História Sem limites - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kurenai Yuuhi, Mebuki Haruno, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 509
Palavras 2.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Viram como eu sou boazinha? Dois capítulos em um dia ! ♥♥♥ Espero que gostem e que estejam mais calmas também kkkk.

Capítulo 15 - Desabafo


Eu não podia acreditar no que meus olhos viam. Era dolorido demais acreditar que Sasuke estava fazendo aquilo. Depois de tudo... Depois dele ter me dito que não tinha nada com ela, ele me decepcionara daquela forma.

- Sasuke... eu não acredito nisso. - não pude conter minhas lágrimas sobre o lençol que me cobria.

- Sakura... eu posso explicar...

- CALA A BOCA IMBECIL.

- Sakura...- Suzy veio em minha direção.

- E VOCÊ NÃO TOQUE EM MIM SUA VADIA. - nem me importei em largar o lençol e avançar sobre ela.

Bati tanto em Suzy que minhas mãos ficaram marcadas no corpo dela. Meu ódio era tão profundo que naquele momento eu fiquei inconsciente sobre minhas atitudes.

- Para com isso Sakura!!- Sasuke tentou nos afastar.

- CALA A BOCA CRETINO! - Sasuke me pegou pelos braços e me tirou de cima de Suzy.

- Para com isso agora!!!

- SASUKE EU TE ODEIO, SEU CANALHA, COMO PÔDE??- dei um tapa na cara do Uchiha.

- Sakura... deixa eu explicar.

- EU QUERO QUE VOCÊ MORRA. NUNCA MAIS OLHE NA MINHA CARA.

Fui em direção ao quarto e me vesti de qualquer maneira. Sasuke tentou me segurar mas eu estava tão nervosa que consegui escapar dele, correndo direto para a sala. Pode parecer loucura eu sei... Mas naquele momento a idéia pareceu brilhante. Peguei a chave da moto que estava sobre a mesinha de centro e saí em direção a garagem. Apertei um botão e o portão se abriu. Simplesmente subi no veículo sem nem pensar duas vezes. As aulinhas daquele cretino serviram para algo afinal.

Acelerei com toda a força e a moto bateu direto no muro do outro lado da rua... Pude ouvir o chamado de Sasuke mas era tarde demais... tudo ficou escuro e eu perdi minha consciência...

***

Minha cabeça estava doendo, o que era aquilo? Parecia um homem...

Meus sentidos voltaram aos poucos e eu comecei a recuperar a noção de tempo-espaço. Me sentia estranha e extremamente fraca. Esfreguei meu olhos tentando identificar o lugar... Minha visão estava um pouco embaçada.

- Sakura? - vi Sasuke ao meu lado.

- Onde eu... o que aconteceu ?- falei ofegante.

- Você começou a gritar do nada e me bater...

Só naquele momento eu percebi que estava toda suada e Sasuke com algumas marcas no braço. Ainda estava nua e o lençol se encontrava no chão.

- Sakura, você estava tendo um pesadelo?

Pesadelo? Aquilo foi um pesadelo?  Quando Sasuke perguntou e eu olhei ao redor novamente, eu finalmente  entendi a situação. Então eu estava sonhando... Sasuke estava bem ali ao meu lado e não com Suzy. Que alívio... Que alívio enorme...

- Que horas são?

- Meia noite.

- Sasuke eu não estou bem...- pus a mão na testa.

- Você precisa se vestir. - ele levantou e saiu do quarto voltando minutos depois com uma blusa e um short.

Provavelmente era de Suzy, mas não me importei. Eu estava fraca demais para ficar com frescuras. Falando nela, a morena adentrou o quarto minutos depois com uma expressão confusa.

- Eu ouvi os gritos... O que aconteceu?

- Nada,  ela só teve um pesadelo.

Olhar para Suzy mesmo sabendo que aquela cena tinha sido somente um sonho, era perturbador demais. Era tudo uma fantasia mas aquilo me afetou tanto que parecia real...Sabe quando você sonha com algo ruim, e mesmo quando acorda você se sente como se ainda estivesse no sonho? Pois é, era o que eu estava passando naquele momento.

Suzy saiu do quarto e Sasuke me ajudou a colocar a roupa. Eu estava me sentindo tão fraca...

- Você precisa comer alguma coisa. - ele foi até a cozinha e voltou com um pedaço de torta de frango.

