História Segredos!! - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Itachi Uchiha, Madara Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Rock Lee, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha
Tags Sasusaku
Exibições 100
Palavras 5.244
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Fantasia, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Engano!


Fanfic / Fanfiction Segredos!! - Capítulo 4 - Engano!


Fanfic Segredos-Cap 4-Engano

NO ULTIMO CAPITULO:
_Ai...-gritou, sentindo uma forte pontada no braço baleado, e o telefone caiu de sua mão.

Seu corpo não agüentou a grande dor e febre, e caiu sobre o chão desmaiada, só pode ver passos firmes se aproximarem, antes que suas vistas se escurecessem totalmente e ela caísse no sono.
_Sakura?

CONT...
Sentiu ser pegada gentilmente nos braços, e logo ser tocada no rosto.

_Sakura?- ouvia a voz lhe chamar bem longe, pode ver de relance seus cabelos negros.

_Sasuke-kun...-sussurrou Sakura fechando os olhos cansada.

_Hun... -ouviu o murmurar sorrindo, e como se entregasse deixando a própria sorte nas mãos daquele que a segurava, nem se importando do que o mesmo poderia fazer com ela depois que descobrisse tudo.Sakura desmaiou desistindo de lutar contra a dor, ou com o medo de ser descoberta.

[18:07 da Noite Mansão Uchiha]
Sakura abriu os olhos lentamente, contemplando o teto branquinho, e o balançar de finas cortinas azuis na janela.

“Estou em casa?” concluiu ao ver na parede uma foto de Sasuke, estava na mansão Uchiha. Lembrava-se de falar ao telefone, e desmaiar na mansão Hyuga. Alguém havia a trazido de volta pra casa. Mais quem?tinha vistos relances de seu cabelo escuro.

Sasuke-kun... - sussurrou ela pensando que seu marido a havia socorrido e cuidado dela.

Retirou a coberta, e viu que estava de camisola. Ao tocar os pés ao chão sentiu uma leve pontada no abdômen. “O tiro!”lembrou-se, como se pudesse esquecer-se do incidente que ocorrera na mansão Hyuga, por infelicidade ser baleada por Sasori.
Levou as mãos ao abdome, contemplando que estava enfaixado envolvido em faixas brancas.Ele tinha a socorrido, e tratado dela a ferida já não doía tanto.

_Ele sabe! - sussurrou ela, pois se Sasuke tinha a encontrado ferida, tinha descoberto o seu segredo e a este momento já deveria saber sobre a sua verdadeira identidade.

Mais se ele já soubesse e mesmo assim a trouxe pra casa? Ele poderia simplesmente a ter deixado em um hospital qualquer, mais ele a tinha trazido de volta pra casa. Então ele a tinha aceitado, e não tinha se importado com seu passado.

“Como meu próprio anjo da guarda” sorriu lembrando-se dele falando no meio da noite. Dizem que as melhores coisas da vida chegam sem avisar, e este amor tinha sido assim. Tudo aconteceu de modo tão suave, tão simples, tão natural, como se encontrarem á estivesse tudo planejado pelo destino, com dia e hora marcada para acontece. Este amor, fora o melhor presente que podia ter acontecido em sua vida.A verdade e que estava apaixonada por seu marido.

_Eu te amo Sasuke Uchiha! -concluiu ela, com a mão sobre o peito sentia seu coração bater forte.Uma Ladra se apaixona por um milionário. Quando se conheceram, seu coração a surpreendeu com um sentimento que nunca antes havia sentido. Pela primeira vez na vida, entendeu o disparar do coração, as mãos a suar, e todos os outros sintomas da paixão.No começo ficou com medo, mais com o passar do tempo ficou alegre com o que sentia.Nunca tinha imaginado o que era viver um amor assim.

*Music On*
Pink - Who Knew

*Music of *

Abandonaria sua vida de crimes, deixaria tudo de lado, deixaria no tempo todo o seu passado, e seria Sakura Uchiha somente, Sakura a esposa de Sasuke.Sem segredos, sem mentiras.Levantou-se da cama, decidida a falar com ele e dizer que o amava.

[Você pegou minha mão
Você me mostrou como
Você me prometeu que ficaria por perto
Aham]

Abriu a porta do quarto e desceu as escadas, saiu esperançosa que o encontrasse na sala, nada! Sasuke não estava ali, procurou entre os cômodos da mansão mais não o encontrou.“Ele deve estar no escritório” pensou ela ao ver a porta do escritório escorada .

