História Seguindo com a vida - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 4
Palavras 1.896
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiiii, voltei e como falei ontem vou postar mais um capitulo hj pois amanha nao vou poder postar, espero que gostem, favoritem e comentem! Boa leitura

Capítulo 9 - Noite maravilhosa e brigas


Eu acordei abraçada com o Lucas e nua, levantei, fui ao banheiro, fiz minhas higienes, me maquiei e fiquei lembrando da noite passada depois da conversa com meus pais, nós transamos de novo, ele me deixa louca, estava pronta com uma blusa rendada verde água e uma calça branca e uma sandália de salto preta, dei um beijo no Lucas que me observava deitado na cama.
- Está muito gostosa assim! – Falou ele ms encarando
- sou só sua! – Falei
- Ainda bem que mandei o Anderson cuidar de você! – Falou ele se levantando
- Já estou com saudades, não queria ter que te deixar sozinho, queria ficar aqui! – Falei olhando diretamente nos seus olhos
- Vai lá, você consegue passar esse dia sem mim! – Falou ele me virando e batendo na minha bunda
Pego uma maça na cozinha e saiu para encontrar o pessoal.
- Que demora, foi fabricar a maquiagem! – Falou Gustavo
- Não, seu grosso, estava com o Lucas! – Falei de um jeito hostil
- Ele me mandou mensagem para cuidar de você nos dias que ele não estiver na escola, como seu eu já não fosse fazer isso! – Falou Anderson
- Obrigada por cuidar de mim lindo! – Falei sorrindo
Nós chegamos na escola, a primeira aula era daquele professor babaca, eu peguei meu material, fui para a sala junto com o pessoal e fiquei de cabeça abaixada na aula dele.
- Andy, quando a aula desse traste acabar você me acorda? – Perguntei abaixando a cabeça
- Pode deixar! – Falou ele
A aula começou, dava para perceber que ele estava olhando pra mim, Anderson me cutucou para levantar.
- Que foi? A aula já acabou? – Perguntei baixinho com a voz sonolenta
- Não, o professor não para de olhar pra você! – Falou ele baixinho
- Deixa ele olhar! – Falei voltando a dormir
Anderson levantou o braço e o professor deu permissão para ele falar.
- Com licença professor mas dá para parar de fuzilar a minha amiga com os olhos, ela não tem culpa se você é um babaca pervertido que só pensa em transar com as alunas! – Falou Anderson
Levantei chocada com o que ele falou.
 – Anderson, o que você fez? – Perguntei baixinho
A coisa que eu mais odiava era chamar atenção e o Anderson sabia disso, não entendi porque ele fez aquilo.
- Só quero saber porque ele não olha para o resto da sala e só olha pra você! – Falou ele
- Eu só estou olhando para ela porque ela está de cabeça baixa, eu olho para os outros também mas quero ela de olho no quadro! – Falou o professor
Agora foi a minha vez de falar.
- Eu tenho nojo de você, não gosto da sua aula nem da sua matéria e nem de você e não estou nem um pouco a fim de presta atenção em nada que você fala! – Falei encarando ele
- Deixa ela em paz! – Falou Anderson se levantando da cadeira e os outros fizeram o mesmo
Todos começaram a gritar “PEDÓFILO” e o diretor foi ate a sala.
- O que está acontecendo aqui! – Falou ele entrando na sala
- Ele é um pedófilo! – Falou uma menina do meu lado
- Ele só olha pra nossa bunda e para o nosso decote e fala para a gente ficar sozinha com ele! – Falei
- Ele só pensa com a cabeça de baixo! – Falou uma garota na primeira fileira
- Já chega, eu vou dar um basta nisso e vai ser agora, professor você está demitido e não vai poder exercer sua função em nenhum outro lugar e o senhor vai ser processado pela escola! – Falou o diretor
- É... isso ai! – Gritaram todos em festa
