História Sem ele não sou nada! - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 2
Palavras 972
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Romance?


Fanfic / Fanfiction Sem ele não sou nada! - Capítulo 5 - Romance?

   O Kyu e o Jim andam encarando o Kota, e os irmãos do Kota ficam fazendo corações com as maos pra gente, eu não gosto disso!
   Eu fui ora minha casa, tomei um banho, e depois me troquei, sai pra fora e fiquei andando pela ponta da praia, procurava o Kota, onde ser que ele esta?
   Eu fui ate a ponta da floresta dos espíritos, subi numa arvore, e comecei a meditar, encostada na arvore e com os olhos fechados, fiquei pensando em nada, imaginando o nada....Tentando ser nada, apenas querendo me esquecer um pouco.
   A Nika aparece gritando e me dando um susto:
   -LALUUUUUUUUUUUU!
   -HAAAAAAAIIIIIII?!
   -Sempre o mesmo grito!
   -Ta querendo me matar?!-Coloco a mao no peito.-Quase vomitei meus órgãos e meu coração!
   -Foi mau, vem CA!
   Eu vou ate ela:
   -O que foi?
   -Eu gosto do Tyu...
   -O irmão do Kota?!
   -Sim.-Ela esta vermelha.
   Desde que eramos crianças a Nika nunca se interessou por ninguém, essa e a primeira vez que falamos disso.
   -E...Então, o que eu faco?
   -Fala pra ele!
   -Não! Ele vai me rejeitar!
   -Vice não sabe! E outra, eu acho melhor dar um tempinho, vocês acabaram de se conhecer e...eu acho que estariam se precipitando, e mais, ele logo logo vai embora!
   Quando eu disse isso senti uma pontada no peito, uma dor gigante, isso dói, deve ser por causa da Nika, a dor que ela ira sentir....eu acho.
   -B..Bom, vamos andar um pouco, ai você me fala sobre isso.
   Andamos um pouco, conversamos e tiramos nossas duvidas, ate que chegamos em frente a casa da dona Kirati.
   Ela estava conversando com os netos, eu passo direto, não quero dar uma de curiosa.
   Eu passava estava passando quando:
   -Thynguiranoe! Venha aqui!
   -Dona Kirati, por favor, não me chame pelo nome, e vergonhosos.
   -Perdão querida, venha, conte a sua história pra eles!
   Eu me sento ao lado dela, de frente pra eles:
   -M..Meus pais eram muitos queridos nessa ilha, tanto que deixou o povo escolher meu nome, e dai veio esse nome...Enfim, eles não ficaram muito tempo aqui e logo foram viver a vida deles me deixando de lado.
   -Thyngui, não foi bem assim.-Disse a dona.
   -Foi assim sim! Eles não se importaram comigo! Nem com minha dor! Mas enfim, eu já superei isso, então dai eu fui entregue a dona Rosa, que me criou.
   -Hum, e seus pais, não pensa neles?-Perguntou o Tyu.
   -Penso, penso como foram capaz de me largar assim, de lado como se Foce um objeto.
   -Thyngui! Não vou permitir você falar assim deles!-Ela se levanta brava.
   -Aé? E porque não? Se realmente eles me largaram! Não mãe importaram comigo!-Disse me levantando e encarando ela com lagrimas.
   -Pequena índia...
   -NÃO ME CHAMA DE ÍNDIA! NÃO SOU COMO MINHA MAE!
   Eu saio correndo, não suporto carregar o nome de índia, igual ao da minha mae, não mesmo!

   Kota on...
   A indiazinha tinha saido, a minha vo se sentou de novo na escada:
   -AiAi, pobre índia.
   -Porque dela não gosta desse apelido?
   Ela da um suspiro:
   -Os pais dela, eram índios, toda essa vila, e composta por índios, ela nega seu nome de índia, mas na verdade ela e uma índia, ela e uma mistura de índia e cigana, uma mistura de amor e ódio.
   -Sim, ela e mesmo.-Digo vendo ela se afastar.
    Ela andava brava, o vento balançavam seus cabelos enrolados, seus olhos azul esverdeado cheio de lagrimas, eu não suporto ver ela assim.
   Me levanto e saio correndo atrás dela.

   Thyngui on...
   Entro em casa e bato a porta, chorando, entro no quarto trancando a porta, e me escorregando ate o chão, chorando como uma doida descontrolada.
   Esculto um barulho vindo da janela:
   -Thyngui! Abre a janela!
   -Vai embora Kota!
   -Não, não ate eu te ver, e te abraçar.
   Eu abro a janela, ele pula e me abraça:
   -Desculpa, eu não sabia dos seus pais e...
   -Não, não tem problema, eu tenho que aceitar o que eu sou, uma índia.
   O tempo passou, alguns dias, eu e o Kota conversavam os cada vez mais, sempre mais próximos, e estranho me aproximar dele.
   A Nika e o Tyu então, estavam agarrados o tempo todo, conversavam e riam como doidos, o Toki paparicava algumas garotas e o Murynji toda hora mechia em sua câmera.
   Eu e a Nika fomos ate um dos barcos, já que agente tem que trabalhar, fomos ate alto mar, lançamos as redes e puxamos:
   -Nika, e VCD e o Tyu?
   -Eu quero me declarar pra ele, não LIGO se ele me negar, só preciso que ele saiba que eu amo ele e nada mais.
   Dou um grande sorriso, passando a tarde pescando e depois saímos, sentando na escada e ficamos bolando um plano ora declaração da Nika.
  
   Nika on...
   Eu puxo o Tyu pra um canto:
   -E...eu preciso te falar, que eu te amo!
   Ele me olha e cora, da um grande sorriso:
   -Eu te amo também Nika.
   Eu sinto um impulso e puxo ele, nos beijamos, ele se separa e segura minha mao, saímos andando, na frente de todos, deixando bem claro:
   -Não, acredito.-Disse o Kota,
   -O que?
   Ele aponta pra trás da Thyngui, quando ela vira começa o escândalo.

    Thyngui on...
  -Nika que amor! Que lindo! Ai meu deus!
   Eu abraço ela, ficamos conversando, eles estão realmente juntos, dona Rosa vai quere infartar quando souber!
   O Kota ficava o tempo todo suando minha cara:
   -Qual o melhor apelido? Indiazinha, cigana traiçoeira ou índia dos olhos encantadores?
   Eu coro:
   -P...Porque cigana?
   -Você parece uma.
   Eu faco careta e fico olhando pra frente ele logo pergunta:
   -Então, qual deles?
   -Porque esses apelidos?
   -Eu não quero te chamar pelo nome, e muito menos pelo seu apelido, quero um apelido nosso.
   -O que achar melhor.
   -OK então, índia dos olhos encantadores.
   Eu coro na hora, mas um um sorriso, ele ador ame provocar, idiota!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...