História Sem Garantia e Com Defeito - VHope - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Texting, Vhope
Visualizações 268
Palavras 1.977
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Essa é a continuação do capítulo 13, com eles lá no estúdio.

Boa leitura. <3

Capítulo 15 - Vizinho Gostosão o Analisador de Popozão


Fanfic / Fanfiction Sem Garantia e Com Defeito - VHope - Capítulo 15 - Vizinho Gostosão o Analisador de Popozão

— Qual é a treta? — Jung perguntou assim que sentei em um banquinho e Jimin na mesinha para falar sobre como seria a tatuagem.

— Treta? — Jimin questionou confuso. — É tatuagem, Hobi. — Hobi? HOBI? H.O.B.I? Ok, Park Jimin deve me odiar muito por ser tão audacioso assim com o meu macho e pior ainda, bem na MINHA frente, alguém quer ser congelado vivo na carbonita, fazer um cosplay de Han Solo.

— Não. — Riu. Já falei o quanto Jung Hoseok é lindo? Até cheguei a esquecer do que eu estava reclamando. Mentira, tem como esquecer seu melhor amigo tendo total intimidade com o SEU cara? Pois é, não. — Eu perguntei para o Tae. — Desviei rapidamente meu olhar do chão e a feição de desgosto para olhar para si, mudando completamente a carranca que antes estava estampada em mim. Hoseok está falando comigo em vez de falar com o Park? Essa é nova. — A tua treta com o Jackson, consegui sentir o clima pesado entre vocês. — Sorriu.

— Ah! — Abri a boca por alguns segundos ainda processando o que estava acontecendo. Não me acostumei com o fato de ter um Jung desviando a sua atenção totalmente para mim. Pensava se deveria ou não contar para o mesmo do meu passado com o Wang, e se eles fossem amigos? Eu estaria estragando a amizade? É, eu acho que não. Não sou tão relevante ao ponto de intervir em uma amizade do meu crush. Suspirei derrotado. — É meio complicado, sabe? — Assentiu, se virando totalmente em minha direção para me dar toda a atenção que eu não merecia. Por que gosta tanto de me deixar nervoso, Hoseokão? — Hum... a gente se conheceu no colégio, eu ainda estava no nono e ele já no terceiro. — Ri envergonhado, pensando bem, sempre os caras mais velhos que me atraem. Seria esse o destino colocando um vizinho gostosão e mais velho na minha vida? — No começo do namoro era tudo lindo, sempre trocávamos carícias e palavras de amor, só que isso resultou em um ciúmes doentio no mesmo, não me deixava chegar perto de ninguém e muito menos conversar. Sempre me vigiando e querendo mandar na minha vida, com quem eu poderia ou não manter contato, tanto físico, como verbal. Pra você ter noção, ele não me deixava nem conversar com o meu Chimchim. — Fiz um biquinho.

— Quase perdemos a nossa amizade por causa dele. — Jimin complementou. — Só não aconteceu isso porque nossos pais interviram no namoro, tirando o Tae de perto dele, apesar de ter demorado praticamente um ano conseguimos despista-lo de nossas vidas.

— Jackson na maioria das vezes é possessivo com quem ele gosta, eu acho que lembro de ele falar que namorava um menino da escola dele, provavelmente era você. — Hoseok pronunciou pensativo. — Mas não se preocupe, ele mudou, não vai fazer nada contigo se você não quiser. — Parou para pensar um pouco. — Ele já foi preso por causa disso, praticamente deixou o ex dele em cativeiro, a família deu registro de sumiço e o encontraram amarrado no porão da casa do Jack. — Gargalhou enquanto eu e Jimin nos encontrávamos com os olhos arregalados. Assustados. — Mas faz um tempo já, não se preocupem. — Riu novamente, dessa vez voltando a atenção para a folha em branco e pegando um lápis. — Como vai ser a tatuagem? — Perguntou despreocupado enquanto eu e o Jimin ainda nos encontrávamos em estado de pane no sistema.

404 not found.

