História Sem fronteiras - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana, Personagens Originais
Tags Lorenna, Luan, Romance À Distância
Visualizações 20
Palavras 2.630
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ooooi amores! Desculpem a minha demora, é que eu estava finalizando o capítulo. Espero que gostem 😊😊
Boa leitura, beijos! ❤😘😘

Capítulo 7 - O ensaio


Fanfic / Fanfiction Sem fronteiras - Capítulo 7 - O ensaio

[Lorenna narrando]

Eu nem vi a noite. O celular despertou 08hrs em ponto, e assim que o desliguei, já estava em pé. A ansiedade me dominava de novo. Fui até o banheiro, cantarolando, e tomei um banho um pouco mais demorado que de costume. Hoje promete ser um grande dia. Volto para o quarto e escolho uma roupa bem leve. Arrumo o cabelo, o deixando solto e passo apenas um rímel e um batom clarinho (afinal eu não sabia se a equipe ia querer fazer a maquiagem em mim). Vou até a cozinha e nenhum movimento de Lolla e Marcelo. Ele obviamente, já estava no restaurante. Já Lolla, com certeza estava dormindo. Escrevi um bilhete para informar que voltaria apenas na tardinha e sai comendo uma maçã.

Andei alguns metros e encontrei um táxi disponível no ponto. Assim que o peguei, parti para Alphaville.

[Luan narrando]

Fui acordado com o Rober abrindo as janelas do meu quarto. A claridade era tanta que tive que fechar os olhos em seguida que abri. Fiquei alguns instantes com a cara enterrada no travesseiro,enrolando pra levantar.

Rober: Acorda boi! - diz empolgado - A equipe acabou de chegar e eles querem fazer uma entrevista contigo.

Luan: Obrigado por me acordar e me deixar mal humorado - resmungo

Rober: Ah deixa de frescura veado - me sacode - Vamos, levanta!

Luan: Já tô indo - me sento na cama - Vai lá fazer sala pra eles.

Rober: Tá, eu tô indo - para na porta - E não demora. - sai

Hoje promete ser um grande dia (penso) .

Agora um pouco mais acordado, levanto e vou pro banheiro. Escovo os dentes, faço minhas necessidades e volto pro quarto. Pude ouvir a voz da Arleyde lá embaixo. O movimento estava grande. Troco de roupa e dou uma "ajeitada" no cabelo. Pego meu celular e desço. Havia um grupo bem grande de pessoas circulando pela sala. Assim que me viu, Arleyde me arrastou para um cara que queria me entrevistar. Não demorou muito e iniciamos a gravação da entrevista.

[Lorenna narrando]

Passada 1h e 20min, cheguei em frente a casa do Luan. Havia alguns carros ali também. Paguei o táxi e desci. Eles já estavam arrumando tudo. Respirei fundo mais uma vez e apertei a campainha. Não demorou muito e Rober atendeu, felizão.

Rober: Bom dia senhorita dos olhos encantadores - sorri - Entra.

Lorenna: Bom dia Rober - riso - Tudo bem? - o cumprimento com um beijo no rosto e entro

Rober: Ficou tudo melhor agora - fecha a porta - Me acompanha por favor. -

Lorenna: Claro - sorriso

Chegamos na sala e logo Bruna veio me abraçar. Dona Marizete e Seu Amarildo também me cumprimentaram. Luan estava conversando com um homem que parecia ser da equipe. Assim que me viu, me chamou. Eu fui.

Luan: Essa é Lorenna - me apresenta ao tal homem - Ela é perfeita para as fotos não é? - afirma

Cara da equipe: Prazer Lorenna - cumprimento de mãos - Posso conversar um minuto com você?

Lorenna: Prazer - pausa - Claro que sim. - olho pro Luan

Luan: É.. - gagueja - Então eu vou ver como está ficando os detalhes - sai

Não consigo conter o riso. O cara também sorri e logo me enche de perguntas. Ficamos um tempo conversando e depois pude me sentar do lado de Bruna no sofá.

Bruna: Ansiosa amiga?

Lorenna: Muito - riso - Apesar de eu saber fazer isso, está sendo diferente das outras vezes.

Bruna: Relaxa Lore - sorri - Você vai mandar bem.

Lorenna: Assim espero. - sorriso

Durante o resto da manhã, a equipe terminou de arrumar os últimos detalhes e foram embora. Depois do almoço eles voltam, com fotógrafo e com as lingeries. Dona Marizete havia preparado um strogonoff maravilhoso para o almoço. O astral da casa dos Santana é muito bom, muito família.

