História Segredos revelados. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hidan, Itachi Uchiha, Kabuto, Kakuzu, Kisame Hoshigaki, Konan, Naruto Uzumaki, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Rock Lee, Sasori, Sasuke Uchiha, Zetsu
Tags Kakuhida, Kisaita, Leegaa, Narusasu, Orokabu, Painkonan, Sasodei, Tobizet
Exibições 375
Palavras 2.147
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Naruto nunca volta atrás em sua palavra.
Essa e a frase mais famosa do personagem.
Curtam babys.

Capítulo 6 - Por você.


Fanfic / Fanfiction Segredos revelados. - Capítulo 6 - Por você.

- EU VOU MATAR VOCÊ SEU FILHO DA PUTA!

- GAARAAAAA!

Desde que Sasuke invadiu a reunião dos cinco kages e tentou matar o Kazekage, três pessoas havia se ferido, o Raikage que sofreu uma fratura na perna direita, o Kazekage que teve um arranhão no braço esquerdo, e o chunnin da folha Rock Lee este sim ficou gravemente ferido. Lee pulou na frente de Gaara e por isso o raio de Sasuke somente arranhou o braço esquerdo do ruivo, Lee pegou o raio de cheio da barriga já caindo no chão inconsciente, e a areia de Gaara? O Kazekage a esteva usando para defender os demais kages e seus irmãos que também estavam na sala naquele momento, Lee acabou ficando em coma teve que ter um rim retirado e implantado outro, um pâncreas e o fígado, pois tudo foi danificado pelo raio, os médicos afirmavam que o moreno só sobreviveu por um milagre.

Como Lee estava internado em Sunagakure tanto a equipe Gai, quanto o time sete estava parado em Sunagakure por ordens de Tsunade, a loira estava furiosa com Sasuke, exigia que assim que Lee estivesse recuperado para terminar o tratamento em Konoha todos deveriam retornar inclusive Naruto, se o jinchuuriki se atrevesse a continuar sua buscar pelo Uchiha poderia ser considerado também um desertor e ser caçado por Konoha assim como Sasuke que havia passado todos os limites e a Ambu já tinha ordens de trazê-lo vivo ou morto ele atentou contra a vida dos cinco kages e feriu um companheiro de aldeia.

Depois de saberem que Sasuke estava sendo perseguido pelos Ambus e que eles poderiam trazê-lo morto Naruto e Sakura se desesperaram, porém ordens eram ordens, Kakashi não sabia como manter Sakura e Naruto sobre controle, mas tinha que evitar como líder de equipe que os dois adolescentes fizessem alguma besteira, principalmente Naruto que era muito impulsivo, Sakura também não estava muito melhor, a rosada já tinha tentado fugir de sua equipe para tentar ir atrás do Uchiha, entretanto Kakashi a bloqueou, Sakura ficou presa no genjutsu pelo menos uma semana.

Enquanto isso no hospital a equipe Gai estava bastante aflita, ninguém se atrevia a arredar o pé do hospital mesmo o Kazekage cedendo sua casa para eles, Tenten dormia apoiada ao ombro de Neji, Gai tentava se fazer de forte na frente dos outros, mas aquele ali não era somente seu aluno, Lee era como um filho. No palácio Kazekage Gaara esperava ansiosamente por uma noticia positiva, o ruivo havia feito uma retrospectiva de seus encontros com o sobrancelhudo, desde o exame chunnin onde quase matou o rapaz, Lee parece sempre está por perto, ele o salvou várias vezes, participou de todos os seus resgates, era quem sempre ficava em sua escolta, e agora salvou sua vida mais uma vez, por quê?!

No entanto havia uma coisa que perturbava muito mais Gaara do que Lee, e dessa vez Gaara havia chegado ao seu limite com aquele que ele amou muito desde que este o fez mudar completamente sua vida, Naruto não tirava Sasuke da cabeça, implorou que o Raikage perdoe Sasuke, disse a Tsunade que se fosse para trazer Sasuke de volta viraria um nukenin, aquilo irritou Gaara com força, será possível que Naruto não enxergava o miserável que Sasuke é? Será que ele não vê o sofrimento de seus amigos? Nada nem ninguém e mais importante que aquele que tentou mata-lo infinitas vezes? Gaara se revoltou e naquela noite seria a última conversa dos dois, pois Gaara não era burro, ele sabia que Naruto iria fugir para ir novamente atrás de Sasuke.

Naruto estava no quarto que foi separado especialmente para ele, era maior que o dos outros, muito mais luxuoso e aconchegante, Gaara fez aquilo por amor, mas Naruto não reparou em nada só queria sair dali e ir atrás de Sasuke, o loiro estava na sacada olhando para o deserto imaginando Sasuke em seus braços, se lembrava perfeitamente da última vez que os lábios do Uchiha tocaram seus lábios.