Caminhou descalça em direção a porta, as luzes do corredor estavam apagadas, levou a mão a porta com a intenção de bater, mais hesitou por um momento ao ouvir um leve barulho.

“Gemidos!” concluiu Sakura, ao ouvir a voz extasiada de uma ruiva.Pela porta entre aberta, Sakura pode ver a ruiva de costas sentada na mesa.So pode ver Sasuke com a cabeça em seu pescoço. Expressando disfarçados gemidos.

_Han...e eu vim te dizer que te amo.-sussurrou Sakura decepcionada vendo o uchiha o ate então o amor de sua vida, aos amasso com a ruiva. Nossa aquilo doeu tanto.

[Se alguém dissesse que daqui três anos
Que você iria embora
Eu me levantaria e socaria todos eles
Porque eles estariam errados
Eu sei melhor que eles
Porque você disse "para sempre"
"E sempre"
Quem diria]

Lagrimas escorreram sobre seu rosto, caiu deslizando na parede, chorou em silencio.Não que era ciúme, mais puxa ele não podia fazer isso, ou podia? De todas as pessoas que um dia passaram por si, Sasuke era a última da lista que pensou que a poderia lhe trair.Não tinha motivos, para deixar seus coração em pedaços daquela maneira.Toda aquela alegria através de risos transformou-se apenas em um passado.

“Que boba eu fui pensar que você me amaria algum dia!” pensou em meio às lagrimas.Não agüentando ,levantou-se do chão chorando antes que desabasse em gritos e lagrima, saiu correndo pelo corredor.Atravessou a porta da sala, descalça apenas de camisola. Entrou no primeiro carro que viu estacionado. E encostou a cabeça no volante e deixou que sua tristeza se esvaísse em gritos e lagrimas.

[Meu querido
Quem diria]

Sakura girou a chave na ignição, funcionando o carro engantou a ré retirando-o da garagem.Colocou uma primeira, saindo pelos portões da mansão.passou uma marcha e acelerou .
O vento passava sobre seu rosto, fazendo todo o seus pensamentos se espalhar.Seu casamento era apenas um contrato, ele não lhe devia satisfações de suas aventuras amorosas, poderia transar com quem quiser, não era um casamento de verdade, mais poxa...Como o destino podia ser tão malvado com ela.

 Os tombos nos ensinam que beijos não são contratos e presentes não são promessas.E não importa
o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam...

Estacionou o carro, e desceu.

_O que estava acontecendo comigo!Se meu casamento não requer fidelidade! Sem fidelidade então.-murmurou Sakura entrando descalças e apenas de camisola em uma boate.

[Eu te manterei trancado em minha mente
Até nós nos reencontrarmos]

Entrou na boate e pediu uma vodka ao garçom, tudo que queria era esquecer aquele idiota.

Com o tempo você aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando.

Subiu na passarela de dança, e começou a dançar só de camisola mesmo. "Que se dane o sobrenome uchiha!' amaldiçoou ela, nem se preocupando com o que estava fazendo. 

De repente foi surpreendida por uma voz muito familiar.

_SAKURA?-gritou Gaara ao ve-la dançando no palco.

E incrível, como Gaara sempre a achava, talvez fosse por isso que ele era seu amigo, ele sempre foi mais que um amigo, desde que terminaram seu namoro a oito anos atrás, ele nunca a deixava na mão, era quem Sakura procurava nas horas difíceis,quando estava em uma enrascada, quando estava pra baixo,a amizade dos dois  era alem de qualquer coisa, as vezes se beijavam e ate transavam, não que algum dos dois quisessem algo firme, apesar que o ruivo era o maior gato.

_Sakura você aqui? Você por acaso ficou louca? Se Sasuke te pega aqui...-advertiu o ruivo se aproximando dela, em baixo do palco que ela dançava fazendo a alegria da galera.Temendo que algum fotografo a reconhecesse  "A esposa de Sasuke Uchiha faz um striper na boate!" imaginou a manchete.

_Eu odeio meu Marido!Tudo bem então deixa eu te perguntar uma coisa, o que te faz feliz? É a sua aparência,o carro que dirige? As pessoas que conhece, è dinheiro? Celebridade, Poder,Conquistas? Porque eu tenho tudo isso. E não acho que seja suficiente.-disse Sakura enfurecida virando a garrafa de vodika na boca e os homens gritaram logo em seguida.

