História Segredo Oculto - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 48
Palavras 909
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Escolar, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, esperamos que gostem! ~by:2EM1~

Capítulo 35 - Conversa no Terraço


Junko P.OV’s

 

                Vejo as vadias da cantina, e elas estavam falando alguma coisa sobre mim e Sumi. Aproximo meu rosto, tentando ouvir o que elas dizem.

                -Idiotas... Porque fizeram isso?! Se elas suspeitarem de algo, como ficamos?! Inúteis...-Ouço Lisa gritar com as outras.

                -Elas são idiotas, não vão perceber nada! –Diz Jennie, tentando acalmar Lisa.

                -Não... Elas vão descobrir. Temos que tira-las daqui antes que percebam, igual a Lauren, temos que fazer parecer um acidente. Fazer com que elas queiram sair daqui. –Diz Lisa.

                Então o acidente de moto foi culpa delas... as pessoas tinham razão. E agora querem fazer comigo e Sumi?!

                -Não podemos fazer isso de novo. As pessoas suspeitaram da gente, vão suspeitar de novo se fizermos isso. –Diz Rosé.

                -Não importa! Não descobriram antes e não irão descobrir agora. –Lisa parece estar cada vez mais convencida de sua decisão.

                -É, mas aqui é academia Hellsing, é o sonho delas! Elas não vão desistir disso por causa de um simples acidente. –Diz Jisoo.

                -Talvez, então teremos que pegar mais pesado. – Diz Lisa com um sorriso maléfico no rosto.

                -Jimin vai proteger Sumi. – Diz Jennie.

                -Deixem Jimin comigo. Sempre que dou mole ele cai feito um patinho. –Diz Rosé.

                Não ouço mais nada. Saio dali quase explodindo de tanta raiva. Mas não posso brigar com elas. Não de novo.  

                Subo até o terraço da escola para esfriar a cabeça. Quando chego lá do de cara com o Namjoon, ele estava deitado no chão com os braços atrás da cabeça. Resolvo me aproximar, e assim que chego perto do mesmo, curvo levemente meu corpo para ver melhor seu rosto. Ele é lindo, claro, quando não está brigando comigo, ou me chamando de idiota.

 Quando saio dos meus pensamentos e volto a olhar para ele, vejo que o mesmo está de olhos abertos me olhando. Me assusto e no mesmo instante eu recuo, caindo no chão.

- Você é mesmo muito idiota. – Ele diz rindo -O que você tá fazendo aqui?

 

Quando me levanto, e o respondo:

- Nada demais, eu já estava indo embora. – Respondo do jeito mais frio que consigo, indo em direção à porta.

- Se você quiser pode ficar aqui, só vê se não enche.

Paro na frente da porta, será que eu fico? Ele me da um pouco de medo, mas gosto de ficar perto dele, não sei o por quê. Resolvo por ficar, me deito a alguns metros dele, eu ainda não confio nele, sempre que a gente se encontra é para ele me prensar em algum lugar e fazer alguma ameaça enquanto eu tranco e não consigo dizer uma única palavra, isso me irrita, e ele sabe que quando tranco eu perco qualquer senso de raiva e entro em pânico.

Assim que me deito percebo que ele ainda esta de olhos fechados, então aproveito para relaxar, afinal ele não morde, não é? Coloco minhas mãos ao lado do meu corpo, e olho para o céu. Quando estou irritada gosto de olhar para o céu e ver as nuvens passarem, é bom para pensar. Do nada escuto Namjoon.

- Eu te dou tanto medo que você não quer nem ficar perto de mim? – Eu não digo nada. – Sabe eu até mordo, mas não nessa situação.- Ele diz rindo.

                Nesse momento me vem a cabeça aquilo que Sumi me falou ontem, será que a situação que ele quis dizer era na cama? Só sinto meu rosto começar a esquentar e meu coração bater mais rápido. Droga! Por que eu fico com tanta vergonha perto dele?

                Eu escuto o suspiro sem paciência do Namjoom, e vejo o mesmo se levantar e vir até mim. Ele se deita ao meu lado e vira o corpo de um jeito que ele consiga ver meu rosto. No mesmo instante eu começo a respirar mais devagar, tentando acalmar meu coração que parecia que estava tentando arrombar meus pulmões, por que isso está acontecendo? Não aguento mais. Não consigo me acalmar. Ele está muito perto. Minha vontade é de gritar. Continuo olhando para o céu tentando me acalmar, mas não funciona, só piora as coisas. Pelo canto do olho consigo ver seu rosto, ele esta com uma expressão estranha, ele esta calmo.

                - Tá batendo tão rápido. – ele diz rindo de um jeito dócil e calmo.

                O que está acontecendo? Perai, ele está falando do meu coração? MERDA. Como ele consegue ouvir? Me viro pra ele tentando intender o que acabou de acontecer.  Na mesma hora vejo a porta aberta e quando vejo é Sumi, a mesma me encara com uma expressão séria. Porque ele está assim?...Será que ela está pensando que eu e o Namjoon...DROGA.  Me levanto o mais rápido possível e fico o mais longe dele o possível.

                - O que tá acontecendo aqui? – Ela pergunta cruzando os braços, esperando resposta de minha parte.

                Namjoon solta outro suspiro, e se vira colocando as mãos atrás da cabeça fechando os olhos.

                - Nada de mais. – Digo o mais calma possível.

                - Então tá né...Eu quero falar uma coisa com o Namjoon, você pode sair um instante? – Ela se vira para mim, esperando minha iniciativa. Deve ser importante.

                - Claro, mas eu preciso te dizer uma coisa. Depois a gente se fala. – Respondo o mais rápido possível.

                Quero sair daqui logo, meu coração ainda não se acalmou. Fico esperando eles na escada que dá ao terraço, pensando em como explicar a Sumi o que eu ouvi das vadias da cantina.


Notas Finais


Erros ou sugestões, escrevam nos comentários. Obrigada por lerem. Se gostaram, favoritem plss. ~by:2EM1~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...