Rober logo sentou do meu lado na mesa. Ele estava investindo, tadinho. (Riso)

Rober: E então menina dos olhos lindos - pausa - Quando vai me ensinar a falar espanhol?

Lorenna: Quando quiser - risada - É fácil, vai aprender rápido.

Rober: Mas não tem problema se eu demorar - pausa - Assim fico mais tempo perto de você.

Lorenna: Isso foi uma cantada péssima Rober - risada

Rober: E que tal "mi casa es su casa?" - tenta imitar um espanhol

Lorenna: Você é demais - risada

Durante o almoço, Luan mal falou comigo. Não entendi o porquê, mas eu estava achando que ele seja bipolar. Um dia me trata maravilhosamente bem, e no outro, mal olha na minha cara. Rober é chato, mas pelo menos ele está sempre me elogiando e me fazendo rir.

[Luan narrando]

Antes do almoço, recebi uma ligação da Jade. Subi pro quarto e a gente teve outra discussão. Dessa vez mais séria e chegamos a conclusão de que o melhor é dar um tempo. Ela estava incomodada com minha vida e eu, cansado do ciúme dela. Voltei pra mesa onde todos estavam sentados e ainda tive que ver Rober todo assanhado pra cima da Lorenna. E pior, ela achando legal aquele papo dele. Me incomodei, de verdade. Almocei em silêncio e evitando ver a graça do Rober. O que era pra ser um almoço gratificante, se tornou um peso pra mim.

Quando a tarde chegou, a equipe voltou completa. Bruna e Lorenna subiram para o quarto pra ela colocar a lingerie. As primeiras fotos será dela, sozinha. Eu também fui pro meu quarto, colocar cueca. Voltei pra sala de roupão e chinelo. Rober estava todo bobo esperando para ver Lorenna.

Rober: E aí boi - sussurra - Daqui a pouco ela vai descer aquela escada quase sem nada - ri - Devia estar feliz.

Luan: Me poupe dos teus comentários - dou de ombros - Quero logo fazer essas fotos e acabar com isso.

Rober: Ué? - diz confuso - Mas não era você que estava todo empolgado ontem pra hoje chegar?

Luan: Estava - ressalto

Rober desiste de falar comigo, e o assunto morre ali.

[Lorenna narrando]

Já no quarto da Bruna, vesti uma lingerie preta, linda. Com a barra cinza escrito "Calvin Klein" com letras pretas também.

Bruna: Lore - me olha - Você está um arraso - bate palmas

Lorenna: Ah obrigada - sorriso - Mas estou nervosa.

Bruna: Não fique - dá de ombros - Eles vão te amar, confia. - pisca o olho

Passados alguns minutos, coloco o roupão e desço. Estavam todos a postos para fazer as fotos. Luan continuava com a cara fechada, em pé perto do Rober. Eu também passo a não olhá-lo mais. Assim que me senti preparada, tirei o roupão e comecei as fotos.

Pude sentir o olhar de Rober sobre mim, de tanto que ele estava me "secando", tirando até, um pouco da minha concentração. Ao relance, também vi Luan me olhando, disfarçadamente. Fizeram várias fotos minhas, no fundo tocava a música " Me enamore " da Shakira. O nervosismo foi passando com os minutos e no meio do ensaio eu já estava totalmente " solta ". Quando terminaram as fotos eles pediram pra eu trocar de lingerie. Fiquei sem entender nada, mas concordei. Subi para o quarto junto com Bruna.

[Luan narrando]

Ela desceu linda. Incrível como um simples roupão e chinelo deixavam ela irresistível. Ignorei por completo a presença do Rober e foquei apenas nela, a minha pequena (Esse apelido eu dei pra ela). Quando ela começou a fazer as fotos, apenas de lingerie, com aquele sorriso embriagante e aqueles olhos azuis como o oceano, parecia estar eu e ela na sala. Me desliguei de tudo e todos. Foi o momento mais gratificante do meu dia. Ali, tive a certeza de que valeu a pena incluí-la nesse ensaio. Também tive a certeza de que eu já estava apaixonado por ela.