Gaara percebeu que a sua amiga na verdade sofria de amor por um certo Uchiha. Sakura abaixou-se e puxou Gaara pela gravata com força, quase o sufocando.

 _Gaara olhando nos meus olhos!Eu sou uma mulher atraente?-perguntou ela.

_E claro que e!O que esta querendo dizer com isso?-questionou Gaara.

_ Lembra quando eu te disse o que as garotas querem?As garotas apenas querem alguém que as queira de volta, pelo menos eu quero.Eu não suporto mais este casamento!Sasuke não gosta de mim.-disse Sakura choramingando e soltou sua gravata, voltando-se a rebolar no palco, na certa tinha bebido demais.

_Sakura se Sasuke, descobrir ele me mata! Você esta de camisola?-questionou Gaara, não acreditando na louca a sua frente.

_Totalmente.-disse ela maliciosamente, erguendo a fina camisola enquanto sensualizava.

 _Você e louca Garota!- sorriu o ruivo ao ver o fino tecido que Sakura usava  ir subindo ate  passar da metade das cochas, e o ruivo não hesitou. E a puxou do palco para si, e a beijou .

Sakura e agarrada pelos beijos e caricias do ruivo,ele sempre soube lhe tirar dos baixos, toda vez que perdia  a cabeça ele estava pra lhe ajudar. O ruivo descia com seus beijos pela extensão de seu pescoço, sua mão desliza sobre sua coxa nua ,apertando-a puxou Sakura mais para si. O ruivo realmente tinha pegada, e sabia levar qualquer mulher ao delírio em poucos segundos.

_Precisamos de um lugar mais reservado!Não acha?-sussurrou em seu ouvido maliciosamente.
_Concordo plenamente...-sorriu maliciosamente entendendo o que o ruivo pretendia.

Gaara segurou sua mão, a puxando para os fundos da boate, e Sakura o acompanhava deferindo varios beijos sobre si. Sakura mais do que em qualquer outro momento estava carente, mais não era de sexo, era de amor de um certo Uchiha. Ao chegarem aos fundos da boate,Gaara abre uma porta, quando, Sakura passa por ela:

_Desculpe Sakura! -disse o ruivo, lhe acertando um golpe em seu pescoço e a mesma desmaiou no mesmo momento.E o ruivo a pegou no colo, colocando-a dentro do carro a levaria de volta pra casa, antes que Sasuke descobrisse o que a sua "princesa Uchiha" estava fazendo.

[Enquanto isso no escritório]
_Karin pare com isso. -repreendeu o Uchiha ao ouvir a ruiva fazer juras de amor, dizendo coisas como se realmente ele a amasse. Ele apenas estava bebendo um pouco de sangue, pois ultimamente sofria de uma sede insaciável por sangue, ainda mais depois de sentir tanto cheiro do sangue que tanto almejava na noite anterior, o seu instinto de vampiro parecia incontrolável.

Karin havia aparecido em sua casa, e o mesmo se aproveitou para beber seu sangue, como fazia uma vez outra quando estava com vontade, e ela permitia e ele nas atuais circunstancias não negaria mais um pouco de sangue. Mais Karin não entendia que pra ele,ela era simplesmente mais uma bolsa de sangue.

_Mais Sasuke eu te amo, por todos estes milhares de anos. E não e de agora que esta maldita princesa Uchiha nasceu! -protestou a ruiva apaixonada.

_Karin você sabia desde o começo, que eu me casaria somente com uma humana uchiha.

_Eu odeio esta garota! Maldita Princesa Uchiha, com aquele cabelo rosa.Aquele jeito meigo,a maneira que ela fala, como age perto de você.-reclamava Karin,e Sasuke sorria de lado percebendo que sua esposa tinha mesmo conseguido irritar a ruiva.E enganar perfeitamente a todos como se fosse realmente a verdadeira princesa Uchiha.

_E uma pena, que o assassino não a matou também.Mais olha quem sabe ainda esta em tempo.-praguejou a ruiva torcendo pra que Sakura fosse morta, mais foi surpreendida por Sasuke que simplesmente voou pra cima de si, a puxando pelo braço.

_NUNCA MAIS FALE ISSO!-bradou o Uchiha visivelmente irritado, segurando fortemente o braço da ruiva. 

_Você ama ela? a garota de cabelos rosados você a ama, não e mesmo.-concluiu Karin, olhando nos olhos do Uchiha devidamente irritado só de pensar na hipótese de perder Sakura.

