História "Seis anos mais velha" - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Drama, Romance, Violencia
Exibições 123
Palavras 981
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


^^Oi Pessoas^^
Bom, essa é primeira vez que estou escrevendo então...dá um desconto, espero que gostem.
(Desculpem qualquer erro)

Capítulo 1 - "Capítulo Único"


Fanfic / Fanfiction "Seis anos mais velha" - Capítulo 1 - "Capítulo Único"

*(S/n) P.O.V on*

~Apresentação on~

Olá meu nome é _______*, tenho 25 anos, sou formada em medicina veterinaria. Moro sozinha em um apartamento em Busan, meus pais moram em São Paulo, Brasil, e raramente nos falamos. Minha cor favorita é preto e vermelho, amo pizza, amo animais. Gosto de ler, assistir a filmes e cozinhar.

~Apresentação off~

Hoje iriamos viajar para um tipo de mata, digamos que vai ser um tipo de acampamento. Iria viajar só os estagiários, mas como a maioria precisa de ajuda com os animais, teria que viajar um responsável por eles. Eu fiquei encarregada de ajudar Jeon JungKook. Um garoto de apenas 19 anos, só que faz coisas melhor do que muitos de 30,35... Quando eu digo "faz coisas melhor do que muitos de 30, 35", quero dizer de sexo, sim eu já transei com ele, e não me arrependo nem um pouco. O problema é que Jeon é muito novo pra mim.

[...]

Já haviamos chegado no "acampamento". Todo já estavam em seus quartos. Eu estava pronta para ir dormir até que Jeon entra no meu quarto com uma garrafa de Vodka na mão. Ele me olhava de cima a baixo, ele mordia o lábio inferior. Tentei me cobrir, pois eu estava só de camisola, bem curta.

-Quer alguma coisa??- Olhei a garrafa de vodka em sua mão- Sabe que horas são??- Olhei pro relógio que havia na parede-

-Hora de foder a noona...-riu sarcástico pondo a garrafa de vodka na mesinha ali perto-

-Jeon, vai pro seu quarto, toma um banho, amanhã a gente conversa- Ele não me respondeu. Fechou a porta atrás de si a trancando-

-(S/n)...vai negar que me quer?- Coemçou a andar vindo em minha direção-

-Vou! Vai pro seu quarto agora Jeon! -Ordenei fazendo-o rir- Tá rindo de que? Saia já daqui, ou eu chamo os seguranças!

-LARGA A MÃO DE SER ESTÚPIDA (S/n)-Gritou-PARA DE FINGIR QUE NÃO ME QUER, PARA DE FINGIR QUE NÃO SENTE NADA POR MIM, PARA DE TENTAR SER PERFEITA. PORRA, VOCÊ NÃO VÊ? O QUANTO EU TE AMO?

-Para de gritar.....-Abaixei a cabeça- E-eu -Eu ia terminar a minha frase mas Jeon me interrompeu com um beijo-

-Eu quero você, agora, aqui...-Ele disse entre o beijo-

Não respondi. Jeon me guiou até a cama, me deitou delicadamente ficando por cima. Ele desceu suas mãos até minha coxa, onde puxou o tecido fino da camisola pra cima a tirando. Olhou meu corpo, mordeu o lábio e voltou a me beijar. Tirei sua camisa com sua ajuda, fitei por um tempo aquele abs maravilhoso.

-Baba não noona....eu sei que sou perfeito- Sorriu pervertido-

-Convêncido.-Respondi puxando seu lábio inferior entre meus dentes-

Jeon levou suas mãos até meus seios, descobertos, e começou a massagear. Beijou, mordiscou, chupou, meu pescoço fazendo-me arfar, ele desceu os beijos e chupões até meu seio direito onde o colocou na boca, Jeon trabalhava com a boca no direito enquanto trabalhava com a mão no esquerdo. O mesmo que ele fez no seio direito ele fez no esquerdo. A única coisa que eu sabia fazer era gemer em aprovação. Fez uma trilha de beijos até minha calcinha onde a rasgou com toda brutalidade, deu um sorrisinho de canto assim que viu o quanto eu estava molhada.

-Assim tão rápido noona....-Sorriu malicioso-

Jeon beijou a parte interna da minha coxa, logo minha virilha, e por fim mnha intimidade. Jeon úmideceu os dedos e passou-os pela minha intimidade, ele ficava brincando com meu clitóris, me torturando.

-Jeon....-Gemi manhosa-

-Me chama de Daddy....baby -Jeon me penetrou com um dedo-

-Awwwnnn D-daddy..._Gemi arrastado-

Ele aumentou mais um depois outro até estar com três dedos denro de mim. Ele entrava  e saia em um movimento rápido. Estava quase pra chegar em meu ápice mas ele parou e retirou seus dedos de dentro de mim fazendo-me gemer em reprvação. Logo senti sua respiração ofegante em minha intimidade já prevendo o que viria. Jeon penetrou sua língua em minha intimidade, ele fazia movimentos circulares, entrava e saia aquilo estava me deixando louca, como eu amo aquela língua. Peguei em seus cabelos os puxando, fazendo ele chegar mais perto de minha intimidade. Logo cheguei ao meu ápice e me desfiz em sua boca, ele enguliu tudo sem pestanejar.

-Delícia...-Sussurrou de uma forma sexy-

-Minha vez...-Inverti as posições ficando por cima-

Dei um breve beijo sentindo o meu próprio gosto. Lhe lancei um olhar malicioso e desci os beijos até o cós de sua calça, que logo já se encontrava no chão junto com a box. Peguei seu membro rijo em minha mão fazendo movimetos lentos de sobe e desce.

-Aaahhh noona...-Jeon gemia enquanto fechava os olhos com força- Mais rápido baby....

Atendi ao seu pedido, ele avisou que iraia gozar, então, puz sem membro em minha boca. Beijei a cabecinha, fiquei brincando com sua glande o torturando.

-Me chupa logo (S/n). -Ordeou e eu obedeci colocando seu membro até onde dava dentro da minha boca-Aaaaahhh (S/a)....

Jeon me chamou pelo meu apelido, o que me estimulou a ir cada vez mais rápido. Jeon segurou meus cabelos ditando os movimentos. Não demorou muito e ele chegou ao seu ápice, enguli tudo sem serimônia.

-Agora....vamos pra parte que me interessa. De quatr baby.-Jeon ordenou e eu obedeci empinando a bunda pro mesmo- Gostosa- Depositou um tapa na minha nádega fazendo-me gemer de dor-

Segurou em minha cintura e começou a penetrar, ele ia fundo, rápido, acertando várias vezes meu ponto. A cada vez que eu gemia seu nome era m tapa que eu levava, tinha que ser Daddy. O quarto foi preenchido com o som dos nossos corpos se chocando e os nossos gemidos/gritos.

Mais umas três estocadas Jeon e eu gozamos juntos.

Ele saiu de dentro de mim deitando-se ao meu lado. Encostei minha cabeça em seu peito e ele fez carinho em minha cabeça.

-Te amo noona- Beijou minha testa-

-Te amo pirralho

 

 

 


Notas Finais


Bom, é isso. Espero que tenham gostado. É a primeira vez que eu faço isso okay?
Desculpem qualquer erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...