História Sem limites - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kurenai Yuuhi, Mebuki Haruno, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 483
Palavras 2.461
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gentee adorei os comentários sério, vocês são incríveis ❤😍 e muito fodaass. Obrigada pelo apoio. *-*

Boa leitura ;3

Capítulo 11 - Reencontro


Me enfiei debaixo dos lençóis e não saí pelas próximas duas horas. O que aqueles dois tanto conversavam? Sasuke ainda não tinha voltado para o quarto mas eu permaneci ali, à sua espera. Meu coração se apertava só de lembrar do nome Suzy. E se fosse a namorada dele?

Não. Sasuke poderia ser grosso e insensível mas não creio que ele faria aquilo comigo. Se durante aquele tempo eu servi de amante para ele, eu não sabia o que eu poderia fazer... e ainda tinha "ele" . Itachi disse que "ele" não iria gostar de meu "relacionamento"  com Sasuke. Qual o problema comigo? Queria ver se essa Suzy era grandes coisas assim...

Eu queria sumir dali, mas ao mesmo tempo invadir o quarto e interromper aquela maldita conversa que não acabava mais. Até pensei em arrombar a porta - como se eu fosse dar conta, mas ok- e perguntar o que estava acontecendo mas Sasuke entrou no quarto, impedindo meu super ataque surpresa.

Ele estava consideravelmente calmo. Pelo menos eu poderia conversar com ele sem ganhar uma mal resposta. Pensei na melhor forma de perguntar quem era aquela puta, digo Suzy sem que ele se sentisse invadido, mas conhecendo Sasuke eu sabia que ele não iria me contar. Nem se eu implorasse. O único jeito era pesquisar em outras fontes. E essa tal fonte iria embora na manhã seguinte, então eu teria menos de 24 horas para descobrir quem era Suzy.

Sasuke se deitou ao meu lado na cama e se aproximou de mim. Em meu estado normal e o abraçaria ali mesmo, mas naquele momento eu não queria ele perto. Não com tudo aquilo acontecendo.

Infelizmente eu era uma péssima atriz. Não conseguia fingir que estava tudo bem quando tinha alguma coisa me incomodando. Não queria que ele desconfiasse que eu tinha ouvido a conversa deles atrás da porta, mas foi inevitável. Minha língua estava implorando para perguntar logo de uma vez, mas eu não podia.

- O que foi ?- ele perguntou quando eu me levantei da cama.

- Nada, eu só vou na cozinha. - saí do quarto.

Na verdade a "cozinha" na qual eu pretendia ir ficava do outro lado do corredor. Bati algumas vezes  e rezei mentalmente para que Sasuke não viesse atrás de mim. Seria uma pena se ele me visse batendo na porta de seu irmão mais velho, e no mínimo acharia estranho demais.

- O que você quer? - Itachi perguntou escorado a porta.

- Eu posso entrar?

Ele me olhou por um instante, e não me surpreenderia se ele dissesse um não e fechasse a porta em minha cara.

- Sim, mas seja breve. - ele bufou e abriu passagem para que eu pudesse entrar.

Me sentei na cama de Itachi e ele se sentou ao meu lado. Eu não sabia como perguntar aquilo mas eu precisava saber.

- Eu queria... eu queria saber quem é Suzy. - falei meio sem jeito.

Itachi sorriu e se deitou na cama. Provavelmente me achando uma ridícula mas não liguei.

- Sua mãe não te ensinou que ouvir conversa atrás da porta é falta de educação?

- Sua mãe não te ensinou que falar de outras pessoas pelas costas é igualmente uma  falta de educação?- ele sorriu novamente.

- Olha como fala garotinha.

Garotinha? Calma Sakura. Se segura.

- Por favor só me diz quem é e eu vou embora.

- Por que eu te diria?

- Por que eu estou pedindo com muita educação. - ele deu um sorriso sádico.

- Tudo bem. Mas vai se arrepender.

- Não irei. Pode dizer.

- Suzy é uma garota que  andava com Sasuke no colegial . E bem, os dois viviam grudados.

Como é?  Eu ouvi direito?

- Andavam juntos?

- Sim.  E nada contra mas eu e o meu pai achamos que ela é um bom partido para Sasuke. Mesmo  não tendo certeza se os dois ficavam ou algo do tipo.

Nada contra uma ova!  Ele me chamou se bonitinha e agora vem com "nada contra" . Pelo jeito que ele me olhou desde que pisou aqui, eu certamente não passei no teste de qualidade para fazer parte da família Uchiha.

- Acho que Sasuke é adulto o suficiente para fazer suas próprias escolhas. - falei tentando passar firmeza.

- Concordo. É por isso que ele escolherá ela.

- Como pode ter tanta certeza disso?

- Ele é madura e experiente, diferente de você.

Juro que tive vontade de pular em cima dele. Talvez eu não fosse tão experiente em certos assuntos, mas eu era madura o suficiente para ter um relacionamento com Sasuke, quem aquele maldito pensava que era para me julgar sem ao menos me conhecer direito?

- Você não sabe nada sobre mim.