_Hun.. Não diga bobagens Karin, ela e só a garota que eu deveria me casar. -respondeu o Uchiha disfarçando, de simples obrigação ter se casado com a princesa Uchiha. E olha que Karin nem sabia que Sakura não era a verdadeira princesa.

_Já vivi anos o bastante, pra saber quando uma pessoa esta apaixonada. Principalmente você Sasuke Uchiha, você a ama. Pobres Uchihas fadados ao seu próprio sangue. -disse a ruiva amargurada.

Karin se viu arrasada, não que alguma vez durante todos estes anos Sasuke tivesse demonstrado gostar dela, mais agora seu coração tinha sido tomado por outra. Para um humano que se apaixona, o amor dura ate a morte, mais para um vampiro que se apaixona o amor dura para toda a eternidade. O tinha perdido pra sempre, furiosa Karin jogou um vaso de flores contra a parede, que se partiu em milhares de pedaços.

_Mais que qualquer outra pessoa no mundo, eu odeio Sakura Uchiha. -protestou Karin com os olhos cheio de raiva, e ódio.Uma mulher traída e abandonada era capaz de qualquer coisa, ainda mais uma vampira.

_Não e culpa dela!Nem se ela não existisse eu me casaria com você. Porque eu nunca te amei. -disse o Uchiha friamente.

Karin era uma simples vampira do clã Uzumaki a qual Sasuke uma vez o outra a usava como bolsa de sangue, estava certo que muitas vezes afundou-se em magoas e aproveitou-se dela para noites de sexo, mais nada alem disso.E já com quantas outras mulheres tinha feito isso, e o mesmo nem se quer lembrava o nome, Karin era apenas mais uma, que nunca chegaria aos pés de qualquer membro da família Uchiha.Ate a melhor de todas, não era nada se comparada a uma puro sangue Uchiha.

_Você vai ver Sasuke Uchiha! Não deveria fazer isso comigo.-ameaçou Karin em lagrimas.

_Hun... Isto e uma ameaça Karin?-perguntou o Uchiha a intimidando, quem ela pensava que era para ameaçar o vampiro mais poderoso do clã Uchiha.

_Espero que não seja, pois acredite antes de você tentar fazer qualquer coisa eu mesmo arranco a sua cabeça. -ameaçou Sasuke. E Karin desviou o olhar, tentando conter a raiva, pois se avançasse no Uchiha, seria praticamente suicídio. Com a força e os poderes de Sasuke, era capaz de nem ela mesma se ver morrendo.

Karin pegou o resto de orgulho que lhe restava, isso e se ainda tinha sobrado, e abriu a porta do escritório, indo embora.

[03:30 Madrugada Mansão Uchiha ]
Sakura desperta no meio da cama, em seu quarto, com uma leve dor na cabeça devido a vodka que tinha tomado horas atrás.

_Gaara seu traidor!-murmurou a rosada ao perceber onde estava como ele podia ser tão mesquinho e fazer isso com ela?Não queria estar mais naquela casa, não queria mais estar naquele quarto, não queria ser mais uma uchiha.

Levantou-se da cama, percebendo o quarto ainda escuro, nem se preocupou em acender qualquer luz, a escuridão combinava mais consigo,que sempre lhe era parceira na solidão.A luz da lua refletia no quarto, adentrando pela janela resplandecia em uma das paredes, justamente aquela que tinha a foto de Sasuke.

_Uchiha Sasuke!- guspiu as palavras, vendo o quadro sendo iluminado pela claridade na parede.Ate parecia ser posto ali, propositalmente.

Sakura caminhou descalça em direção ao então quadro, com a foto daquele miserável. Passou os dedos sobre o retrato do rosto.

_Por que você fez isso comigo Sasuke-kun?hun.. Eu te amo tanto!-sussurrou ela deixando que os dedos escorregassem sobre o retrato.Ele tinha roubado seu coração de uma forma tão sorrateira, que nem a mais hábil ladra faria melhor. Agora estava apaixonada por um homem que nunca foi , ou seria seu.Como amar alguém podia doer tanto?

Caminhou em direção ao banheiro, levou a mão a torneira, e a ligou para encher a banheira.Pegou um vidro de aromas e sais na borda e jogou na água quente pelo menos algo positivo havia neste casamento, o luxo.Retirou a camisola, deixando-a cair sobre o chão.

Sorriu ao perceber que a pessoa que a havia trazido da mansão Hyuga, não ousou tirar-lhe toda a roupa.Pois a mesma se encontrava de Langeri de renda.Entrou dentro da banheira cheia de espuma e água morna. Levou a mão ao pequeno som, próximo a banheira.