- (segura os braços de Sasuke) ninguém vai me fazer mais feliz que a pessoa que eu amo, teme.

Depois desta frase Naruto e Sasuke se abraçaram seus lábios se chocaram desejando ardentemente o outro, as línguas se amavam como se não houvesse outra vez, era tão violento, tão agressivo, a paixão dominava a razão, o medo, a ansiedade, a adrenalina de estarem fazendo algo visto como errado no mundo ninja, além disso um nukenin procurado e um jinchuuuriki da mais poderosa das bijus, a nove caudas, Naruto e Sasuke se fundiam naquele beijo, se entregavam a loucura do prazer, porém somente um beijo por mais quente que seja não sacia o corpo com toda a sede que ele tem.

Sasuke foi o primeiro a se livrar das roupas, Naruto tirou tudo ficando totalmente exposto, se alguém chegasse Sasuke provavelmente mataria o enxerido, chupando o pescoço alvo do moreno, o loiro saboreava a pele doce e perfumada ouvindo a música de seus gemidos sem pudores, abraçando seu corpo mordiscando o pombo de Adão, Naruto enchia de marcas aquele lugar de sensibilidade.

Naruto deitou Sasuke em cima de suas roupas mamava os mamilos rosados, enquanto o moreno revirava os olhos de prazer e gemia livremente, Naruto parecia degustar aquele corpo, lambia, mordiscava, chupava aquela pele abdominal cheia de gominhos pelos intensos treinamentos de taijutsu, chupava entre as costelinhas amostra, voltava ao pescoço que arrepia a pele pegando fogo e novamente se embriagava na boca saudosa do primeiro contato que deu seguimento a essa maluquice.

Sasuke avançou em Naruto abrindo as pernas de seu loiro e lambendo a glande do namorado, Naruto deu um urro de prazer assustando os passarinhos na copa das árvores, aos poucos Sasuke ia deslizando o membro de Naruto pela boca até conseguir projetar atrás das amidalas, depois deste movimento subia e descia com ajuda da mão direita, Naruto estava sentado com os braços para traz o impedindo de cair no chão, o loiro estava com a cabeça para cima os olhos fechados e apertados pelo imenso prazer que sentia, a boca aberta liberando seus gemidos agudos suando como um cavalo pela pressão que o orgasmo fazia em cada musculo de seu corpo.

Depois de sentir as gotículas do pré-goso, Sasuke foi sentando devagar no colo de Naruto, o loiro tentava controlar seu prazer, mas era impossível gritava pela pressão e loucura da luxuria que lhe consumia, Sasuke era muito apertado e quente, suas paredes internas esmagavam seu membro, e a forma como Sasuke se encaixava só aumentava seu sofrimento e urros de prazer, Sasuke se encaixou, contraiu, judiou de seu amante.

Subindo e descendo, apoiado aos ombros de Naruto, Sasuke era bom demais, Naruto pensava que tudo aquilo poderia ser um sonho, mas não era seu moreno, seu moreno lindo, perfeito e gostoso, subindo e descendo cada vez mais rápido, mais intenso, sem medo, apenas desejo, Naruto queria Sasuke para sempre assim, queria que o mundo parasse, ou que eles morressem, Naruto nunca admitiria, mas não queria que Sasuke se casa-se com Sakura, ele dizia que caçava Sasuke por amizade e que o traria de volta como prometerá a Sakura, porém no fundo ele queria aquele moreno apenas para ele.

Naruto cansou de ser apenas um telespectador e começou a ajudar Sasuke, segurando firme na cintura do moreno o ajudando a cavalgar com mais liberdade, o corpo de Sasuke era algo fantástico, ele nunca teria outro igual, Naruto tentou esquecer-se desse calor várias vezes, se odiou por não conseguir amar outra pessoa, quando estava com Jiraya até tentou conhecer uma moça, mas era inútil e esse momento de intenso prazer revelava o por que, ele não poderia jamais viver sem aquele moreno.

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!

Naruto estava tão distraído se lembrando da última vez que esteve com seu amado que nem percebeu a presença de Gaara no quarto o Kazekage vestido com suas roupas típicas estava parado ali só observando a distração daquele que já o havia decepcionado demais seu coração, não poderia e não queria mais esperar por ele, Naruto não merecia tantas lágrimas derramadas em vão.

- pensando naquele criminoso?

- veio aqui só pra brigar comigo, ttebayo?!

- vim aqui por que não sou idiota, sei que ainda hoje pretendes deixar Sunagakure e recomeçar sua buscar pelo Uchiha.

- veio me impedir? Será inútil, pois ainda que me prendam fugirei, nada vai se colocar no meu caminho que eu não retire.

- passaria por cima de mim para encontrar seu nunkenin?

- Gaara, se você me obrigar, eu não terei escolha.

