História Segredos da Realeza - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Castiel, Debrah, Leigh, Lynn, Lysandre, Nathaniel, Nina, Personagens Originais
Tags Castelo, Drama, Princesa, Principe, Romance, Romance Medieval, Tragedia
Visualizações 55
Palavras 1.220
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Salut vossas majestades.
Estou extremamente feliz pelo resultado desse ultimo capitulo, foram 3 comentários, 17 visualizações e duas novas princesas tomaram a decisão de fazer parte do nosso reino. Sei que é pouco comparado com outros resultados, mas quem não comemora a conquista do pouco, não valoriza quando ganha muito.
Quero das as boas vindas a Sccarr e a Lelegner, se sintam a vontade no nosso reino.
Obrigada por tudo. Beijos reais, até.

Capítulo 9 - Almost


- Estou aqui pai. – falei me sentando em uma cadeira de frente para sua mesa.

- Podemos conversar como adultos agora? – ele se virou para mim.

- O senhor não ira humilhar ninguém? – perguntei e o vi desprezar meu pedido.

- Eu tento. – forçou um sorriso. – Mas voltando ao assunto principal, filho você sabe suas obrigações.

- Sim pai eu sei, mas nem posso escolher?

- Claro meu filho, eu abrirei uma exceção para você. – ele disse sorrindo.

- Serio pai? – falei um pouco animado olhando pra ele.

- Claro meu filho. Você poderá escolher uma das três que eu preparei especialmente para você. – ele falou me olhando com aquele olhar desafiador dele. Fiquei impressionado, olhando para ele depois desse banho de água fria.

- Mas pai o senhor não disse que eu poderia conhecer? – perguntei ainda em choque.

- E você vai. Nas regras diz que eu escolho uma e você casa e pronto. Estou dando a oportunidade de conhecer três.

- Mas se eu não gostar de nenhuma delas? – perguntei pressentindo já sua resposta.

- Eu escolherei. – o encarei vendo que o que eu pressentia era verdade. – Agora irei te apresentas às três. Peça para que as meninas entre. – ele falou com Germano que estava encostado perto da janela e eu nem havia percebido.

 

Virei minha cadeira em direção à porta, contrariado.
Três garotas muito bonitas entraram na sala, duas loiras e uma morena.

 

- As senhoritas podem se apresenta para o meu filho? – ele cruzou os braços na frente do corpo olhando fixamente para as três.

- Prazer sou Ambre Benévolo, filha da duquesa da península Sul. – ela tinha os cabelos loiros em um tom ouro, ondulados na altura dos ombros, com os olhos azul intenso. Ela dá um passo à frente fazendo reverencia e voltando ao seu lugar.

- Sou Nina Strider, filha do duque da península Leste. – ela tinha os cabelos loiros, mas, mais claro que de Ambre, longos e seus olhos eram cinza. Ela também deu um passo à frente repetindo o ato da primeira e voltando ao seu lugar.

- Prazer sou Debrah Couplen, filha do duque da península Oeste. – disse a morena, de cabelos lisos e de olhos azuis, repetindo o mesmo gesto das outras.

- É uma honra conhecê-las. – fiz uma breve reverencia em resposta. – Como as senhoritas já sabem, sou Lysandre Underwood, filho do Rei Christopher Underwood II da península Norte. Espero que esses dias sejam agradáveis para todos nós. – elas concordaram com um sorriso.

- Lysandre apresente nosso castelo a essas senhoritas. – meu pai pediu.

- Sim senhor. – respondi meio contra gosto. – Venham senhoritas. – abri a porta e as três se retiraram e começamos o nosso “passeio” pelo castelo.

 

 

Leigh’s P.O.V. on

Estava andando perto do canteiro de girassóis que havia nos fundos do castelo um pouco distraído, pensando em não sei o que, até que me deparei com algo que eu nunca havia visto no castelo antes. Algo não, ALGUÉM. Pisquei meus olhos várias vezes, só poderia ser uma miragem, nunca havia visto tamanha beleza em toda minha vida. Aproximei-me da garota tentando não fazer nenhum barulho para não a assustar.

- Sabia que espionar outras pessoas é algo muito feio. – ela respondeu sem se virar para mim. Como ela sabia? Eu havia tomado tanto cuidado.