Aproveitou uma escova de madeira, na borda da banheira e penteou seus cumpridos cabelos rosados, que estavam tão rebeldes, ainda era uma Uchiha e como tal deveria manter toda a pose e elegância.

 Fechou os olhos tentando esquecer tudo naquele dia tão ruim.

"Sasuke seu idiota!Eu te odeio" murmurou em pensamentos. Aquela cena nojenta não lhe saia da cabeça. E que estúpida ideia foi essa de Gaara em trazê-la de volta pra casa. Não queria mais estar neste lugar, que se dana-se seu estúpido marido, que se dana-se essa estúpida grana.Tanto dinheiro não lhe fazia a mínima diferença neste momento. Ela que nunca pensou que um dia se apaixonaria, agora foi ferida da forma mais brutesca. Aquela dor que sentia no peito, lhe doía mais do que o tiro que havia levado por Sasori. Há queria poder ter o remédio para curar todas as suas feridas, principalmente a que lhe arrancava a vontade de viver, de seguir em frente a do coração.

_Estúpido amor Uchiha- murmurou em silencio, Sasuke o milionário misterioso que arrasou seu coração. Queria poder nunca ter o conhecido, queria nunca ter se casado com ele, por que motivos foi tão ambiciosa.

Fechou os olhos relaxando, ficando apenas com a cabeça apoiada pelo lado de fora, da água. Foi quando sentiu uma forte mão sobre sua cabeça, que a empurrou pra dentro da banheira.

_Ah!Socorro! -tentou gritar Sakura, mais foi afundada na água da banheira. 

_Eu te disse que tiraria você da jogada! Maldita Princesa. -disse a ruiva empurrando a cabeça de Sakura dentro d’água, para matá-la afogada.

Sakura só podia ver a água agitada a sua frente, estava ficando sem ar, e logo seria sufocada. Tentou subir novamente, agarrando-se a lateral da banheira, mais foi fortemente empurrada pra dentro da água. Sendo afogada na banheira, Sakura bebia muita água, a pessoa que estava tentando mata-la tinha uma força surreal, Sakura só pode ver cabelos ruivos e cumpridos.

A mulher sorria, ao ver as poucas bolhas de ar que borbulhavam na água ,Sakura não agüentaria mais um minuto debaixo d’água e morreria afogada finalmente .Em um ultimo suspiro Sakura agarrou-se a algo qualquer na lateral da banheira, conseguindo alcançar a escova de madeira.E a pegou, enfiando no  ombro de quem a tentava afogar.

_Ai!-gritou a ruiva vendo o ombro ser atingido pelo cabo do pente de madeira.Sakura aproveitou-se da dor do inimigo, conseguindo levantar-se de dentro da banheira.

_Haann-suspirou Sakura respirando novamente, nunca pensou que uma coisa tão simples, lhe faria tanta falta.

_Karin Uzumaki!- disse Sakura contemplando a ruiva com o ombro todo ensaguentado. Não acreditava que a garota fosse tão maluca por Sasuke a ponto de tentar matá-la, não entendia como a ruiva tinha conseguido entrar no seu quarto, pois a porta estava trancada. Era agora que Sakura daria uma boa surra na ruiva.

_Então você estava tentando me matar!- disse Sakura, acertando a ruiva com um soco no rosto, o soco foi tão forte que Karin chegou a virar o rosto, tentar afoga-la na banheira isso já era apelar demais na paciência da rosada.

A ruiva guspiu sangue, e voltou a olhar Sakura com raiva, Karin mais do que qualquer outra pessoa daquela louca família, era a que tinha o maior ódio por Sakura. Não pela própria Sakura em si, pois a mesma nem sabia quem era a rosada, mais pelo o que Sakura representava. Karin por milhares de anos sempre foi apaixonada por Sasuke, e saber que o perdeu para uma simples humana Uchiha, lhe doía a alma de ódio e rancor, tudo o que desejava e que esta princesa nunca tivesse nascido ou melhor tivesse sumido de vez, e que jamais aparecesse.

_EU TE MATO PRINCESA MALDITA!-gritou à ruiva virando o rosto, e seus olhos estavam vermelhos e em sua boca apareceu dentes afiados. 

_Você e um vampira!-disse Sakura, ao perceber Karin se transformar em uma vampira a sua frente.
Não isto não estava acontecendo de novo, vampiros não existem!" Seus olhos ficaram fixados em Karin a sua frente, atordoados.Como daquela vez um monstro, seu corpo estremeceu assustada.

