História Seguindo com a vida - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 4
Palavras 1.500
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oiii pessoal, voltei, espero que gostem desse capitulo, vou postar outro amanha pois quinta não vai dar para postar!! Aproveitem a leitura!!! Vejo vocês lá em baixo

Capítulo 8 - A revelaçao


Era o primeiro dia de suspensão do Lucas, o meu dia foi muito chato sem ele, quando a aula acabou sai correndo para encontrar com ele.
Vou do lado de fora procurar ele e vejo que ele esta próximo do professor de Literatura mexendo no celular, sai correndo na direção dele e pulo no seu colo e dou um beijo nele.
- Oi amor, senti sua falta! – Falei enquanto beijava ele que estava me segurando
- Oi amor, também senti sua falta, como foi o seu dia? – Perguntou ele colocando uma mecha do meu cabelo atrás da orelha
- Eu entreguei aquele trabalho para a professora de geografia, ela nos deu parabéns pelo trabalho, nós tiramos nota máxima e deu parabéns pelo namoro também, ela falou que a intensão do trabalho era aproximar a turma ainda mais e deu certo, todos estão namorando na classe! – Falei sorrindo de orelha a orelha
- Que bom amor, pelo menos uma pessoa reconhece nossa felicidade! – Falou ele sorrindo também
- Vamos lá pra casa, vamos fazer um filme, vou fazer brigadeiro! – Falei puxando ele pelo braço atropelando o  professor de literatura
- Ei, não estão me vendo aqui não? – Perguntou o professor
- Claro que eu vi, foi por isso que eu fiz isso! – Falei de forma ignorante me afastando com Lucas sem ouvir sua resposta
Chegamos em casa, graças a deus meus pais não estavam, nós fizemos pipoca, brigadeiro e compramos umas cervejas.
- Vem amor quero ficar abraçada com você! – Falei puxando ele para o sofá
Antes mesmo de começar meu telefone toca.
- Alô! – Falei atendendo o telefone
- Jú, cadê você? – Perguntou Anderson
- Tô em casa com o Lucas, nós vamos ver filme! – Falei
- Ata, te liguei porque não te vi no final da aula, você saiu correndo! – Falou Anderson
- Eu fui encontrar o Lucas, já estava louca sem ele! – Falei animada
- Ah tabom, aproveita ai, divirta-se! – Falou Anderson
- Tabom, pode deixar! – Falei desligando o celular
- Quem era? – Perguntou Lucas olhando pra mim
- Era o Anderson perguntando onde eu estava! – Falei me sentando no sofá
O filme começou, nós resolvemos assistir A ultima musica, não consigo não chorar vendo esse filme.
- Amor, seus pais não vão se importar não se eu ficar aqui? – Perguntou Lucas
- Vão não, uma hora ou outra eles vão ter que aceitar que a gente está namorando, eles sabem o que eu passei com o Gustavo e sabem que eu estou feliz com você! – Falei encostando a cabeça em seu peito
- Tabom amor, eu fico com você essa noite! – Falou ele enquanto mexia no meu cabelo
Paramos de falar e voltamos a ver o filme, quando estava chegando no final na parte que ele vai ver ela na universidade eu estava com o rosto todo molhado de tanto chorar, olhei para a blusa do Lucas e estava toda molhada.
- Nossa amor, desculpa, te molhei todo! – Falei  tentando secar a blusa dele
- Não se preocupa amor, vem cá! – Falou ele me parando e me envolvendo em seus braços – Vem vamos para o seu quarto, vou fazer essas lagrimas sumirem rapidinho, só vou pegar uma coisa na cozinha e já estou subindo! – Falou Lucas com um sorriso malicioso
Eu fui para o meu quarto e fiquei esperando o Lucas, depois de cinco minutos ele apareceu com uma bandeja com uma tigela de morangos e uma tigela com brigadeiro que sobrou durante o filme.
- Amor, o que é isso? – Perguntei espantada
- Uma das surpresas! – Falou ele colocando a bandeja na cama
- Tem mais uma surpresa? – Perguntei incrédula
- Tem! – Falou ele me dando um morango coberto de chocolate na boca
Eu peguei um pouco de brigadeiro com o dedo e aproveitei que ele estava distraído e passei o dedo no nariz dele.
- Ah não, você não fez isso! – Falou ele espantado
- Fiz sim! – Falei fazendo de novo
- Ah você me paga! – Falou ele me prendendo em seus braços e pegou o brigadeiro e lambuzou meu rosto
- Arg! – Falei tirando o brigadeiro do rosto
- Me dá um beijo minha palhacinha, quero saber qual o gosto do brigadeiro no seu rosto! – Falou ele se aproximando e eu peguei um pouco de brigadeiro e espalhei pelo rosto do mesmo antes de beija-lo