- Naruto, um de seus amigos está em coma, Lee pode falecer ainda está noite, e foi por causa do Sasuke, todos estão preocupados com ele menos você.

- eu estou preocupado com o Rock Lee, ttebayo!

- NÃO ESTÁ! NÃO SE IMPORTA! Está indo atrás de uma víbora, que vai te picar, que vai te envenenar e quando não precisar mais de você vai mata-lo.

- você fala isso por que o odeia.

- falo a verdade.

- você odeia o Sasuke e me ama.

- você não merece o meu amor.

- tem razão, eu não mereço, eu amo o Sasuke, eu o amo Gaara.

- cala boca.

- o que eu sinto pelo Sasuke e muito mais forte do que eu.

- me responde uma coisa Naruto, olhando nos meus olhos, se o raio tivesse me acertado em cheio e eu estivesse morto, você choraria por mim e desistiria do Sasuke, permitindo que ele recebesse o castigo por seus atos?

- não.

PLAF! (TAPA)

- ENTÃO VAI EMBORA, ABANDONE OS SEUS AMIGOS, SEUS COMPANHEIROS, SUA VILA, SUA FAMILIA, E VÁ EMBUSCA DE UM BANDIDO, DE UM ASSASSINO, VAI NARUTO, VAI!

- perdão Gaara, adeus.

Gaara se ajoelhou no chão e chorou, chorou tudo que tinha em seu peito, aquela seria a última vez, dessa vez Naruto tinha partido seu coração, em cacos impossíveis de serem colados, Gaara chorou até seu rosto inchar, sua cabeça doer e o cansaço se tornar forte, andou até seu quarto e dormiu, não comunicou nada sobre a fuga de Naruto seria sua última benfeitoria para com o loiro.

No outro dia assim que todos foram chamados para tomar café à falta de Naruto foi sentida e confirmada o Kazekage se fez de desentendido e ordenou que todos procurassem o loiro primeiro em Suna e nos arredores do deserto, somente depois de ter certeza absoluta e que deveriam ir além com as caçadas, Gaara fez isso para Naruto se afastar o máximo possível em pouco tempo.

Quando Kakashi e Sakura souberam, eles ficaram abalados, porém sabiam que o loiro faria isso, Sakura acreditava que era somente o peso da sua promessa de trazer Sasuke de volta para ela, todavia Kakashi sabia toda a verdade, ele sabia que Sasuke era amante de Naruto e por amor o loiro nunca deixaria o Uchiha para atrás, nem que para isso tivesse que morrer por ele, Kakashi ficou em Sunagakure consolando Sakura, até ter certeza que os Ambus de Suna não encontrariam Naruto, então depois ele reportaria a situação a Tsunade já sabendo que ela ordenaria a prisão do Jinchuuriki da Kyuubi.

 A equipe Gai foi a que mais sentiu pela partida de Naruto, mas era uma mistura de magoa e tristeza, eles entendiam o quanto Sasuke deveria significar para a equipe sete, mas caramba! Ele tentou matar os kages, tentou mata-los, e agora Lee poderia morrer a qualquer momento, por culpa desse mesmo Sasuke que Naruto queria tanto salvar.

- não acredito que o Naruto fez isso.

- Tenten nós não devemos julgar.

- Neji, o Lee está entre a vida e a morte por causa de um raio que ele levou para salvar o Kazekage, ele pode morrer a qualquer momento, e ninguém liga?

Naquela noite Lee acordou e o primeiro nome que chamou foi Gaara, o Kazekage ficou comovido com a lembrança da tartaruga, Lee se importava de verdade com ele, será que Lee merecia que Gaara voltasse a acreditar que alguém poderia de fato ama-lo? Sua mãe, seu tio, seu pai, sua aldeia, sempre foi tão sozinho e isolado, por quem se dedicou não o reconheceu, mas antes dele fazer qualquer coisa Lee fez por ele, então Gaara esperaria ver como Lee iria se comporta a partir de sua recuperação.

- olá.

- Kazekage-sama que bom que está bem.

- Lee, eu lhe devo muito, você se sacrificou por mim.

- o senhor e digno que alguém se sacrifique pelo senhor.

- eu lhe agradeço.

- somente vê-lo vivo já é meu pagamento.

- (corado) vou cuidar para que tenha o melhor tratamento e que volte perfeito para Konoha.

- se vieres me ver todos os dias, eu ficarei bom rapidinho com esses olhos tão lindos me observando.

- vou acreditar que é a morfina.

- se brigasse comigo seria exatamente em quem eu jogaria a culpa.


Notas Finais


Será que é a morfina?
Naruto largou todo mundo para ir atrás do Sasuke.
Agora o jinchuuriki da Kyuubi e oficialmente um nukenin e deve ser trazido
A Konoha vivo ou morto.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...