Sakura estalou os dedos da mão direita e deu seu maior soco na direção de Karin, que nem fez diferença. Sakura abaixou-se acertando um chute no rosto da ruiva. 

_Vou te ensinar a não mexer com o Sasuke!- respondeu Karin balançando a cabeça e estralando o pescoço, como se não tivesse sentido nada. Olhou para Sakura e a atingiu com um forte soco na barriga.Seu soco foi tão forte que empurrou Sakura para trás, caindo sobre a pia que se quebrou toda, fazendo-a perfurar sua pele.

Sakura segurou-se em uma parede que ainda estava de pé para não cair, quando começou a escorrer sangue de sua boca ela se sentou ali, encostada na parede. O que este louco amor, estava lhe causando. Seu braço estava formigando e o sangue corria, mas seu sorriso não sumiu.

_Se quer saber de uma coisa eu amo sim eu amo o Sasuke Uchiha. -admitiu Sakura se levantando com dificuldade. 

*Music On*
Demi Lovato-Heart attack














*Music Of*

Colocou-se de pé novamente, já tinha levado surras piores em sua vida e não seria essa que iria fazer ela mudar de ideia.

_Vai se arrepender de ter se intrometido na minha vida. -ameaçou Karin, se aproximando de Sakura, mostrando os dentes afiados. Atacou o pescoço de Sakura tentando morde-la.Sakura jogou o peso de seu corpo contra o de Karin, caindo contra o Box do banheiro, que se quebrou em milhares de pedaços nas costas de Karin, que gritou ferida. Sakura tentou se levantar, não dava pra tentar medir forças contra uma vampira, precisava sair dali rapidamente.

Mais Karin se levantou e a empurrou com força na parede. Sakura bateu na parede fortemente caindo ao chão, podia sentir o forte impacto em seus ossos que doíam.

_Haa!-suspirou de dor Sakura ao sentir os pontos no seu abdômen se romperem, deixando amostra à ferida do tiro, tentou se levantar se arrastando no chão. O que não fazia por este amor idiota, estava ela a lutar por Sasuke,vencer a ruiva era uma questão de honra.

[Nunca tive problemas em conseguir o que quero
Mas quando se trata de você, nunca sou boa o bastante]

_Vou te ensinar a não mexer com meu homem. -disse Karin a puxando pelo pé.E a arrastou no chão, cheio de cacos de vidros, ferindo-a toda Sakura gemeu de dor. O chão do banheiro já estava todo manchado de sangue.Sakura ergueu a mão e se agarrou a um pedaço de espelho quebrado, e o lançou contra Karin, em um rumo certeiro acertando-lhe o rosto, ferindo seu rosto cortando sua bochecha gravemente.

_Quem sabe agora ele te olhe melhor!-disse Sakura saindo correndo no banheiro e conseguiu passar pela a porta e a trancou rapidamente, deixando Karin presa no banheiro que gritava com raiva.

_O que foi Sakura, esta com medo?-gritava Karin dando socos e chutes na porta.

Sakura machucada se arrastou, tentando achar algo no quarto para se defender. Aquela porta não seguraria aquele monstro por muito tempo.“Onde esta ?”questionava Sakura procurando algo que havia escondido, em meio ao desespero os objetos do quarto caiam.

_Eu vou matar você!-gritou Karin rindo, quase arrebentando a porta.

Na pequena estante, Sakura finalmente encontra o que tanto procurava. Ela mete o cotovelo na madeira, quebrando um fundo falso de madeira e encontra sua arma.Neste momento Karin consegue quebrar a porta, surpreendendo Sakura que corre em direção a porta do banheiro e cai deslizando no chão, e dispara:

BAM!BAM! BAM
Três tiros certeiros no coração de Karin.

_Ahn!-suspira  Sakura aliviada.

Algumas gotas de sangue caem no chão Karin passou a mão no peito, ao sentir seu coração fora da peito seus olhos viraram e ela caiu no chão morta.

Sakura encostou a cabeça na parede aliviada. Os cacos nas costas, o rompimento do ferimento no abdômen, e os cortes na extensão se seu braço provocavam dores no seu corpo,fechou os olhos tentando suportar a dor.

[A dor é mais confusa do que vale o amor
Eu sufoco querendo ar
Parece tão bom, mas você sabe que machuca]

[MINUTOS DEPOIS...]

