História Sem Paredes de Papelão - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Desabafo, Entre Paredes De Papelão, Originais, Papelão, Paredes De Papelão, Poemas, Poesia
Exibições 6
Palavras 158
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Poesias, Romance e Novela, Saga

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 17 - Cravos para Cravos


Hoje lembrei das tardes

As tardes em que passava em sua casa

Como eram boas

Olhe, até um sorriso nasceu em minha face

Só que também lembrei

Que tudo passou

Que tudo terminou

Que não havia amor

Não da sua parte


Está escuro

Como os meus sentimentos

Que brotaram e depois mucharam

Por não ter amor para receber

Por não ter água da felicidade para beber

E assim se foi

Aquelas lindas rosas que estavam sem espinhos

Eram cheirosas e magnificas

Mas agora arranquei elas

De dentro do meu coração


E no meu coração

Sobrou terra

Sobrou algo vazio sem vida para animar

Nem nada para compensar

Só que me lembrei

De como recuperei

Todo os sentimentos

Já perdidos de dentro de mim

E ali estavam,

Ali nos cravos, e aí plantei. E ali viveram


Eu sei, não são lindos como as rosas

Não são tocaveis como as rosas

Não são frágeis como as rosas

E por isso plantei

Por isso mostrei

Para todos e de todos eu afastei

Pois não quero que elas firam

Que machuquem

Que sejam mortas outra vez, por você

Pois agora

Rosas não tem,

Mas tem cravos

De cravos para cravos

Se damos muito bem



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...