História Segunda Geração - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Harry Potter, Personagens Originais
Tags Draco Malfoy
Exibições 25
Palavras 823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Magia, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


oiiiee mais u pra vocês!! Boa leitura!!!

Capítulo 6 - Possessão e Carência


Fanfic / Fanfiction Segunda Geração - Capítulo 6 - Possessão e Carência

Já na segunda de manhã...

Eu estava sentado no salão de jantar, quando escuto a risada de Gheimhridh. Ela estava vindo em minha direção com um sorriso loucamente brilhante, e um pequeno resquício de sorriso surgiu em meu rosto, foi impossível não retribuir.

-Draquinho!!! –ela me abraça

-Ai Gheimhridh!! Para.

-A Draco! Foi tão divertido no parque!! Espero que possamos passear mais!! –diz ri

Ela sai e vai sentar em outro lugar da mesa. Tenho que concordar com ela, foi tão bom espairecer. Ficar tão longe da realidade, me senti um louco, e ao mesmo tempo livre de problemas.

 Fui  interrompido ao ouvir o desprezível Weasley mencionar minha prima:                                                    -A Black vai amanha também Luna!! Não se esqueça, três horas no jardim!! Vamos juntos!

-Claro Ron!!! A Gheim me disse que caiu? Fiquei preocupada, ela está bem?

“Gheim? Nem eu chamo ela de Gheim!! Essa menina esta passando dos limites”

Novamente eu a esperei na porta de seu dormitório, e ela se assusta de novo, “tão fora da realidade”.

-Vai onde com o seu novo amigo Weasley ?

-Você aqui ? Porque quer todos as respostas para sua medíocre vida?

-Eu estou te vigiando, não se esqueça! Onde vai com ele? Na casa de Hagrid creio! –digo seco

-Como esquece tão rápido de como nos divertimos, e sem nem uma discussão, e já me ataca com suas palavras?

-Onde vai Gheimhridh ?

-Não é da sua conta!! –ela é firme em sua resposta

-Vou ser obrigado a  comunicar sua mãe e o próprio Lord, que se aliou ao inimigo!!!

-Não teria a audácia Malfoy!!

-Experimenta não me contar onde vai!!-

-Se fizer isso, eu vou te expor, não só para seu pai como para todos de Hogwords !!!!

-Me expor? Kkkkkk –ironizo a ameaça dela- Você vai falar oque? Que fomos no parque de dragões?

-Não Draco!! –ela ri- Vou contar tudo que sentiu pela Luna Lovegood, nos últimos meses !!!! –de dentro do casaco tira um caderno- Vou expor cada página!! –ela o joga em meu peito, vejo do que se trata

-Como conseguiu isso? –digo um pouco assustado mas com muita raiva

-“Eu não sei oque está acontecendo!! Estou indo vê-la conversar com os testrálios, a dias...”

-Para Gheimhridh !! –grito

-Provou de seu próprio veneno, meu querido priminho!! E não adianta esconder, vou achar de novo!!!

Ela entra no dormitório, me deixando sem palavras de tanta raiva. Coloco o caderno na primeira gaveta. Era impossível não pensar até onde ela leu, se seria capaz de contar algo.  Adormeço.

 

Pov Gheimhridh

-Gheim!! –escuto a doce voz de Luna

-Luna!! Rony já deve estar vindo!!

-Oi!! Ron disse que não precisa esperar, certamente está com Hagrid!!

-Vamos então? Porque o Potter e nem a Grenger, não quiseram aprender?

-Eles tem aulas mais importantes nesse horário!! E é o único que Hegrid está livre!!!

-Entendi!! Mas não fazem a mínima falta!!!

Fomos para a cabana de Hagrid e lá estava Rony, montado no bicuço. Estávamos a 3 dias aprendendo a voar. Mesmo Draco me perturbando para contar onde ia, e o que estava fazendo, não o contaria, ele tinha que aprender a ser menos grosso e possessivo, pelo menos comigo!!

Estava sendo divertido conviver com Weasley e a Lovegoog, eles eram legais, apesar de termos os ideais totalmente diferentes. Eles conversavam comigo normalmente, mesmo os amigos não aprovando, o que realmente não importa para mim, a aprovação de Potter e Grenger eram inúteis.

 

Pov Draco

Depois dessa noite eu fui obrigada a segui-la. Descobri onde ela ia, ela estava voando naquele bicho que me atacou, que deveria estar morto. Esperei ela perto do salgueiro lutador, onde ia todos os dias exatamente as quatro horas. Estava de costas, e ela me viu primeiro.

-Draco... Porque você –eu a interrompo

-Você está bem amiguinha deles não? E Hagrid ? É pelo visto é um ótimo professor!! –não me viro para ela

-Me seguiu Draco?

-Eu estou te vigiando!!! Você não vai mais conversar com eles!!!

-Eu vou sim!! –ela grita furiosa- Sabe porque? Porque eles são os únicos que não se importam de serem amigos da prima do Malfoy!!! Os únicos que me dão atenção nessa maldita escola!! Eles me deram um apelido, mesmo que você ache ridículo eu me importar com isso, eu me importo!! Você é meu primo, e nem se deu ao trabalho de me apelidar, de me tratar como uma prima!! Eu me importo com você!! Se não percebeu eu tentei te animar ontem, e como me retribuiu? Com grosseria, frieza!! – ela inesperadamente começa a chorar- As vezes sinto que os únicos que se importam comigo são Rony, Luna e minha mãe, Draco!! Você não sabe como é isso, todos de sonserina te veneram!!!

Fico calado, não tenho oque responder. E seus olhos? Seus olhos perderam a maldade, para as lagrimas sinceras. Depois disso tudo ela me deixou. Passei o resto do dia pensando no que ela disse, estava realmente triste.


Notas Finais


Oque tá achando? Alguma teoria? Me conta tudo!! Obrigada por ler!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...