História Sei Lá...! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Felicidade, Kitty
Visualizações 8
Palavras 384
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fantasia, Romance e Novela, Universo Alternativo

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oieee!!! Turuboum?

Sabe quando DO NADA bate uma felicidade que até te faz ficar leve?(eu até esqueci a Samantha!)

Espero que gostem, e boa leitura! ❤

Capítulo 1 - Capítulo Único;


Eu não sei se é a vodka, a maconha ou outra coisa que eu não usei mas queria ter usado, só sei que eu tremendo.

Sim, tremendo. E eufórica, com a garganta e o peito queimando numa mistura louca de raiva, medo, angústia e felicidade; com o estômago embrulhado e uma vontade doida de sair de pijama na rua, gritando qualquer coisa à quatro ventos.


É, é assim que eu me sinto agora. E com frio, frio no estômago. Com medo de ser pega, mas sem nenhum medo de continuar.

Parece que, sei lá, alguns bichos estão andando na minha barriga - tanto por dentro quanto por fora -, e minha cabeça vai explodir a qualquer momento.


Essas sensações são boas, muito boas, sem sombra de dúvidas… Mas, será? Será que isso é certo, que eu estou fazendo certo ao fazer tais coisas que me provocam essas sensações? De verdade, eu não faço a mínima ideia, então só continua e “segue o baile”.


Não importa o que acontecer daqui pra frente, eu vou seguir meu coração - que, agora, parece que vai sair pela boca a qualquer momento -, e continuar vivendo essa adrenalina que me faz ficar com frio no estômago.


Isso é certo? Sei lá.

É errado? Também não sei.

Porque continuar? Sem isso, a vida fica tão chata, fica tão… Sei lá.


Me diz, pra quê gastar a vida no tédio quando se pode sentir o peito pesar, a cabeça girar, tudo queimar e formigar e sentir tudo isso com um sorriso no rosto?

O que são essas sensações? Sei lá! Só vou continuar. E acho que você deveria fazer o mesmo que eu.


Poxa, a vida é tão curta! Logo, logo já era, e aí? O que você vai ter sentido de bom? Isso mesmo, sentido. Dane-se o que você fez, quem você foi, que legado deixou. O que você sentiu? Isso sim importa.

Eu sei que vou poder falar que senti tudo isso acima enquanto, simplesmente, pensava na pessoa que eu amo e fazia o que eu amava e era meu sonho. Eu vou ter aproveitado a vida; sentindo a garganta queimar, o peito pesar, a cabeça rodar, o coração acelerar, o sangue ferver e tudo isso que ninguém sabe o que é.


Eu vou ter sentido a felicidade.


Agora,... Se isso vai servir de algo após a morte? Bom… Sei lá.


Notas Finais


Espaçamento, vai se danar.

Podem comentar viu? Eu não mordo(mas eu moido :3).

Beijinhos e até a próxima! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...