História Segunda Chance - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, SHINee
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jonghyun Kim, Kai, KiBum "Key" Kim, Kris Wu, Lay, Lu Han, Minho Choi, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Exo Família, Hunhan, Incesto, Jongkey, Krisho, Mpreg, Ot12, Pseudo-incesto, Sulay, Xiuchen
Exibições 1.004
Palavras 3.328
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá amorzinhos!

E aqui estamos nós, era para ter postado mais cedo, mas eu estava respondendo os comentários antes de postar, sorry gente kk'
Bom eu não tenho muita coisa a dizer, só quero agradecer pelos comentários de apoio no capítulo passado, vocês tem lugarzinho especial aqui ♥
Queria ressaltar que faltam exatos 6 capítulos para o final da fic! Pois é gente, estamos em reta final T-T

Bom, sem enrolação, vamos a leitura!

P.s: Tem muita gente me pedindo um Krisulay, o que vocês acham disso?

Capítulo 20 - Maldito Orgulho


Fanfic / Fanfiction Segunda Chance - Capítulo 20 - Maldito Orgulho

Kyungsoo POV

Fazia umas semanas desde que Yixing descobriu sobre a gravidez de papai, desde então ele praticamente morava em casa, ele vinha almoçar na pausa do serviço dele aqui e depois de seu expediente ele vinha e ficava até depois da meia noite, só voltava para sua casa para dormir.

Mesmo estando pouco tempo nessa convivência com ele, os meninos já se acostumaram, Chanyeol não troca palavras com ele, mas nunca ousou ser mal educado com o mais velho. Já Sehun é totalmente o contrario, ele simplesmente o ama! Se papai está longe, ele chama Yixing de pai, da primeira vez que Sehun o intitulou assim, Yixing ficou bem sem graça e surpreso, mas não o repreendeu e deixou ele o chamar assim normalmente. Yixing era uma cara legal e eu tinha quase certeza que uma hora papai o perdoaria.

Afinal eu vejo que ele ainda o ama, mesmo depois de tudo que aconteceu.

Papai o evita o máximo quando ele esta aqui, tem vezes que fica trancado no quarto o tempo todo, mas eu vejo no olhar dele... Ele é louco para ter Yixing de volta, porem o orgulho não permite.

Maldito orgulho!

–Você está quieto demais hoje. –Sojin me cutucou, me fazendo voltar a realidade... Ou melhor dizendo, a aula de química.

–Eu sempre sou quieto, achei que tivesse acostumada. –A olhei e disse baixo, para não atrapalhar a explicação do professor sobre uns elementos que não prestei atenção.

–Eu me acostumei, é só que... –Ela parou de falar enquanto misturava as substancias que estavam escritas na lousa. –Você está muito alheio, eu fiz esse negocio do professor praticamente sozinha para não atrapalhar seus pensamentos.

–Desculpe, eu termino de fazer então. –Tentei pegar o vidro com o liquido rosado de sua mão, porem ela impediu.

–Você não prestou atenção em nada da aula, se eu deixar te finalizar você vai acabar estragando isso e eu preciso dessa nota. –Eu dei uma risada baixa e a deixei terminar em paz.

Assim que a aula terminou, Sojin entregou o relatório da experiência e saímos do laboratório juntos, indo para a sala pegarmos nossas coisas.

–Esta tranquila não está? –Perguntei enquanto pegava a minha mochila e a dela também.

–Estou, mesmo você falando que a ultima vez que apresentaram uma garota para sua família um dos seus irmãos a odiou com forças profundas, sim eu estou calma... Se alguém não gostar da minha pessoa, paciência né. –Rimos e ela tentou pegar sua mochila de mim.

–Me deixa levar a mochila, para de ser chata!

–Não precisa levar para se mostrar cavalheiro, eu já sei que você é. –Ela tentou pegar novamente, mas eu não deixei.

–Eu quero mostrar para todos que eu só sou cavalheiro com você. –Eu sorri e ela ficou sem graça, dando uma risadinha e me dando um tapa fraco no braço.

–Pare com isso e vamos logo encontrar seu irmão. –Ela saiu na frente, porem eu a puxei, selando nossos lábios.

–Agora podemos ir! –Peguei sua mão e sai com ela da sala, indo até o portão de saída do colégio, onde Chanyeol nos esperava.

Sojin e eu estávamos namorando há um mês, depois que viramos amigos acabou tendo um sentimento a mais e aconteceu... Pois é, não foi aquela coisa linda e toda romântica, foi uma coisa simples, assim como nós dois.