Quando ela acabou as fotos e subiu para o quarto, foi minha vez. Tirei o roupão, ficando apenas com uma cueca preta. Me posicionei conforme eles pediram e fiz o ensaio ao som da música " We don't take anymore " do Charlie Puth. Pude ver quando Lorenna desceu de volta e ficou sentada me olhando fazer as fotos. Vi também quando Rober foi pro lado dela, tentando conversar e provavelmente encher ela de cantadas.

[Lorenna narrando]

Desci com a Bruna e vi que o ensaio do Luan já havia começado. Me sentei em um dos sofás e fiquei olhando. Realmente ele não tinha muito jeito pra isso (riso). Ele se posicionava do modo que a equipe ordenava, nada natural. Rober veio até mim, todo risonho e sentou do meu lado.

Rober: Parabéns - dá um beijo no alto da minha mão - Tenho certeza que as fotos ficaram lindas.

Lorenna: Obrigada Rober - sorriso

Continuei assistindo ao ensaio, sem prestar muito a atenção no que Rober falava. Por alguns instantes, me senti sozinha ali. Quer dizer, eu e Luan. Todo mundo foi apagado da minha mente e algo novo e surpreendente fez com que minha total atenção ficasse apenas nele. Eu ainda não tinha reparado no quanto a beleza dele é diferente.

Confesso que ele jamais se encaixaria no meu perfil favorito de " crush ", mas sabe quando nem a gente manda no coração? Então. Comecei a prestar atenção nos detalhes do Luan. Na sua pele (branca que nem neve), suas tatuagens (no ombro e na costela), seu cabelo comprido e com mechas loiras e o principal: o sorriso. Posso afirmar que é o sorriso mais lindo que eu já vi na minha vida. Era espontâneo, transparente e cativante.

Fui despertada dos meus devaneios quando o fotógrafo me chamou para fazer as fotos juntos. (OI? JUNTOS?) pensei.

Luan subiu para o quarto, trocar de cueca enquanto eles davam um intervalo de 10 minutos. Fiz a egípcia e fingi que eu estava sabendo dessas fotos. Subi até o quarto onde Luan estava e entrei sem mais delongas. Ele já havia trocado de cueca e estava se olhando no espelho.

Lorenna: Que história é essa de fotos juntos? - digo confusa

Luan: Eu também não sabia disso não - deu de ombros

Lorenna: Ah sei - pausa - Não tenta mentir pra mim porque você não sabe fazer isso - digo séria

Luan: Tá eu já sabia - revirou os olhos - Mas não sabia que isso iria te deixar tão brava assim.

Lorenna: Não estou brava por conta das fotos, e sim porque você mentiu. Porque? - fico esperando a resposta

Nesse instante Arleyde aparece na porta interrompendo tudo.

Arleyde: Ei vocês dois! - diz - A equipe tá esperando lá embaixo.

Luan: A gente já vai. - afirma

Arleyde: Só 1 minuto e nada mais. - diz saindo

Luan se faz de desentendido e coloca o roupão indo em direção da porta. Antes que ele passe, paro na frente dele o surpreendendo.

Lorenna: Eu ainda quero uma explicação - intimo - E mais, porque mal me olhou hoje? Qual seu problema?

Luan: E como eu iria falar contigo se ficou conversando com o Rober o tempo todo? - fala me olhando - Porque vocês já não se casam logo?

Lorenna: Isso não é desculpa - séria - Você só pode ser maluco. E eu só vou fazer essas fotos porque já assinei o contrato, se não, iria embora agora mesmo. - me viro para a porta

Antes que eu dê dois passos, Luan segura no meu braço e me puxa rapidamente. Ficamos um de frente pro outro, apenas alguns centímetros nos separavam.

Luan: Desculpa - sussurra - Depois a gente conversa melhor.

Lorenna: Tá - disfarço e me afasto

Ficamos um tempo nos olhando até Arleyde aparecer novamente.

Arleyde: Poxa gente - pausa - Desse jeito eles vão desistir das fotos.

Sem falar mais nada, descemos acompanhando a Arleyde. Quando chegamos na sala, nos posicionamos e começamos a fazer as fotos. A música que tocava ao fundo era "Haunted" da Beyoncé. Confesso que eu estava meio sem jeito em fazer essas fotos porque precisava de uma certa intimidade, que no caso, a gente não tinha.

