História Seeking Revenge - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Vingança
Exibições 25
Palavras 716
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá Amadinhos!

Capítulo 2 - Dia da caça part 2.


Emma Hatwhay Pov's:

 Acordei muito assustada. Reparei que estava em uma espécie de porão um lugar cheio de tralhas com um aspecto nada bom.

-Calma é só um pesadelo, vamos acordar em 3...2-tentei me levantar mas as cordas prendiam meus pés e mãos . OK! não é um pesadelo. Concluí.

Fiquei confusa quando me lembrei doque aconteceu por que os amigos do Chaw iriam me sequestrar ?oque querem comigo? talvez seja um engano....

-Socorro eu presciso sair daqui?!!-gritei já desesperada e parece que ninguém me ouvia.Tentei desprender meus braços mais as cordas estavam tão bem amarradas que mal conseguia mechê-los-SOCORRO! EU PRESCISO SAIR DAQUI!-gritei o mais alto que pude. Meu celular começou a tocar sem parar, como o bolso era perto das minhas mãos (que estavam amarradas pra traz) tentei pegar. O Chaw com certeza deu falta de mim. Quando encostei a ponta do dedo no aparelho alguém abriu a porta.

-Nossa! vocês não disseram que ela era tão...-ouvi uma voz rouca mais não vi nada pela pouca claridade do lugar.

-Olha...por favor eu não sei quem vocês são mais... eu suplico que me deixem ir deve ter havido algum engano...-falei tremola

-Nao Emma. Não há engano nenhum -o homem foi se aproximando com mas três que não disseram nada. Eu estava quase mijando nas calças de medo.

-Co-como sabe o meu nome?- estava tão tremola que até pra falar tava difícil 

-eu conheço meus reféns mais doque imagina- ele se aproximou e so de perto pude enxergar ele. Olhos cor de mel,pele clara e não deu pra vê o cabelo pois ele usava boné. Em outra ocasião eu até estaria gostando de ser sequestrada mas a verdade é que não tinha nem um pouco de graça.

-re-reféns?- Aí meu Deus agora pronto. Vai me usar pra escapar da polícia que ideia brilhante

-Por favor! olha meu irmão paga oque vocês quiserem mais me deixem ir.-falei tentando manter a calma. Eu vi uma vez que quanto mais agente chora mais esses carar ficam bravos. O cara apenas riu irônico 

-tao linda -ele tocou meu rosto me fazendo estremecer-pena que vai ser obrigada a pagar pelos erros do irmão -ele tocou meus cabelos

-que erros? por favor eu não sei de nada disso. Meu irmão deve tá preocupado me deixe ir-falei já chorando

-FODA SE  o seu irmão -

-ele vai chamar a polícia vocês vão ir pra cadeia se não me soltarem-falei ameaçando. Isso mesmo eu sou louca de ameaçar bandidos mas eu estava desnorteada. E mais uma vez ele riu ironico.

-Policia é a última coisa que o seu irmão vai chamar - eu juro que já não tava entendendo mais nada.

-entao espera pra ve- falei desafiando e recebi um belo tapa estalado no rosto

-OLHA AQUI GAROTA NAO OUSE ME DESAFIAR SUA FILHA DA PUTA ACHA QUE EU TO BRINCANDO?!-ele berrou com o olhar cheio de ódio. Não tentei dizer nada apenas chorei em silêncio 

- aé Drew não precisa disso né-um deles disse

-EU QUE MANDO NESSA PORRA!- o tal Drew gritou irritado e puxou meu cabelo pra traz me fazendo gemer de dor.Vi ele tirar o celular do bolso e discar um número .

-Oi Chaw!-fiquei inquieta

...

-Sua irmanzinha? ah...você quer falar com ela? não sei não...-ele deu um chute na minha canela me fazendo gritar 

....

-calma Chaw não foi nada demais-ele disse ironico e beliscou meu seio esquerdo. soltei um grito agudo que filho da puta.

....

-eu não disse que o dia da caça estava chegando? então! Prometo que vou cuidar bem da sua irmanzinha vadia-ele desligou

-oque você pretende com isso? oque meu irmão fez -falei com uma certa dificuldade pois a dor era extrema

-OLHA AQUI O GAROTA SÓ FALE ALGUMA COISA QUANDO EU DEIXAR! CASO CONTRARIO EU ARRANCO SUA LINGUA-ele disse próximo ao meu rosto e saiu. 

-Me avisa se essa vadia tentar alguma gracinha-ele disse pra um cara que estava na porta

-Sim Senhor!- ele respondeu e saiu do porão.Comecei a chorar feito condenada. Aliás eu era uma no momento e olha que eu nem sabia o por que. Como a vida é irônica um dia tudo da certo e no outro acontece uma coisa dessas. Só uma pergunta que não se calava:Oque eu fiz? oque o Chaw tem haver com esses caras?


Notas Finais


E aí??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...