–Ate que enfim vocês apareceram! Eu já estava quase indo para o ponto de ônibus sozinho. –Chanyeol passou um braço em meu ombro e o outro braço em Sojin e começamos a caminhar. –Então cunhada, está preparada para conhecer nossa louca família?

–Acho que estou preparada desde quando eu comecei a ficar com seu irmão. –Os dois riram e eu bufei.

–Com certeza! Para ficar com meu irmão tem que ser bem corajosa, ou bem louca.

–Parem de me caluniar! Que coisa! –Eles riram e finalmente pararam.

–Mas agora é papo serio. O que eu preciso saber da sua família para que tudo ocorra bem? –Chanyeol nos soltou quando chegamos ao ponto de ônibus e Sojin nos olhou curiosa, esperando uma resposta.

–Primeiramente, temos irmãos gays, espero que aceite isso de boa. –Chanyeol disse e ela assentiu.

–Ah isso não é problema, eu vou levar isso na tranquilidade.

–Eu nem te falei que Chanyeol é gay né? –Eu perguntei a ela e seu queixo caiu ao chão, depois ela desatou a rir.

–Só de pensar que eu tenho amigas que ainda fazem de tudo para serem notadas por ele, eu não me controlo! –Sojin continuou rindo alto.

–Eu também rio muito das suas amigas, mas isso é segredo nosso ouviu? –Chanyeol disse e ela deu sua palavra de que não iria falar nada.

–Bom, nosso pai anda com os nervos a flor da pele desde engravidou, então tome cuidado com as palavras, por que tudo que falam ele acaba levando para o lado ofensivo.

–Ela sabe do problema de nosso pai? –Chanyeol me olhou surpreso.

–Eu sempre soube... Quer dizer, eu fiquei sabendo disso quando comecei a ser amiga do Kyungsoo.

–Sim, eu disse a ela achando que iria se afastar por achar estranho... Mas isso a fez grudar ainda mais em mim. –Ela veio me abraçar e eu retribui, a olhando e sorrindo.

–Meu irmão sempre foi um serzinho mal humorado, o ver sorrindo assim é inédito para mim.

–Ah não se deixe enganar por esse sorriso Channie! Ele continua o mesmo mal humorado chato de sempre. –Sojin gargalhou e eu lhe dei um tapa na testa e ela fez o mesmo, só que com o dobro da força.

~*~*~*~*~*~

Ao chegarmos em casa a encontramos vazia, como de costume, apenas estranhamos o papai não estar pela sala.

–Pai? –Gritei, esperando que ele aparecesse.

–Já chegaram meninos! Boa tarde! –Vimos o tio Kibum descendo as escadas.

–Onde está o papai? –Chanyeol perguntou direto.

–Ah! Ele está no banho, ele me ligou dizendo que estava passando mal e não parava de vomitar, então eu vim acudi-lo. –Kibum disse calmamente, se sentando no sofá da casa.

–Ele esta bem? –Sojin perguntou, estava visivelmente preocupada.

–Esta sim, é normal gente gravida ficar assim... Ah quem é a mocinha? –Kibum a olhou com um sorriso no rosto e a vergonha de apresenta-la bateu forte.

–Kyungsoo, apresente a Sojin para o tio Kibum! –Chanyeol empurrou levemente nós dois para mais perto do nosso tio.

–A-Anh... Essa é a minha namorada tio. –Dei um sorriso e Kibum se levantou rapidamente, indo até Sojin e a analisando de ponta a ponta.

–Meu Kyungsoo arranjou uma namoradinha! E ela não é estranha e nem tem cara de cdf! Seja bem vinda a família Kim/Wu e boa sorte! –Kibum beijou a testa de minha namorada e riu indo para a cozinha, dizendo que ia fazer o almoço para o batalhão de meninos, já que nosso pai estava mal.

–Você falou que seu pai não tinha irmãos.

–Kibum nos viu nascendo e crescendo, ele é um tio de coração. –Eu a levei ate o sofá e me sentei ao seu lado enquanto Chanyeol se sentava na poltrona.

–E por que Kim/Wu? –Ela perguntou visivelmente curiosa.

–Por que mesmo tendo os mesmos pais cada um escolheu que sobrenome queria no nome, por exemplo, eu sou Wu e Chanyeol é Kim.

–Mas o Chanyeol não tinha...

–Eu mudei o sobrenome recentemente. –Ele disse enquanto digitava algo no celular. –Eu vou dar uma saída rápida, provavelmente voltarei com Baekhyun, volto logo. –Ele se levantou e foi até a saída.

–Onde vai?

