História Segundas Intenções. (Malec) - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Asmodeus, Clary Fairchild (Clary Fray), Hodge Starkweather, Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Lady Camille Belcourt, Magnus Bane, Raphael Santiago, Simon Lewis, Valentim Morgenstern
Tags Alec Lightwood, Clace, Clary Fray, Jace Wayland, Magnus Bane, Malec, Sizzy
Exibições 100
Palavras 500
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


O capitulo está curto. Desculpa terá continuação
Não me matem.
Espero que gostem.
Boa leitura.

Capítulo 38 - Cap 37 - Esse foi o melhor beijo da minha vida.


Fanfic / Fanfiction Segundas Intenções. (Malec) - Capítulo 38 - Cap 37 - Esse foi o melhor beijo da minha vida.

Magnus chegou mais perto de Alexander.

- Você com certeza  está me ajudando muito mais do que pude fazer por você ontem, Alexander.- afirmou Magnus sorridente.

- Você deveria sorrir mais vezes Magnus você fica mais bonito quando sorri.

Os olhares se conectaram e atração falou mais alto.

Magnus passou a sua mão pelo rosto e levantou o queixo de Alexander um pouco mais para cima e o beijou de forma delicada os lábios do moreno.

- Desculpa não foi minha intenção faz....... Magnus foi interrompido.

Quando Alexander voltou a beijar Magnus agora de uma forma mais intensa.

Alexander não somente correspondeu ao beijo como se tornando cheio de luxuria, uma corrente elétrica avançou pelos dois.

As mãos avançavam pela nuca do moreno. Alec retribuía passando sua mão puxando delicadamente os cabelos do asiático.

“ Estou perdendo a cabeça que beijo Bom “ – pensou Magnus.

Alexander pediu passagem com a língua que foi concedida por Magnus.

O beijo estava pegando fogo as línguas estavam dançando em perfeita harmonia. Invadindo cada espaço disponível.

Alexander sentia as famosas borboletas no estomago.  Enquanto estreitava o espaço entre seus corpos.

 “ Meu coração está acelerado e minha cabeça pede para continuar. Eu estava precisando disso. “ – pensou Alexander.

Tiveram que se separar por falta de ar.

Ao tentarem respirar estavam tentando entender o que tinha acontecido ali.

Alexander sorriu para Magnus.

O coração de Magnus quase parou ao ver o sorriso do moreno.

- Você deveria sorrir mais vezes Alexander você fica mais bonito quando sorri.- disse dessa vez Magnus.

“ Eu preciso disso de novo. “ – pensou Alexander.

Alexander tomou a atitude dessa vez e voltou a beijar o asiático. Que ficou surpreso com a atitude do moreno.

Marta ia entrar para entregar uma bandeja de guloseimas mais recuou ao ver o beijo dos dois. Ela saiu sorrindo.

Magnus sentiu seu corpo arrepiar. 

Depois de um tempo se beijando retornaram a tentar respirar, estavam ofegantes.

- O que foi isso. Meu coração está acelerado. – falou Magnus tentando se recompor.

- N- Não acredito que eu fiz isso. – afirmou Alexander fazendo Magnus ficar triste ao ver que o moreno tinha acabado de dizer isso.

O asiático olhou para o lado desviando seu olhar dos olhos azuis do moreno.

- Desculpa eu sei foi precipitado, você está decepcionado. – disse Magnus.

- Eu sei estraguei tudo não é. – afirmou Magnus.

- Desculpa Magnus eu falei sem pensar. – relatou Alec.

-  Eu sou um tolo.

-  Muito pelo contrário foi o melhor beijo  da minha vida. – declarou Alexander.

Alexander estava vermelho ao ter pronunciado isso.

Magnus adorou o jeito como o moreno ficou depois de declarar.

- E porque eu sou menino que você ficou assim. Receoso.- falou Magnus.

- Eu preciso saber o que aconteceu aqui. Porque a minha cabeça está girando, meu corpo está mole. Eu preciso de um ar. – falou Alec.

- V - você pode se quiser ficar um pouco na sacada. – disse Magnus.

" Acho que estraguei tudo. " - pensou Magnus.


Notas Finais


Beijokas com açúcar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...