História Os Poemas Negros - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Alma, Drama, Poema, Solidão, Tristeza
Exibições 21
Palavras 159
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Apenas mais um poema... escrito em uma noite sem sono, uma noite sem fim, de um garoto sem rumo, sem saber para onde ir.

Capítulo 2 - Sem Rumo


 

Quando chega a noite

Você começa a chorar

Se vê sozinho

Com quem vai desabafar?

 

Acalme-se, garoto

Comigo você pode contar

Mas eu estou longe

Será que você consegue me achar?

 

Bem longe da realidade, no meio do mar

Existe uma ilha com um farol

Onde as pessoas perdidas podem ficar

É lá que você vai me encontrar

 

É um refúgio para os solitários

Que querem a felicidade buscar

Mas não se iluda, você não pode a rosa chegar

Sem os espinhos ter que enfrentar

 

A solidão parece longa

E a vida parece curta

Mas o que importa é que a luz você irá achar

Mesmo que demore a enxergar

 

Vou te dar uma dica

Garoto, confie em quem seu coração confiar

Pois a mente é falha

Ela poderá te enganar

 

Eu sei que você está perdido

E não tem um alguém para abraçar

Mas meu querido, eu vou te falar

Aconteça o que for, eu vou te ajudar



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...