–Vou ficar esperando Baekhyun no ponto, só isso... Já volto. –Ele saiu e eu fiquei desconfiado.

–Por que essa cara Kyung?

–Ele e Baekhyun estão próximos demais, sempre fazendo coisas sozinhos, devem estar aprontando algo... E eu ainda vou descobrir o que é... –A olhei e dei um selar rápido em seus lábios. –Mas não hoje! Esse dia é apenas dedicado a você! –Sorri e ela me abraçou, se aconchegando em meus braços e ficamos esperando meu pai descer ou meus outros irmãos chegarem para ela ser apresentada.

Chanyeol POV

Assim que cheguei ao ponto, Baekhyun desceu do ônibus, ele tinha uma cara nervosa e surpresa no rosto.

–Quer ir para casa? –Perguntei assim que ele se aproximou.

–Não, vamos para algum lugar, longe de preferencia. –Ele saiu na frente e eu o segui.

–O que foi que aconteceu? –Perguntei enquanto andávamos para algum lugar qualquer.

–Eu descobri! Eu peguei Jongdae na boca da botija! –Baekhyun estava visivelmente puto.

–O que foi que aconteceu?

–Jongdae está trepando com Minseok! Dá pra acreditar nisso? –Fiquei chocado com tal revelação.

Afinal os dois sempre foram os mais machinhos da casa.

–Você ta falando serio? Tipo, eles estão ficando mesmo? –Eu estava muito surpreso, a noticia me pegou de jeito.

–Logico! Eu encontrei na carteira de Jongdae um recibo de motel e ontem de noite peguei os dois na maior pegação na varanda!

–Eu nem sei o que dizer... Estou abismado.

–E eu estou muito puto! Eu não me importo se ele quer algo serio com outras pessoas, afinal eu quero que ele seja feliz... –Baekhyun baixou a cabeça e suspirou. –Mas eu estou chateado por ele ter me escondido isso, ele é meu melhor amigo Chanyeol, isso significa que ele não confia em mim?

–Baek tente entende-lo, ele está ficando com o próprio irmão, talvez ele esteja com medo de te falar e alguém ouvir e contar ao papai... Ou ele pode estar meio receoso depois da idiotice que eu marquei com Luhan.

–Ele não confia em mim, essa é a verdade! Ele está tão afastado... Eu sinto tanta saudade dele, tem tanta coisa que eu quero contar! Mas ele não me escuta!

–Baek tenta conversar com ele, diz que é assunto sério e já era! Ele vai te ouvir, tenho certeza. –Me aproximei e fiz carinho em seus cabelos, descendo para suas bochechas.

–Assim espero... Me beija? –Baek falou fazendo biquinho e eu ri, selando nossos lábios em seguida.

–Você é muito manhoso não acha? –Sorri e ele deu uma risadinha gostosa de ouvir.

–Sou nada, sou apenas uma pessoa carente. –Ele me beijou novamente e começamos um beijo mais sério.

–Você é o tipo de pessoa que não tem nada para ser carente. –Eu o afastei levemente para encara-lo.

–Eu tenho carência de você, te quero só para mim. –Baekhyun me abraçou, afundando seu rosto em meu peito.

Meu rosto esquentou, meu coração se acelerou e eu queria gritar! Baekhyun poderia estar me correspondendo?

Eu parei de pensar na pergunta quando senti seus lábios em meu pescoço e vindo em direção aos meus lábios, me incitando a começar outro beijo, que quase aconteceu.

–Boa tarde meninos, o que fazem aqui? Não deveriam estar em casa? –Nos assustamos com a voz e nos viramos em direção da mesma.

Acho que agora fudeu tudo!

 

Jongdae POV

Baekhyun descobriu tudo.

Ele não me falou, e nem precisou, o jeito que ele olha para mim e Minseok já deixa tudo muito claro... Sem falar que eu vi ele nos espionando da janela de casa um dia desses.

Só espero que ele não saia contando para todos sobre isso, ou eu estaria fudido ao quadrado.

–Vá conversar com ele Jongdae. –Minseok me disse enquanto começava a se preparar para fazer o jantar, já que nosso pai estava todo moribundo no quarto.

–Conversar sobre o que? Não tenho que explicar nada! Ele já sabe de tudo e decidiu se afastar por conta própria, eu não vou correr atrás. –Eu cortava alguns legumes, falava sem olha-lo, mas tenho certeza que ele balançou a cabeça negativamente.

