História Sekkusu o suru hoho - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Tags Anime, Ereri, Fanfic, Lemon, Riren, Yaoi
Exibições 207
Palavras 1.168
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


I GOT THESE FEEEEELINGS FOR YOU
AND I CANT HELP MYSELF NO MORE

Capítulo 2 - 69


Levi, apenas vestido com uma boxer feminina rosinha claro, passou uma perna por cima de Eren, que vestia apenas uma boxer, montando em seu abdômen.

"Você está tão gostoso hoje, amor", murmurou baixinho no pé do ouvido do maior, rindo da forma como ele se arrepiou todo e apertou as mãos na cintura fina e realçada de Levi.

"Hum? Imagine você", agarrou a bunda farta dele, "essa bunda nunca para de crescer não?"

Levi riu, levantando-se e apoiando as mãos no peitoral forte, beliscando os mamilos alheios. "Se você não parar de botar fermento, não!"

"Então eu vou colocar até ela virar um bolo do Buddy"

"Yeah yeah", suspirou, prendendo os lábios em uma linha reta e se deitando sobre os ombros largos, deixando beijos suaves no pescoço suado porém coberto daquele perfume que tanto ama.

'Tá tudo bem, doce?", fazia carinho na lombar de Levi.

"Lembra daquele livro?"

"O da porta?", assentiu, "sim, o que tem?"

"Hum... ele era um livro de sexo", riu baixinho.

"Yeah? E o que tinha lá? Kama sutra?", dessa vez ele riu.

"É, algo assim"

"Wow, e o que te chamou a atenção lá?", perguntou curioso.

"Várias coisas mas... eu sempre quis fazer um meia nove?", escondeu o rosto, envergonhado.

"Meia nove? Aquele que um chupa o pau do outro ao mesmo tempo?", assentiu e Eren riu baixinho. "Se você quiser que eu transe plantando bananeira eu vou, meia nove é fichinha"

Levi gargalhou gostoso e levantou o rosto, atacando os lábios de Eren ferozmente, um tentando lugar pelo domínio de espaço enquanto Levi enrolava seus dedinhos nos emaranhados aloirados de Eren e Eren brincava com a barra de sua calcinha e arranhava suas costas num ardido gostoso.

Eren interrompeu o beijo, dando vários selinhos rápidos e encostando às duas testas, ambos ofegantes pela falta de oxigênio de alguns segundos atrás. "Você prefere ficar por cima ou por baixo?", perguntou.

"E-Eu posso ficar por cima?", fez um biquinho adorável com os lábios e Eren os mordeu, sorrindo.

"É claro babe. Vira e empina essa coisa maravilhosa que você tem ai atrás pra mim"

E assim feito, Eren virou de costas, montando ao contrário e ficando de bruços contra a boxer cinza apertada do outro que delineava com perfeição seu membro semi-ereto. Logo rebolou a sua exuberância contra o rosto de Eren, que salivava e sentia que poderia gozar só com aquela visão do paraíso.

"Você me deixa louco..." murmurou baixinho antes de afastar a calcinha para o lado e dar uma lambida de gato na entrada rosada e apertada de Levi, que se contraía em ansiedade e excitação. Levi gemeu em resposta, fechando os olhos e mordendo os lábios quentemente com os beijinhos deliciosos que os lábios carnudos de seu namorado davam por todo o seu anel de músculos, fazendo uma cosquinha gostosa. Era maravilhoso, mas estava na hora de começar sua parte, portanto direcionou o olhar para baixo e botou a língua úmida para fora, delineando a silhueta enorme e grossa agora já mais ereta que antes, sentindo seu pênis pulsar na renda cor-de-rosa com os gemidos roucos e arrastados que o outro dava à cada centímetro de contato que tinha com sua língua. Não aguentou esperar mais e abaixou-a tortuosamente, salivando para o pênis agora duro feito pedra que saltou em seu rosto, rindo ao que colidiu com seu nariz. "Você é tão lindo, Ereh", e abocanhou a 'cabecinha' rodeando-a com a língua e sua saliva se misturando com o pré-gozo pastoso que saía pela fenda delicada, tornando tudo mais saboroso.

