História Segundas Intenções. (Malec) - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Asmodeus, Clary Fairchild (Clary Fray), Hodge Starkweather, Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Lady Camille Belcourt, Magnus Bane, Raphael Santiago, Simon Lewis, Valentim Morgenstern
Tags Alec Lightwood, Clace, Clary Fray, Jace Wayland, Magnus Bane, Malec, Sizzy
Exibições 90
Palavras 762
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem.
Boa Leitura.

Capítulo 36 - Cap 35 - Eu tenho novidades.


Fanfic / Fanfiction Segundas Intenções. (Malec) - Capítulo 36 - Cap 35 - Eu tenho novidades.

-Eu tenho algumas novidades para te contar Magnus e precisamos conversar. - avisou Alexander.

 -Então como não posso sentar preciso que você sente ao meu lado falou Magnus.

Alexander sentou-se na cama perto de onde Magnus pudesse lhe olhar.

Magnus viu um machucado no rosto de Alex - Você brigou com alguém?

 Alexander por favor, não me diz que foi com...... O valentão do Sebastian- completou Alec.

 Não acredito que você brigou com ele você é muito perigoso! - disse Magnus ficando nervoso.

- Você se machucou muito?- perguntou Magnus.

- Não ele está muito pior Magnus! – falou Alec.

Magnus ficou chateado.

-Você não pode brigar na escola, pode ser expulso do Instituto.

Ao ver o rosto de Alexander ficar triste.

- O que mais aconteceu?

- Eu o expus perante a sala toda. Por causa do punho que estava machucado e quando tiraram a sua blusa para poder respirar eu vi uma mancha roxo no seu abdômen.  – afirmou Alec.

- Porque você tem tanto medo dele?-perguntou Alec.

 -Não posso te informar, podemos trocar de assunto.

 - Eu queria te contar que agora tenho um patrocinador a sua tia vai me Patrocinar. -afirmou Alexander feliz.

-Que bom estou, muito feliz por você Alexander agora você tem que trabalhar duro para conseguir seus objetivos. – disse Magnus

- Graças a você obrigado por ter me indicado a sua tia.- agradeceu Alec.

 -Um deles me falou que você ganhou troféus e medalhas, eu não vi nenhum deles exposto aqui no seu quarto. – Falou Alec

Magnus  baixou a cabeça triste

- Algumas se quebraram em um  acidente outros foram guardados.

- Não minta Magnus. - disse Marta chegando ao quarto junto com uma bandeja de lanche.

- Você quer mesmo que eu conte tudo sobre isso. Alguns viraram armas na mão do meu pai que me machucou, nem todas as marcas que eu tenho são de cinto. – Disse Magnus deixando Alec assustado com o quê Magnus havia dito.

- Os  mais bonitos estão guardadas só que o vidro que eu amava se quebrou era do Mundial que foi parar já sabe onde!

- Não me lembra desse dia foi o pior que eu já vivi nessa casa.-  relembrou Marta.

-  Desculpa não é a minha intenção, de lembrar vocês desse fato, Marta.

- Traz a chave, por favor, Marta que ele vai ver minha coleção de troféus.

 Então entregou a chave para Alec que pediu permissão para ver o armário de Magnus. Logo permitindo.

- Na primeira porta a direita. Tem outra porta e um cofre.

Alexander fez isso encontrou a porta e colocou a chave girando encontrou um cofre Grande. Alec fez uma careta emburrada para Magnus que sorriu da careta que Alec fez.

Magnus disse a senha para Alec que acho familiar.

-  Magnus esse é dia e o mês e o ano do meu aniversário.

Magnus se assustou com a tamanha coincidência.

-Esse é o dia o mês do aniversário da minha mãe e os últimos dois dígitos são o ano que eu nasci.

- De qualquer forma vou ter que mudar mesmo.- completou Magnus.

Alec estava digitando os números e quando abriu o grande cofre,  ficou Maravilhado com que encontrou. Uma coleção de medalhas, fotos e troféus uns inteiros outros remendados. Alec achou estranho que o troféu do Mundial estava ali, faltando algum pedaço.

- Esse é o do mundial que eu te falei.

- Mas está grande do troféu. – disse Alec.

- Sim não tem como recupera-lo na verdade. – Afirmou Magnus.

-Por quê? – Perguntou Alec.

- O caco que não se espatifou está preso em mim! – falou Magnus deixando Alexander mais espantado.

- Eu não quero falar onde está a parte de vidro. Vamos mudar de assunto novamente. – Disse Magnus.

- Aqui está a matéria das aulas de hoje que esse louco perdeu. Desculpa Marta o Magnus completamente lunático por ir a aula hoje.

- Concordo perfeitamente com você Alec, ele foi um completo inconsequente. – Afirmou Marta.

- Olha eu ainda estou aqui e escutando. Eu sei que errei indo hoje para escola me desculpem.

 

- Agora tenho que ir para casa, eu preciso contar, que eu estarei sendo patrocinado pela sua tia para minha família.  

- Claro sua família vai adorar saber do anuncio. – Magnus diz abrindo um sorriso, mas logo ficando triste.

- Te espero amanhã não vou sair do lugar mesmo.

- Marta, obrigado pelo maravilhoso lanche. – falou Alexander.

- Tchau Magnus. – falou Alexander.

- Tchau até amanhã e cuidado com o Sebastian. – Afirmou Magnus

 Alexander saiu da mansão de Magnus e foi para casa de carro contente.


Notas Finais


Beijokas com purpurina.
Obrigada por lerem e comentarem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...