–Vou falar o que eu falei para Luhan e Chanyeol, vocês são irmãos, não podem ficar nesse clima chato... E você sabe que se o pai perceber esse afastamento de vocês, ele vai perturbar os dois ate um abrir a boca... Jongdae além de irmãos vocês são melhores amigos e estão brigados por algo totalmente sem sentido!

–Não é algo sem sentido! Ele já estava puto por eu recusar a fazer todas as vontades sexuais dele, agora que ele sabe que eu o troquei por você, certeza que ele ta mais puto ainda! Você não o entende Min, ele odeia ser trocado. –Parei o que estava fazendo e o olhei, ele estava de costas mexendo nas panelas e eu só estava esperando ele me olhar de volta.

–Baekhyun quer a sua felicidade acima de qualquer capricho e desejo dele... –Ele se virou e se apoiou do outro lado do balcão, pegando em minha mão e me fitando. –Claro que a descoberta deve te-lo deixado em uma puta surpresa e confusão, e é até normal esse afastamento dele... Mas sinto que ele sente sua falta, porem ele não sabe como chegar em você e falar sobre isso, por causa disso que eu estou dizendo para você se reaproximar, você é melhor com essas coisas Jongdae. –Eu suspirei derrotado e assenti com a cabeça, fazendo Minseok abrir um sorriso de dentes e se esticar para me dar um rápido selar.

–Mas tem um porém, eu não vou ficar insistindo, se ele ficar ignorando ou nem dando a mínima, eu esqueço essa história e ele também. –Ele assentiu e beijou o torso da minha mão, no exato momento que Yixing entrou na cozinha, nos assustando e me fazendo puxar a minha mão para longe de Minseok.

–Eu vim ver se vocês precisavam de ajuda... Mas percebo que estão muito bem sozinhos. –Yixing riu sem graça e se virou para a porta, preparado para ir embora.

–Que nada tio Xing, a casa no momento é sua também e a gente aceita sua ajuda. –Minseok disse de modo tranquilo para não passar nosso nervosismo para Yixing.

Durante todo o tempo que nós três ficamos na cozinha, Yixing nos olhava de modo diferente, como se dissesse com o olhar "Agora eu sei de tudo danadinhos".

É um bom momento para se desesperar né?

~*~*~*~*~*~

Durante o jantar, papai não parou nem um segundo de falar da sua primeira nora, ele simplesmente a adorou e Kyungsoo parecia muito feliz por ter a aprovação do papai.  A mesa estava animada e cheia dos assuntos, ate o papai soltar a seguinte pérola.

–E quando os meus quatro mais velhos vão trazer pessoas novas para a família? –Baekhyun se engasgou com o suco, Chanyeol baixou a cabeça e eu e Minseok ficamos mais brancos do que já éramos.

Porra pai! Não é hora de se fazer esse tipo de pergunta!

–A-anh... Pai não faça perguntas difíceis. –Baekhyun disse rindo forçadamente enquanto se recuperava do susto.

–Ora Baek, e desde quando isso é pergunta difícil? Vocês são lindos e logo logo trarão mais gente pra essa família. –Baekhyun, que estava ao lado de Chanyeol, inclinou a cabeça para me olhar com aquela cara que eu conhecia muito bem.

Aquela carinha de "Não é só você que ta fudido nessa história".

Então ele tinha algo a me contar e eu já ate imaginava o que era, porem não quero me precipitar.

–Acho que os meninos estão bem no momento atual, se eles estão bem assim, não é melhor deixa-los? –Yixing disse olhando atentamente para nós quarto.

–Quer me ensinar a cuidar dos meus filhos Yixing? –Os dois se encararam. –Eu não disse nada demais! Só falei que esta na hora deles terem relacionamentos sérios.

–Olhe para eles, estão bem no início da juventude, eles tem que curtir e aproveitar essa fase, deixe essa coisa de relacionamento serio para quando eles forem mais velhos. –Junmyeon bufou e voltou sua atenção para a comida e Yixing nos olhou e piscou de forma cúmplice para Baekhyun.

Yixing estava nos acobertando!

~*~*~*~*~*~

Depois do jantar eu fui até a varanda, encontrando Baekhyun sentado nas escadas.

Era hora de resolver tudo.

–Hey! –Disse me sentando ao seu lado.

–E ai. –Ele me olhou e suspirou. –Acho que a gente precisa conversar né?

–Acho que sim... Bom, por que se afastou? –Eu já imaginava o porquê, mas queria ouvir seus motivos.

–Eu não sei bem, acho que me senti meio... Excluído. –Ele apoiou a cabeça em suas mãos.

–Excluído? Do que você está falando? –O encarei confuso.

