História Sei lá Só Tranzando com Um Amigo - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 18
Palavras 606
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi gente, desculpa pela demora, mas aqui mais Um cap, uma perguntinha rápida. CADÊ VOCÊS EM?

Boa_Leitura

Capítulo 11 - Nós


Fanfic / Fanfiction Sei lá Só Tranzando com Um Amigo - Capítulo 11 - Nós

Passou 5 semanas e nada. Joao, Arthur, Ana e Gisele, visitavam a colega cada vez menos.

Chegou um dia que Castian, seu irmão estava tocando violão baixinho no quarto da irmã. Ele cantava uma música de Melanie Martinez - toxic, pois sempre que Falava com ela, estava ouvindo alguma música dessa cantora.

Castian depois de.tocar foi ao banheiro, se olhou no espelho, estava realmente cansado e estressado, já que os pais não ficavam com Daniela. Pois tinham algo mais importante para fazer como o próprio trabalho. Na volta, ele viu as mesmas pessoas que ficavam ali, algumas estavam indo embora, outras estavam chegando para uma cirurgia ou algo parecido.

Ele abriu a porta, seu coração disparou de repente, sera que era coisas que ele estava vendo? Ah sim... Devia ser... Fechou a porta indo para fora, suspirou mais uma vez e abriu novamente ao ouvir a voz da sua pequena irmã dizer do lado de dentro:

-One chan!!!

-Nii.... -Castian correu até a irmã, a ajudou se sentar sobre a cama, tirou algumas faixa que estavam sobre o rosto, cabeça e o resto do corpo.

-Achei que estava fora...

-Estava mesmo, mas voltei agora.

Daniela sorriu parece que ver seu irmão de volta tinha a animado de novo, estava cansada de ficar só sem fazer nada.



~ Casa ~

- 14:44 -

Os dois foram para casa, Castian ligou para os pais avisando que ela saiu do coma, passou pelo médico novamente, sendo liberada, depois avisou aos amigos da irmã.

O primeiro que visitou Daniela, foi Ana e depois Arthur chegou com João.

-Dani.. -Arthur correu para a abraçar, mas ela parecia fria e distante, não correspondeu ao abraço, parecia que não gostava dele, olhou para Ana, ela franziu a testa abaixando a cabeça ficando em silencio.

-Arthur... -Castian disse tossindo.

-Sim?

Castian esperou Arthur se afastar de Daniela a mesma foi para a cozinha fugindo de todos dali para pensar.

-Sabe... O médico disse que ouve alguns danos... Cerebrais, e ela esqueceu de quase todo mundo.. Sua consciência só lembra da própria familia no momento.

-Mas... O quê? -Arthur arregalou os olhos sentindo uma dor no peito, não entendia o por que, mas não pensou que iria acontecer isso. Ainda mais com quem ela gostava muito.

-Eu sinto muito... Na verdade todos sentimos... -Castian passou a mão sobre o cabelo -Voltei ainda hoje até o hospital com ela, disseram que vai voltar a memória dela.

-Sim... -Arthur sorriu desanimado, saiu da casa, respirando fundo e foi para sua.



Pov's Arthur

Eu não acreditava naquilo. Por que ela tinha que nos esquecer? Tivemos tantos momentos juntos... Peguei minha bike dando uma volta por todo o bairro, estava quase anoitecendo, decidi ir para casa, passei pela casa de Daniela, a vi saindo, me encarou.

-Você... O rapaz de mais cedo -disse ela colocando uma mecha atrás da própria orelha.

-Arthur..

-Hummm... Isso.

Ela sorriu sem jeito, se aproximou de mim parando ao meu lado perguntando:

-Pode me da uma carona até o mercado?

-Claro... Senta aí.

Vi Daniela sentar atrás de mim, disse para segurar aí atrás, me deixando surpreso, ela pegou em minha cintura apertando levemente como se sentisse medo de cair ou algo do tipo. Deu pelo menos 15 min até o mercado que iria ir.

-Chegamos.

Ajudei Daniela descer da bike, a esperei, já estava escuro não seria nada bom a deixar só agora que perdeu a memoria.

Voltou sorrindo, ah aquele sorriso, fez meu coração derreter, subiu na minha bike novamente sem dizer nada dessa vez, acho que tinha conquistado a confiança dela. Passamos pelo parque, olhamos o por do sol.

-Olha que lindo Dani chan.

-Sim, muito lindo.

Ficamos apreciando por um bom tempo, até ouvir uma risadas, voltei a pedalar indo para casa dela. Deixando-a na porta da casa. Me despedi indo embora.

Pov's Off


Notas Finais


Gostaram? Comentários? Notas?

Sinto falta de vcs

Bjo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...