Jackson já foi preso por algo que ele quase conseguiu praticar comigo? Já imaginaram que poderia ser eu no lugar do coitado do ex do Wang? Me encontro um pouco assustado... quem eu estou querendo enganar? Estou pior que o Flash criando um flashpoint porque não conseguiu arcar com as consequências do presente – desesperado. Como Jung consegue nos contar tão calmamente algo assim? Ele não percebe que somos dois filhotes de gatinhos perdidos no mundo que tem medo da própria sombra? Exagero, mas Jung poderia ter um pouquinho de compaixão e não nos jogar algo tão forte assim de modo despreocupado e como se fosse normal um ex namorado teu manter um outro em cativeiro sendo que quase conseguiu fazer tal coisa consigo.

Já que estamos falando do Jung, esse começou a desenhar um simples coraçãozinho com uma flecha o atravessando e um “cookie” escrito dentro do mesmo para tatuar na bundona do Chiminie, sendo que foi esse o desenho que Park havia pedido.

Espera... o mozão vai tatuar o popozão do Jimin? Eu acho que vou desmaiar.

Jimin com essa bundona virada na cara do meu mozão. Vida, por que me odeias tanto? Mas o lado bom – ou nem tanto – é que o popozão do Park não tem nenhuma semelhança sequer com o meu popozão, ou seja, nada de me confundir com o Jimin. Talvez a vida não me odeie tanto quanto eu pensei. Obrigado, vida – por pelo menos uma vez me ajudar.

De luvas arrumadas e a máscara posta em seu rostinho bonito, arrumou o desenho da tatuagem na pele macia do bumbum do meu amiguinho perguntando logo depois se seria exatamente naquele local que Jimin queria, esse que concordou em um aceno de cabeça. Hoseok pegou então a máquina de fazer tatuagem – sim, o nome é esse, muito criativo; parabéns para quem o inventou – e a ligou fazendo aquele barulho ecoar pela sala. Park estremeceu assim que aquele barulho surgiu, fazendo Jung rir do desespero do baixinho.

Eu não sei o que aconteceu para Hoseok não ter apreciado tanto a bunda do Jimin como eu imaginei que ele faria. Acreditam que apenas deu uma analisada deduzindo que não é a minha dos nudes e praticamente a ignorou como se não fosse um bundão lindo daqueles na cara dele? Foi exatamente isso que aconteceu e eu me encontro aliviado. Sabem como eu descobri isso? Ele estalou a língua no céu da boca e deu de ombros depois de secar até não poder mais aquele bumbum. Fiquei com ciúmes, óbvio, mas depois acalmei meu pobre coraçãozinho.

Talvez esse momento tenha sido para eu me colocar em estado de alerta e esconder mais meu popozão da visão do gostosão.

No momento que Hoseok ameaçou colocar aquela agulha na pele do Park, o último citado viu e me puxou para perto de si – já que eu me encontrava do lado de Hoseok vendo melhor como ficaria o desenho –, virando meu bumbum bem em direção ao rosto do mozão, não pensei duas vezes em tampar os olhos do mesmo para que não visse minha bonitinha e empinadinha bundinha. A única maneira que eu achei para fazer isso foi enfiando a mesma na cara dele. Sim, estou com a bunda literalmente na cara do Hoseokão; vergonha? Nem sei o que é isso. Só me encontro mais vermelho que o próprio Darth Maul.    

Quem nunca enfiou a bunda na cara do crush não sabe o verdadeiro significado de desespero.

Antes do mesmo ter se dado conta do que havia acontecido ou tomar qualquer tipo de ação, pulei rapidamente por cima de si para chegar ao outro lado, ao lado de Jimin. Me sentei rapidamente no banquinho que eu estava sentando anteriormente e segurei a pequena mãozinha que o mesmo estava estendendo para mim com carinha de choro. Park é um menino muito manhoso. A pessoas mais manhosa que eu já tive o (des) prazer de conhecer, como vocês já sabem.

Senti meu rosto doer e queimar de tão vermelho que eu me encontrava por conta da cena que havia acontecido segundos antes. Tudo aconteceu em um pequeno período de tempo, mas foi tempo o bastante para eu quase morrer de vergonha. Assim que entrelacei minhas mãos com a de Jimin, abaixei minha cabeça apoiando-a em nossas mãos unidas para tentar me esconder do olhar questionador e confuso do Jung sobre o ocorrido me queimando ainda mais.

Universo, por que conspirastes tanto contra mim?