Fizemos várias fotos deitados juntos, mas a principal foi quando tivemos que quase nos beijar. (Foto nas notas finais)

Naquele momento que nossos rostos ficaram milímetros um do outro pude sentir sua respiração. Ele me olhava no fundo dos olhos e aquilo me fez criar um sentimento confuso. Sabe quando o espaço está cheio de pessoas, mas por algum motivo todos param de falar para prestar atenção no ato? Então, isso aconteceu quando tiramos essa bendita foto. Bruna, Marizete, Amarildo, Rober, Arleyde e parte da equipe ficaram extasiados com nossa química. Quando o ensaio acabou por completo, me vesti e fiquei um tempo na sala conversando com a família Santana.

[Luan narrando]

Eu estava chateado, mas na hora que começamos a fazer as fotos fiquei empolgado. Tudo estava a nosso favor, a música, o jeito das fotos e nossa química. Era impossível não ver o quanto a gente se completa. Assim que o ensaio terminou e a equipe foi embora, subi para meu quarto para colocar minha confortável calça de moletom e minha camiseta. Não demorou muito e Rober apareceu atrás de mim.

Rober: Mas tu é muito burro mesmo né boi? - diz - Perdeu de tascar um beijão nela na hora daquela foto.

Luan: Confesso que vontade não faltou - riso - Mas não podia fazer isso, imagina só se ela me dá um gelo e resolve sair no meio do ensaio?

Rober: É um risco que cê corria - pensa - Mas se fosse eu..

Luan: Mas não é né? - interrompo - Deixa pra próxima reencarnação - dou um leve tapa no ombro dele e descemos. Lá estava ela, sorridente sentada no sofá conversando com minha família. Eles gostaram tanto dela, e eu mais ainda.

Cheguei na sala e também me sentei. Rober sentou do meu lado sem falar nada. Na verdade naquele momento ninguém falou mais nada.

Luan: Que foi gente? - riso

Bruna: Nada oras - dá de ombros e olha pra Lorenna

Lorenna: Bom, acho que chegou minha hora - se levanta e se despede da minha família

Antes que ela se despece de mim, me levanto e levo ela até a porta, para incômodo do Rober.

Luan: Acho que a gente vai ter que recomeçar de novo - riso

Lorenna: Talvez - sorriso - Mas ainda vai ter que me explicar sobre as fotos - diz em tom de cobrança

Luan: Eu sei - sorriso amarelo

Sem falar mais nada, ela se despediu de mim com um beijo no rosto e saiu. Ela já havia chamado um táxi quando eu estava no quarto.

[Lorenna narrando]

Eu me sentia muito bem perto dos Santana, eles são muito acolhedores. Não é a toa que Luan é muito cuidadoso e grato por eles. Ele é Rober demoraram um pouco no quarto e eu só estava esperando ele descer para me despedir. Confesso que fazer esse ensaio mexeu comigo. Algo diferente ficou entre nós, algo muito bom. Assim que eles desceram, me despedir de todos e dele na porta. Parecia que ele queria me falar algo, mas se calou. Disfarcei e fingi que não notei. Eu só queria saber qual explicação ele me dará sobre a mentira das fotos.

Peguei o táxi que eu havia chamado e fui embora. Estava ansiosa para contar para Lolla todos os acontecimentos. Cheguei no apê já era noite. Acho que fiquei uns 40 minutos presa no trânsito. Lolla e Marcelo estavam preparando o jantar quando entrei.

Lolla: Amigaaaaaaa - diz empolgada - Sua louca me conta tudo e não me esconde nada.

Abro um sorriso apenas e me sento na bancada, perto deles. Fiquei uma hora pouco contando desde a manhã. Lolla e Marcelo ficaram boquiabertos quando falei das fotos, da mentira do Luan e da nossa mini discussão no quarto dele. Conversamos por horas sobre isso, jantamos e depois eu fui dormir. Eles ficaram em pé olhando filme na sala. O convite foi tentador, mas eu realmente estava cansada. Não parece, mas fazer ensaio, cansa. Dormi rapidamente e na expectativa de ver como ficaram as fotos.


Notas Finais


Aqui está a BENDITA foto que eles tiraram 😏😏
Ignorem os modelos ok? Imaginem que seja o Luan e a Lorenna 😂😝

http://cdn.wp.clicrbs.com.br/julianawosgraus/files/2015/01/Piero-Rechia-e-Lisa-Marie-em-foto-de-Logan-Goh-Chee-Mun-red.jpg

O que vcs fariam se tirassem uma foto assim com o Lubs? 😏😍😍
Me: Agarrava ali mesmo 😂
Aguardem próximos capítulos.. ✔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...