História Segunda chance - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Beth Greene, Daryl Dixon, Eugene Porter, Maggie Greene, Michonne, Morgan Jones, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Tara Chambler, Tyreese
Tags Beth, Bethyl, Daryl
Visualizações 50
Palavras 1.013
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Canibalismo, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite,
Segue mais um capítulo.
Boa leitura!!

Capítulo 45 - A carta na manga de Beth. capítulo 45.


Assim que Dwigth foi embora Beth pediu para que Rick passasse na casa dela para o jantar. Ela precisava contar a eles a sua ideia para manter as crianças seguras. Nenhum lugar seria mais seguro que a Fazenda Greenne, depois que eles estiveram lá. Após a reunião o dia passou tranquilo e assim que a noite chegou o xerife, o rei, Carol e a samurai se juntaram a eles na casa dos Dixon.

– Boa noite. – O xerife disse ao entrar na casa.

– Entrem e sentem-se. – O arqueiro disse. – Vou chamar as garotas.

Não demorou muito e ele retornou com as irmãs Grenne para a sala. Agora a loira poderia contar a sua ideia sem que ninguém ouvisse.

– Boa noite. – Maggie disse sentando-se ao lado do marido.

– Boa noite. – Beth disse também. – Que bom que vieram, preciso contar uma ideia que tive a vocês.

– Pode falar menina guardaremos o seu segredo. – O rei disse.

– Depois da luta que passamos percebi que Negan sabe o seu ponto fraco Rick. – A loira disse. – Você e qualquer um de nós morreríamos pelas crianças.

– Eu estive pensando nisso também. – O xerife confessou. – E agora vai ser mais difícil, pois ele sabe que estamos unidos agora. Nenhuma das comunidades é mais segura.

– Pensei nisso também. – Maggie confessou. – Mas seria loucura levá-los para a batalha conosco.

– E se levássemos eles para um lugar seguro. – A loira disse. – Um lugar que Negan não conhece.

– De que local você está falando? – Carol perguntou curiosa.

– A fazenda. – Beth respondeu.

– Claro, porque não pensei nisso antes. – A morena disse.

– Esperem. – Michonne disse. – Mas Eugene esteve lá conosco. E se ele resolver ir lá.

– Ele é péssimo com mapas e não decora um caminho. – Glenn disse. – Também não tem motivos para acreditar que iríamos para lá.

– Posso redobrar as armadilhas e preparar um carro de fuga para quem ficar protegendo as crianças. – Daryl disse. – Beth acho melhor que fosse você.

– Eu vou junto com você para a batalha. – Ela retrucou. – E também acredito que deveríamos deixar Carl e Enid responsáveis pelas crianças.

– Tenho certeza que ele vai odiar a ideia. – A samurai comentou.

– E você tem toda a razão. – O garoto disse descendo as escadas. Ele havia passado a tarde toda lá com a irmã mais nova.

– É mais seguro para você filho. – Rick disse, mas o garoto parecia irritado ainda.

– Eu sei que você quer lutar Carl. – A loira comentou. – Mas você é um dos melhores atiradores que temos. Ninguém poderia proteger melhor sua irmã, meu sobrinho e meus filhos que você.

– Tudo bem, você me convenceu. – Carl respondeu. – Eu vou defendê-los com a minha vida se for preciso.

– Quero fazer uma sugestão. – O rei disse. – Que você leve a Shiva junto com você, ela vai defender vocês também.

– Obrigado! – O xerife disse. – Assim que arrumar mais suprimentos vocês irão.

– Vi que os estoques de vocês estão baixos e tomei a liberdade de pedir aos meus homens para que trouxessem coisas da minha comunidade. – Ezequiel comentou. – Eles devem chegar ainda hoje.

– Podemos levar as crianças de madrugada. – Carol sugeriu.

– Isso é loucura. – O coreano disse. – E muito perigoso.

–  Por isso é uma ótima ideia. – Daryl disse. – Pensem bem. Quem pensaria que sairíamos a noite as estrada vão estar seguras.

– Vamos levá-los lá e voltamos de madrugada. – Beth sugeriu.

– Certo. – O xerife disse. – Vamos comer agora que estou morrendo de fome.

O jantar ocorreu de forma tranquila e o ensopado que a loira preparou no almoço acabou rápido. Assim que terminaram o jantar sentaram-se na sala para descansar, antes de prepararem as bolsas das crianças. Com a pequena Judith sentada ao seu lado ela pegou o violão e aproveitou aquele momento para cantar um pouco.

“I'm a little bit drunk

You're a little bit stoned

I'm a little bit restless

We're both alone tonight, tonight

A blue buzz in the dark, a message in my ear

 

I'm pulling at my jeans waiting for you

To get here, tonight, tonight

Forget the day you've had, forget the loves you've lived

Oh you and I are experts at pretending to be kids

 

Wash off all your grass stains, ill pull off my shoes

Lets love like we're kids all shiny and new

Babies have wrinkles and scars and tear stains

They're not afraid to cry when they're in pain

Babies and us could be the same

 

So, tell me all your troubles

Just clear your head

And lets play hide and seek inside my bed

 

Forget the day you've had, forget the loves you've lived

Oh you and I are famous for a pretending to be kids

Wash off all your grass stains, ill pull off my shoes

Lets love like we're kids, all shiny and new

 

Shoots and ladders, game of chess

Connect the dots upon my neck

Climb the stairs and take a chances

 

Pretend we're at some high school dance

The night will last and last and last

And kiss me me like you're not sure leave my answers

Baby I've never done this before

 

Forget the day you've had, forget the loves you've lived

Oh you and I are famous for a pretending to be kids

Wash off all your grass stains, ill pull off my shoes

Let's love like we're kids, all shiny and new”

 

Assim que ela terminou de cantar um dos homens chegou avisando que já trouxeram os mantimentos. Eles trataram de organizar as bolsas com tudo que seria necessário e arrumaram o carro com tudo o que seria necessário incluindo armamento para Enid e Carl. Eles usariam dois carros para levar tudo, um para ficar e outro para eles retornarem.

Eles esperaram a madrugada chegar e com as crianças dormindo eles organizaram os carros. Carol decidiu que iria junto para ajudar os garotos de ultima hora, deixando a loira mais tranquila. Assim com Daryl dirigindo foram Beth, a pequena Sofia, Carol e o pequeno Daryl. No outro carro foram Glenn, Maggie, o pequeno Hershell, Enid, Carl e Judith. Presa em uma jaula móvel, a tigresa ia dormindo para ajudar.

– Boa sorte. – O xerife disse aos dois grupos. – Carl cuide-se.


Notas Finais


Obrigada por lerem!!
Até o próximo capítulo!

Música: Kids de Emily Kinney, https://www.vagalume.com.br/emily-kinney/kids-traducao.html


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...