História Sem mais mensagens - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Kookmin, Namjin, Taeyoonseok, Vhope, Yoonseok
Visualizações 6
Palavras 2.281
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Um


- Não, Hoseok! Não sei quem é esse cara, não vou responder as mensagens, não vou fazer seu trabalho de escola, não vou ir com você para a sorveteria e não quero conversar. - Fala e em seguida solta todo o ar que segurava, suavizando sua expressão irritada.

- Relaxa, Jimin. Não comece com um desses seus ataques de raiva. Não tô com tanta paciência hoje, eu só queria conversar com meu melhor amigo. Mas, já que ele não gosta de mim... Vou sair com o Yoongi, então. - Responde tentando persuadir.

- Não! Espere, deixa eu arrumar meu material e vou com você. - Suspira derrotado e Hoseok sorri vitorioso. Jimin tinha um ciúmes enorme de seu melhor amigo, principalmente com o Yoongi. Este que, não era uma má pessoa. Mas Jimin não quer perder alguém tão bom que se importa tanto consigo, então é melhor não arriscar.

 

Após guardar todo o - pouco - material usado ao decorrer das aulas, joga sua mochila em um dos ombros e sai da sala com seu amigo caminhando para a saída do colégio. 

- Hobi, se fosse para morar com um destes animais, você preferia um pato ou um elefante? - Jimin questiona com aura de pensador e depois de alguns segundos percebeu que não tinha ninguém lhe acompanhando. Cora por perceber que estava falando sozinho no meio de muitas pessoas e olha para trás, vendo que seu amigo estava parado com alguém que não conhecia mas lhe encarava muito. Park bufa irritado e bate o pé no chão, volta ao seu amigo com a cara fechada esperando eles terminarem de conversar para poder arrastar o mais velho.

- Aish, cara. Nem me lembre dessa prova, acho que nunca fui tão mal em algum teste na minha vida. - Hoseok faz uma cara de derrota e percebe que Jimin apareceu ao seu lado com uma expressão nada boa. - Calma, Jimin. O que houve?

- Acabei de passar vergonha porque meu melhor amigo da minha vida inteirinha, insiste para que eu saia com ele e quando eu finalmente vou... Me deixa falando sozinho e vai conversar com outra pessoa sem nem me avisar. - Ri debochado.

- Até mais, Jeon. Se eu não for agora e como eu conheço ele, esse garoto de meio metro do meu lado pode dar uma cabeçada em minha canela. - Jeon solta uma risada fraca e finge uma expressão horrorizada, acenando logo em seguida e saindo.

- Ele não é muito de falar não? - O ruivo questiona.

- Sei lá, ele é mais na dele, entende? Mas ele não é mudo, claro que fala. - O mais baixo concorda com a cabeça e volta a caminhar com seu amigo.

 

- Não, por favor, não. - Jimin berra, na calçada da sorveteria. - Esse garoto não se cansa de mim não? É o terceiro chip que ele compra apenas para tentar puxar alguma conversa. Eu cansei de dizer que eu não quero papo. - Choraminga.

- Chim, você deveria conversar com ele. Quem sabe ele te conhece e se cansa de você aí ele te deixa em paz?

- Woah, obrigado. Você serviu de algo além de falar besteira. - Sorri mostrando seu eye smile. - Não, espera... Você me chamou de entediante? - Finge uma expressão de dor e coloca a mão no peito, dramatizando. Hoseok ri. - Ah, deixa. Vou fazer isso mesmo, tudo porque não quero mais esse garoto me irritando.

Jimin desliza o dedo pelo ecrã, digita sua senha e abre as mensagens. 

 

Desconhecido - 17:42

Por favor, vamos conversar.

Jimin - 17:45

Certo, fala logo.

Desconhecido - 17:45

Nossa, nem foi tão difícil.

Jimin - 17:45

Não? É o terceiro chip. Terceiro!

Desconhecido - 17:46

Tudo bem, pelo menos a gente pode conversar.

Jimin - 17:46

Certo, mas quem é você e o que você quer?

Desconhecido - 17:46

Bom, quem eu sou não importa por enquanto. Mas eu só quero ser seu amigo.

Jimin - 17:46 

Eu mereço saber pelo menos o nome dos meus "amigos", não acha?

Desconhecido - 17:46

Não.

Jimin - 17:46

Tchau.

Desconhecido - 17:46

Espera! Vamos conversar, quem sabe eu te digo meu nome?

Jimin - 17:46

Olha, depois a gente conversa. Eu estou na calçada de uma sorveteria com meu amigo e a gente tava pensando em tomar um sorvete, se você não se intrometer vai ser muito bom.

Desconhecido - 17:47

Certo, mas depois posso te chamar?

Jimin - 17:47

Eu agradeceria se não me chamasse.

Desconhecido - 17:47

Aish, você é muito difícil.

Jimin - 17:47

Eu sei :) 

Desconhecido - 17:47

Que seja. Mas, bom saber que você está numa sorveteria. Vou levar minha sacola preta e te sequestrar.