Eu abracei o Anderson para comemorar, a sala se juntou e todos nós nos abraçamos enquanto pulávamos de alegria.
- Júlia fryer posso falar com você? – Perguntou o diretor
- Pode sim! – Falei me afastando dos meus amigos
- Eu queria pedir desculpas por não acreditar em você e o aluno Lucas me falaram e como pedido de desculpas fala com o seu namorado que ele pode voltar amanhã pra escola! – Falou o diretor
- Sem problema diretor, relaxa, vou falar com ele, obrigada! – Falei estendendo a mão para ele e o mesmo apertou
- O que houve? – Eles perguntaram
- Ele me pediu desculpa por não acreditar em mim e no Lucas e falou que por conta disso ele vai poder voltar amanhã! – Falei animada
- Que bom, pelo menos a justiça foi feita! – Falou Anderson
- Por conta do ocorrido todos estão liberados mais cedo! – Falou o diretor
- UHUUU! – Todos nós gritamos
- Então já que não tem mais aula, vamos fazer o que? – Perguntei
- A gente pode ir pra sua casa e continuar vendo The hundred mas antes vamos dar uma volta só as meninas, os meninos podem ir na frente! – Falou Vitoria
- Pode ser! – Falamos juntos
Eu estava com as meninas contando tudo que tinha acontecido desde a boate e elas ficaram espantadas, depois que eu contei tudo nós voltamos para minha casa para encontrar os meninos.
Nós chegamos na minha casa e estava o maior silencio, parecia um filme de terror e ainda por cima as meninas decidiram ir embora quando viram que os meninos não estavam.
- Oi, tem alguém aqui? – Perguntei chegando no meu quarto
Quando entro no mesmo, o chão está cheio de pétalas de rosas e velas e em cima da minha cama tinha um bouquet de rosas vermelhas que são as minhas preferidas, tinha um cartão, no cartão dizia:
Oi amor, não briga com as suas amigas, eu combinei isso com elas e com os meninos, olha para trás.
Guardei o cartão e olhei pra trás, Lucas estava atrás de mim com uma rosa e de terno e gravata.
- Amor o que é tudo isso? – Perguntei
- É para a melhor namorada do mundo que fez de tudo para me proteger! – Falou ele entregando a rosa e me dando um beijo
- Eu já falei o quanto te amo? – Perguntei
- Já mas pode falar mais uma vez! – Falou ele
- Eu te amo muito muito muito, minha vida sem você seria uma chatice, eu amo esse seu sorriso, a sua risada, tudo em você! – Falei abraçada nele
- Você ê minha baixinha mais linda e carinhosa, não poderia querer uma namorada melhor, o seu sorriso é o mais lindo de todos, a sua risada me contagia! – Falou ele me dando outro beijo
- Você não acha que está com muita roupa não? – Perguntei
- Eu acho! – Falou ele ms puxando pela cintura colando nossos corpos
- Vamos tirar isso logo! – Falei tirando a roupa dele
- Espera, tenho mais uma coisa! – Ele sai do quarto e volta com um urso grande segurando um coração escrito eu te amo e uma caixinha de bombom
- Nossa amor, hoje você está inspirado mesmo! – Falei sorrindo
- Você merece, você já passou por tanta coisa, você merece a constelação inteira! – Falou ele passando o dedo em minha bochecha
- Vamos continuar de onde paramos antes de você sair do quarto! – Falei tirando o resto da roupa dele e ele tirou a minha roupa
- Gostou da surpresa? – Perguntou ele me deitando na cama
Ele ficou em cima de mim enquanto me dava um beijo quente e adentrava com sua língua em minha boca, ele puxou minha perna para ficar na altura da sua cintura e aprofundou o beijo penetrando dentro de mim, quando estávamos em êxtase, ele tirou seu membro ereto de dentro de mim e inseriu dois dedos dentro da minha intimidade e incentivou o meu clitoris e me beija delicadamente, ele aprofundou mais os movimentos me fazendo arfar com nossas bocas seladas no beijo.