- Julgando por esse cabelinho rosa, deve ser tão madura quanto uma criança de 3 anos.

- E o que o meu cabelo tem a ver com isso?  Quer saber? Vou sair daqui antes que eu faça uma besteira.  - saí do quarto e bati a porta.

Mas que ódio!  "Ela é experiente e madura" . Argh! Eu queria matar alguém naquele momento, e quase quebrei um quadro que havia na parede do corredor mas Sasuke apareceu na porta me impedindo de lhe dar um prejuízo enorme.

- O que aconteceu?

- Nada... - disse tentando esconder meu ódio.

-Você tá estranha. Fala logo o que está acontecendo.

-Nada droga!

- Ou você me fala agora ou...- Sasuke me pegou pelos braços.

-Ou o que? Vai me bater?

- Não bato em mulheres.

-Então me solta. -entrei para o quarto.

- Sakura eu estou perdendo a paciência.

- Agora você pode ver o quanto é frustrante quando você me esconde algo. - me sentei na cama.

-Para de agir feito criança.

-Você me acha infantil?

- Às vezes.

- Então é melhor ir atrás de alguém madura e experiente.

- Do que você está falando?

Sasuke se sentou ao meu lado enquanto me olhava com o cenho franzido. Pensei muito se diria a ele o que estava acontecendo, ou simplesmente deixaria pra lá. Afinal, Itachi disse que eles andavam juntos mas não sabia exatamente o que eles tinham.

-  Nada. Esquece isso.

- Certo.

O Uchiha se aproximou de mim e me beijou. Por mais que por dentro eu estivesse a mil, eu não poderia cobrar nada de Sasuke. Ele não tinha feito nada de errado e Suzy era só uma garota do colegial. Contanto que ela ficasse bem longe ,eu não teria problemas. O que eu precisava saber era se Sasuke tinha algum interesse nela e vise e versa. Mas por enquanto eu iria me conter. Me entreguei à aquele beijo e aos poucos fui me acalmando. Ficamos a tarde toda ali, abraçados e vez ou outra dávamos alguns beijinhos enquanto ele acariciava meus cabelos.  Eram 8 da noite quando ouvimos batidas na porta.

- Sasuke, temos problemas. Quero dizer, você tem um problema. - Itachi disse do outro lado da porta.

- O que aconteceu?

- Suzy, ela está na sala e disse que veio para ficar.

Meu coração disparou naquele momento. O que aquela maldita estava fazendo aqui? O ódio que eu sentia mais cedo voltou a tona e eu quase fui até a sala e bati naquela mulher. Pelo menos eu teria a chance de conferir se ela era tudo aquilo que Itachi falou.

- O que ela quer?

- Eu vou saber? Vá até lá e descubra.

Sasuke bufou e fechou a porta logo em seguida. Pela sua reação ele não havia ficado feliz com a visita surpresa, o que me deixou aliviada.

- Quem é Suzy? - perguntei mesmo sabendo a resposta.

- Me espera aqui.

Eu teria permanecido ali se eu não soubesse que uma garota estava na sala ,pronta para fazer seja lá o que com Sasuke .Rapidamente me levantei e o segui.

Por um momento eu me arrependi de ter feito aquilo. A cena que eu via quase me fez explodir. Uma garota incrivelmente linda estava sentada a poucos centímetros de Sasuke. Ela tinha um corpo repleto de curvas, olhos azuis e os seus cabelos longos eram tão pretos quanto o de Sasuke.

- Quem é essa? - Suzy me olhava com o cenho franzido enquanto segurava a mão de Sasuke.

- Eu sou Sakura. - falei. - E você quem é?

- Suzymara. Eu estava dizendo ao...

- Suh, não acho uma boa idéia você ficar aqui. - Sasuke a interrompeu.

- Eu já te expliquei minha situação. Você é a única pessoa que me resta.

- Alugue uma casa ou coisa do tipo eu te ajudo a pagar...

- Não... Acho melhor eu ficar aqui. Além do mais você pode me dar carona para faculdade.

- Suh...

- Sasuke por favor. Eu disse ao seu pai e  ele achou uma excelente idéia.

Eu não sabia o que era pior. Ficar ali olhando os dois conversarem, ou ouvi Sasuke fala "Suh" .

- Tudo bem. Você pode ficar até conseguir um trabalho.

- Ótimo, onde eu vou dormir?

- No quarto de hóspedes. Itachi vai embora amanhã de manhã.

- Mas e essa noite? Adoraria dormir em seu quarto e relembrar os velhos tempos.

- Adoraria te dizer que ele já está ocupado esta noite. - disse e ambos me olharam.

Eu não pude me conter quando ela disse aquilo. Como assim dormir no quarto de Sasuke?  E o que aqueles dois tinham afinal? Itachi me disse que eles só andavam juntos , mas a relação dos dois me pareceu muito mais desenvolvida. Tanto que ele quis ajudá-la e parecia preocupado com ela. Droga! 

- Suzy, você pode dormir comigo. Prometo que não toco nela Sasuke . - Itachi adentrou a sala com um sorriso sacana.

