História Seguir em frente - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias David Luiz, Oscar Emboaba
Tags David Luiz, Futebol!, Geezer, Romance
Exibições 279
Palavras 1.480
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, pessoal. Essa é minha primeira fanfic e estou ansiosa pra ver no que vai dar. Elogios e críticas construtivas são bem-vindos nos comentários. Boa leitura, espero que gostem.

Capítulo 1 - Aquele da segunda-feira boa


Segundas feiras sempre foram um atraso na minha vida. Quando eu era criança, gostava de dizer que segunda era o dia do mal. As coisas sempre tendiam a dar erradoe você tinha de passar por isso pelo menos uma vez em cada semana. Hoje não foi muito diferente, acordei atrasada, pra variar, comprei um café no starbucks que fica perto do escritório e fui tomando no caminho pronta pra levar uma bronca do supervisor. Sempre tive problemas com horários e digamos que a vida de publicitária em Londres não facilita muito. Tudo muito longe, frio desconsertante e a minha preguiça matinal, claro, que só foi aumentando ao longo dos anos. Mas não tenho do que reclamar... Há quase um ano estou realizando o sonho de trabalhar em uma das maiores empresas da Europa. 

- Srtª Calheiros? - meu querido supervisor, Arthur, me trouxe de volta ao mundo depois dessa reflexão sobre minha atual situação.

- Sim, pois não?! - o respondo rapidamente. Acredito eu.

- Pode me acompanhar até minha sala, por gentileza? - assinto com a cabeça e o acompanho até a sua maravilhosa sala. 

Era tão linda que penso que facilmente poderia se tornar uma obra de arte, um local turístico. Sem exageros. Totalmente decorada, tinha as janelas todas em vidro que davam uma visão maravilhosa de Londres, com direito ao London Eye de fundo. Arthur Seixas era filho do cara que montou a SDox entretenimento, empresa que eu trabalho. Apesar do berço de ouro, estudou e trabalhou com afinco durante sua vida inteira e administra maravilhosamente bem a empresa, dando continuidade ao legado do pai. Ele costuma ser sério e muito exigente, mas no fundo é um cara gentil. Na festa de funcionários mês passado ele surpreendeu a todos participando da comemoração e
mostrou ser amável e hospitaleiro, apesar do semblante rígido. Ás vezes me vejo um pouco nele.

- Sei que o senhor vai falar sobre meus atrasos, peço perdão inicialmente. - comecei a falar - Tenho tido alguns problemas com esse inverno mas prometo que vou chegar no horário a partir de amanhã.

- Na verdade, eu não estava sabendo desses atrasos, senhorita. - ele disse e eu dei um sorrisinho amarelo. Venho observando sua conduta e ideias há um tempo e confesso que gostei muito do que vi. Por isso, gostaria de te oferecer algo. Ahm... Primeiramente, gosta de futebol?

Um risco de felicidade correu por meu corpo. É isso mesmo que estou ouvindo? Pensei que ele tinha me chamado pra dar bronca e estou recebendo elogios?.  Segunda feira, SUA LINDA! 

- Gosto, sim, senhor. - respondi- Quando morava no Brasil acompanhava muito mas agora com o tempo mais corrido me limito a assistir alguns jogos no tempo livre.

- Isso é bom - ele disse. - Tive problemas com um funcionário que ficava responsável pelo setor futebolístico e estou necessitando de algúem competente o suficiente para substituí-lo e minha experiência diz que devo apostar na senhorita. Tenho uma campanha que começará a ser gravada essa sexta, inclusive. Preciso de alguém com porte de liderança e ideias para comandar. É um teste, mas se der certo, o cargo é seu. E aí, o que me diz? 

- Parece perfeito. Muito obrigada pela confiança, senhor. Não vou decepcioná-lo. - falei tentando me conter pois no momento eu só queria gritar de felicidade.

- Ótimo, aqui está o contrato - me entregou uma pasta com umas 500 laudas. - Peço que ao chegar em casa leia com atenção para ficar ciente de todas as exigências. Como é um teste, não precisa assinar agora e a senhorita fica com sua sala por enquanto e depois nós veremos o que terá de ser feito. Aproveite o resto da semana para estudar sobre a proposta da campanha que já está no seu e-mail e peço que desenvolva o resto. Qualquer dúvida pode falar com a minha secretária que ela passa para mim e só precisa vir aqui na sexta. Boa sorte. 
...

