História Segunda Geração - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Harry Potter, Personagens Originais
Tags Draco Malfoy
Exibições 22
Palavras 972
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Magia, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa leitura!!

Capítulo 8 - Criatura


Fanfic / Fanfiction Segunda Geração - Capítulo 8 - Criatura

Dois dias se passam, o trabalho de Neve está pronto, e eu espero que aquela coisa tenha acabado o meu também! Cheguei no grande salão e nada dela, “meu Merlin, onde está ela? Eu preciso daquele trabalho!!”

-Goyle !!! Viu a ... –antes de dizer ela aparece- Por Merlin, achei que não viria!!

-Calma eu me atrasei !! Toma aqui seu trabalho!!

-E aqui está o seu, só assinar seu nome!!

Ela sai correndo, para aula de poções, e eu ainda tenho uns minutos, para terminar minha refeição. Eu acabo e vou para aula, entrego o trabalho. Tudo ocorre bem, até o fim do intervalo, quando sou intimado a ir na sala da Mcgonagall.

-Pode entrar Draco!

-Porque me chamou aqui professora Mc... –eu me deparo com Gheimhridh- O que você ta fazendo aqui neve?

-Os senhores fizeram o trabalho um do outro!! –nós nos olhamos-

-Não senhorita Mcgonagall! Eu fiz o meu de poções !!

-E eu o meu sobre o Opa –ela arregala os olhos, na mesma hora me fez lembrar- Olho-de-Opala!!

-Essa letra é dele minha querida, e essa é dela Draco!!

-Você deve estar se confundindo, por sermos primos nossa letra é idêntica!

-É isso mesmo, incrível idênticas!! – ela pisa no meu pé, indicando para calar a boca-

-Tá bom !! Mas e o fato de você ter assinado Malfoy aqui? E você senhorita, assinou Black em todas as páginas!! Sem contar nessas folhas com o emblema da família Malfoy !! –ficamos calados- Vão receber uma punição!! Além de 20 pontos tirados de Sonserina vão ajudar Higrid!!!

-Mais uma vez? Já não bastou no primeiro ano?

-Foi no primeiro ano Malfoy!! Vocês estão no sexto !!!

Super legal fui entrar na onda dessa maluca, e olha o que aconteceu!! Nunca mais, nunca mais! Nós saímos da sala da Mcgonagall, e lá estava Filch, como no primeiro ano, ele nos guiou até a cabana de Higrid.

-Olha aqui Gheimhridh, você me paga!! Eu só levei ferro por sua culpa sua sang.. –ela me interrompe

-Acho que não está se lembrando do que me prometeu, covarde! –covarde? Ela sabe bem que não gosto que me chame assim

-Chega vocês dois!! –grita Filch ouvindo nossa troca de “amores”- Pensei que havia aprendido Malfoy!! –eu o ignoro. Enfim na cabana de Higrid;

-How Gheim!!! O que fez, para estar aqui? –sou invisível é isso

-Fiz o trabalho desse traste!!

-Fica parecendo que eu não fiz o seu!!

-Entendi! –ele da uma risada- Hoje nós vamos ver como o Fofo está!!

-Fofo, aquela coisa ? Vamos morrer !! –digo irônico

-Fofo? Gostei? É um unicórnio? Centauro ?- adentramos a floresta, ela continua sugerindo o que Fofo pode ser, e Hagrid tem uma brilhante ideia!

-Vamos fazer assim eu e a Gheim, vamos para lá, e você Draco vai para lá com o Canino!!

-Não!! Não mesmo!! –arregalei os olhos com o sugerido, e para deixar mais claro repito- Não!!

-Tudo bem Malfoy, vamos todos procurar Fofo juntos!!

-Covarde, covarde, covarrrrdee!!

Gheimhridh, sai cantarolando “covarde”, e pulando em nossa frente. Uns dois minutos depois ela para, com os olhos fixados no chão ela da um gritinho, se vira com um sorriso no rosto. Quando chegamos perto, se trata do corpo de um centauro em decomposição. Ela se abaixa, a barra de seu vestido esfrega no sangue seco e enlameado, e fica observando atentamente como se fosse algo interessante.

-Eu mereço ver isso!! –reviro os olhos

-Centauro morto? Estranho, muito estranho!

-Por isso está tão interessada, é estranho como você!! –olho para trás ela mostra língua, mas continua vidrada no corpo, eu e Hagrid já estamos a alguns metros e ela no mesmo lugar

-Vamos Gheim !!! Vai se perder!! – “Gheim? Até Hagrid chama ela assim, eu mereço isso mesmo 2!”e ela novamente sai saltitante em nossa frente

Como ela pode dar aquele sorriso com um cadáver? E sair cantarolando, e pulando na floresta proibida, ainda mais com essa escuridão? Doida, maluca, lunática, desequilibrada, insana, estranha, mais algum adjetivo? A é perturbada!! A Luna era estranha, mas não ria quando via um cadáver (assim espero)!! Elas são muito parecidas, apesar dos olhos de Luna refletirem suavidade e inocência, e o dela ser tomado por trevas!

E mais uma vez um gritinho de neve, “Mais um cadáver?”. Não, era Fofo.

-Hahahaha Merlin do céu!!! Ele é lindo!! Hagrid eu quero um desse!!! Hahah é muito fofinhoo!!

-Histérica! Eu mereço !!-“3”

-Vá com calma Gheim, ele ainda não te conhece!!!!

Ela para com seu ataque de histeria. Me encosto em uma arvore e vejo Hagrid fazer os cuidados necessários com Fofo. Uma hora se passa, não há nada mais tedioso, nem a aula da professora Trelawney lá pelo menos posso dormir sem o risco de ser morto!

Um barulho ensurdecedor nos assusta, em seguida um grito mas não é de Gheimhridh, é um grito roco, logo depois um urro .~faz o urro jureg kkj~. Hagrid recua nos chamando para perto, e para mais susto uma cabeça é arremessada em nossa direção. Gheimhridh se aproxima certificando-nos que é mais um centauro.

-Vamos crianças!! Vamos!! –Hagrid começa a andar rápido seguido por nós

-Eu posso ficar com a cabeça!!

- Gheimhridh para de gracinhas vamos embora!! –digo inconformado som a pergunta

Hegrid a puxa e nos começamos a correr com a terrível sensação de estar sendo seguido. Após longos 5 minutos saímos da floresta. Gheimhridh para, e a observa da um sorriso e vem ao meu encontro.

-Aquilo foi demoniacamente fantástico!!!

-Vá para o castelo!! Os dois agora!! -Hegrid manda e obedecemos.

No caminho Gheimhridh começa a rir insanamente.

­-O Que você tem garota?

-É, que foi demais aquilo!!

Chegamos no salão comunal de Sonserina, o mais rápido possível nos encaminhamos para nossos dormitórios. Esse acontecido, me perturbou um pouco, e me assombrou em meus sonhos da quela noite.

 


Notas Finais


Gente por favor deixem sua opinião!! Obrigada por ler!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...