Sasuke voltava de mais uma noite,a água corria pela porta do quarto  suja de sangue.Em meio à escuridão e silencio, ouve-se um barulho na porta do quarto, Sasuke levou a mão à maçaneta da porta vendo sangue respingado pelo chão.”O que aconteceu aqui?” pensou ele.Viu alguns objetos quebrados no chão,pode ouvir o som de água derramando no banheiro, que corria molhando o chão do quarto.

Mais foi ao passo de ouvir a porta ringir batendo, pode perceber um corpo de uma vampira estirado no chão. Foi seguindo as manchas de sangue na parede, que levaram a Sakura.

_Sakura?-chamou Sasuke, vendo Sakura toda ferida segurando uma arma.

[Quando você surge, eu fico paralisada
E toda vez que eu tento ser eu mesma
Dá tudo errado como um grito por socorro]

_NÃO SE APROXIME DE MIM!- gritou Sakura em lagrimas segurando uma arma desesperada, estava atordoada com as imagens de vampiros. Ela estava toda molhada, os pontos na sua barriga tinham se rompido e seu braço sangrava.

_O que você fez Sakura?- perguntou Sasuke sem entender nada.

_Sasuke-kun?-sussurrou Sakura desesperada, erguendo a arma e apontando pra ele com medo.

Claro que há coisas que nós arrependemos, coisas que gostaríamos de desfazer, coisas que mudaríamos se pudéssemos, mas devemos viver com resíduos de nossas escolhas; e com as consequências de nossas ações.Sakura olhou pra Sasuke entristecida, e caiu em si, estava coberta de Sangue, armada e com um corpo ao seu lado, na frente da pessoa que achava que ela era uma dama.

*Imagen ON*


*Imagen of*

_Quem e você?-perguntou Sasuke, não entendendo como ela tinha conseguido matar uma vampira sozinha. Ela não era só uma garota comum.

_Hun... -suspirou Sakura, tanto esforço e seu disfarce tinha sido arruinado.

[Mas você
Me faz querer agir como uma garota
Pintar as unhas e usar perfume
Para você
Você me deixa tão nervosa]

_ Eu?hun...Sou Sakura Haruno ladra e assassina, sou órfã não sou educada, não sei me portar como uma garota, nem gentil e não tenho bons antecedentes, já fui presa duas ou três vezes não me lembro. Enfim sou tudo o que você não queria na lista. -disse Sakura confessando, deixando o uchiha perplexo.

_Alem de Mentirosa, e ladra e Assassina, hunn! Currículo extenso não acha?-disse Sasuke.

_Sasuke eu posso explicar. -tentou Sakura angustiada, levantou-se

_O que você ta falando?Explicar o que, você anda armada Sakura?

_Nunca se sabe quando o homem mal pode bater na porta!-tentou Sakura.

_Tipo a policia?Sakura tem uma pessoa morta aos seus pés Sakura. -disse Sasuke ao ver Karin morta ao chão.

_Você não entende ela... - disse Sakura, mais hesitou em dizer a verdade a Sasuke.Pois o mesmo não iria acreditar e acabaria achando que ela era uma louca, assim como Gaara achou quando lhe contou daquela noite, em que um vampiro tinha lhe atacado no meio da neve.

_O que foi?-perguntou o Uchiha arqueando as sombrancelhas.Ela teria descoberto? Saberia ela toda a verdade sobre a existência de vampiros.

_Nada.-mentiu

_Espero que não tente fugir, pois já lhe adianto que vou dar ordens a qualquer um dos seguranças para atirar em você, caso tente.-disse o Uchiha ameaçando já caminhando pra sair do quarto.

_SASUKE POR FAVOR?AI-gritou Sakura sentindo uma forte pontada no abdômen,dos pontos que haviam se rompido.Perdeu o controle  e foi caindo, Sasuke ao perceber Sakura caindo correu e a segurou nos braços.

_Sakura?-chamou ele preocupado, levando a mão ao seu rosto.O corpo de Sakura ainda estava quente,e suja de sangue.O coração de Sakura batia forte, se perdeu nos olhos daquele uchiha. Quanto maior a proximidade com Sakura, mais perdia o controle de seu corpo. Seu cheiro, seu gosto, sua boca, isso deixava o Uchiha totalmente hipnotizado.Seus olhos se perdiam na imensidão daqueles olhos verdes.

[Então estou armando minhas defesas

Porque não quero me apaixonar]

Disfarçou o uchiha, colocando-a sentada no chão.

