História Self-destruction is a beautiful thing - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yuma Mukami
Tags Assassinato, Depressão, Diabolik Lovers, Suícidio, Vampiros
Visualizações 34
Palavras 1.430
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - You have talent


Fanfic / Fanfiction Self-destruction is a beautiful thing - Capítulo 4 - You have talent

P.O.V (???) 

Estavamos nos reunindo para falar sobre a missão de Akane , todos do conselho estavam ali presentes naquela sala,  algo que era muito incomum e isso mostrava o quanto este assunto era sério.

-Acham mesmo que ela irá conseguir matar o filho mais velho do Tougo ? -perguntou um dos presentes no local ,não sabíamos os nomes uns dos outros e muito menos seus rostos , tudo que sabemos é quantod vampiros já matamos e que somos nós que temos poder e comandamos os outros assassinos de vampiros .

-Você sabe por oque aquela garota passou e as habilidades que ela tem como assassina? -pergunto à ele

-Deixe-me adivinhar , a tipica história de os vampiros destruiram sua vida e agora ela quer vingança ? -pergunta rindo-que grande piada

-Não exatamente -digo -não foram os vampiros que destruiram sua vida e sim a própria organização na qual ela liderano lugar de seus pais -termino


-Como assim ? - A esse ponto todos os restantes na sala já se mantinham com atenção no assunto


-A garota vou seus pais sendo mortos por vampiros em sua frente , logo depois foi levada para a organização,  lugar onde foi "treinada"  para ser a lider e a melhor caçadora de vampiros .


-Como ela foi treinada ?


-Com desde Tortura à testes psicológicos, a treinaram para ser uma arma contra vampirod e não  humana - explico-  ela tem sentimentos , entretanto os oculta e ignora tão bem que eles nunca chegaram a atrapalhar em uma missão,  ela ja matou friamente varios vampiros "inocentes" , é conhecida por ser sádica e torturar suas vítimas ao ponto de se ajoelharem aos seus pés e implorarem para serem mortas e nem assim ela tem misericórdia e acaba com seu sofrimento , ela as faz morrer dolorosamente e lentamente .-finalizo


-Qual o ponto fraco da garota ?


-Ela não tem um ponto fraco , ela nem sequer teme a morte -diz outro que havia se mantido calado até então


-Errado , ela tem ponto fraco , seu maior ponto fraco é ser instável emocionalmente , ela pode não femonstrar o que sente ou se sentir culpada entretanto ela nutri por si mesma um auto-ódio doentio -digo -nossa garotinha prodígio que é nossa arma  contra vampiros por incrível que possa parecer é uma suicida.


            P.O.V Akane

Eu estava andando pelo "meu" quarto procurando algo para fazer até que escuto batidas na porta .

-Akane -pela voz era Reiji , ele adentra o local - iremos para a escola daqui meia hora,vim te avisar e trazer seu uniforme -o encarei confusa

-Escola ? Eu não vou à escola a 5 anos , eu estudei em casa e já me formei no ensino médio

-Como nossa noiva de sacrifício você tem que nos acompanhar até a escola já que ninguém fica aqui nesse horário então não podemos vigiar você-foi direto ao ponto - entretanto você não precisa assistir as aulas , apenas ande pela escola , você tem nossa autorização e a do diretor para participar de clubes ou cursos e alguma aulo de seu interesse caso queira . -disse por fim me entregando o uniforme

-Okay , obrigada -digo e sorrio

-Não agradeça eu não fiz nada , agora vá se arrumar -diz se retirando do quarto

  Eu não tinha lembranças boas de escolas , em todas que eu já estudei coisas nada boas aconteceram , entretanto naquele momento eu não poderia optar por não ir , eu teria que arcar com meu pior pesadelo de novo .

-Eu só me ferro nessa vida -suspiro

-Falando sozinha , Bitch-chan -diz rindo

-Laito , não estou em um bom momento , por favor dá o fora daqui- digo sem emoção

-Porque?  Não parece ter sido mordida ainda então qual o motivo ? - pergunta se aproximando de mais em minha opinião,  viro em sua direção o olhando sem demonstrar quslquer emoção

-Escola -digo

-A escola é seu motivo ?-pergunta rindo -você é muito dramática em Bitch-chan , a escola e a última coisa que você deveria considerar um problema -sussurra a ultima frase em meu ouvido e some do local

Me apresso em me vestir com o uniforme brega , em vez de colocar o laço coloquei um chocker de couro com spikes , também coloquei uma meia calça de telinha e meu amado e inseparável coturno , e depois de me arrumar vou em direção a o hall de entrada onde os 6 vampiros se encontravam me esperando,  sem dizerem nada vão em direção para o carro e eu os sigo , logo em seguida me sentando no banco e colocando meus amados fones a música da vez era "the war against ourselves" essa música tem uma frade que define minha vida :


"Uma outra noite


Uma outra faca"


Entretanto para mim  seria "uma outra noite uma outra navalha"

O carro parou , sem que eu percebesse já estávamos na escola e o Reiji estava me dizendo coisas sobre não fugir e blá blá blá ...