Aquela história estava me deixando cada vez mais irritada. Por que essa Suzy não voltava para o lugar de ela veio e permanecia lá pelo resto da vida dela?

- Tudo bem. - Suzy pegou sua mala e seguiu Itachi pelo corredor.

Restou apenas eu e Sasuke na sala, e sinceramente não fiz nenhuma questão de esconder minha insatisfação. O Uchiha pareceu perceber isso, já que pegou em minhas mãos enquanto me olhava atentamente.

- Quem é essa Sasuke? O que você tem com ela? - perguntei já não aguentando mais segurar.

- Não tenho nada com ela.

- Vocês parecem bem próximos.

- Ela está passando por um momento difícil e eu vou ajudá-la. Só isso.

Suspirei. Não queria fazer pirraça ou algo do tipo.  Se ele dizia que não tinha nada com ela, eu acreditaria. Por mais que eu não confiasse nem um pouco nela não havia nada que eu pudesse fazer a respeito. A única coisa que me restava era confiar em Sasuke e nem imaginar as coisas que aqueles dois iriam fazer sozinhos naquela casa quando eu fosse embora. Pelo jeito eu teria que me acostumar com aquilo.

- Certo - disse com um sorriso abatido.

-Isso não muda nada entre nós.

- Eu espero que não.

Sasuke pegou em minha nuca e selou seus lábios nos meus. Ele me deitou no sofá ficando sobre mim. Seu beijo era tão bom que fazia eu me esquecer de todos os problemas...

- Sasuke? - fomos interrompidos por Suzy que acabara de adentrar a sala.

- O que é?

- Estou com fome, pode preparar algo pra gente?

- Mary já está providenciando.

- Mas eu quero que você faça.

Olhei para a morena que também me olhava com uma expressão de indiferença.

- Hein, faz por favor. - ela persistiu.

- Certo eu faço. - Sasuke se levantou e seguiu pelo corredor.

Naquele momento eu não sabia se eu atirava em Suzy ou simplesmente saía dali. Sério que ele ia cozinhar pra ela? Eu estava tentando me segurar mas estava sendo difícil.

- Oi. - ela disse.

- Oi.

- Então Sakura? Vocês estão namorando?

- Estamos nos conhecendo melhor.

Respondi sem muita relevância e me levantei. Não aguentaria ficar diante dela naquele instante. Era muita informação e eu precisava de tempo para me adaptar com aquilo.

***

Depois daquela "conversa" que tive com Suzy no sábado a noite, não conversamos mais. A garota era bem séria para falar a verdade, e vez ou outra ela me direcionava olhares de canto. No domingo Sasuke me levou para casa cedo e ali estava eu e Ino, na frente da faculdade paradas feito arbustos.

- O que você está esperando aqui?

- Eu tenho que ver uma coisa.

Meus olhos passaram em todas as direções até encontrarem o que tanto esperava. Sasuke acabara de sair do estacionamento e ao lado dele... Suzy. A cena que veio depois quase me fez ter um mini ataque cardíaco. A morena passou um braço sobre o pescoço de Sasuke e ele retribuiu. Os dois seguiram para dentro sem nem me olhar, pareciam muito interessados em algo que a garota mostrava no celular.

- Quem é aquela com o Uchiha ?- Karin se aproximou de nós juntamente com Ten e Hinata.

- Nossa ela é linda! 

- Hinata! - Ino a repreendeu apontando para mim.

- Ah desculpa Sakura. Não deve ser ninguém de importante.

- Tudo bem Hina. Aquela é Suzy. Ela vai morar com Sasuke agora e vai estudar aqui....

- Vish... isso não me parece coisa boa. Saky se eu fosse você ficaria de olho aberto.

- Cala essa boca Karin! Vamos embora,a aula já vai começar.

A ruiva, Ten e Hinata foram na frente e eu e Ino ficamos para trás.

- Sah, está bem?

- Sim...

Eu havia contado a loira tudo o que tinha acontecido no final de semana, portanto ela era a única que estava por dentro da situação e sabia exatamente como estava me sentindo ao ver Sasuke abraçado com Suzy.

- Se precisar estou aqui.

- Eu sei disso.

E quando eu pensei que a situação não poderia piorar, encontro Sasuke sentado ao lado de Suzy na sala de aula enquanto Naruto estava sozinho. Agora eles iriam sentar juntos também? Droga!

Me dirigi para o meu lugar habitual ao lado de Sasori. Ele conversava comigo mas eu não respondia. Aqueles dois estavam me intrigando...

- Mas esse ano estamos cheios de novidades! Quem é essa morena Sasuke?

O idiota do Deidara teve que comentar e ainda por cima , passar a mãos no cabelo de Suzy.  Pelo menos não era comigo daquela vez.

- Tire suas mãos dela.

- Calma Uchiha, só fiz uma pergunta!

- Encoste nela novamente e eu te faço atravessar essa parede.

Eu não podia acreditar no que eu estava ouvindo. Ele estava defendendo ela? Por que ele estava defendendo ela? Pelo jeito Suzy era realmente importante para Sasuke... Talvez importante até demais...

                      


Notas Finais


E aí? Não me matem please! Kkks
Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...