Jimin - 17:47

Credo, garoto. Ou seria garota?

Desconhecido - 17:47

Garoto mesmo.

Jimin - 17:48

Me interessei.

Desconhecido - 17:48

Claro, quem não se interessaria pelo Kook? 

Jimin - 17:48

Kook, é?

Desconhecido - 17:48

Não. 

Jimin - 17:48 

Que legal, agora sei seu apelido. Kook.

Desconhecido - 17:48

Nãaaaaao. Não é Kook, eu digitei errado.

Jimin - 17:48

Certo, Kook.

Desconhecido - 17:48

Ah, qual é. Esse não é meu nome. Nem apelido.

Jimin - 17:48

Claro. 

Kook.

Desconhecido - 17:48

Vai se fuder.

Jimin - 17:48 

Okay, se você for comigo.

Desconhecido - 17:48

Woah, eu que devia dar em cima de você.

Jimin - 17:48

Desculpa. Bem, vou indo. Até depois.

 

Até depois? 

Que seja.

- Jimin, cara. Acabou de conversar com o seu namoradinho? Eu tô com fome, sabe? - Hoseok pronuncia e faz uma cara emburrada.

- Foi mal, Hobi. Esse menino não me deixa em paz. E ele não é meu namoradinho - Faz uma cara de nojo - Acho que descobri o apelido dele.

- E qual seria?

- Kook. 

- Kook, sim? - Abre um sorriso de lado. - Acho que eu co...

- Oi, gente. - Alguém que conheciam muito bem quem era, fala. Ambos se viram em direção ao dono da voz e Hoseok abre um sorriso contagiante enquanto Jimin bufa irritado.

- Certo. Muito certo! - Chim sorri sarcástico. - Eu vim aqui para comer e não perder o apetite. - Revira os olhos.

- Hey, Yoongi! - Hoseok ignora ao comentário do amigo e vai falar com o loiro.

- Tchau, Yoongi. - Park pronuncia e tenta empurrar o peito do garoto, numa tentativa falha de tirar ele de lá.

- Calma, eu estou saindo já. - O mais baixo sorri feliz, mostrando seu eye smile e desiste de empurrar o mais velho.  - Eu estava de passagem e vim dar um "oi". - Min abre um sorriso fofo, na visão de Hoseok.

- Diga logo e saia daqui. 

- Calma, Jimin. Não seja tão arrogante. Entre, escolha um lugar e faça os nossos pedidos. Quero qualquer coisa. Mas eu já vou, okay? - O ruivo revira os olhos e faz o que foi pedido.

Os dois garotos ainda na calçada, observam o mais novo se virar e após isso acontecer, rapidamente selam seus lábios. Hoseok apenas aprecia o momento, adorava muito encostar sua boca na do mais velho. Tinha um gosto tão bom e doce. Era um dos seus passatempos favoritos. 

Depois de alguns segundos sentindo essa sensação maravilhosa que o mais baixo lhe proporcionava, separou os lábios um pouco triste. Queria continuar lá para sempre. Mesmo sendo uma ação tão breve, foi muito prazerosa. 

Olhou para dentro da sorveteria e viu que Jimin estava conversando com a atendente, provavelmente flertando. Suspirou aliviado e voltou seu olhar para o branquinho a sua frente.

- Bom, vou indo. Tenho que encontrar minha mãe. Até mais. - Deixou mais um selar rápido na boca do mais novo e saiu.

Hoseok passou alguns poucos segundos olhando para o nada e sorriu parecendo um bobo. Era tão bom estar apaixonado. Queria muito contar isso ao seu melhor amigo, mas o mesmo tinha um ciúmes do inferno e pensava se seria a opção correta no momento. Bom, fica para depois.

Entrou no local e foi direto ao seu amigo, que já se encontrava sentado numa mesa mais afastada, colada com a parede e perto de vários quadros de frutas e sorvetes.

- Demorou, hein? Fazendo o quê? Beijando o seu namoradinho? - Chim riu sarcástico e pegou seu celular novamente, deslizando o dedo pela tela em movimentos rápidos.

- N-não! - Se amaldiçoou por ter gaguejado. - Certo, já fez nossos pedidos?

- Sim.

- Tá prestando atenção?

- Sim.

- Que horas são?

- Sim.

- Jimin! - Hoseok o chamou, um pouco alto demais. Recebeu vários pedidos de silêncio das pessoa próximas e o mesmo sorriu amarelo para elas.

- Oi? Desculpa, tava vendo minhas redes sociais.

- Guarda isso agora. Não quero ficar conversando sozinho. - Park revira os olhos e desliga o celular, guarda no bolso e volta sua atenção para o amigo. - Okay. Já pediu?

- Sim, mas sorvete costuma ser bem rápido. Por que a demora?

- Não sei. Não sou sorveteiro. 

- Desculpa. Lembrei que você é lixeiro, só fala lixo e sua companhia é a mesma coisa. Um lixo.

- Calma, amigo. Eu sei que você me ama. Mas me conta, o por que dessa raiva toda? 

