História Segredos de um crime - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Drama, Revelaçoes
Visualizações 5
Palavras 886
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - O inferno na minha casa


Fanfic / Fanfiction Segredos de um crime - Capítulo 4 - O inferno na minha casa

Dy: e-e desculpa pelo incomodo, NÉ Jungkook? desculpas Yang mi.

Yang mi: obrigado Jungkook, por ter avisado.

Jk: de nada?

Dy: tchau para vocês, uma boa tarde.

Yang mi: tchau!

Yang mi: Yue! você andou por lá?

Yue: mãe...

Yang mi: Yue! você uma menina de classe andar por lugares...eu te criei para ser uma...sua família é respeitada pela Coreia do Sul e do Norte, seu pai o Dak ho era um policial, advogado, chefe... a empresa que eu e seu pai fundamos, uma empresa de advogacia, onde você era pra tá, você perdeu a chance de se casar com o Jungkook, você terminou o ensino médio e nem começou a fazer uma faculdade, mais não você escolhe viver com um marginal! Yue, acorda. quero te ver advogada.

Yue: mãe, você só fala comigo, que quer me ver com o Jungkook,que quer me ver advogada, mais nunca você me pergunta quem eu quero, o que eu quero ser, acorda você, eu não sou uma boneca sua!

Yang mi: Yue quem tá falando com você e sua mãe, não o verme do Yoongi.

Yue: mãe desses seus sonhos sobre min e melhor você acordar, você só sabe me monitorar! isso que e mãe? já tô cansada, você gosta de me ver infeliz, e...

PAF!

Yue: você me deu...

Yang mi: e um tapa na cara, me de seu celular, notebook, todos os aparelhos comunicativos, você vai ficar no quarto até eu pegar sua confiança de volta, internet vou mandar cortar, linha telefonica também.

Yue: virei uma prisoneira?

Yang mi: sobe!

Yue: eu te...

Yang mi: SOBE! tô mandando.

~ Subo para o meu quarto, deito na cama e começo a chorar, pensando em que o Jungkook e um FILHO DA PUTA! que ódio ~

Sun: senhora o jantar tá na mesa.

Yang mi: tira o prato da Yue.

Sun: sim, por que?

Yang mi: porque eu tô MANDANDO!

Yang mi: leva o prato dela no quarto, alias deixa que eu levo, me essa bandeja.

Sun: toma senhora.

~

Yang mi: Yue! sua comida.

Yue: agora você faz o serviço da Sun?

Yang mi: eu sei que você queria que a Sun vinhesse, para ela te ajudar.

Yue: mãe eu já tenho 18 anos, e crime prender uma pessoa como animal.

Yang mi: a e? vai ali na janela e começa a gritar para os vizinhos.

Yue: tá! SOCORRO! TEM UMA...

Yang mi: cala boca!

Yue: você que mandou.

Yang mi: garota abusada.

Yue: tchau! e não precisa bater a porta!

DUAS SEMANAS DE POIS:

Já se passaram duas semanas, o Yoongi deve tá pensando que eu não quero saber mais dele...

Yang mi: Yue.

Yue: até que fim!

Yang mi: infelizmente eu vou ter que ir para a Coreia do Norte, resolver ne-negócios, vou levar o Cham.

Yue: tá, e eu?

Yang mi: infelizmente você tá livre, mais fica sabendo que eu coloquei um segurança para você.

Yue: era muito bom pra ser verdade.

Yang mi: já tô indo para o aeroporto, tchau!

Yue: até!

~ Que saco! segurança, agora que não tem como ver o Suguinha, só se eu comprar o segurança. Desço e vou até o segurança, ofereço ´para ele dinheiro (o melhor que eu tenho) ele aceita a proposta e pede uma quantia alta, mais eu do, dei o cheque, ele logo sai para encontrar umas putas, Suga me aguarde! Ligo para suga, ele fica com raiva por eu não ter ligado antes ou ter visto ele, ai eu explico tudo o que aconteceu coisa etal, eu falo que estou indo velo. Tomo um  banho, e desço, quando abro a porta vejo o filho de uma boa mãe, o Jungkook e a Cibely ~

Yue: e...

Jk: oi!

Cb: oi Yue!

Yue: oi gente!

Yue: sabe não da pra vocês entar  agora, vamos para uma padaria? ( tentando ser agradavel)

Cb: bora!

Jk: vamos no meu carro, entra Yue, agora meu amor!

~ O saco! esse povo tinha que aparecer agora. Quando chegamos na padaria pedimos um café ( só café mesmo) da o Jungkook começa a falar que fazia tempo que não me via e muitas babozeiras ~

Yue: vocês vão se casar?

Cb: sim, pretendemos!

Jk: e.

Yue: só de pensar que minha mãe ficava falando pra gente se casar, eu morro de vergonha, ela e doida.

Cb: e ( com ciumes), e você Yue? sua paixão? 

Yue: e-e, gente eu tenho que ir, tchau!

Jk: mais já?

Cb: que presa!

Yue: eu tenho um compromisso.

Cb/Jk: tchau!

~ Pego o dinheiro e dou para Jungkook pagar o café, mais ele diz que não precisava ( te agradeço), pego um taxi, e vou em direção a Suguinha!! ~

Yue: Suga!

Yg: amor! quer uma cerveja?

Yue: me da ai! ( me jogo no sofá)

Yg: quer dizer que sua mãe te prendeu? ( fala rindo)

Yue: e, agora ela foi para a Coreia do Norte "resolver negócios", acredito muito, ela foi com o Cham.

Yg: Cham!?

Yue: e, você conhece?

Yg: n-não. Quanto tempo ela vai ficar por lá?

Yue: ela disse mais ou menos um mês.

Yg: sabe, sua casa fazia... ( voz maliciosa)

Yue: safado!

Yg: bora fazer uma festa lá?

Yue: festa?

Yg: e festa! (* não poha, vamos fazer um jantar e chamar sua mãe)

Yue: hum...sim!!

CONTINUA

 

 

 

 


Notas Finais


O que acharam?
BJS!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...