Finalmente nossas bocas se separaram e eu demorei para me recompor, ele se deitou ao meu lado e me puxou para perto beijando minha testa.
- Amei a surpresa! – Falei ouvindo as batidas do seu coração
- Ainda bem que amanhã eu vou poder voltar para a escola para ficar com você e o pessoal e poder te proteger! – Falou ele
- Ah não precisa mais se preocupar com ele, o diretor demitiu ele! – Falei sorrindo
- Que bom, já estava na hora do diretor tomar uma atitude! – Falou ele mexendo no meu cabelo
- Chega de falar daquele babaca! – Falei ficando em cima dele e aproveitei que ele ainda estava com a camisinha
Comecei a cavalgar em cima dele com as mãos apoiadas em seu peitoral, eu estava agradecida por ele ser só meu, dei um beijo profundo nele e parei meus movimentos e fui de encontro com seu membro, comecei a fazer movimentos de vai e vem e ele segurou meu cabelo para tornar os movimentos mais profundos e por um momento olhei para ele que estava cheio de prazer me observando com um olhar de desejo, nós trocamos olhares por um tempo e ele transpirava excitação e prazer, com as mãos em meu cabelo ele me ajuda nos movimentos e gemia de prazer, olho para ele de novo e dessa vez ele está de olhos fechados relaxado com o momento, ele me puxa para cima e me beija ferozmente, ele coloca seus braços em volta de mim e nós ficamos deitados de conchinha.
Ele se levanta por um momento e pega uma garrafa de champanhe e duas taças e volta para a cama.
- Desde quando isso estava ai? – Perguntei aponta do para a garrafa
- Desde quando eu entrei no quarto! – Falou ele – agora vamos brindar a nós e ao nossos momentos ferozes! – Falou ele me entregando um taça cheia de champanhe
- Um brinde a nós! – Falei batendo nossas taças
- Com isso tudo tinha ate me esquecido que amanhã tem treino e eu não jogo desde que fui suspenso! – Falou Lucas
- Você não precisa de treino para ser o melhor! – Falei dando um beijo demorado nele
- Obrigada amor! – Falou ele me puxando para sentar em seu colo – Mas eu estou um pouco enferrujado mesmo! – Falo ele segurando meu queixo para me beijar
- Vou esta torcendo por você! – Falei passando a mão em seu cabelo
- Vamos chamar o pessoal para vim almoçar aqui e a gente faz uma maratona de The hundred! – Sugeriu ele
- Pode ser, vou ligar pra eles! – Falei pegando o celular
20 minutos depois, eles chegaram e nós fizemos os pratos e fomos para a sala ver The hundred, nós demos um tempo e ficamos conversando.
- Lucas e ai cara como você está se sentindo sendo mimado pela Jú enquanto fica em casa? – Perguntou Anderson curioso
- Nas nuvens! – Falou ele rindo – Nós estamos aproveitando muito!
- Está sendo maravilhoso fazer companhia pra ele depois da aula! – Falei rindo
- Eu te conheço Jú, com certeza vocês transaram nesses dois dias! – Falou Anderson
- E foi isso mesmo que aconteceu, foi maravilhoso! – Falou Lucas me deixando envergonhada – Não tem com que sentir vergonha meu amor, você é maravilhosa e fica melhor ainda na cama! – Falou Lucas com um olhar provocativo
- Tabom, chega de falar da vida sexual de vocês, vamos voltar a ver The hundred! – Falou Gabriela
- Você não pode falar nada, você transou com o Miguel tambem! – Falei rindo – Agora vamos ver The hundred!
Todos nós voltamos nossa atenção para a televisão que estava pausada.

 


Notas Finais


E ai? Gostaram? Me digam as opinioes de vocês, é muito frustante escrever e ninguem comentar, então peço que comentem, essa é minha segunda fanfic caso não tenha falado antes


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...