- Então a senhorita já tinha me visto?

- Não, eu sou vidente mesmo. – ela respondeu séria se virando para mim. Encarei-a para ter certeza do que acabara de ouvir. – Estou brincando. – ela respondeu rindo adquirindo um ar mais descontraído, me fazendo sorrir com ela.

– Prazer me chamo Rosalya. – ela estendeu a mão. 

- Sou Leigh, soldado do príncipe. – peguei a mão daquela dama e depositei um beijo. Logo o rosto da garota se tornou corado me fazendo sorrir bobamente. – A senhorita Rosalya é nova aqui?

- Sim, sou a nova jardineira, ajudo o senhor George com as plantas. E pode me chamar apenas de Rosa. – ela disse um pouco tímida.

Rosalya era demasiadamente linda, mas com a ajuda daquele pôr do sol, as leves brisas que brincavam com os seus cabelos a deixava... PERFEITA.

- Permita-me dizer que a senhorita é muito bela. – ao terminar a frase vi sua pele tornando-se rosadas novamente a dando um ar angelical.

- Obrigada. – ela agradeceu baixo, mas consegui ouvi-la. – O soldado real não deveria estar junto do príncipe?

- Sim, mas ele está bem seguro na sala da vossa majestade.

- Entendo, até porque você é um pouco novo demais para ser o soldado do próprio rei. – ela falou em tom de deboche.

- Eu sou capacitado para ser soldado tanto do príncipe como do próprio rei, minha idade não é algo que impeça. Mas meu pai já exerce esse cargo. – falei um pouco seco, odiava quando falavam que minha idade.

- Me perdoa Leigh, não falei para te magoar. – ela respondeu com tristeza na voz abaixando a cabeça.

- Não fica assim Rosa. – toquei seu rosto fazendo olhar para mim. – Eu que me alterei. – ela sorriu.

- Tudo bem. – ela sorriu serenamente. - Foi um prazer lhe conhecer Leigh, mas agora tenho que ir está ficando tarde.

- O prazer foi meu. – respondi pegando em sua mão e depositando outro beijo.

– Espero te ver amanhã novamente. – ela sorri, concorda com a cabeça e volta a recolher as mudas que havia no chão e eu vou em direção da entrada do castelo.

Leigh’s P.O.V. off

 

 

Lynn’s P.O.V. on

Eu e Rosa estávamos tirando as ervas daninha que havia entre o canteiro de girassóis. Quando me deparo com a presença de uma pessoa que se aproximava e que felizmente não havia me visto.

- Rosa não vira agora, mas tem um garoto vindo em nossa direção. – falei baixo, me abaixando e entrando mais a dentro da plantação sem chamar atenção.

 

Rosalya concordou disfarçadamente e continuou o que estava fazendo fingindo não saber de sua presença. Ao ter certeza que ele estava bem perto ela comentou.

Aquele papo dos dois parecia não acabar, o vi se apresentar, ele era um soldado de Lys, que coisa maravilhosa, agora tenho que me preocupar com ele e o soldado dele que se me visse com certeza contaria para ele.

Rosa fez piada do garoto e o mesmo não gostou. Esse papo não acaba não? Chamei a atenção de Rosalya para acabar logo com aquele assunto. Acho que se eu não interrompesse até casamento já seria feito.

Ela se despediu e o mesmo foi embora. Ufa finalmente. Sai do meio das flores e olhei seria para ela e a mesma respondeu com um olhar de desgosto.

- Nossa que demora. Achei que ia celebra o casamento hoje.

- Não fala besteira Amy Lynn. – ela respondeu revirando os olhos, ficando levemente vermelha.

- Eu estou toda dolorida. Fiquei quase meia hora abaixada aqui vendo esse “amor” desnecessário.

- Nossa Lynn que bicho te mordeu, ficou mal humorada do nada.

- Como você quer que eu fique? Olha a cor da minha roupa. – respiro fundo tendo me acalmar.

- Desculpa Lynn, mas ele era uma graça não consegui dá um gelo nele. – ela responde fazendo bico.

Parabéns Amy Lynn, resumo do seu dia: limpeza no jardim, se esconder do soldado que é amigo do Lys e para finalizar, lidar uma a sua melhor amiga apaixonada. Isso não pode piorar...

Lynn’s P.O.V. off



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...