_O que e este ferimento em sua barriga?-perguntou o uchiha tentando não demonstrar preocupação em relação a ela. Mais só de olhar já sabia que aquilo era serio, e ela tinha se ferido gravemente, iria chamar um medico pra vir cuidar dela.

_Você não sabe?-questionou a Haruno, estranhando o desconhecimento do Uchiha. Como assim, se o mesmo a tinha socorrido e levado-a a um medico.

_Qual o seu problema Sakura. Você e burra, ou fingi de sonsa.-disse ele irritado se levantando do chão.

_Você que me trouxe pra casa ontem à noite.

_O que esta falando, eu não fiz nada disso. Se você não tem certeza do que faz, pois eu tenho absoluta certeza do que eu faço. Você mesma ligou dizendo que tinha voltado pra casa, quando cheguei você já estava dormindo no quarto.

_Eu levei um tiro ontem na mansão Hyuga.-afirmou o Haruno.

_Como?-perguntou Sasuke impressionado, como ela tinha conseguido levar um tiro naquela reunião chata. Que espécie de reunião ela estava, pois não deveria estar falando da mesma reunião chata e monótona na mansão Hyuga.

_Eu não vim pra casa Sasuke, eu desmaiei na mansão Hyuga.

_Se você disse que não veio sozinha, e eu não te trouxe. Quem te trouxe pra cá?-perguntou o Uchiha serio.

_Eu não sei.-disse Sakura.

_HAAA!-gritou o Uchiha com raiva jogando alguns objetos no chão, que se despedaçaram todos fazendo um imenso barulho. Alguém havia descobrido sobre ela, e ele não fazia ideia de quem poderia ser.

_Ha!Você realmente não e o que eu queria.-sorriu Sasuke ironicamente,ao perceber da categoria de sua fina e educada esposa,que estava arruinando todo o seu plano sozinha.

_Pensei que tinha descoberto e não se importava. -disse Sakura, abaixando o olhar  decepcionada.

_Como acha que não me importaria Sakura! HAN?SE EU DEI UMA LISTA! E PORQUE QUERIA A GAROTA D LISTA.-perguntou ele irritado, próximo a ela erguendo as mãos, e Sakura o olhava atordoada.

_Por favor!-pediu Sakura já em lagrimas.

_Não Sakura!

_Eu posso...!-tentou concertar as coisas

_NÃO VOCÊ NÃO PODE!-gritou o uchiha grilado, jogando alguns objetos no chão.Sakura era tudo o que não havia na lista.

_Nosso acordo acabou, você não vai receber um centavo do dinheiro.-respondeu ele friamente.

_Você não pode fazer isso.

_Acho que não esta em condições de dizer o que não posso ou não fazer. Alem do mais, Gaara e você tentaram me dar o golpe.-disse o Uchiha a acusando.

_Gaara não tem nada haver com isso.Ele não me escolheu, eu que dei uma surra na garota escolhida, e usurpei o lugar dela.-confessou Sakura.

_Han.. -suspirou não acreditando na espécie de pessoa a sua frente. Ladra, assassina e Usupadora.

_Nosso acordou acabou desde a primeira mentira que você me contou Sakura.

Disse Sasuke abrindo a porta, para logo sair.E  Sakura em lagrimas,  se levantou mesmo ferida e correu ao seu encontro no corredor e gritou.

_EU TE AMO SASUKE-KUN.-gritou ela, e Sasuke parou de andar no mesmo momento.O coração de Sakura falhou naquele momento, ao velo virar o rosto pra olhar pra ela.

_Tem mesmo certeza Sakura?As vezes deve estar se enganando com mais uma mentira.-disse Sasuke, 

_Mais do que qualquer outra coisa na vida, eu me apaixonei por você.-disse Sakura.

_hun...-ele riu.

_Você tem que acreditar em mim, o que eu digo e a verdade.Eu estou apaixonada por você.-disse Sakura, e Sasuke suspirou e voltou a olhar pra ela.

_O que você diz pode ate ser verdade, mais você não significa nada pra mim. Por mim você pode voltar pro inferno. -disse o Uchiha friamente.

E aquelas palavras atravessaram como faca seu coração, Sakura caiu ao chão em lagrimas, vendo Sasuke descer as escadas sair de casa.

[Os sentimentos se perderam em meus pulmões

Eles estão queimando, preferiria estar dopada
E não há outra pessoa para culpar]

CONTINUA...


Notas Finais


Comentem!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...