  Agora eu estava sozinha em um corredor completamente vazio sem saber o que fazer , começo a andar sem rumo até encontrar uma sala aparente vazia , percebo que era uma sala de música e quando vi o piano no canto da sala não me contive e fui em sua direção,  me sentando em um banco em sua frente e começando a o tocar e cantar uma música de uma de minhas bandas favoritas :


"Eu perdi a fala outra vez

Diga para seus amigos afiarem os dentes

Há algum dinheiro a ser feito...

E minha alma está em um estado lastimável

Então venham, vocês são amantes vazios.

Minhocas saem da toca

E as cobras começam a cantar

Você sente o frio

Arranhando atrás do seu pescoço?

Eu começo a vomitar

Você realmente pensou que poderia me consertar?

Eles venderão seus ossos por outro papel

Bem, afie seus dentes

Diga para si mesmo que são apenas negócios

Minhocas saem da toca

Larvas se arrastam pra fora da sujeira

Ratos saem dos buracos que eles chamam de casa

Eu desmorono

E as cobras começam a cantar

Não diga que eu estaria melhor morto

Porque o céu está cheio e o inferno não me terá

Você não deixará espaço em sua cama?

Bem, você poderia me trancar em seu coração

E jogar a chave fora

Você não vai me tirar da minha cabeça?

Eu sou apenas um "teria sido", "poderia ter sido"

"Deveria ter sido", "nunca fui" e "nunca serei"

Bem, afie seus dentes.

Diga a você mesmo que são apenas negócios

"Teria sido", "poderia ter sido",

"Deveria ter sido", "nunca fui" e "nunca serei"

Minhocas saem da toca

E as cobras começam a cantar

Minhocas saem da toca

Larvas se arrastam pra fora da sujeira

Ratos saem dos buracos que eles chamam de casa

Eu desmorono

E as cobras começam a cantar

Se você não consegue planar com águias

Então não voe com o rebanho

Você continua se drogando?

Você viu seu próprio reflexo

Na faca em que minha mãe segurou?

Ou o inferno nos olhos de meu pai?

Se você não consegue planar com águias

Então não voe com o bando

Você continua sobrevivendo?

Era eu o seu cavaleiro em uma armadura brilhante?

A maçã de seus olhos?

Ou apenas um passo para subir?

Se você não consegue planar com águias

Então não voe com o bando

Você continua se drogando?

Você viu seu próprio reflexo

Na faca em que minha mãe segurava?

Ou o inferno nos olhos de meu pai?

Se você não consegue planar com águias

Então não voe com o bando

Você continua sobrevivendo?

Era eu o seu cavaleiro em uma armadura brilhante?

A maçã de seus olhos?

Ou apenas passo, um maldito passo para subir? "



 -Você tem taletalento , sua voz e ótima e você toca bem -escuto a voz sonolenta dizer quando termino

-Obrigada -respondo me virando em direção ao loiro que estava deitado no chão da sala de musica com seus fones quase dormindo

-O que faz aqui ? Achei que tivesse aula agora -digo

-Essa sala é minha -diz simplista - e eu nunca apareço nas aulas

-Nunca vai se formar se faltar as aulas

-Não é como se eu me importasse - diz e eu dou de ombros -E você?  - pergunta quebrando o silêncio novamente

-Am ? - pergunto sem entender

-Oque você faz aqui ? Você também deve ter aula agora

- Eu já me formei no ensino médio,  e estou aqui porque gosto de música e a sala me chamou aatenção-respondo

-Hm , sinta se a vontade para ficar aqui , apenas não me incomode- diz

-Okay - respondo e o silêncio volta a pairar sobre o local

"Eu sei que você está confuso

Estive lá uma vez

Estive lá duas vezes

A terceira vez eu não escolhi

Eu acho que eu nasci pra perder

Os que te derrubam

Eles parecem tão legais

É por isso que eu sempre quebro a porra das regras

Minhas feridas sincronizadas"

~Continua






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...