- Agora estamos quites! – Falei dando outro beijo nele
- Tabom, agora vamos nos lavar! – Falou ele me levando para o banheiro
No banheiro, nós lavamos o rosto sujo de chocolate e nós ficamos sem roupa e resolvemos tomar banho de banheira, ele me puxou para ficar encostada em seu peito e me molhou com a mão que estava livre, eu me posicionei para ficar embaixo dele e ele entendeu o que eu quis dizer e saiu para pegar uma camisinha na gaveta do banheiro e posicionou no lugar antes de entrar de novo na banheira, ele ficou em cima de mim de novo e me deu um beijo e aprofundou o beijo segurando  em uma das minhas pernas aprofundando o movimento de vai e vem, com nossas respirações ofegantes.
- Seu humor está melhor agora? – Perguntou ele
Fiz que sim com a cabeça e ele saiu da banheira.
- Aonde você vai? – Perguntei dengosa
- Vou pegar toalhas pra gente continuar na cama! – Falou ele com duas toalhas na mão
- Tabom! – Falei saindo da banheira e me secando
Pulei nas costas dele e ele me deitou na cama e colocou um pouco de chocolate em meus seios e lambeu o chocolate, eu estava tão excitada, estava querendo ele dentro de mim de novo.
Ele passou a língua até meu umbigo e parou, eu puxei ele para poder beija-lo e ele correspondeu e dei passagem para a língua dele e ao mesmo tempo ele penetrou dentro de mim e eu soltei um gemido e gritei o nome dele, ele riu e continuou a fazer movimentos dentro de mim, eu mudei nossas posições e fiquei em cima dele e comecei s fazer movimentos de vai e vem fazendo ele soltar um gemido e gritar o meu nome, ele me deu um beijo e olhou pra mim, naquele momento eu entendi o que ele queria, ele queria que eu virasse e eu o fiz, quando me virei segurei na cabeceira da cama e ele penetrou com força me fazendo gemer alto, ele aprofundou  mais e gemeu alto e nós dois gozamos.
Ele deitou do meu lado, eu continuei de barriga para baixo recuperando o fôlego e ele me puxou para deitar em seu peito.
- Esta satisfeita? – Ele perguntou
- Esto! – Falei passando a mão em sua barriga
- Adoro quando você faz isso! – Falou ele
- Isso o que? – Perguntei com a expressão confusa
- Passa a mão na minha barriga delicadamente depois de um sexo feroz e está disposta a fazer coisas novas, amanhã você nem vai conseguir sentar! – Falou ele passando a mão no meu cabelo
- Você vai dormir aqui né? – Perguntei em tom de suplica
- Claro! – Falou ele – Não aguentaria pensar que amanhã só vou te ver depois da aula!
- Eu tambem não aguento e amanhã tem aula daquele professor idiota! – Falei
- Vou falar para o Anderson cuidar de você enquanto eu estiver suspenso! – Falou ele me acariciando
- Obrigada amor, te amo, queria ficar assim pra sempre! – Falei com o braço em volta dele
Nós descemos para pegar alguma coisa para comer e meus pais estavam na sala.
- Oi filha, oi Lucas! – Falou minha mãe
- Oi mãe! – Falei segurando na mão do Lucas
Sabia que essa era a hora que eu tenho fugido desde sexta- feira, a hora do sermão.
- Oi senhora Fryer! – Falou Lucas apertando minha mão e olhando para minha mãe
- Nós queremos falar com vocês que estamos felizes que vocês estão juntos, nós vimos como vocês realmente se amam, nós só não queríamos que ninguém te magoasse de novo igual o Gustavo fez e nós estamos vendo que o Lucas não é igual ao Gustavo e esta te fazendo feliz!  – Explicou minha mãe
- E você é nossa menininha, nós não queríamos que você se magoasse de novo por causa de um babaca! – Falou meu pai
- Senhor e senhora Fryer eu amo a filha de vocês, eu faço tudo por ela, eu morreria por ela, ela é a pessoa mais importante pra mim junto com a minha família, eu nunca magoaria ela, e o que a gente tem é serio mesmo, eu até dei um anel pra ela de compromissos e tambem tenho um! – Falou ele mostrando nossos anéis
- Nós entendemos isso agora mas no dia que vocês contaram foi um choque, nós sabíamos que vocês estavam próximos durante as férias, ela nunca foi tão próxima de outro menino além do Anderson, mas nós estamos felizes por vocês! – Falou minha mãe
- Obrigada mãe, obrigada pai, que bom que vocês entenderam! – Falei e nós subimos para o meu quarto com a comida

 


Notas Finais


E então? Gostaram? Comentem o que acharam, a opiniao de vocês é importante para mim, me motiva a continuar a historia!! Bjs e ate amanha com mai um capitulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...