Não consegui parar de pensar na oportunidade que me foi dada e as horas do dia passaram voando. Quando passei na porta da empresa após colocar minha digital no sistema, liguei para o meu melhor amigo aqui em Londres. Thomas Fuller. Ele era dois anos mais velho que eu e era jogador do Liverpool. Estudamos juntos na adolescência em São Paulo e o reencontrei por acaso em um restaurante para brasileiros há mais ou menos 6 meses quando ele tinha acabado de ser contratado para jogar no time. A partir daí ele tem sido minha companhia e ajuda constante. 

- Fala, Mai! - ele atendeu após o segundo toque.

- Tom, você não vai acreditar no que me aconteceu hoje. Espera, tá ocupado?! a conversa é loooooonga. - falo entusiasmada.

- Acabei de sair do centro do Centro de Treinamento mas estou dirigindo. Onde você tá? Eu passo aí pra gente conversar. - Thomas era aquele tipo de pessoa que está sempre pronto a te ajudar e isso era maravilhoso.

- Estou saindo da SDox, posso ficar no starbucks aqui ao lado te esperando. 

- Ok. Em vinte minutos chego aí e depois te deixo em casa. Beijo.
...

Thomas estava demorando e a curiosidade tomou conta de mim por um momento, então, resolvi tirar o notebook da bolsa e o coloquei sobre a mesa de madeira em que eu tomava meu café. Abri meu e-mail e fui verificar do que se tratava a campanha. Modéstia a parte, sempre tive criatividade de sobra e esse foi um dos motivos para escolher a publicidade como profissão e agora seria algo novo, a base era a mesma mas nunca tinha trabalhado com futebol antes. Uma novidade boa. Comecei a ler e agora sei que será uma campanha com três jogadores brasileiros do Chelsea: Oscar, Willian e o David Luiz, que acabou de ser recontratado para o time. A Adidas tem grande parceria com a SDox há anos e quer uma campanha que tenha grande visibilidade no Brasil para lançar a nova coleção de roupas esportivas por isso apostou nos três jogadores. Grande jogada de marketing. Comecei a pensar no que poderia ser feito e meus pensamentos foram interrompidos pela buzina do carro de Tom. 
Guardei minhas coisas, paguei a conta e entrei do carro dele.

- E aí, maga. Desculpa a demora e desembucha que eu to curioso. - Thomas diz após me dar um abraço apertado e se ajeitar no banco para dar partida no carro.

- Acho que fui promovida na empresa. - falo esperando sua reação

- NOSSA!!! COMO ASSIM!?? VOCÊ MERECE TANTO... MAS E VOCÊ ME FALA ASSIM NESSA TRANQUILIDADE? - Ele quase grita.

- Foi só pra ver sua reação. EU TO PIRANDO DE FELICIDADE! - tento me acalmar e só aí percebo que tinha prendido a respiração durante todo esse tempo. Começo a contar desde a hora que meu despertador tocou e eu pensei que seria mais uma segunda-feira marrom até quando recebi a notícia maravilhosa.

- ...aí eu descobri que a campanha vai ser com três jogadores do Chelsea para Adidas. Não é o máximo? - pergunto.

- Jogadores, é? Hum... cuidado, eles costumam achar que são os donos do mundo e que podem ter todas as mulheres do mundo. Ao mesmo tempo.

- Incluindo você, né? Eu vi umas fotos suspeitas no instagram...

- Claro que não. - ele diz tentando ignorar minha ultima frase - Só me preocupo com você, mai. Você sabe.

- Eu já sei me cuidar, tá bom? E e só uma campanha, acho que eles nem vão se importar com minha presença.

- Tá bom. Amanhã eu viajo com o clube mas eu chego a tempo de te levar para o "primeiro dia no emprego" - ele faz aspas com a mão - Pra te dar sorte.
...

Após chegar no meu apartamento, a primeira coisa que fiz foi tirar os tênis que estavam me apertando e abrir uma cerveja. Isso me lembra a época recém-formada e morando sozinha em São Paulo. De lá pra cá foram muitas reviravoltas na minha vida. Passei em um teste e recebi a proposta para trabalhar em Londres. O salário é bom e aqui não se precisa de muito para viver bem. Tenho meu apartamento não tão grande assim, mas, aconchegante e inteiro decorado por mim. Acabei de receber uma quase promoção na empresa e tudo parece perfeito. Só minha vida amorosa que não vai bem. Confesso que fiquei um pouco traumatizada com término do meu primeiro e único relacionamento sério de praticamente 5 anos. O namoro estava bem desgastado e fiquei sabendo de uma traição. Aquilo me machucou muito e decidi que era hora de dar o fim naquilo, foi a mesma época que me mudei para Londres e confesso que desde então, tenho me fechado para homens. As vezes penso que é hora de seguir realmente em frente.
 


Notas Finais


E aí, pessoal? É só um capítulo teste. Podem dar o veredicto! Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...