artistas, eles realmente amam o que eles fazem.

- Desculpa Lena, mas sinceramente, já foi o tempo em que cantores tocavam por amor. Hoje em dia tudo gira em torno de dinheiro, fama. Ninguém compõe mais com paixão,  a intenção de emocionar, passar uma ideia, lutar por um ponto de vista, a música é escrita com um tema que clichê que faz os discos venderem, dar lucro.

-Jade, por favor, menos. Você sabe que a Lena adora esses garotos. Se vocês duas brigarem hoje por causa dessa banda eu juro que eu vou dar na cara das duas.

Todas nós caímos na risada. Minha consciência pesou um pouco. Sabia que BTS era importante para Elena, mas sempre me faltou um filtro na língua, sou impulsiva, pensei falei.

-Eles ainda vão te provar que você está errada, tudo bom queridinha?

-Vou esperar sentada então, amorzineo – falei rindo.

Ficamos mais de três horas sentadas esperando o nosso avião que atrasou um pouco por causa do tempo, mas aquilo não nos incomodou, estávamos indo realizar nossos sonhos. Juntas.

Ao entrarmos no avião logo encontramos nossas poltronas. Lena escolheu ficar na janela, eu fiquei na do meio e Sofi na da esquerda. As meninas logo dormiram, eu fiquei acordada escutando um pouco de Legião Urbana e refletindo sobre a vida. Tudo parecia estar indo bem, passei na universidade, estava indo morar em outro país com as minhas amigas, mas uma coisa ainda faltava, uma história de amor. É claro que já tive alguns namoradinhos de colégio, mas nunca tive uma paixão, algo que me fizesse sentir frio na barriga ou aquelas coisas que as pessoas dizem sentir quando estão assim. Com esse pensamento na cabeça, adormeci.

Quando chegamos em Seul fomos direto para os alojamentos do campus, onde nós iriamos morar. Nós arrumamos nosso quarto e desempacotamos algumas coisas que seriam de maior importância.

- Gente, eu quero contar uma coisa para vocês – falou Elena pegando a bolsa – Há um tempo eu fiquei sabendo que o BTS ia fazer um show aqui na cidade, vai ser o último da turnê, então comprei os ingressos para a gente ir. Vai ser amanhã. Vamos, por favor.

Ela tirou os bilhetes e entregou um a mim e outro para Sofia. Antes que eu falasse alguma coisa, Sofi disse:

-É claro que nós vamos – ela olhou para mim e continuou – a gente sabe o quanto isso vai ser especial para você.

-Não acredito que a gente vai! Jurava que a Jade ia dar um jeito de falar que não ia.

Dei o melhor sorriso que pude, não podia desapontar a Lena dessa vez.

-Tive uma ideia, vamos agora em um McDonald’s  comemorar.

Pegamos um metro até o centro da cidade, lá ligamos o GPS  e localizamos o Mc mais próximo. Enquanto as meninas falavam sobre o show eu estava dispersa observando aquela cidade, parecia outro mundo, novos costumes, tradições, estilos, tudo era completamente diferente do que eu já havia visto, quando de repente me vejo no chão, um garoto vestido todo de preto e com uma máscara que tampava seus lábios havia esbarrado em mim. Eu estava sobre ele, meu corpo parecia estar eletrizado,  passava por mim uma onda de raiva e de vergonha. Então eu disse:

-Você não olha por onde anda,não? 

-Desculpe, não foi a minha intenção – falou o garoto.

Quando ele falou comigo eu olhei diretamente para os seus olhos,  não sei ao certo o que fez com que o meu olhar ficasse preso no dele, mas o castanho dos seus olhos fez com que toda a minha raiva passasse. Permaneci imóvel.

-Jade, Jade, você se machucou? – perguntou Elena já me ajudando a levantar.

-Tá tudo bem.

O garoto então se levantou e me pediu desculpas mais uma vez. Depois sumiu no meio da multidão. Não conseguia entender o que havia acontecido. Quem era aquele? 

-Né, Jade?? – falou Sofia impaciente.

-O que? Você falou comigo, Sofi? -  perguntei ainda meio distraída.

-Tava falando daquele cara. Que louco, sai trombando assim nos outros. Vá lava,né meu?

- É – confirmei sem muita convicção.

Quem era aquele? Era a única questão que circulava na minha cabeça.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...