Depois de tanto drama e lágrimas sendo a maioria delas vindas de um Jimin choroso e arrependido por ter decidido tatuar a bunda e as que não eram dele, eram minhas por vergonha e a dor que o mesmo estava causando em minha mão por conta do aperto que estava fazendo nas mesmas, tentando amenizar a dor que estava sentindo na bunda; e isso que nem era a dor por ter dado muito, porque se fosse essa, ele não estaria reclamando da maneira que está agora – e vai por mim, eu sei muito bem disso –. A tatuagem finalmente ficou pronta!         

Mozão fez um trabalho tão lindo, mas não supera a sua beleza – desculpem-me, mas sou obrigado a exalta-lo toda vez que vejo uma brecha para fazer tal coisa –. O desenho da tatuagem é tão pequenino que nem precisou de uma segunda seção para termina-la. Todo o drama de Jimin foi para algo que nem tão grandioso era – tirando o fato de que foi um homem maravilhoso que a tatuou em sua pele, então olhando por esse lado, foi grandiosa sim –, sendo o desenho minúsculo e fácil.

Apesar de me encontrar aliviado por não precisar mais ter a minha mão sendo esmagada, fiquei triste por ter que pensar na probabilidade de ter que sair daquele local e da companhia do meu amor, porque eu não voltarei tão cedo. Mas também me encontrava feliz pelo simples motivo de que o mozão não precisará mais olhar para a bunda de um outro alguém que não seja eu – peço e torço para que ele não olhe para bundas alheias e nem tatue mais nenhuma –. Minha mente se encontra em um estado de ilusão tão avançado que acho que Hoseok não vai olhar para bundas alheias por medo de achar que está “traindo” o V de alguma maneira. Existe alguém mais trouxa que eu? Eu sabia que a resposta seria não.

Com um grande esforço – e aperto no coração por ter que deixar aquele lugar –, consegui sair do estúdio sem o mozão olhar para o meu popozão.    

 

Nova mensagem de Hoseokão Mozão

 

Hoseokão Mozão: Tatuei uma bunda hoje.

Me: Hum...

De quem? rs

Era bonita? rs

Melhor do que a minha? rs

Hoseokão Mozão: De quem eu achava que era você, porém, se for realmente a tua bunda nos nudes, não é você não.

Era bonita sim.

Melhor do que a tua eu não sei, nunca peguei nela para saber. rs

Me: Hum... então você descartou alguém da lista de quem possa ser eu?

Quem foi a pessoa?

Logo tu vai poder pegar na minha sim mozão, só espera um pouquinho.

Hoseokão Mozão: Park Jimin. Conhece?

Hoje aconteceu uma coisa muito estranha.

Me: Não vou responder se conheço ou não...

O que aconteceu, mozão?

Hoseokão Mozão: Tá, tu conhece.

O amigo dele, Kim Taehyung, vulgo meu vizinho, enfiou a bunda na minha cara.

Eu ainda não entendi o que aconteceu, mas não vou dizer que não gostei.

Uma bunda gostosa daquelas.

Me: Aish, como assim você vai dizer que eu conheço sendo que eu nem respondi se conheço ou não?

Não acredito que enfiaram uma bunda na tua cara, que falta de vergonha.

Eu sabia que tu ia gostar, safado do jeito que é.

Só faz isso pra eu sentir ciúmes.

Você só me faz sofrer, mozão.

Hoseokão Mozão: Quando tu não responde é porque geralmente a resposta é sim.

Aquele dia que eu falei que conheci algumas pessoas, tenho certeza que você estava entre elas por ter me dado a resposta tão nervosa quanto aquela.

Disse uns dias depois que a gente conversou pessoalmente.

E me falou também que eu te cumprimento com um aceno de cabeça, e se a gente começou a se falar uns dias atrás pessoalmente, não foi difícil deduzir que você está entre essas pessoas.

Pode ser qualquer uma, por isso que andarei bem atento.

Park Jimin já não é.

Kim Seokjin também não porque o Namjoon tá pegando ele.

Hum... quem sabe...

Kim Taehyung? 


Notas Finais


Eita srsrsrs
Lembrando que a troca de mensagens do capítulo bônus ainda não aconteceu.

Vocês têm twitter? Deveriam me seguir lá pra gente trocar umas palavrinhas rsrsr https://twitter.com/_sutj3sk4
Se eu esqueci de alguma coisa, depois eu volto e arrumo, bjs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...