Comi com tanta vontade que quase engasguei.  Sasuke continuou me olhando, parecia preocupado. Ele estava sem camisa, só com uma bermuda azul escura. Era tão aliviante saber que Sasuke não tinha me traído com aquela Suzy, que até dei um sorriso depois de alguns minutos de repouso.

- Sakura, você está muito fraca. Precisa se alimentar direito.

- Eu sei...

- Não, você não sabe. Ontem e hoje você quase desmaiou.

- Prometo me cuidar daqui pra frente.

- Hm.

Meu Deus. Aquilo não podia ser verdade, será que eu estava sonhando novamente? Em pensar que Sasuke estava ali, todo preocupado...

- Sakura, eu... machuquei você?  - ele parecia um pouco desconcertado.

Realmente ele tinha tirado todas as minhas forças mas eu não estava daquele jeito por causa de Sasuke e sim pelo sonho.

-Não.- olhei para o braço dele que estava todo vermelho.

- Sakura, o que você estava sonhando?

Nunca na minha vida eu iria contar a Sasuke o meu sonho. Era desnecessário e não havia porque ele saber,  então inventei que um demônio queria me pegar em um milharal e ele acreditou.

Acabei de comer e deixei o prato sobre a mesa. Eu estava muito melhor mas não queria dormir. Então peguei meu livro e comecei a ler enquanto Sasuke dormia feito anjinho.

***

Não consegui dormir até o amanhecer. Aproveitei aquele tempo para refletir um pouco e resolvi esquecer aquela história. Afinal não tinha acontecido nada, então não tinha porque eu ficar remoendo aquilo.  Levantei antes mesmo de Sasuke e logo tirei aquela roupa de Suzy.  Deus me livre ficar usando aquilo por muito tempo. Vesti a mesma calça do dia anterior e uma blusinha. Fui até a cozinha encontrando Mary dando aquela faxina.

- Bom dia !

- Bom dia flor! Está animadinha hein?

- Sim!- sorri para ela.- Se importa de eu te ajudar com o café da manhã?

-Claro que não.

Sinceramente aquela mesa fora a mais bonita que eu já montara. Haviam tantas frutas, sucos, torradas, bolos que engordei uns cinco quilos só de olhá-la. Sasuke pareceu gostar da surpresa já que deu um enorme sorriso quando a viu.

Mais tarde depois do almoço, eu e Sasuke nos deitamos no chão da sala e por incrível que pareça Suzy não nos incomodou. Durante todo o tempo em que eu passara com Sasuke, eu nunca havia visto ele dar um sorriso de verdade. Ele só  dava sorrisos de canto e sarcásticos mas nunca um sorriso de felicidade.

- Sasuke, você sente cócegas? - falei sorrindo.

- Nem começa.

- Aaa por favor...

- Não Sakura.  - ele disse sério.

- Nossa!  Só um pouquinho vai...- fiz um pouco de cócegas no pescoço dele.

- Não, não, não. - ele tentou fugir de minhas mãos .

- Sasukee. - peguei em seus pés.

- Sakura para... - ele começou a sorrir.

- Olha estou fazendo progresso!

-  Sakura, não... Por favor.- ele implorou para que eu parasse.

- Não vou parar até você sorrir.

- Sakura... - ele continuou rindo- Pare com isso.

- Você fica tão fofo assim Sasuke.

- Não sou fofo.

- Sim, você é. - pus as mãos em suas axilas e pela primeira vez eu pude ver aqueles dentes branquinhos. Que sorriso maravilhoso!!

- Tá agora chega. - ele disse.

- Você brincou comigo ontem a noite, agora eu estou brincando com você também.

- Prefiro a minha brincadeira.

Eu já ia respondê-lo quando o meu celular tocou. Era Sasori,  e no segundo seguinte percebi que atender aquela ligação ao lado de Sasuke não seria uma boa idéia.

- Alô?

- Sakura? Tudo bem?

- Sim e você?

- Estou bem. Eu e o pessoal estamos organizando uma festinha entre amigos, você quer vir? Vai ser hoje a noite!

- Ah... eu adoraria. Onde vai ser?

- Na casa de Shikamaru.

- Certo.

- Chame o Uchiha também...

- OK. Até mais tarde.

Desliguei o celular e o guardei no bolso. Sasuke estava me olhando como se esperasse eu dizer de quem era a ligação.

- Era de Sasori. - o Uchiha suspirou irritado só de ouvir aquele nome.

- O que ele queria ?

- Me convidou para uma festa.

- Sem chances.

- O que ?

- De  você ir.

- Mas não é na casa dele e você também está convidado.