- Bom, meu pai quer passar uns dias comigo. E, bem... Nós não temos um bom relacionamento, disso você sabe.  Fora que acho que eu tô a muito tempo sem alguém, sabe?

- Olha, eu posso arranjar uma pessoa. Eu conheço uma que seria um par perfeito para você.

- Sei, conheço bem esse seu lado cupido, Hobi. Não dá certo mesmo.

- Ah, por favor. Chim, me da essa chance de poder juntar você com alguém que tenho certeza que é sua alma gêmea.

- Tudo bem, desisto. Não vai mudar em nada mesmo se não der certo. - Revira os olhos.

Ao mesmo tempo, uma garçonete loira de avental colorido e patins, chega e trás os sorvetes.

- Dois sorvetes de chocolate com três bolas, certo?

- Sim. Obrigado. - Hobi agradece.

- De nada, docinho. - Pisca o olho direito para o mesmo.

- Querida, você é paga para servir e não se oferecer. Sai logo daqui. - Jimin fala irritado e revira os olhos. A garçonete bufa e se retira.

- Calma, Chim. Desde quando você é tão estressado?

- Desde que eu me entendo por gente. - Responde e começa a comer seu sorvete com pequenas colheradas.

- Não mesmo. Mas, vamos prosseguir com o assunto. O que acha de eu marcar um encontro entre vocês, mas eu não lhes apresento. Vocês apenas... vão. Sabe? E se conhecem lá. 

- Tanto faz, Hobi. Eu tô cansado. Quero ir para casa e dormir. - Fala e em seguida boceja. Já quase terminando o sorvete por ter aumentado o ritmo das colheradas.

- Certo. Pode ir, eu vou terminar de comer e eu mesmo pago por nós dois.

- Obrigado, cara. Até depois. - Jimin arrasta a cadeira com o pé, se levanta e acena para Hoseok. Recebe um sorriso como resposta. Coloca a cadeira no lugar, deixa o restinho de sorvete lá mesmo e sai, em direção a sua casa.

 

Desconhecido - 18:54

Oi.

Jimin - 18:54

Oi, Kook.

Desconhecido - 18:54

Caramba, desiste. Eu juro que meu apelido não é Kook.

Jimin - 18:54

E qual seria?

Desconhecido - 18:55

Eu gostaria de manter em anônimo, por enquanto. :)

Jimin - 18:55

Certo, Eu gostaria de manter em anônimo, por enquanto :)

Desconhecido - 18:55

Irritante você, hein?

Jimin - 18:55

Eu sei. 

Eu gostaria de manter em anônimo, por enquanto :) - 18:55

Mas gostei.

Jimin - 18:55 

Eu sei disso também.

Eu gostaria de manter em anônimo, por enquanto :) - 18:55

Convencido.

Jimin - 18:55

Também sei disso.

Eu gostaria de manter em anônimo, por enquanto :) - 18:55

Me chame de... Daddy.

Jimin - 18:55 

Não, isso não vai rolar.

Eu gostaria de manter em anônimo, por enquanto :) - 18:55 

Por favor.

Jimin - 18:55

Não mesmo.

Eu gostaria de manter em anônimo, por enquanto :) - 18:55

Okay, tanto faz. Mas, vamos lá. Eu não vou revelar quem eu sou por enquanto, mas faça perguntas. Eu vou responder com sim ou não.

Jimin - 18:56

Oh, certo. Você estuda no meu colégio?

Cara estranho - 18:56

Sim.

Jimin - 18:56

Que legal. Você me espiona?

Cara estranho - 18:56

Não.

Jimin - 18:56

Você já ficou perto de mim?

Cara estranho - 18:56

Sim.

Jimin - 18:56 

Te conheço?

Cara estranho - 18:56

Não.

Jimin - 18:56

Algum amigo meu te conhece?

Cara estranho - 18:56

Sim. E... Acabou as perguntas!

Jimin - 18:56

Nãaaao, agora que tava ficando legal?

Cara estranho - 18:56

Acabou.

Jimin - 18:56

Aish, que seja.

Cara estranho - 18:56

Você tá fazendo o quê?

Jimin - 18:56

Nada, eu ia dormir um pouquinho e depois fazer os trabalhos, mas... bem... você tá me atrapalhando não é?

Cara estranho - 18:56

Ah. Não. Você que tá gostando de falar comigo.

Jimin - 18:56

E quem disse isso? Depois eu que sou o convencido.

Cara estranho - 18:56

E é mesmo.

Jimin - 18:56

Okay. Vamos, me mostre uma foto sua.

Cara estranho - 18:56

Não mesmo.

Jimin - 18:57

Vai! O que custa?

Cara estranho - 18:57 

Minha dignidade.

Jimin - 18:57

Não seja dramático. 

Cara estranho - 18:57

[Arquivo de mídia]

 

Jimin ficou paralizado por alguns segundos.

O desconhecido não mostrou o rosto.

Mostrou o corpo.

E... Nossa!

Que corpo, hein?

O ruivo passou a se interessar ainda mais nesse cara.

E, bem. Não iria desistir de descobrir quem é.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...