Eren gemia com sua voz grossa e melodiosa, parando de dar beijos e agora seguindo os movimentos de Levi e botando a língua para fora, só que de lamber o pênis, era seu furico. Levou o músculo úmido até círculo quente e pulsante, dando lambidas circulares que levavam o outro ao delírio, estendendo-as até seu períneo e chupando suas bolas quentes e cheias de esperma, dando leves encostadas do dente e sentindo o corpinho acima de si estremecer por completo, gemendo em volta de seu pau e dando uma vibração deliciosa. Sem mais encher linguiça, abaixou a renda completamente e com a ajuda de Levi, tirou-a por uma perna e depois por outra, jogando-a em algum lugar que realmente não importava no momento. Voltou a sua atenção ao ânus e sem aviso prévio introduziu a língua no local já lubrificado e apertado.

"Eren...", gemeu muxoxo, apertando-se contra o músculo do outro, quase que espremendo-a la dentro mas ele não se importava. Continuou a força-la até estar totalmente dentro, agora a circulando por todo o 'ambiente' e sentindo o gosto doce e... não, não era baunilha, mas era um gosto especial, o gosto 'bunda do Louis' que Eren tanto gostava.

Levi, por sua vez, tentava se concentrar no boquete que estava tentando fazer enquanto o namorado o saciava pelos fundos. Separou os dois corpos com um estralo sensual e um fio de saliva que ligava a cabeça do pênis rubro e quente com os lábios carnudos e inchados, mas antes que pudesse pensar, abocanhou-o de uma vez, sentindo seus olhos azuis como o mar se umedecerem de lágrimas pelo membro que encostava em sua garganta e fazia movimentos de sobe e desce, deixando toda a pele coberta por sua saliva.

Alguns minutos de toda essa tortura se passaram e ambos estavam quase vindo já. Eren além de penetrar a língua em Levi, passou a bombeá-lo rapidamente e com as mãos firmes, sentindo a pulsação do sangue do outro pelas veias ressaltadas e observando seu ânus se contraindo contra sua boca e suas bolas juntamente. Levi gemia incontrolavelmente enquanto subia e descia os lábios com velocidade, succionando-os na cabeça e vez ou outra mordendo suavemente, estremecendo o corpo de Eren inteiro e fazendo-o pedir por mais e mais.

"Ereh e-eu eu estou perto", gemeu ofegante, sentindo a atmosfera quente quando soltou o pênis de seus lábios, respirando por um momento.

"Por que você parou?"

"Desculpe", começou a distribuir beijos por toda a extensão quente enquanto a masturbava lentamente com a mão. Eren o mesmo.

"LeviLeviLevi e-eu vou-Ohh Yeah", gemeu sufocado e se liberou em jatos quentes e longos no rosto de Levi, que ofegava e espremia os olhos com o prazer imenso que a velocidade da mão de Eren o proporcionava, em seguida dando um grito fino e gemendo alto, novamente para toda a vizinhança ouvir, e liberando seu esperma líquido na mão do namorado.

Ambos pararam os movimentos e Levi desabou contra a pélvis de Eren, que deu um gemido sôfrego e puxou-o para cima por debaixo dos braços, o trazendo para seu peito e envolvendo a cintura com um dos braços musculosos.

"Eu gostei disso. Intenso"

"E-Eu também, devíamos fazer mais vezes", murmurou sonolento e se aninhou melhor, traçando os pelos ralos com a pontinha do dedo indicador.

"Já disse que te amo?", deu um beijo carinhoso no cabelo de Levi, mas não recebeu uma resposta em troca pois este já havia dormido como um anjo agarrado a Eren.


Notas Finais


CANT FIGHT THESE FEEEEEEEEEELINGS FOR YOUR
NO I CANT HELP MYSELF NO MORE


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...