História Segunda Temporada- Perfect - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Harry Styles, One Direction, The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Harry Styles
Tags Drama
Visualizações 52
Palavras 1.066
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 29 - Primeiro passo ao abismo- Mentiras e Promessas quebradas!


Fanfic / Fanfiction Segunda Temporada- Perfect - Capítulo 29 - Primeiro passo ao abismo- Mentiras e Promessas quebradas!

Pov’s Sophia

Quatro dias, em silencio sem comer direito, recebendo mil agulhas na veia, e vendo os olhos do Harry sem luz. Zayn dava noticias dos andares a baixo que estava, o inferno estava completo, Scarlet estava na UTI, em coma... ela não acordava por causa de uma batida forte da cabeça, os médicos disseram que agora a luta era dela, ela precisava acordar, mas não conseguia. Eu me surpreendi com a força que brotou de todos, minha família parecia ser uma, amparavam a mim e a Harry, ajudavam o Zayn que por mas que fosse muito recente o namoro dos dois, mal sai de perto dela, segurava sua mão todo tempo, e Beatriz...Lola dizia que todo tempo ela questionava da mãe. E ela chegou a chorar dizendo que não sabia o que fazer o que dizer a menina, que eu era boa nisso, que precisava de mim. O fato que ninguém podia me pedir para ser forte eu estava quebrada , algo em mim jamais se restauraria.

Pov’s Harry

Havia dias que Sophia não falava nada, eu sai do lado dela apenas para ir em casa tomar banho, não tinha sono, não tinha fome. Algo em mim se quebrou e não voltaria tão cedo a ser restaurado. Os olhos dela estavam sem luz , não falávamos não nós olhávamos. Eu odiava o Tyler com todas as minhas forças é queria matar ele com minhas mãos. Mas não podia, por que prometi a ela...Alguns dias e os médicos deram alta para ela ir para casa.

-Cuidado! Tem que deitar de vagar.

-Eu to bem!

-Como esta se sentindo amor?

-Quebrada Harry! Sinto-me tão vazia, que...<Ela começou a chorar>

-Vamos passar por isso! Prometo, juntos?

-Vamos sim!

-Eu vou sair, comprar algumas coisas para comer, e os remédios que medica te receitou.

Eu sai de casa, ela ficou, vamos se dizer que sozinha Elizabeth estava na casa, mas ela estava no quarto chorava sem parar, eu peguei o carro dirigi até a prisão pentonville e lá pedi para ver um detento, que eu mesmo coloquei aqui no inicio da minha carreira como advogado, eu não estava raciocinando direito;

-David !

-Harry Styles! Ao que devo a honra do cara que me pós nesse lugar me visitar?

 -Eu vou direto ao assunto assim não dou rodeios, eu quero um serviço  dentro do presídio?

-Pagando bem!

-Terá o quanto quiser, mas precisa ter êxito nisso!

-O que quer Styles?

-Você vai assassinar Tyler lockwood! Ele foi trago para cá a poucos dias, por espancar a mulher.

-Lockwood! Sei de quem esta falando, mas vai sair, mas caro, o cara ta na ala psiquiatra, pelo que soube ele repete o nome de uma  mulher intensamente dizendo que vão matar ela.

-Antes de matar qualquer outra pessoa o quero ele  morto. Faça o que eu pedi e sua grana vai estar na sua conta para se mandar daqui. Agora nós nunca nós falamos!

-Tudo bem senhor Styles! Considere feito, e nós jamais nos falamos!

[...]

Pov’s Sophia

Eu me ergui depois que Harry saiu de casa, eu estava com os olhos doendo de tanto chorar, fui as minhas coisas a bolsa guardada com cuidado por esconder algo que eu já devia ter me livrado, mas era a saída a direita que precisava, eu não suportava a dor, Scarlet na UTI, Harry, Beatriz sem saber da mãe,  a perda do bebê; Tudo, eu peguei a carteira de cigarros e me tranquei no banheiro, o cigarro foi acesso com o isqueiro que ganhei da Scarlet no dia que nós conhecemos, Cannabis exalava rápido e nublava sua mente na mesma intensidade, alguns cigarros e eu estava totalmente dopada, dopada da dor intensa que sentia, e o que com toda certeza aquelas analgésicos não me tiravam.

A carteira de cigarros acabou, acho que fumei uns vinte ou até mas, olhei minhas mãos tremulas, mas não pensei em mas nada, se morre se por isso pelo menos a dor acabaria, o cheiro no banheiro foi fácil acabar, bom ar, um incenso para exalar, mas os olhos vermelhos esse precisariam de colírios, e foi o  que fiz, liguei numa farmácia perto e pedi, assim que a campainha tocou, desci as escadas indo receber o pacote, e Elizabeth da porta me olhou, com os olhos tentando me dar esperança;

-Sra. Styles precisa de algo, talvez uma comida?

-Não Elizabeth não quero nada!

-Mas remédios?

-São analgésicos, que não fazem nem um terço do seu propósito essa dor nunca vai passar!

-A senhora vai ficar bem, vai ver! 

-Eu vou sim Elizabeth, eu vou suportar de uma forma ou de outra.

Eu subi as escadas ela me encarava me analisando, mas não dizia nada, afinal os olhos podiam ser das lagrimas que sempre caiam, mas a voz meio alterada era pelo cigarro, eu voltei ao quarto coloque os colírios nos olhos e me certifiquei de esconder não só os cigarros mas os colírio.

Harry entrou no quarto depois de algumas horas, mas o olhei, as coisas entre nós eram assim agora sem carinho, sem beijos, sem palavras apenas nós dois e a dor. Eu ou ele um dos dois tinha que reagir;

-A onde estava demorou? 

-Fui resolver umas coisas? Elizabeth disse que entregaram algo da farmácia aqui?

-Um soro! Eu estou com o nariz meio congestionado. E você foi resolver quis coisas?

-Sophia, eu fui resolver umas coisas...tá.

-E precisa falar assim comigo só quero saber onde esteve?

-Já disse resolvendo umas coisa!

-Claro! E eu já disse a você que somos casados e que eu conheço você. Esta mentindo por que fala é  nem tem coragem de me encarar!

-Agora vamos brigar, não basta tudo que estamos passando você quer brigar por que eu fui resolver coisas e não disse o que?

-Claro eu pedi seu filho, a historia e  bem clichê agora, você começa a resolver coisas eu me perco na minha dor é daqui a pouco você ta me traído!

Ele se sentou na beira da cama tirando os sapatos, minha frase acabou e ele me encarou;

-Acha que sou assim? Na primeira ou sei lá quantos vendavais já passamos eu te deixo sozinha e vou embora!

-Então me diz onde foi?

-Não! Você confia em mim não é, então vai ter que se conformar com “ Eu fui resolver umas coisas” Agora se isso não e o bastante fique ai tendo um ataque sozinha!

 


Notas Finais


Ai ai ai! Corações por favor fiquem firmes! A historia vai de baixo a mas profundo ainda! Espero que não me matem.
Comentários!
Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...