–Desde que você está de namorico com Minseok eu fui jogado para escanteio, você não conversa comigo direito e me troca por ele diretamente!

–Como descobriu? –Perguntei tranquilamente, afinal não queria uma discussão com ele.

–Eu já vi vocês juntos. –Ele disse fazendo pouco caso.

–Baekhyun... –Suspirei e o fiz me olhar. –Não era minha intensão te deixar com esse pensamento... Eu não quero que você se sinta excluído cara, muito menos que a gente fique nesse besteirol todo.

–Você podia me dar mais atenção. –Ele fez bico e eu segurei a risada.

–Baek eu estou apaixonado! Então acho que eu te “ignorar” acaba fazendo parte e eu nem percebo... Me desculpe. –Passei o braço em seu ombro e o trouxe para perto, dando um meio-abraço. –Eu vou te dar atenção, mas não do mesmo jeito que eu dava há um tempo atrás... “Aquele” tipo de atenção nunca mais vai voltar, já aviso.

–Acho que posso conviver sem aquele tipo de atenção... Então já está apaixonado? Minseok é tão apaixonante assim? –Ele perguntou de modo curioso e brincalhão.

Ele já tinha me perdoado... Um dos maiores defeitos do meu irmão era de perdoar tão facilmente as pessoas que ele quer manter por perto, tendo elas errado demais ou não.

–Sim ele é... É uma pena que tudo pode acabar logo. –Fiz uma careta e ele me olhou preocupado.

–Por que acabar? Ele não gosta de você do mesmo modo?

–Não é isso... Somos irmãos esqueceu?

–Ah... Isso fode tudo. –Ele apoiou a cabeça em meu ombro e ficamos observando o pouco movimento da rua.

–Por que Yixing estava nos acobertando hoje no jantar? –Perguntei depois de um tempo.

–Ele foi almoçar em casa hoje né? –Concordei com a cabeça. –Bom eu só não imaginava que ele fosse a pé e passasse pela pracinha que tem aqui perto.

–O que aconteceu? Conte logo!

–Ele me viu com Chanyeol... Juntos... Nos beijando. –Eu já imaginava, porem não deixei de ficar surpreso.

Sabia que uma hora ou outra ele apareceria com Chanyeol!

–Então esta com Chanyeol?

–Só ficando... Como a gente ficava antes de você querer algo serio com nosso irmão stripper gostosão. –Ok, agora eu fiquei espantado.

Ele sabia disso também?!

–Como você...?

–Ah irmãozinho, achou que eu não ia identificar! –Baekhyun riu e bagunçou meus cabelos. –Sabe, nas primeiras vezes que o vi eu realmente não fazia ideia de quem era, como você sabe que tenho meus contatos eu consegui o numero do stripper gostoso e quando eu fui digitar pareceu o numero do nosso irmão... Eu estranhei e fui mais uma vez lá na boate e vi como eu fui burro esse tempo todo... É aquele ditado Jongdae, você pode se esconder de qualquer pessoa, mas não de quem convive com você.

Eu estava embasbacado... Nunca mais irei subestimar Wu Baekhyun.

–Ele saiu desse emprego...

–Eu sei, o colégio inteiro falou quando ele pediu demissão, afinal ele era a melhor atração daquele lugar... E para te poupar o pedido, pode deixar que isso ficará entre nós e ele. –Baekhyun piscou para mim e eu sorri aliviado.

–Bom, já que tudo foi resolvido, a gente pode marcar um dia de sair para alguma boate, ou alguma festa nesse fim de semana...

–Dispenso! –Ele me cortou e se levantou. –Esse clima de festa anda me enjoando um pouco. –Para o Baekhyun dizer isso... Alguma coisa tem.

E eu sabia o que era!

–Ué!? Você não querendo mais saber de festa? –Eu sorri e ele desviou o olhar de mim.

–Pois é, é sempre o mesmo pessoal, tudo a mesma coisa... Acho que cansei. –Ele estendeu o braço e me ajudou a levantar.

–Ah sim cansou. –Eu concordei com um pouco de ironia, porem ele acabou não a percebendo.

Lembram que eu disse que Baekhyun mudava seus modos naturalmente por quem ele se apaixonava?

Bom...

Entendam como quiserem.


Notas Finais


Bom gente, eu estou com um pouquinho de pressa, tenho que estudar e ainda nem fiz a lição do curso *O* minha prof vai me matar!

Comentem sempre as opiniões sinceras de vocês, e apareçam ok, nem ue seja para dar um Oi kk'

Até sexta!

Bjs '3'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...