- Eu não vou e você também não vai.

- Sasuke...

-Não. - ele continuou irredutível.

- Mas vai ser tão bom e...

- Sakura, você não vai e ponto final. Entendeu agora? NÃO.

Ele gritou comigo e eu me derramei em lágrimas. Sasuke não pareceu se importar já que permaneceu firme. Eu simplesmente não aguentava mais... se eu não botasse tudo para fora eu  iria explodir ali mesmo.

- VOCÊ ESTRAGOU TUDO. - gritei.

- O que estraguei exatamente?

- O momento Sasuke!!! Tava tudo tão perfeito até você virar O GROSSO insensível de sempre. Você não manda em mim!  E porque você pode sentir ciumes de mim , mas quando eu sinto ciumes de você eu sou infantil? SEU IDIOTA se eu me sinto assim é porque eu gosto de você. E eu tenho sentimentos, não fale assim comigo como se eu fosse uma pedra. POR QUE EU  NÃO SOU. - falei tudo o que sentia derramando rios de lágrimas.

Sasuke não falou nada. Apenas me olhou enquanto eu chorava descontroladamente. Porra! Ele estava sendo tão fofo esses últimos dias que eu até tinha esquecido aquele jeito grosso.

- Sakura...

- O que... - falei ainda em lágrimas.

- Lembra do que eu disse na festa de Lisa?

Procurei nas minhas lembranças o que ele havia dito pra mim naquele dia ,e eu encontrei a únicas frases que se encaixavam naquele momento.

"Eu... vou acabar te magoando. "
"Eu estou disposta "
"A que exatamente?"
"Me magoar se for preciso"

- Lembro...- respondi depois de algum tempo.

- Sou possessivo Sakura. Aquilo que é meu, é meu. Eu guardo a sete chaves. - achei bonitinho mas ainda estava chateada.

- Precisa confiar em mim...

- Eu confio. Mas eu não posso mudar...Não controlo meus sentimentos.

- Você não mudaria por mim?

- Se eu conseguisse.

- Eu mudei por você... várias vezes eu cedi ao seu modo de vida sem questionar... Não vai morrer se você ao menos tentar.

Me levantei e já ia sair da sala mas Sasuke se postou a minha frente.

- Desculpa.

Por um momento a idéia de bater forte com a cabeça pra ver se eu realmente estava acordada me pareceu excepcionalmente brilhante. Ele me pediu desculpa. Sério? Eu sabia que era demais para o orgulhoso Sasuke pedir desculpas, então aquela simples palavra significou muito pra mim. Ele pareceu bem desconcertado depois disso, mas não desviou seu olhar do meu. Ele era firme, sempre firme.

- Eu não... queria te magoar. - ele prosseguiu.

- Tudo bem. Já passou.

Eu o abracei com tanta força e ele fez o mesmo. Era a primeira vez que ele retribuía um abraço daquela forma. Parecia transmitir tudo o que estava sentindo através do seu corpo e eu ouvia... mesmo que ele não falasse eu ouvia. Parecia querer me proteger de tudo e de todos ao meu redor.

- A gente pode ir na festa se você quiser...

- Sério?

- Sim.

Sorri para ele e pulei em seu colo o beijando lentamente. Eu senti naquele momento que nossos sentimentos tinham  florescido, se tornando mais fortes. Depois de algum tempo choramingando , Sasuke concordou em me levar até o shopping para que eu pudesse comprar uma roupa. Sim eu sei que eu disse que odiava fazer compras mas eu precisava de uma roupa. Da próxima vez que Sasuke me levasse para casa dele eu iria me lembrar de levar pelo menos uma blusinha.

- Eu posso comprar uma roupa para a festa também?

- Compre o que quiser. - sorri para ele e entramos na loja.

Eu não era muito chata na escolha de roupas, então comprei um vestidinho preto até a altura do joelho, duas blusinhas e um short. Fiquei meio sem jeito com aquilo... Não queria que Sasuke me bancasse então eu iria pagar depois.

- Eu vou pagar... eu juro.

- Não vai.

- Vou sim.

- Depois eu sou orgulhoso.  - ele sorriu de canto.

Sorri também e saímos daquela loja. Depois eu o convenceria...  Tudo que importava naquele momento era a festa que tínhamos para ir...


Notas Finais


E aí galera? Aliviados? Morri com os comentários de vocês kkkk ♥♥♥ Eu disse que tudo tinha uma explicação. *-*

Até a próxima. :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...