História Segredos Obscuros - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 11
Palavras 700
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Hentai, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Gente comentem.

Capítulo 6 - Beijo.


Fanfic / Fanfiction Segredos Obscuros - Capítulo 6 - Beijo.

Amsterdã, Holanda 

                      Angel. 

Ele me beijou eu não queria, mas eu deixei, depois o empurrei e disse que não queria iludir ele e tínhamos que terminar o trabalho. 

O irmãozinho dele chegou, eu me despedi e fui para casa, liguei para Anne e Meg para elas dormirem aqui comigo, ja que minha tia estava em uma viagem, as menins iriam chegar lá pelas 18:00. 

                       ~Quebra de tempo~ 

-Oi. -Elas disseram junto assim que abri a porta

-Oi, eu tenho que contar o que aconteceu essa tarde, entrem.  - Disse dando espaço para elas passarem e eu logo fechar a porta

Elas entraram, subimos para o meu quarto, eu contei a elas tudo o que aconteceu e elas ficaram de queixo caído. 

-Vocês estão juntos?  - Meg me perguntou

-Não Deus me livre. -Terminei minha fala escutei batidas na porta. 

Fui abrir e era o entregador de pizza, pude ver Mason sentado na frente de sua casa mexendo no celular... 

Paguei o entregador e entrei rápido comemos, assistimos uma série e depois dormimos.  

         Resumo: 

Eu e Mason terminamos o trabalho depois ele se declarou dizendo me amar e então eu acreditei e ia dar uma chance para ele, mas depois que eu saí da casa dele, vi ele beijando outra, não que isso tenha me afetado. 

          Outra semana: 

-Nós temos que apresentar o trabalho. -Disse para Mason que estava viajando na carteira 

Apresentamos o trabalho de ciencias e na hora de sairmos o tempo fechou acho que ia chover: 

-Ei, quer uma carona? -Mason perguntou, mas depois que vi ele ficando com outra após dizer que me ama... 

-Não, dá tempo de ir para casa muito obrigada. 

-Você quem sabe. - Disse dando de ombros

 

Droga!

 

Saí andando e a chuva começou, ela foi criando intensidade e ficando forte, estava andando calmamente quando escorreguei.

          

   Mason. 

 

Como Angel é teimosa, não aceitou minha carona. Tava passando de carro e no meio do caminho vi ela caindo na chuva, preocupado estacionei o carro ao seu lado e ela me olhou incrédula.

Desci do carro tirando o moletom de meu corpo e fui ate ela, ela chorava, tinha sido apenas um arranhão na perna.

A peguei no colo sem trocar alguma palavra se quer e a coloquei escorada no carro, peguei o moletom e puis sobre seu pequeno corpo.

             

  Lucy. 

 

Aqui em Milão é tudo muito perfeito sem falar nos homens, tem um no meu apartamento agora! 

Ele me beijava e beijava meu pescoço, enfiou as mãos em baixo da blusa grande que eu vestia e sussurrou: 

-É hoje... -Ele disse isso e tirou sua roupa, seu membro parecia um graveto só que mais grosso. 

Chupei e engoli depois tirei a roupa e ele começou a me lamber fazendo 8's em minha intimidade eu gemia baixo, depois ele disse: 

-Vou bem devagar. -Terminou de dizer isso e enfiou seu membro com muita força em minha intimidade. 

                          

Mason. 

Ela entrou no carro, no lugar do passageiro, ainda chorando, mas porque?

 

  - Angel?- Perguntei e ela me olhou soluçando - Esta chorando porque dói? - Ela apenas assentiu - Como machucou a perna?

  - Não é a perna que dói - Disse passando as mãos delicadas no rosto

  - Onde dói então? 

  - Aqui - Disse em um pequeno sussurro com a mão no coração 

  - Mas porque?

  - A culpa é toda sua! - Disse assim que chegamos em frente sua casa

  - Minha culpa? Mas o que eu fiz?

  - Beijou outra!

  - Esta com ciumes Angel?

  - E-eu não - Disse gaguejando e eu virei seu rosto pra mim

  - Ela que me beijou! - Disse e ela corou 

  - Ahn e-eu - A interrompi com um beijo

 

Seu beijo era calmo, ela estava nervosa e isso estava totalmente claro! Eu encerrei o beijo e acariciei seu rosto, quando digo que te amo, é porque te amo!

 

Ela desceu do carro e foi abrir a porta de sua casa. Ela voltou até a janela do carro e me olhou desconfiada:

 

  - Minhas chaves cairam no chão quando eu cai...

  - Acho que alguem vai ter que passar o final de semana na minha casa - Eu disse e ela bufou entrando no carro


Notas Finais


Obrigada por ler seus lindos, comentem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...